Preparativos

Alfândega: dicas para declarar ou não suas compras

Não existe quem não tenha pouco de medo de passar pela alfândega. Por mais experiente em viagens que uma pessoa seja, a insegurança de ser pego e ter que pagar uma grana alta em impostos e multas sempre fala mais alto, na hora de cruzar a fiscalização da receita federal no aeroporto. Ainda mais depois de uma viagem com muitas compras nos EUA. Então o que devemos saber para aliviar um pouco esse receio? Hoje vamos desvendar as dúvidas mais comuns de quem viaja para Orlando.

Fila gigantesca na alfândega do aeroporto de Guarulhos

Fila gigantesca na alfândega do aeroporto de Guarulhos. Foto do site Pouso Autorizado

A cota de $500 da alfândega

Com exceção aos itens de “uso pessoal”, listados abaixo, todo o resto das suas compras têm que totalizar menos de $500 dólares para que não haja cobrança de imposto. E não adianta falar que o notebook ou o iPad são de uso pessoal, pois esses itens serão taxados se passarem de $500 dólares.

A cota de $500 é por pessoa, incluindo as crianças, mas é importante ressaltar que por ser pessoal, não vale dizer que o seu bebê 1 ano está trazendo um videogame e 5 vestidos. Cada um com as suas compras condizentes com o seu uso e viagem.

Além da cota de $500, cada viajante tem direito a gastar mais $500 no Free Shop, somente no momento do desembarque no Brasil. Isso quer dizer que as compras feitas nos free shops, seja no embarque no Brasil ou em qualquer outro aeroporto que você passou, valem dentro da cota de $500 normal.

Itens de uso pessoal

Não, apesar de muita gente alegar isso na hora de trazer suas compras, as únicos itens que são consideradas uso pessoal são:

  • 1 smartphone
  • 1 câmera fotográfica (qualquer tipo, seja uma tradicional, uma profissional ou até mesmo uma GoPro)
  • 1 relógio

O que é que isso significa? Que se eu trouxer um relógio Rolex de $5 mil dólares, não serei cobrado pelo excesso, mas se trouxer dois, prepare-se para pagar imposto. O mesmo acontece com smartphones e maquinas fotográficas: se você planeja comprar um item novo lá fora, deixe o seu no Brasil para não voltar com dois e correr o risco de ser pego.

Não adianta falar que computador é 'uso pessoal'. Passou de $500 tem que declarar na alfândega

Não adianta falar que computador é ‘uso pessoal’. Passou de $500 tem que declarar na alfândega

Outro dia mesmo eu estava voltando dos EUA e havia comprado uma maquina fotográfica que passava um pouco dos $500 dólares. Como eu queria evitar problemas em sair e voltar com a maquina de novo, fui para a fila de “bens a declarar” no desembarque e fiquei uns 20 minutos esperando até que o fiscal da receita federal viesse ao meu encontro. Quando ele chegou, meu deu a maior bronca e disse que como eu estava com uma câmera só, que ela poderia custar qualquer valor que eu não iria ser cobrado. Fui embora sem pagar imposto mas perdi um tempão ali.

Mas uma observação importante: lentes fotográficas, filtros, tripés, flashes e outros acessórios, não são isentos da cota de $500, então dependendo da quantidade de itens que você está trazendo, eles podem sofrer tributação.

Veja todas as dicas para comprar eletrônicos em Orlando clicando aqui.

Sobre as roupas e livros

Peças de vestuário (como roupas, bolsas, calçados e acessórios), livros, e periódicos são sim considerados uso pessoal, mas não possuem limite de quantidade. Então desde que você realmente esteja trazendo para você e sua família, não vai ter problemas. O que a Receita Federal estabelece é o uso do bom senso e que seja compatível com o destino e duração da viagem, por exemplo: se você está indo para Orlando no verão (entre Maio e Agosto) passar 7 dias, e voltar com duas malas cheias de casacos, o fiscal da receita pode considerar que a suas roupas são incompatíveis com a sua viagem e portanto você deverá pagar imposto. Afinal, quem em Orlando usa casacos nessa época do ano? A mesma coisa vale para a duração da viagem, ou seja, se você passou 4 dias em Orlando e voltou com duas malas de 32kg cheias de roupas, o fiscal pode entender que você deve pagar imposto.

Para não deixar o fiscal da receita federal desconfiado de mim toda a vez que volto com roupa nova do exterior, costumo tirar as etiquetas e lacres de todas as roupas. Assim não deixo margem para ninguém interpretar errado.

Além disso, fique esperto com repetições: se você tiver muitos itens da mesma peça, podem pensar que você está trazendo para vender, e dai não tem jeito mesmo: vai ter que pagar imposto! E a regra varia de pessoa para pessoa: pra mim, trazer 5 pares de meias iguais é sossegado, agora trazer 5 camisas pólo idênticas, é muambagem (a não ser que você for a Monica dos quadrinhos).

Se a Mônica passasse na alfândega, certeza que ela ia ser pega e taxada de muambeira. Imagem retirada do site da Turma da Mônica.

Se a Mônica passasse na alfândega, certeza que ela ia ser pega e taxada de muambeira. Imagem retirada do site da Turma da Mônica.

Clique aqui para saber como conseguir descontos nas compras em Orlando.

Cosméticos, bebidas alcóolicas e cigarros

Assim como os eletrônicos de “uso pessoal” (máquina fotográfica, smartphone, relógio e e-reader) cosméticos, cigarros e bebidas alcoólicas também têm limites específicos. Para não entrar na cota de $500 dólares, você não pode trazer mais de 12 litros de bebidas (que dá 16 garrafas de vinho tamanho padrão por exemplo), 10 maços de 20 cigarros ou 25 charutos, 250g de fumo.

Como cosméticos não se encaixam nos itens descritos na alfândega, entrariam na categoria “outros itens que custam mais de US$10”. Nesses casos a regra geral é um limite de 20 unidades no total, sendo que não mais de 3 idênticas.

Mais uma vez aqui vale a regra do bom senso: trazer 10 cremes iguais me parece muambagem. E eu sei que muita gente aqui quer trazer presente pra família toda, eu mesmo faço isso de vez em quando, mas a maneira que eu aprendi é diversificar nos itens: compre coisas diferentes para você presentear. Assim ninguém interpreta errado.

Descubra todas as dicas para comprar cosméticos no exterior, clicando aqui.

Trazer celular do exterior

Como dissemos acima, a Receita Federal permite apenas 1 aparelho de celular por pessoa, seja ele comprado no Brasil ou comprado no exterior. Sendo assim, se você planeja comprar um celular nos exterior e não quer pagar imposto alfandegário, tem duas opções:

  1. Deixe o seu celular atual lá nos EUA quando comprar um outro.
  2. Não leve o seu celular atual para a viagem.

Como já falamos na matéria sobre comprar iPhone 6 nos EUA (clique aqui para ler todos os detalhes), não adianta voltar para o Brasil com 2 aparelhos de celular e dizer que um deles é brasileiro. Fazendo isso você continua sujeito a imposto e multa.

Vestido de noiva e enxoval

Seguindo a mesma regra que foi mencionada acima na explicação sobre roupas, os vestidos de noiva não estão isentos de cobrança de imposto pois eles não foram usados durante a viagem em 99% dos casos (a não ser para quem casou no exterior). Sendo assim, trazendo um vestido de noiva do exterior, você deve declara-lo e pagar o imposto relativo ao valor que excede $500 dólares. A não ser que tenha casado fora do Brasil e esteja voltando da viagem, somente nesse caso o vestido é isento.

O mesmo vale para os enxovais de casamento e de bebê. Se as roupas foram utilizadas na viagem, sem problemas, os produtos estão isentos, mas se estão sendo trazidos como parte do enxoval, devem entrar na cota dos $500 dólares. No caso dos bebês, se eles estiverem viajando, as roupas obviamente estão isentas de cobrança de imposto, mas se o bebê está na barriga da mãe, as roupas do bebê podem sim sofrer tributação.

Clique aqui para saber todas as dicas nas compras para o seu bebê em Orlando.

Veja que no fim das contas, o bom senso continua reinando: a Rê quando foi fazer o enxoval do nosso casamento voltou com 7 malas, só ela e a mãe dela. Como ela tinha comprando muita coisa pequena, não quis fazer a conta e foi na fila de não declarar porque ela realmente não achava que tinha nenhum gasto abusivo. Ela sabia que ia ser parada e ia pro raio-x, mas achou que não teria problema. Dito e feito: foi parada, perguntaram o que tinha dentro da mala e ela falou. Não tentou enrolar nem nada, foi falando e deixaram ela ir embora sem pagar qualquer taxa pois não tinha nenhum valor abusivo.

Sobre trazer presentes do exterior

Outra pergunta que recebemos muito aqui no VPD é sobre presentes. Vale esclarecer que para a Receita Federal, não existe esse conceito, ou seja, se você está trazendo presente para alguém, ou estiver pensando pedir para alguém de trazer uma encomenda, saiba que esse produto vai estar incluído nas cotas de uso pessoal e de $500 do viajante.

Isso significa que se o seu tio está trazendo um iPhone para você, mas também está viajando com o celular dele, o iPhone pode sofrer tributação. O mesmo vale para quem vai trazer roupas para o neto, ou para a filha: se os “presenteados” não estiverem viajando, você vai ter sim que pagar imposto para os itens que somarem mais de $500 dólares.

Quanto vou ter que pagar de imposto na alfândega se trouxer mais de $500?

Se você passou de $500 nos itens ou quantidades listadas acima, tem duas opções:

  • Entrando na fila de BENS A DECLARAR: se quiser cumprir a lei e decidir declarar os bens que está trazendo do exterior para pagar o imposto devido, você deve entrar na fila de “bens a declarar” da alfândega, logo depois que pegar as suas malas no desembarque. Lá você vai ter que abrir suas malas, listar os itens que passam o valor da cota e junto com o fiscal calcular o imposto: 50% do valor que excede a cota de $500.
    Exemplo: se o total das suas compras foi de $800, o excedente é de $300, e o imposto devido é $150 dólares.
    Você também pode (e deve!) fazer a declaração através do aplicativo da receita para celular, com isso você consegue se livrar do processo mais rapidamente. Mas lembre-se: mesmo declarando, você está sujeito a fiscalização, ou seja, o funcionário da Receita Federal, vai passar todas as suas malas, bolsas, mochilas e casacos pelo raio-x e se achar necessário, vai abrir a sua mala para inspecionar. Ou seja, não adianta declarar uma parte das suas compras pois o resto pode vir a ser cobrado.
  • Entrando na fila de NADA A DECLARAR:  se você decidir não declarar os bens que está trazendo e for pego na fiscalização alfandegária, além de ter que pagar o imposto devido de 50% do excedente, vai pagar uma multa de 50% em cima do mesmo valor, dobrando então o montante a ser pago para a receita federal. Além disso, se eu fosse um fiscal da receita federal, pegaria muito mais pesado na fiscalização das malas de uma pessoa que tentou me enganar passando na “nada a declarar” do que na que foi honesta e foi direto na fila de “bens a declarar. Sei lá, mas essa é a minha visão, já que somos todos seres humanos (e parte desse calculo de excedente acaba sendo um pouco arbitrário).

Minhas dicas para ter menos medo do monstro da alfândega

  • Guarde todas as notas fiscais: isso para caso você resolva declarar, ou for pego na alfândega, você tem a prova de quanto cada coisa custou. Sem isso, os fiscais vão pegar uma média de valor dos produtos, talvez pegar uma referência na internet, mas se você comprou um produto na promoção, com defeito ou ainda, usado, ele não vai ter como saber né? Então guardem as notinhas.
  • Não tente enganar os fiscais da alfândega: Sinceramente, eles acompanham milhares turistas chegando do exterior todos os dias e são bem calejados com o “jeitinho brasileiro”. Se você tentar enganá-los, contar histórias, esconder produtos, mentir o preço, você não só não vai reduzir a sua “pena”, mas como pode deixar o fiscal irritado e piorar ainda mais a sua situação.
  • Sem bagunça: se você está planejando redistribuir suas malas entre todo mundo da sua família para que cada um fique com um “pedacinho da culpa”, minha recomendação é ser bem discreto ou fazer isso no hotel antes de embarcar. Se você reparar bem, ao lado das esteiras de bagagem, nos principais aeroportos, existe um vidro com insulfilm em que alguns fiscais da receita federal ficam de olho. Se ao pegar as suas malas você ficar trocando de carrinho, abrindo as malas, passando coisas de um para o outro, eles vão te parar COM CERTEZA. Quem se prepara muito, tá devendo na praça!
    Dica: pegue as malas, coloque no carrinho e vai pra fila direto ou pro free shop. Causa menos confusão no aeroporto e menos problemas pra você na alfândega.
  • Não existe mais essa de “cara de muambeiro” que por muito tempo se falou. Hoje a alfândega está muito mais preparada para identificar violações a lei independente se o turista está bem arrumado e de cara lavada. Então se tiver feito compras acima da cota, declare!

Para quem mora no exterior

Pra quem está morando ou vai morar nos exterior, a alfândega tem uma regra especial: os brasileiros que viverem fora do país por mais de 1 ano, têm os seguintes bens isentos de tributação:

  • Móveis e outros bens de uso doméstico.
  • Ferramentas, máquinas, aparelhos e instrumentos, necessários ao exercício de sua profissão, arte ou ofício individualmente considerada, sendo que essa atividade deve ser comprovada no momento da apresentação na alfândega.

Se esse for o seu caso, deve comprovar que viveu no exterior através de documentos como por exemplo passaporte, prova de freqüência à escola/universidade, contrato de trabalho ou de aluguel.

Como fazer a declaração alfandegária pelo celular

Uma das maneiras mais fáceis e rápidas para evitar problemas na hora de retornar de viagem, é usando o aplicativo “Viajantes no Exterior” desenvolvido pela Receita Federal. Com ele você vai ao longo da viagem criando a declaração de importação de bens e automaticamente o valor do imposto devido vai sendo calculado. No final da viagem, o app gera o DARF (espécie de boleto bancário) que pode ser pago pelo internet banking lá nos EUA mesmo. Veja como baixar o aplicativo, clicando aqui.
Espero que essas pequenas dicas ajudem todos a curtirem mais a viagem a Orlando e fazer as compras com a consciência tranquila.

Cuidado! A alfândega está de olho

Cuidado! A alfândega está de olho



  • Oi Tamyres, tudo bem?
    Obrigado pela mensagem, fico feliz que esteja gostando do VPD 🙂
    Eu acredito que esses itens sejam de uso pessoal e não entrariam na cota, mas tudo depende da interpretação do fiscal no momento :/
    Abs
    Felipe

  • Oi Mário,
    Pode trazer a nota sim. Se você estiver só com um aparelho, será considerado de uso pessoal então não tem problema do valor.
    Abs
    Felipe

  • Oi Edson,
    Isso mesmo, no post acima listamos as quantidades de bebidas que poderá trazer, e quanto ao Free Shop, além da cota de $500, cada viajante tem direito a gastar mais $500 no Free Shop, somente no momento do desembarque no Brasil. Isso quer dizer que as compras feitas nos free shops, seja no embarque no Brasil ou em qualquer outro aeroporto que você passou, valem dentro da cota de $500 normal.
    Lembre-se que as companhias aéreas impõe um limite de 100ml para líquidos nas bagagens de mão, então qualquer coisa que tiver mais que isso terá que ser jogada fora! Garrafas grandes e perfumes tem que ir na mala despachada mesmo.
    Abs
    Felipe

  • Oi Edson, tudo bem?
    Só precisa declarar caso as compras passem o valor.
    Se suas compras estão dentro da cota, basta sair na fila do Nada a Declarar 🙂
    Abs
    Felipe

    • edson

      oi, Felipe, sim esta tudo bem espero que com tb esteja.
      e obrigado pelo retorno.
      então mesmo que nas minhas minhas compras, alem de presentes (velas, embalagem de vidros, perfumes,roupas) tiver um ipad, e que a soma de tudo não chegue a $500, pego a fila de NADA A DECLARAR, e isso

  • Oi Andre,
    Obrigado pela mensagem.
    Em geral, brinquedos não costumam sem muito levados em conta na cota individual de 500 dólares, mas tudo dependerá da interpretação do fiscal mesmo.
    Abs
    Felipe

  • Oi Roberta,
    Obrigado pela mensagem, que bom que está gostando do blog 🙂
    A regra geral é que você pode trazer uma máquina fotográfica como uso pessoal, então no caso a segunda entraria na cota de 500 dólares (caso tenha sido comprada lá). Se ambas as máquinas forem compradas no Brasil, eu acredito que não terá problema mesmo com a segunda, mas realmente vai depender do entendimento dos fiscais da alfândega na hora!
    Boa sorte!
    Abs
    Felipe

  • Oi Nicole, tudo bem?
    De acordo com as regras da alfândega, tablet não entra como item pessoal, então cai na cota de 500 dólares mesmo. Em tese teria que ser declarado sim, e pagar o imposto de 50% no excedente da cota (nesse caso, 50% de 500 = 250)
    Abs
    Felipe

    • edson

      Felipe, pegando carona no questionamento da Nicole, no caso de compra de um ipad novo no valor de $300, precisa tirar da caixa, usar . tirar algumas fotos , etc antes de embarcar?

      • Oi Edson,
        Se estiver dentro da cota de $500, não tem problema nenhum, ele pode estar fechado na caixa que continua isento de imposto.
        Abs
        Felipe

  • Oi Adriane,
    Existe sim a chance do fiscal encrencar sim, mas por ser um modelo mais antigo eu acredito que a chance é bem pequena!
    Abs
    Felipe

  • Oi Felipe, tudo bem?
    Como é permitido apenas um celular como uso pessoal, o seu brasileiro poderá ser considerado como o de uso pessoal, e o novo como produto de importação e poderá ser taxado sim.
    Abs
    Felipe

  • Oi Ana, tudo bem?
    Obrigado pela mensagem, que bom que está gostando do VPD 🙂
    Com o simbolo da Anatel e tudo, acho que fica difícil dos fiscais implicarem com ele, então em tese apenas o novo será considerado importação, porém como você já vai ter um (o brasileiro), ele poderá ser considerado o seu uso pessoal e o novo poderá ser o taxado.
    Abs
    Felipe

  • Oi Nathalia, tudo bem?
    Se a outra for comprada no Brasil, é legal levar a nota fiscal.
    Eles até podem cismar com a outra, mas no caso você declara a polaroid como a nova e a outra seria a sua de item pessoal 🙂
    Abs
    Felipe

  • Oi Pelcio,
    Caso o segundo esteja dentro da cota de 500$ não tem problema não.
    Abs
    Felipe

  • Oi Andre,
    Infelizmente não consigo te ajudar nessa pergunta. Tanto a Re como eu não somos especialistas em vistos e imigração, e consequentemente, tudo o que fossemos falar pra você seria puro achismo. Por isso é melhor não falar nada ao invés de falar besteira 🙂
    Desculpa não conseguir te ajudar com isso.
    Abs
    Felipe

  • Oi Sara,
    No meu entendimento, por ser brasileiro e com nota fiscal, acredito que não terá problema de cobrarem imposto não!
    Abs
    Felipe

  • Oi Manoela,
    Se estiver dentro da cota de 500 dólares não precisa declarar não.
    Abs
    Felipe

  • Oi Wellington,
    Não precisa não, pagando a taxa de importação de 50% do excedente você está quite com a Receita Federal.
    Abs
    Felipe

  • Oi Luciana, tudo bem?
    Que bom que gostou do post!
    Como o bem fica abaixo da cota de 500 dólares, não precisa ir nos bens a declarar não.
    Abs
    Felipe

    • Luciana O. Silva

      Muito obrigada!

  • Oi Olga,
    Não saberia te dizer com certeza, mas parece que se o valor de compras é menor do que 50 dólares não precisa pagar encargos, mas vale confirmar com a receita federal as regras sobre compras via correio.
    Abs
    Felipe

  • Oi Stephanie, tudo bem?
    Em tese, você poderá sim ser taxada se levar o aparelho pra fora e entrar de novo, pois os fiscais podem entender que está importando mesmo assim, né?
    Eu, pessoalmente, não vejo isso acontecer não – mas é por sua conta e risco 🙂
    Abs
    Felipe

  • Oi Júlia,
    Obrigado pela mensagem, que bom que gostou 🙂
    Ele poderá sim ser taxado pela alfândega, dependendo da interpretação do fiscal (apesar de eu pessoalmente nunca ter ouvido disso acontecer).
    Abs
    Felipe

  • Oi Erica, tudo bem?
    Para instrumentos utilizados para exercer a profissão geralmente a comprovação já é suficiente sim para a alfândega, mas como os aparelhos nem ultrapassam a cota de 500 dólares você não precisa se preocupar pois não precisará comprovar nada.
    Abs
    Felipe

  • Oi Caio, tudo bem?
    Fico feliz que o VPD está ajudando no seu plano!
    Em tese, notebook não entra como produto de uso pessoal, e qualquer produto importado (mesmo que esteja fora da caixa e usado) está sujeito a taxa do que ultrapasse a cota de 500 dólares.
    Nesse caso, o recomendável é declarar para trazer o produto legalmente, ou por sua conta e risco passar no nada a declarar e talvez passar despercebido 🙂
    Abs e boa sorte
    Felipe

  • Oi Nicole, tudo bem?
    Obrigado pela mensagem, fico feliz em fazer parte de um pedacinho da sua viagem 🙂
    Sobre o iPad, em tese ele está dentro da cota, e como você não pretende comprar outro eletrônico nem nada que ultrapasse muito a cota, acredito que não terá problema não.
    Abs e boa viagem!
    Felipe

  • Oi Carine,
    A taxa é de 50% sobre o valor que exceder a cota de 500 dólares, do valor do celular na caixa.
    Abs
    Felipe

  • Oi João, tudo bem?
    Acredito que não terá problema não, por ser um celular corporativo e comprado no Brasil.
    Acho que vale confirmar com a empresa o procedimento nesse caso, se eles fornecem a nota fiscal etc.
    Dessa forma, o celular novo que comprar será de item pessoal e não incidirá imposto: esse é o meu entendimento.
    Abs
    Felipe

  • Oi Cássio,
    Em quantidades compatíveis, esses itens podem sim passar como itens pessoais. Mas não vale trazer 5 tenis e e 3 mochilas dizer que são todos itens pessoais né?
    Abs
    Felipe

  • Oi Erika,
    Exatamente, cada um tem direito a 500 dólares de cota, e cada um tem direito a seus bens de uso pessoal (celular, maquina e relogio) mas lembrando que vale o bom senso de que uma garota de 9 anos não terá um rolex masculino rs
    Os fiscais podem encrencar com esse tipo de situação.
    Abs
    Felipe

  • Oi Ricardo
    Por ser um valor inferior à cota, mesmo que não for for considerado de uso pessoal não será taxado devido ao valor. Mas lembrando que os outros produtos comprados também entram nessa cota, então tudo vai depender da interpretação do fiscal mesmo.
    Abs e boa sorte
    Felipe

  • Oi Victor,
    A informação oficial da receita é que a taxa para bens declarados é de 50% no valor que exceder a cota de 500 dólares, ou seja, 50% de 9500 dólares que dá 4750 dólares de imposto.
    Entretanto, conforme explicamos acima, no caso de ter morado lá e trazer equipamentos para exercer a profissão, pode te ter esse imposto isento, caso comprove tudo direitinho, então acho que vale entrar em contato com a Receita Federal pra esclarecer isso direitinho.
    Abs
    Felipe

  • Oi Gabrielle,
    Em geral, roupas entram como item pessoal e não precisam ser declaradas, mas vai do bom senso em relação a quantidade e etc!
    O limite de compras fora dos itens pessoais é de 500 dólares por pessoa.
    Abs
    Felipe

  • Ótima notícia, Jean 🙂
    Espero que tenha tido uma ótima viagem
    Abs
    Felipe

  • Oi Ana Carolline,
    Os itens de uso pessoal são 1 smartphone, 1 relógio e 1 câmera, então em teoria o Apple Watch e a GoPro entram como produtos pessoas (se não estiver com outra câmera ou relógio). Em geral, eles ficam de olho em produtos mais caros, então não acho que o relógio da Casio seria um problema não!
    As roupas podem sim entrar na cota de 500 dólares, mas em geral são considerados de uso pessoal (se compatível com a quantidade de dias da viagem e etc).
    Abs
    Felipe

  • Oi Jéssica,
    É isso mesmo!
    Dentro da cota de 500 dólares, você poderá trazer os bens que quiser (seja tênis pro tio ou pra produtos você mesma).
    Os itens pessoais que listamos são os itens que estão isentos e não entram na cota (um celular, uma camera, etc).
    Espero que tenha ajudado a esclarecer!
    Abs
    Felipe

  • Não precisa não, Luiz!
    Abs
    Felipe

  • Oi Davi, tudo bem?
    O ideal é levar a nota fiscal para garantir que o produto não está sendo importado, mas como sempre digo, a alfândega é uma loteria, eles podem encrencar ou não, mas no meu entendimento um iPad de modelo antigo que nem mais é vendido não entraria na cota não.
    Abs
    Felipe

  • Oi Luccas,
    Não somos especialistas em alfândega, mas a regra divulgada por eles é que poderá trazer um celular como item pessoal, acredito que o segundo já entraria na cota de 500 dólares e poderá ser taxado na chegada ao Brasil.
    Abs
    Felipe

  • Oi Germano, tudo bem?
    Nunca tivemos a experiência de trazer uma TV, mas já vi algumas pessoas chegando com caixonas de TV no desembarque em Guarulhos, só não sei em que estado chegaram nem sobre os impostos rs.
    Mas imagino eu que, trazendo na caixa original (com as proteções e isopor etc) não terá grandes problemas, e na chegada basta declarar o bem e pagar o imposto de 50% no valor que exceder 500 dólares (nesse caso, o imposto seria por volta de 250 dólares).
    Abs
    Felipe

  • Oi Marcella
    Explicamos essa regra no post acima. Espero que te ajude!

  • Oi Vivian
    As regras da alfândega estão no post acima. Espero que te ajude!
    Abs
    Felipe

  • Oi Gabriela
    Onde você comprou não importa muito nessas horas. O que importa é: se você estiver voltando com mais de 1 celular, a receita pode cobrar imposto por ele. Não importa onde comprou, quando, se está novo, se é velho, se é seu ou não.

    Abs
    Felipe

  • Oi Ricardo
    Sim. Se o fiscal decidir que você está importando 1 celular (o extra), pode haver cobrança.

  • Pode sim, Raphael!
    Abs
    Felipe

  • Oi Victor
    Tudo entra na cota. Mas se esses forem seus únicos itens, e todos forem para você (por exemplo: você não está trazendo para vender), não vejo razão para ter cobrança.
    Abs
    Felipe

  • Oi Mariana, tudo bem?
    Obrigado pela mensagem!
    Já vimos relatos de que podem sim ser visadas, mas acho que tudo depende da situação. Já vimos casos extremos em que até bolsas compradas no Brasil foram taxadas, e outros que passaram sem problemas, então vai mesmo da sorte.
    Boa sorte!
    Abs
    Felipe

  • Oi Chary, tudo bem?
    Obrigado pela mensagem!
    Infelizmente não consigo te ajudar com essas perguntas mais específicas, nem a Re nem eu somos especialistas em alfândega então seria puro achismo 🙂
    Desculpe e boa sorte!
    Abs
    Felipe

  • Oi Sylvia, tudo bem?
    Obrigado pela mensagem, que bom que está gostando do VPD 🙂
    Sobre sua dúvida, se estiver com a nota do celular antigo e se suas compras não ultrapassarem a cota de 500 dólares, não vejo por que ter problemas 🙂
    Abs
    Felipe

    • Sylvia Frazão

      Obrigada pela atenção Felipe…

  • Oi Rafael, tudo bem?
    Se os produtos ficam dentro da cota de 500 dólares, pode ir no nada a declarar. Nem todos tem que passar no raio X, caso eles te selecionem para o raio X e verem os produtos você pode explicar e mostrar as notas para provar que não chega a 500.
    Abs
    Felipe

  • Renata

    Oi Jean, tudo bem?

    Não podemos responder pela alfândega, mas não vejo problema algum desde que sejam itens coerentes com o uso delas. Você pode pagar pelas compras da sua filha e esposa sem problemas.

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Raphael, tudo bem?

    Você só precisa declarar se suas compras que não entram nos casos considerados como item pessoal descritos aí em cima, somadas, passarem dos US$500 . Se não passar de 500 dólares de itens comprados lá fora, não precisa declarar não. 🙂

    Abraços,
    Renata

  • Oi Isabella, tudo bem?
    É difícil te dizer com garantia, porque quando o assunto é alfândega não podemos dar certeza de nada, mas eu diria que com notas brasileiras dos telefones e respeitando o limite de itens pessoais, você teoricamente está dentro da cota (mas essa é a minha interpretação, ok?)
    Abs
    Felipe

  • Oi Carolina, tudo bem e você?
    Eu te recomendaria levar junto a nota fiscal brasileira pra garantir, já que quando o assunto é alfândega não dá pra garantir nada né?
    Abs e boa sorte!
    Felipe

  • Oi Flávia, tudo bem?
    Eu diria que pra garantir, o ideal seria levar a nota fiscal brasileira dos dois aparelhos antigos, para caso te questionem.
    Com isso, eu acredito que não seria taxada não (mas esse é apenas meu entendimento, ok?)
    Abs
    Felipe

  • Oi Jean,
    Obrigado pela mensagem, que bom que está gostando do VPD!
    A cota é de $500 por pessoa e crianças também tem direito a essa cota, mas é importante ressaltar que por ser pessoal, não vale dizer que o seu bebê 1 ano está trazendo um videogame e 5 vestidos. Cada um com as suas compras condizentes com o seu uso e viagem.
    Dessa forma, você não precisa pagar imposto porque irão distribuir entre as cotas de vocês.
    Abs
    Felipe

  • Oi Ricardo,
    Não precisa declarar não, apenas os bens que ultrapassem o valor da cota.
    Para declarar, você vai na fila dos Bens a declarar e apresenta os produtos, mas pode ser que tenha que passar todas as malas no raio X sim.
    Abs
    Felipe

  • Oi Gabriel, tudo bem?
    Correto, os itens citados, exceto o PS4, são de uso pessoal, mas lembrando que só conta um aparelho celular como uso pessoal, então se estiver voltando com 2 (o antigo e o novo) já entra na cota também.
    A chance sempre existe, mas o limite mesmo é de 500 dólares e tudo dependerá da fiscalização do agente na hora.
    O ideal é fazer isso mesmo, tirar etiquetas de roupas, etc. Pode até carregar a caixa do celular se não tiver com outro.
    Abs
    Felipe

  • Oi Gabrielly, tudo bem?
    Como os produtos ficam dentro da cota de 500 dólares, eu iria direto no Nada a Declarar e, caso fosse parado, mostraria os produtos e os preços do produto na internet (já que a nota ficou em 0 dólares).
    Mas como não excede a cota, acredito que não terá problemas.
    Abs
    Felipe

  • Oi Ana, tudo bem?
    Geralmente é levado em consideração o valor final da compra, nesse caso você teria que pagar 50% de tributo em cima do excedente de 30 dolares.
    Mas por ser um valor bem no limite, pode ser que quando você passar no Bens a Declarar eles acabem te liberando sem pagar nada.
    Abs
    Felipe

  • Oi Cidinha, tudo bem?
    Como os itens não ultrapassam a cota, pode ir na fila de Nada a Declarar mesmo 🙂
    Abs
    Felipe

  • Oi Tiago,
    Se você entrar com produto que ultrapasse a cota de 500 dólares, você poderá ter que pagar a taxa de importação de 50% sobre o valor excedente, ou seja, no seu caso seria 1000 dólares.
    Abs
    Felipe

  • Oi Mário,
    Você está certo! A GoPro entra como item pessoal, se for a única câmera que estiver carregando na viagem.
    Se estiver com mais de uma, daí já entra na cota de 500 dólares.
    Abs
    Felipe

  • Oi Henrique, tudo bem?
    Obrigado pela mensagem!
    A taxa é essa mesma, quando você declara os produtos, você paga 50% do que exceder 500 dólares, no seu caso 150.
    O que você poderá ser taxado é se eles encontrarem algum outro produto que poderia se encaixar na tributação e que você não declarou, pois sua mala irá passar por um raio x e poderá ser pedido que abra para ver os produtos.
    Espero que tenha ajudado!
    Abs
    Felipe

  • Oi Cinthia, tudo bem?
    Nesse caso, se ele declarar tudo e for taxado em tudo (ou seja, o pior cenário possível) você será taxada em 50% do valor das suas compras (168 dólares).
    Mas esse seria no pior dos casos, pode ser que, mesmo declarando, os fiscais não cobrem imposto dos seus itens, então realmente vai depender mesmo.
    Abs
    Felipe

  • Oi Pedro, tudo bem?
    Você pode levar a nota fiscal do seu PS3 para provar que é produto comprado no Brasil, para não ser taxado.
    Assim você pode passar tranquilamente na fila do Nada a Declarar pois o Wii U fica dentro da cota de 500 dólares.
    Abs
    Felipe

  • Oi Amanda, tudo bem?
    Isso mesmo, o segundo celular e a gopro entram na cota de 500 dólares.
    Eu não acho que valha a pena ir na fila de bens a declarar nesse caso, eu iria na Nada a Declarar – afinal não são todos que passam por lá que são parados pelo oficial de alfândega.
    Mas é por sua conta e risco 🙂
    Abs
    Felipe

  • Oi Walter, tudo bem?
    Nesse caso acredito que não, tendo o selo da Anatel não há nem discussão com o fiscal de que são produtos comprados no Brasil.
    Abs
    Felipe

  • Oi Lucas, tudo bem?
    Não sei exatamente qual é a cota alfandegária de entrada no Canadá (geralmente nesses países eles não se preocupam muito com isso), mas a cota de volta para o Brasil é a mesma para qualquer país de que você esteja vindo, 500 dólares.
    Um dos celulares conta como uso pessoal, e o segundo se estiver dentro da cota de $500 não será taxado, se tiver a mais será taxado apenas se o fiscal te parar.
    Abs
    Felipe

  • Oi Adriano,
    Pode sim, o ideal é sempre levar contigo a nota fiscal dos aparelhos pra provar aos fiscais que já era seu antes de sair do país, pois isso pode ser imprevisível e já vimos casos de pessoas que foram taxadas em produtos comprados no Brasil! Com a nota fiscal fica tranquilo.
    Abs
    Felipe

  • Oi Crislaine, tudo bem?
    Que bom que está gostando do site 🙂
    Todos tem a chance de serem parados pela alfândega, é como uma loteria, o fiscal olha pra você e te “escolhe” rs.
    Mas no seu caso, se for parada, é só apresentar as notas e mostrar que suas compras estão dentro da cota de $500 e não terá que pagar imposto adicional não.
    Abs
    Felipe

  • Oi Gabriel, tudo bem?
    No caso de não residentes no Brasil existe uma distinção entre dois tipos de bens, os bens temporários (que ela trará pro Brasil e levará de volta ao país onde mora quando for embora) e os bens que ficarão no Brasil depois que ela partir.
    Para o primeiro caso, os bens que ela vai levar embora, o limité especial é de 3000 dólares, mas para os bens que ficarão no Brasil (no caso, pra você) o limite continua sendo os tradicionais 500 dólares mesmo.
    Abs
    Felipe

  • Oi Anna, tudo bem?
    Cada um tem direito a chegar com um celular de uso pessoal isento de imposto, então se você chegar com um só (mesmo que tenha acabado de comprar lá) não terá que pagar.
    Abs
    Felipe

  • Oi Lidyane,
    As regras permitem trazer um celular como item pessoal isento da cota, a partir do segundo que trouxer entrará no limite de 500 dólares por pessoa e poderá estar sujeito ao pagamento de importo de importação.
    Abs
    Felipe

  • Oi João
    Após o preenchimento e transmissão, o viajante deverá apresentar-se à fiscalização da Receita Federal no canal bens a declarar, munido do recibo de transmissão da e-DBV com código de barras (impresso ou na tela de um dispositivo móvel) e, no caso de pagamento já realizado, do DARF/comprovantes de recolhimento.
    O servidor da Receita receberá do viajante, no canal de bens a declarar, antes dos equipamentos de Raios X, a e-DBV para registro.
    Abs
    Felipe

  • Oi Paulo, tudo bem?
    Como você mesmo disse, é difícil prever a interpretação dos fiscais, mas a minha interpretação é que está tudo OK com a sua situação sim.
    Se você for parado, explique exatamente isso para o fiscal, mostre que o notebook é brasileiro e acredito que sairá tudo bem.
    Abs
    Felipe

  • Oi Priscila,
    Entram sim na cota, mas vocês estão em 3 então cada uma terá uma cota de 500 dólares, você poderá colocar um produto em cada mala para dividir com elas para não estourar a cota.
    Abs
    Felipe

  • Oi João,
    Sim, os produtos eletrônicos entram na cota de $500.
    Abs
    Felipe

  • Oi Renata, tudo bem?
    A princípio sim, teria que trazer fora da caixa, porém se ela não estiver trazendo nenhuma outra câmera e trouxer a sua na caixa, poderá argumentar que é a de uso pessoal que ela acabou de adquirir, então não acredito que terá muito problema – mas alfândega é sempre uma loteria e é difícil garantir qualquer coisa.
    Abs
    Felipe

  • Oi Andreia,
    Isso mesmo, se não tem bens de alto valor a declarar, pode passar direto no Nada a Declarar.
    Abs
    Felipe

  • Oi Arthur, tudo bem?
    Ela também tem direito à cota de 500 dólares sim, e como informamos na matéria acima, celular é considerado item de uso pessoal então cada um pode trazer um aparelho que não entra na cota a ser taxado.
    Caso você traga dois celulares, o segundo pode sim ser taxado, mas apenas sobre o excedente, no caso os 49 dólares.
    Abs
    Felipe

  • Oi Má, tudo bem?
    Acredito que estando com uma bicicleta poderá sim chamar atenção e fazer suas outras malas serem confiscadas também, então eu acho que sua ideia é excelente de se dividirem e ir um com a bicicleta e outro com as malas, assim “divide” as chances de serem fiscalizados.
    Abs
    Felipe

  • Oi Lucas, tudo bem?
    Contanto que tudo que ela traga fique dentro da cota de $500, não tem problema. Lembre-se que a cota de 500 dólares é individual, ou seja, só sobra $200 pra ela!
    Ah, e peça pra ela tirar etiquetas e embalagens para evitar transtornos.
    Abs
    Felipe

  • Oi Nora, tudo bem?
    Sem problemas, esse é um assunto que causa muitas dúvidas e insegurança, então é normal ficar cheio de questões hehe
    Pode trazer a caixa sim, sem problemas, sendo o único celular é seu direito de uso pessoal.
    Abs
    Felipe

  • Oi Erisson, tudo bem?
    Essas informações são para a alfândega de viajantes, sobre o envio de produtos te aconselho a buscar as informações oficiais para ter certeza de como seria a tarifação nesse caso.
    Abs
    Felipe

  • Oi Sandro, tudo bem?
    A cota de alfândega é a mesma para todos, $500 dólares.
    Quanto à bagagem, vale verificar com a companhia aérea qual é a cota à qual o bilhete dele tem direito, pois cada companhia pode ter uma regra diferente.
    Abs
    Felipe

  • Oi Pedro, tudo bem?
    Nesse caso, não teria problemas o seu amigo trazer o outro pra você, assim cada um contaria como item pessoal.
    E sobre o iPhone novo, não necessariamente precisa estar em uso, porque se você só estiver com ele, será o seu item de uso pessoal então fica fora da cota.
    Abs
    Felipe

  • Ricardo

    Olá, Felipe, tudo bem?
    O meu caso é o seguinte: Eu estou morando no Japão atualmente, mas irei retornar ao Brasil em breve…Eu sou viciado em perfume e cosméticos, tenho vários aqui comigo, será que, por eu estar mais de 1 ano aqui (1 ano e meio) tipo, poderei leva-los? Acho que tenho uns 20 perfumes haha, tenho medo, sabe.Mas bem, adquiri todos eles durante minha estadia aqui, não deixa de ser de uso pessoal já que não irei revender nem nada u.u

    • Oi Ricardo, tudo bem?
      Seu caso é bem específico e não saberia te informar com certeza hehe
      Mas diria que estando todos abertos e fora da embalagem, não teria problemas – mas é achismo mesmo.
      Boa sorte!
      Abs
      Felipe

  • Oi Rafael,
    Você sempre pode trazer um celular pessoal, e o segundo somente será taxado se ultrapassar a cota de 500 dólares, ok?
    Abs
    Felipe

  • Oi Amanda,
    Como já falamos na matéria sobre comprar iPhone nos EUA, não adianta voltar para o Brasil com 2 aparelhos de celular e dizer que um deles é brasileiro, pois fazendo isso você continua sujeito a imposto e multa.
    Você pode ler mais aqui:
    http://www.vaipradisney.com/blog/como-comprar-iphone-orlando/
    Abs
    Felipe

  • Oi Lucas,
    Sim, crianças tem a mesma cota de US$500 dólares, porém, não podem trazer cigarros e bebidas, mesmo que acompanhados.
    Abs
    Felipe

  • Oi Marianna, tudo bem?
    Obrigado pela mensagem!
    Infelizmente não consigo te ajudar nessa pergunta. Tanto a Re como eu nunca utilizamos esse tipo de serviço e consequentemente, tudo o que fossemos falar pra você seria puro achismo. Por isso é melhor não falar nada ao invés de falar besteira 🙂
    Desculpa não conseguir te ajudar com isso.
    Abs
    Felipe

  • Oi Ana Paula!
    Essa é a taxa estadual que incide em todas as compras que você faz nos EUA. Pra gente parece esquisito porque no Brasil os impostos já estão embutidos no preço dos produtos, mas lá é separado, é um valor que varia entre 6.5 a 7%, seja comprando pela internet ou fisicamente. Se você comprar no cartão de crédito em moeda estrangeira, incide também o IOF, de 6,38%.
    Espero que tenha ajudado!
    Abs,
    Felipe

  • Oi Thiago,
    No caso depende muito da loja, não temos como te dar uma resposta segura, qualquer coisa que falarmos seria puro achismo! hehe
    Melhor confirmar com eles lá na hora da compra mesmo 🙂
    Abs,
    Felipe

  • Correto. Você pode trazer 1 celular e 1 câmera, sem ter que pagar imposto. Dos demais, pode ter cobrança se ultrapassarem 500 dólares

  • Oi Amanda
    Não, somente paga se um dos celulares ultrapassar os 500.

  • 1 de cada

  • Oi Lígia
    No seu caso, imagino que o imposto não deva ser cobrado, mas como sempre, vai depender da avaliação do fiscal da receita.
    Abs
    Felipe

  • Oi Guilherme
    Na minha interpretação sim, mas como sempre, vai depender do fiscal da receita no seu retorno ao brasil.
    Afinal, qual camera hoje em dia não filma?

  • Sim, se o valor total dos itens não-isentos, somarem mais de 500 dólares.

  • Sim. Falei sobre isso no post acima 🙂
    Espero que ajude!

  • Oi Liliane
    Os produtos que você for levar daqui para usar na viagem, são isentos (não é possível declarar nada na saída do Brasil), mas o que for comprado lá, podem vir a ser taxados.
    Abs
    Felipe

  • Oi Nathalia
    O valor é convertido em real, utilizando o câmbio oficial do Banco Central, do dia ou do dia anterior caso você esteja chegando em fim de semana ou feriado.
    E no banco, você pode pagar com cartão de débito ou dinheiro em espécie.

  • Oi Andreia
    Não faz diferença sendo criança ou adulto. O que importa no final das contas, é a cota de 500 dólares conforme expliquei no post acima.

  • Oi Silvia
    Problema nenhum. Agora, se os produtos forem americanos, são passíveis de imposto conforme expliquei no post acima.

  • Oi Priscila
    Eles podem trazer sim. E sim, entra na cota dos 500 dólares.
    O valor da taxa está no post acima.
    Abs
    Felipe

  • Podem sim Tamara

  • Oi Leandro
    Para a receita pouco importa se o celular é seu ou da empresa, se está viajando com você, é seu para fins tributários.
    A declaração depende dos valores, como expliquei acima.

  • Oi Jessica
    Expliquei isso no post acima. Espero que te ajude!

  • Oi Maiara
    Como expliquei no post acima, não é possível declarar bens de valor menor que 500 dólares.
    Também não é possível declarar nada saindo do país.

  • Oi Gabriel
    Poder você pode, mas o fiscal da receita também pode não aceitar isso. Sempre fica a cargo deles – infelizmente.

  • Expliquei isso no post acima Willian
    A cobrança é feita em cima do valor total e não só dos itens que passam do valor.

  • Correto.
    Não é possível declarar se você está trazendo menos de 500 dólares em produtos, como expliquei no post acima

  • Podem taxar

  • Oi Jade
    O pagamento é na hora, no Banco Safra (cartão de débito ou dinheiro), senão os produtos ficam apreendidos no aeroporto até que você os busque com o pagamento feito.
    É possível fazer pela internet, como ensinei acima.

  • Oi Nicolas
    Somente com as notas fiscais mesmo. É o único meio legal e irrefutável para comprovar que o produto foi comprado aqui.

  • Oi Nábia
    Se entrar na fila “bens a declarar” todas as suas malas, bolsas, sacolas e mochilas passam pelo Raio X e pelo fiscal.
    Se entrar na fila “nada a declarar”, pode passar direto. Se for pega, terá que passar tudo pelo raio X e se necessário, pelo fiscal.

  • Oi Roberto
    Pode sim.

  • Oi Rodrigo
    Recomendo sim levar a nota

  • Oi Drih
    Falei sobre o seu caso no post acima. Se está abaixo dos 500 dólares, não é possível declarar.

  • Oi Maria
    Você não precisa declarar, mas como sempre, a avaliação e decisão da cobrança vai caber ao fiscal da receita, na sua volta.
    Boa sorte!
    Felipe

  • Não deve declarar a saída, mas itens postados do exterior para o Brasil, estão sujeitos a cobrança no que exceder o valor de 50 dólares.
    A cota de 500 só vale para bagagem acompanhada, ou seja, no aeroporto, voltando de viagem

  • Se o total de bens dela comprados no exterior não exceder os 500 dólares, está ok.
    Sobre bagagem, recomendo esse outro post: https://www.google.com/url?q=http://www.vaipradisney.com/blog/como-evitar-furto-roubo-bagagem/&sa=U&ved=0ahUKEwjmufqJ-YfQAhXnxlQKHc2yCfsQFggEMAA&client=internal-uds-cse&usg=AFQjCNF-eePsJXg8iIrBVckckyha_Z-uLA
    A caixa não faz diferença.

  • Estando abaixo dos 500 dólares, ok.

  • Olá João.
    Não corre.

  • Oi Ane
    Não é mais possível declarar a saída de produtos. Se ele foi comprado no Brasil, sugiro levar a nota fiscal para evitar cobranças na volta.

  • O excedente a cota de 500 dólares, como mostramos no post acima.

  • Oi Vitor
    Se ele comprovar que vai sair do Brasil com os celulares, ele não tem que pagar.

  • Oi Enéias
    Sim, o valor total entra na conta, incluindo o da Sales Tax. E não é possível pagar em dólares.
    Abs
    Felipe

  • Beatriz Schaefer

    Olá Alex, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Sobre sua dúvida, o notebook ou o iPad não entram na categoria de uso pessoal, e sim na taxa de $500 dólares.

    Abraços,
    Bia.

  • Manoel Miranda

    Bom dia,

    uma dúvida: Posso levar meu celular com a nota fiscal do Brasil e voltar com ele e outro comprado nos EUA sendo que o comprado lá entraria em minha cota pessoal.

    Corro o risco de ser taxado?

    • Beatriz Schaefer

      Olá Manoel, tudo bem?

      Obrigada pela mensagem. A regra é que só é aceito um celular por pessoa mesmo, sendo mais de um aparelho com você, caso seja parado, você será taxado sim!

      Abraços,
      Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Hugo, tudo bem?

    Se não exceder a cota de $500, você não será cobrado pelo outro celular. Caso exceda, você será cobrado apenas por um deles, e não pelos dois. 🙂

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá William, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Se você estiver só com um celular, não será taxado. A regra é que se você está com mais de um, tem que declarar.

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Fábio, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Sobre sua dúvida, sim. O iPhone e o relógio contariam como uso pessoal, então teoricamente você só seria cobrado pelo excedente do MacBook. Como funcionará a taxação dependerá da interpretação do fiscal.

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Augusto, tudo bem?

    Muito obrigada pela mensagem! Ficamos muito felizes em saber que o site tem te ajudado no planejamento de uma viagem tão especial como essa!!! 🙂
    Sobre a sua dúvida, sinceramente, eu acho que eles dividirem e cobrarem apenas o correspondente ao Drone, ou considerarem os dois num combo dependerá mesmo da interpretação do fiscal que te atender. Não posso dizer com toda a certeza, mas eu arriscaria que eles cobrariam o equivalente ao valor que excedesse do Drone e considerariam a Go Pro como uso pessoal, mas como disse, isso não passa de achismo mesmo.

    Abraços,
    Bia.

    • Augusto Machado

      Muito obrigado pela atenção e carinho!!

      Abraços 😀

  • Beatriz Schaefer

    Olá Igor, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Sobre sua dúvida, como dito no post acima, os itens que são considerados itens pessoais, não serão taxados, o valor do que não for considerado item pessoal pelas regras da alfândega e exceder a cota de $500 deverá ser declarado e será taxado.

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Marcus, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem! 🙂
    Sobre sua dúvida, em geral eles olham para o valor total, não só para o valor sem as taxas.

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Dencker, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem! Ficamos felizes em saber que está curtindo o site e nossas dicas! 😀
    Sobre suas dúvidas, para quem mora no exterior e vem para o Brasil, tem alguns itens que eles são isentos de tributação, você pode ver nesse post acima. Em relação a ter notas fiscais de algumas garrafas e outras não, honestamente, fica sujeito à interpretação do fiscal na hora.

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Camila, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem! Ficamos felizes em saber que temos te ajudado! 🙂
    Se o iPad tiver custado menos de $500, ele entra na cota e você não será taxado, mas se ele é mais caro que isso você teoricamente teria que ser taxada!

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Elaine, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem! Ficamos muito felizes em saber que está gostando do VPD! 😀
    Sobre sua pergunta, em geral eles olham para o valor total, não só para o valor sem as taxas.

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Sergemar, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Em geral eles olham para o valor total, não só para o valor sem as taxas.

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Amanda, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Sobre sua pergunta, a cota especifica que você pode entrar com um só smartphone. Se você entrar com dois, fica sujeito à avaliação do fiscal na hora como ficará a taxação.

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Arturo, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem! 🙂
    Sobre sua dúvida, a regra é que se o iPad passar da cota de $500, ele será taxado. E no caso do iPhone, se ele for o único celular com você, entra como uso pessoal. Se você tiver mais de um celular além desse iPhone e o iPad passar dos $500, teoricamente você seria taxado, mas no fim das contas fica dependendo da interpretação do fiscal!

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Bárbara, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Sobre sua dúvida, a cota especifica que você pode entrar com um só smartphone. Se você entrar com dois, fica sujeito à avaliação do fiscal na hora como ficará a taxação.

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Giuseppe, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Sobre sua dúvida, se o computador nunca foi declarado e não foi comprado no Brasil, teoricamente eles estão sujeitos a taxa sim. =/ Mas é aquela coisa, fica dependendo da interpretação do fiscal na hora.
    Sobre o assento, se ele não passar da cota de $500, não será taxado.

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Luciana, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Sobre sua pergunta, não desde que comprovem residência em outro país.

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Mateus, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    A cota só especifica que você pode entrar com um smartphone. Se você entrar com dois, fica sujeito à avaliação do fiscal na hora.

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Luiz Fernando, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Sobre sua dúvida, você não precisa declarar se estiver só com um aparelho celular, ele entra como uso pessoal e não tem a necessidade de declaração. 🙂

    Abraços,
    Bia.

    • Luiz Fernando Alves

      obrigado, mais e a respeito da caixinha poderia trazer?

      • Beatriz Schaefer

        Olá Luiz!

        Pode trazer sim!

        Abraços,
        Bia.

        • Luiz Fernando Alves

          muito obrigado mesmo.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Kellynha, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem! Ficamos felizes em saber que acompanha o site e está curtindo nossas dicas! 😀
    Sobre sua dúvida, é isso mesmo. Cada um tem uma cota pessoal de $500.

    Abraços,
    Bia.

    • Kellynha Batalha

      Legal obrigada por responder

  • Beatriz Schaefer

    Olá Joelma, tudo bem?

    A regra é que uma pessoa só pode ter um celular para ser considerado de uso pessoal e não ser taxado. Se alguém está com dois celulares, teoricamente teria que declarar um deles. Você pode tentar fazer isso, mas fica por sua conta e risco e caso peguem o outro celular, você terá que pagar a taxa + a multa, como falamos no post acima!

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Rafael, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Como falado no post, só é permitido um celular por pessoa para ser considerado uso pessoal e não entrar na cota dos $500. =/

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá João, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Sobre sua dúvida, o Playstation entra sim nos $500 dólares, mas por ele custar menos que isso, ela não terá que declará-lo e nem ser taxada. 🙂

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Thais, tudo bem?

    Como dito no post, se o celular novo for menos de $500, você não precisa declará-lo e não será taxada, se for mais de $500 dólares, você teria que declarar, pois só é aceito um celular por pessoa como uso pessoal.

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Marcel, tudo bem?

    O veredicto é sempre do funcionário que estiver presente na hora, mas acredito ser muito difícil alguém aceitar um celular como uso pessoal de uma criança de 3 anos. Hehe

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Gaby, tudo bem?

    Muito obrigada pela mensagem! Ficamos muito felizes em saber que está curtindo o VPD!!!
    E que delícia ir fazer o ICP esse ano! Já vou te adiantando que será a melhor experiência da sua vida. heheh
    Sobre sua dúvida, a cota é no mesmo valor, mesmo você estando com visto de trabalho e ficando mais tempo. =/

    Abraços e curta muito, não deixe de fazer nada e aproveite cada segundo!!!
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Gabriel, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Sobre sua dúvida, se ele passar pela alfândega com dois celulares, um deles será considerado item de uso pessoal e ele não pagará nenhuma taxa sobre esse. O outro, caso ele declare, ele pagará 50% do valor excedente da cota de $500, ou seja, se o preço for $649, ele pagará a metade desses $149 excedentes.

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Robson, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    A cota de $500 é geral, não para cada item. Como apontado no post, é cobrado 50% do valor excedente desses $500, ou seja, se você traz itens que somam $900, o que excede da cota são $400, e você paga a metade disso, $200. Isso declarando o produto, caso não declare e for pego, ainda tem a multa.

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Sayuri, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Se o item não ultrapassa a cota de $500, não teria a necessidade de declará-lo. 🙂

    Abraços,
    Bia.

    • Sayuri Fukuoka

      Tks!!

  • Beatriz Schaefer

    Olá Keila, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Se você está com mais de um celular, que é o permitido para ser considerado uso pessoal, a regra é precisar declarar os outros, desde que eles passem da cota de $500. 🙂

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Denny, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Sobre sua dúvida, o celular pode estar na caixa sim, você continua tendo o direito de ter um como uso pessoal e precisando declarar o segundo. 🙂

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Juliana, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    A cota de $500 é valor total de todos os bens, lembrando que existem itens que não entram na cota, como apontado no post acima.

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Igor, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Sobre sua dúvida, é isso mesmo que você disse! Os 50% do que excedeu da cota + a multa. 🙂

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Ana Paula, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Sobre suas dúvidas, é isso mesmo que você entendeu. Como cada um só pode estar com um celular para ser considerado uso pessoal, a regra é que ela deve declarar o outro e sim, ela paga 50% do excedente da cota. 🙂

    Abraços,
    Bia

  • Carla Carolina Fortuna

    Então se eu trazer apenas um celular comigo não preciso passar na fila de bens a declarar ou preciso mesmo assim, mesmo ele não sendo cobrado?

    • Beatriz Schaefer

      Olá Carla, tudo bem?

      Obrigada pela mensagem!
      Como apontado no post, cada pessoa tem direito a um celular para ser considerado como item pessoal, então não teria necessidade de você declará-lo. 🙂

      Abraços,
      Bia

  • Beatriz Schaefer

    Olá Bárbara, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Sobre sua dúvida, ele pode sim. Desde que seja só um relógio, não há necessidade de declarar por ser item de uso pessoal, mesmo que ainda esteja na caixa.

    Abraços,
    Bia

  • Beatriz Schaefer

    Olá Caio, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Sobre sua dúvida, sim. Apenas um celular é aceito como item de uso pessoal e isento da taxa, então se o seu amigo vier com dois celulares, ele teria que declarar o segundo. E sim, sendo taxado ele teria que pagar 50% do valor que excede a cota de $500, ou seja, nesse caso pagaria $125. 🙂

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá José, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Como dito no post, só um celular é aceito como item de uso pessoal, se você tiver mais de um, terá que declarar um deles e pagar a taxa.

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Thiago, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Claro, declarando o outro celular você pode trazê-lo lacrado sem problemas. 🙂

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Vitória, tudo bem?

    Não, a cota não se renova na mudança do ano, ela conta pela duração de sua viagem! Mas lembrando que cada membro de sua família tem a sua cota de $500. 🙂

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Vitória, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Sobre sua dúvida, como apontado no post acima, roupas são sim consideradas itens de uso pessoal e não entram na cota de $500 (desde que seja usado o bom senso e você não traga várias roupas iguais, 10 casacos se foi no verão, etc – pois aí você levanta a suspeita de que as roupas compradas não são para você). 🙂

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Daniel, tudo bem?

    Você será taxado pelo celular que não for o seu item de uso pessoal. E será taxado se os produtos que trouxer e não forem de item pessoal extrapolarem a cota de $500!

    Abarços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Luiza, tudo bem?

    No caso de você ser pega pela fiscalização, você paga 50% dos US$ 500 que foi extrapolado e multa de 50% sobre o imposto devido!

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Regiane, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Como apontado no post acima, os itens considerados de uso pessoal são 1 celular, 1 relógio e 1 câmera fotográfica.

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Carla, tudo bem?

    Como apontado no post acima, iPad não são considerados itens de uso pessoal, e esses itens serão taxados se passarem de $500 dólares!

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Carol, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Como ela terá dois celulares, ela teoricamente teria que declarar o segundo, já que só é aceito um celular como item de uso pessoal. Como explicado no post acima, ela pagaria 50% do valor que excede a cota de $500.

    Abraços,
    Bia.

  • Raffael

    Então se tenho um celular e Tou comprando outro aqui no Panamá pra mim mesmo uso pessoal mesmo que tira da caixa tenho que declarar!!!!

    • Beatriz Schaefer

      Olá Raffael, tudo bem?

      Como dito no post, a Receita Federal permite apenas 1 aparelho de celular por pessoa, seja ele comprado no Brasil ou comprado no exterior, não adianta voltar para o Brasil com 2 aparelhos de celular e dizer que um deles é brasileiro. Fazendo isso você continua sujeito a imposto e multa!

      Abraços,
      Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Thiago, tudo bem?

    A regra é que se o presente não estiver dentro dos itens que entram na categoria de uso pessoal ou nas outras citadas acima, se passou da cota de $500, é preciso declará-lo!

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Tais, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Sobre sua dúvida, não vejo porque não. 🙂

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Carla, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Como dito no post, iPads e notebooks não são considerados itens de uso pessoal. Quanto ao celular, tecnicamente, cada pessoa tem direito ao seu para contar como item de uso pessoal, então não seria problema um para você e um para sua filha. Mas claro que se ela tivesse 3 anos de idade, essa desculpa não colaria. Hehe mas lembrando que fica na interpretação do fiscal, então não poderia te dar 100% de certeza que ele aceitaria que o celular fosse da sua filha de 7 anos!

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Thiago, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    É isso mesmo, seu segundo celular entraria na cota de $500.

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Gabriel, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    A cota de $500 é no total (tirando os produtos de uso pessoal e os outros citados no post acima). 🙂

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Leonardo, tudo bem?

    Você paga metade do quanto o valor do produto excedeu esses $500. Por ex, se o total das suas compras foi de $800, o excedente é de $300, e o imposto devido é $150 dólares. 🙂

    Abraços,
    Bia.

  • Rafael Teixeira

    Olá, Tudo bem ??
    Eu vou para NY, lá vou comprar um iphone no valor de 649 dólares, passou da cota de 500, você pode me informar quanto eu vou pagar de impostos ??
    Obrigado

    • Beatriz Schaefer

      Olá Rafael, tudo bem?

      Você paga o quanto o item excedeu da cota de $500. 🙂

      Abraços,
      Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Leonardo, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Se você deixar o seu celular antigo lá, não precisará pagar, pois você tem direito de levar um celular como uso pessoal, o que faz com que ele não entre na cota de $500. 🙂

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá João, tudo bem?

    Você não poderia levar uma máquina fotográfica e um celular na cota de uso pessoal de uma criança, porque não seria acreditável que esses produtos seriam realmente dela. Hehe

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Thiago, tudo bem?

    Mesmo com os celulares fora da caixa e etc, eles só aceitam como uso pessoal um celular por pessoa. Então não é recomendado tentar fazer isso hehe

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Raphael, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Tudo que não conte como os itens de uso pessoal ou os itens citados no post entram na cota de $500. Sobre tirar os itens da caixa e vir usando, você tecnicamente tem que declará-los. Mas se algum funcionário te parar, você teria que comprovar que já tinha esses itens antes de sua viagem!

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Julia, tudo bem?

    A cota de $500 é por pessoa, então você teria que pagar o excedente mesmo que seu marido não use a cota dele!

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Cynthia, tudo bem?

    Você, seu marido e sua mãe terão $500 de cota cada um, vocês podem distribuir os itens do enxoval de maneira que entre na cota de cada um, sem problemas. Se cada um tiver itens em suas malas que não excedam os $500, vocês não tem a necessidade de declarar. 🙂

    Abraços,
    Bia.

    • Cynthia Dettmann Rasul

      E caso nos parem na fila nada a declarar, como as coisas serão pra nossa filha como comprovo que não passou da cota de 500? Preciso guardar a nota de tudo pra assim fazer a soma com eles?

      • Beatriz Schaefer

        Olá Cynthia!

        Sim, é importante guardar as notas para qualquer eventualidade!

        Abraços,
        Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Ingrid, tudo bem?

    Se o celular não passar da cota de $500, você não será taxada e não precisará declarar o celular. 🙂

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Ruben, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Não passando da cota de $500, você não é taxado.

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Carlos, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Sobre sua pergunta, ele tecnicamente entraria sim na cota dos $500, por não ser um item considerado de uso pessoal. Mas acho que a ideia de deixá-lo no pescoço é válida, não custa tentar. Hehe

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Nayara!

    Se cada um tiver apenas um celular consigo, sim. Contaria como uso pessoal de cada um. Mas se eles estiverem com o próprio celular + o que compraram, serão taxados.

    Abraços,
    Bia.

  • Nayara Kézia

    oi bom dia,
    meu patrão vai para EUA e vai trazer 3 Iphone o meu do meu esposo e o dele.
    ele vai ser taxado na hora de trazer ?
    obg

    • Beatriz Schaefer

      Olá Nayara, tudo bem?

      Sim, ele não será taxado pelo dele (pois é considerado uso pessoal), mas pelos outros dois sim.

      Abraços,
      Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Sarah, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Sobre suas dúvidas, você tem os produtos de uso pessoal (listados no post), que não entram na cota de $500. Produtos como cosméticos, cigarros, etc. tem um limite de unidades para não entrar na cota dos $500. O resto vai entrar nessa cota, e é sempre bom se ligar em não trazer muitas unidades do mesmo produto e que o que você traga faça sentido com quanto tempo de viagem você teve e pra onde você foi (por exemplo, você voltar de Orlando no verão com 20 casacos de frio e vários do mesmo modelo vai ser suspeito).

    Espero ter esclarecido melhor! 🙂

    Abraços,
    Bia.

  • Marcelo Luis Ramos

    E como fica no caso da viagem em familia? Ex. 2 adultos e 2 crianças (tipo 16 e 12 anos). Eles também tem interesse em celulares, peças de PC Gamer (pode?), etc. Como separar “isso é do fulano, isso é meu”? Cada um deve ter sua mala? E as roupas ficam todas “a cargo” da mamãe? (rsrs)

    • Beatriz Schaefer

      Olá Marcelo, tudo bem?

      Sim, os itens de uso pessoal podem ser divididos entre cada membro da família, cada um com seus itens de uso pessoal em sua bagagem. 🙂
      Lembrando que os itens considerados de uso pessoal estão listados no post acima!

      Abraços,
      Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Alison, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Para os itens não entrarem na cota de $500, ou eles devem ser considerados de uso pessoal, ou estarem dentro do limite específico (cosméticos, cigarros e bebidas alcoólicas também têm cada um o seu limite). Então, dependendo de quais forem esses itens, eles podem ou não entrar na cota. E você paga 50% do valor que exceder a cota de $500.

    Espero que tenha ajudado! 🙂

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Lucas, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Sobre sua pergunta, a alfândega não recebe dinheiro e de crédito não aceitam, mas de débito tem como pagar lá sim! Se você não estiver vindo dos EUA, a cota será convertida para o valor em dólares.

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Luciana, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Sim, o relógio conta como item pessoal e funciona como o celular. Você pode ter um do preço que for, mas se tiver mais de um, está sujeito a ser taxado. Se você tiver mais de um mas eles estiverem dentro da cota de $500, não será um problema.
    Em relação ao celular como uso pessoal para uma criança, sinceramente acho que acaba sendo uma questão de interpretação do fiscal, não tem como garantirmos. Se fosse, por exemplo, com um bebê recém nascido, óbvio que não poderia ser considerado, mas com uma criança um pouco maior acaba sendo difícil de prever.

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Juliana, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Como você adquiriu seu computador no Brasil, você tecnicamente não deve ser taxada, mas como garantia é bom levar um comprovante (como nota fiscal) de que comprou ele no Brasil, caso algum funcionário te questione.

    Abraços,
    Bia.

    • Juliana

      obg , amoo o blog

  • Beatriz Schaefer

    Olá Alex, tudo bem?

    A cota é de $500 ou o equivalente em outra moeda. 🙂

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Daniela, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Sobre sua pergunta, não há como garantir, como falamos no post, muito depende do funcionário da alfândega. Não posso te dizer com toda certeza que não irá ser taxada por esses itens usados, pois ele pode interpretar seus itens como compras que fez na viagem. Mas a dica é apenas contar a verdade, caso necessário. 🙂

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Malu, tudo bem?

    Se os itens somados não excedem a cota de $500, você não precisará declará-los. 🙂

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Rafaela, tudo bem?

    Você paga a taxa de o total de suas compras exceder a cota de $500.

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Alex, tudo bem?

    Você será taxado se o total de suas compras exceder a cota de $500 dólares!

    Abraços,
    Bia.

  • Shamyr Falciano

    Vou para NY, gostaria de comprar um IMac 27 polegadas, tem como trazer sem pagar imposto? Posso ligar ele e colocar fotos etc. e falar que ganhei? rs

    • Beatriz Schaefer

      Olá Shamyr, tudo bem?

      Obrigada pela mensagem!
      Como dito no post, computador não conta como uso pessoal, não importa o que! Se passou dos 500 dólares, é preciso declarar.

      Abraços,
      Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Pedro, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Quanto à sua dúvida, como dito no post, cada um terá direito a sua cota, no caso cada um declararia uma guitarra e pagaria os impostos, como você disse. Em relação aos cases, não tem como te dizer se é garantido fazer esse esquema, pois já que os cases estarão junto das guitarras, isso estará sujeito à interpretação do fiscal, de acordo com as regras.

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Augusto, tudo bem?

    Você declara suas compras (caso elas passem da cota) no aeroporto de chegada no país, portanto em SP mesmo. 🙂

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Fernanda, tudo bem?

    Pelas regras oficiais esses 20 itens englobam tudo, não são divididos em categorias. Como indicado no post, podem ser 20 itens e não mais que 3 idênticos. Mas é aquela coisa, por serem itens que não tem nenhum valor abusivo, mesmo que te parem e perguntem o que tem dentro da mala, responda tranquila e sem enrolações que não será um problema. 🙂

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Maisa, tudo bem?

    Sim, você pode fazer isso sem problemas. O celular que você der para a sua tia conta como o de uso pessoal dela. 🙂

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Paula, tudo bem?

    Você pode usar um iPhone como uso pessoal, mas o outro terá que ser declarado!

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Bruno, tudo bem?

    Você pagará 50% somente do valor que ultrapassar os 500 dólares americanos!

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Luiz, tudo bem?

    Caso só tenha esse celular com você, ele contará como uso pessoal e você não precisará declará-lo. 🙂

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Guilherme, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Só conta como item pessoal se for apenas um aparelho por pessoa. Passou de um aparelho ou da cota, é necessário declarar!

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Ingrid, tudo bem?

    Como dito no post, não adianta falar que computador é ‘uso pessoal’, se passou de $500 tem que declarar na alfândega!

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Jessica, tudo bem?

    Como dito no post, peças de vestuário contam sim como uso pessoal, porém é sempre bom o uso do bom senso, e que suas roupas compradas sejam compatíveis com o destino e duração da viagem, ficar ligado em repetições, etc.

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Juliana, tudo bem?

    Muito obrigada pela mensagem! Ficamos felizes em ajudar você no planejamento de sua viagem! 🙂
    Como citado no post, nem tudo que você traz entra na cota, existem itens que entrariam como uso pessoal. E lembrando também que tudo depende da interpretação do fiscal diante da quantidade de suas compras (se ele vai achar que vale parar para avaliar se passa da cota ou não).

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Carol, tudo bem?

    Sim, caso a pessoa seja parada na alfândega. a regra oficial é que como cosméticos entram na categoria “outros itens” e a regra é de um limite de 20 unidades no total, sendo que não mais que três idênticas.

    Abraços,
    Bia.

  • Beatriz Schaefer

    Olá Charles, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem! Então, ao comprar um produto lá nos Estados Unidos você paga o valor do produto + os impostos, então o seu iPhone sairia $540 mesmo. 🙂

    Abraços,
    Bia.

  • Renata

    Oi Luccas, tudo bem?

    A taxa é cobrada sobre o que ultrapassa sua cota.

    Abraços
    Renata

  • Renata

    Se for seu único aparelho, pode ser considerado item pessoal!

  • Renata

    Olá André, tudo bem?

    Você paga por tudo que passar da sua cota.

    Abraços
    Renata

  • Renata

    Oi Daniela, tudo bem?

    Se o seu computador foi comprado fora do Brasil, pode sim estar sujeito a taxa.

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Patricia, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem! Você só deve declarar se suas compras passarem da sua cota, como o Felipe explica em mais detalhes aí em cima. Já sobre trazer a batedeira, eu trouxe a minha na caixa mesmo, mas outras opções são:

    – Embrulhar e proteger muito bem com as suas roupas para amortecer se jogarem sua mala de lá pra cá
    – comprar plastico bolha no supermercado para enrolar a batedeira.

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Henrique, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem. As regras são as mesmas para aparelhos que você esteja usando ou não. Ou seja: você pode ter um smartphone como uso pessoal. Qualquer outro telefone pode ser taxado conforme as regras que o Felipe explicou ai em cima. =)

    Abraços,
    Renata

  • Oi Igor
    O primeiro celular não entra na cota, o segundo sim.

  • Não é possível sem comprovação.
    Tente pedir uma nova Nota Fiscal ao estabelecimento onde você comprou o bem.

  • Oi Edineia
    Como explicamos acima, a regra que define o que deve ser declarado ou não é a do valor do bem, e não a quantidade de malas. Respeitando o valor de 500 dólares por pessoa, ou declarando o valor que passar, tenho certeza que você não terá problema algum.

  • Oi Bia
    Não vejo problema algum.
    Boa viagem!
    Felipe

  • Oi Ana
    Você pagará 50% somente do valor que ultrapassar os 500 dólares americanos, ou equivalente em outra moeda.

  • Oi Marília
    Esse valor é por CPF.

  • Não precisa, desde que comprove residência em outro país.

  • Oi Joeudes.
    Como explicamos acima, a regra que define o que deve ser declarado ou não é a do valor do bem, e não se o bem é seu, de um amigo ou de presente. Se as peças ultrapassam o valor de 500 dólares, você pode sim ter que declara-las.

  • Oi Liz
    Não acho que você terá problemas não. Até porque, o valor dos bichinhos é realmente muito pequeno.

    Bjs
    Felipe

  • Oi Wilson
    Como explicamos acima, a regra que define o que deve ser declarado ou não é a do valor do bem, e não se o bem é seu, de um amigo ou de presente. Se o notebook custou mais de 500 dólares, sim, você poderá ter que declarar e não adianta provar que o produto não é teu, pois quem está levando é você.

  • Oi Karen
    Realmente não sei como te ajudar. Acho que sim, o comprovante da bagagem da ida pode ajudar a comprovar os seus pertences.
    Abs e boa sorte
    Felipe

  • Renata

    Oi Renan, tudo bem?

    Nesse caso a regra não é clara e vai depender da interpretação do fiscal. A regra hoje diz um smartphone e não um smartphone comprado no exterior. =/

    Boa sorte!

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Pedro, tudo bem?

    Se os dois computadores nunca foram declarados e não foram comprados no Brasil, eles estão sujeitos a taxa sim. =/

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Olá Davi, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem. Realmente para estes casos específicos só a receita pode te dar detalhes, não temos nenhuma propriedade para poder te garantir como eles vão avaliar este tipo de produto. Melhor não falar nada do que te falar alguma besteira né? Sinto muito não poder te ajudar mais com isso.

    abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Eleonora, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem. Cada um de vocês poderá trazer sem pagar taxa os itens listados acima como uso pessoal. 🙂

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Mayara, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem. Fico muito feliz em saber que está gostando do VPD e espero que sua Lua de Mel seja uma viagem muitoooo especial! =)

    Na teoria, tudo entra na cota como detalhado aí em cima sim. Tudo vai depender da interpretação do fiscal diante da quantidade de compras de vocês (se ele vai achar que vale parar para avaliar se passa da cota ou não).

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Davi, tudo bem?

    Se estiverem dentro da cota, você pode trazer sem problemas.

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Natália, tudo bem?

    Pode ter sim, vai da interpretação do fiscal. A regra é que você pode entrar com um smartphone, mas não especifica se é um smartphone estrangeiro ou um smartphone no total. =/

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Bruna, tudo bem?

    Se o seu notebook foi comprado no Brasil, não se preocupe. na parte debaixo dele você deve encontrar o selo da anatel, que prova que ele foi comprado por aqui. 🙂

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Bruno, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem! Infelizmente a cota é individual, não sendo permitido somar duas cotas para um produto.

    Abraços,
    Renata

  • Não existe nenhuma referência a carregadores de celular nem headphones na legislação. Imagino que não deva contar, mas a avaliação depende do fiscal da receita federal.
    Abs
    Felipe

  • Renata

    Oi Daniella, tudo bem?

    Nesse caso vai depender da interpretação do fiscal. A regra é poder entrar com um smartphone como item pessoal, não um brasileiro e outro comprado fora, por isso vai depender muito de interpretação mesmo. =/

    Abraços,
    Renata

  • Oi Michelle
    Obrigado pela mensagem e pela visita.
    Sobre o iPhone, expliquei as regras no post acima.
    As malas devem sim ser separadas pois as cotas são individuais e não podem ser usadas juntas. O que você pode fazer é trazer alguns dos itens para ele, assim nem ele nem você ultrapassam a cota de 500 dólares cada.
    Abs
    Felipe

  • Oi Carlos
    Não existe nenhuma restrição enquanto o tipo de produto. Se passar dos $500 dólares, é só pagar o imposto proporcional e pronto, sem dor de cabeça.
    Abs
    Felipe

  • Oi Caroline
    Se for o único relógio da bagagem toda, ele é isento. Com ou sem caixa.
    Abs
    Felipe

  • Oi Anne
    Em geral eles olham para o valor total, não só para o valor sem as taxas.
    Abs e boa viagem

  • Oi Ricardo
    Eu pessoalmente, nunca declarei esses alimentos pois sempre trago em quantidades razoáveis.
    Abs
    Felipe

  • Oi Isa
    Como expliquei no post acima, se você estiver com somente 1 celular, não poderá declarar. Ele pode ter custado 1 milhão de dólares, mas se é um celular, é isento de declaração.

  • Oi Priscila
    Você até pode, mas além de caríssimo e da enorme chance de extravio, a cota de alfândega para itens enviados por correio é de $50 dólares e não de $500 como na bagagem acompanhada.

  • Oi Sibelle
    Sim, esse é o limite quantitativo. Mas de novo, tem que ser compatível com a duração da viagem e com o uso de cada um. Uma criança trazendo 10 batons de adulto, pode ser entendido como produto para ser revendido no brasil.
    A avaliação vai ser sempre do fiscal.
    Abs
    Felipe

  • Oi Claudia
    Se ele custou acima de 500 dólares e não pagou imposto na entrada, sim ele pode ser taxado.

  • Renata

    Oi Rafaela, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem. Seus itens comprados no Brasil tem selo da Anatel e por isso, não são taxados.

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Guilherme,

    Você trazendo dois celulares, um pode ser taxado. Você trazendo um, pode trazer com caixinha e tudo o mais, não importa, ele entra na cota.

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Guilherme, tudo bem?

    A cota só especifica que você pode entrar com um smartphone. Se voCê entrar com dois, vai da avaliação do fiscal.

    Abraços,
    Renata

  • Correto

  • Oi Mariane
    Não tem que declarar não. Fique tranquila!
    Bjs
    Felipe

  • Oi Hugo
    Ninguém vai verificar o quanto de dinheiro você está levando na ida. O problema é voltar com quantias superiores a esse montante.

  • Oi Renata
    Não tem jeito. É impossível declarar itens de valor menor que 500 dólares.
    Abs
    Felipe

  • Boa Rodrigo!
    Fiz a mesma coisa que vc no ano passado e não me arrependo. O imposto é alto, mas é devido, então paguei e saí com a consciência limpa 🙂

    Obrigado por compartilhar sua experiência.

    Abs
    Felipe

    • Rodrigo

      Show de bola Felipe!

      Obrigado pelas dicas!

      Realmente me senti bem e sem pressão. Fora isso não trouxe mais nenhum eletronico. Apenas algumas roupas, até pq o dolar esta bem alto.

      Grande abraço˜

      Rodrigo

  • Oi Rita
    Acho desnecessário listar roupinha por roupinha, mas se fosse declarar uma bagagem como a sua, eu listaria apenas os itens que ultrapassaram os 500 dólares.
    Abs
    Felipe

    • Rita

      Obrigada Felipe!

  • Oi Laryssa
    Pode sim. Não existe nenhuma regra de isenção ou cobrança em cima da embalagem/caixa. Se for só 1 telefone, você pode trazer com caixa sem problema.

  • Olá
    Você escolhe o que vai declarar, mas se for pega para inspeção, eles vão abrir a mala toda e cobrar multa dos itens não declarados, e que forem devidos.
    abs
    Felipe

  • Oi Driely
    Essa questão de EUA, Mexico, ou outros países é bem subjetivo e principalmente especulativo. Já fui parado só com uma mala de mão voltando da Espanha, enquanto voltando dos EUA, fui parado poucas vezes.
    Sobre material de construção em específico, eu não sei, mas tenho um amigo que reformou a casa dele recentemente, trouxe alguns itens como chuveiros, torneiras, etc… por menos de 500 dólares e não foi taxado.

    Abs
    Felipe

  • Oi Mateus
    Depende de quanto tempo você ficar nos EUA. Se for mais de 1 ano, pode trazer sem problemas, menos do que isso, existe um risco de ter que pagar imposto.
    Abs
    Felipe

  • Oi Ana
    Por conta do IOF, compensa mais levar dinheiro mesmo.
    Abs
    Felipe

  • Oi Péricles
    Sim, você corre o risco, mas pela minha vivência, ele deve ser um risco bem baixo.
    Vá tranquilo e prepare as explicações caso seja necessário.

    Abs
    Felipe

  • Olá
    Mesmo que os produtos fiquem abaixo do limite dos 500 dólares, se o fiscal da alfândega entender que um turista está trazendo produtos destinados a venda no Brasil, ele pode sim aplicar o imposto ou até aprender a mercadoria para que seja feito o desembaraço comercial. De qualquer maneira, se a quantidade for condizente com o uso de uma pessoa, você não terá problemas.
    Abs
    Felipe

  • Oi Rafa
    Obrigado pela mensagem e pela visita.
    Não vejo problemas, já que os produtos são para o seu uso, de qualquer maneira, a avaliação final vai sempre depender do fiscal da receita.

    Abs
    Felipe

  • Oi Matheus
    Sim é permitido. Se ultrapassarem a cota, precisam ser declarados também.

  • Oi Mário
    Obrigado pelo comentário e pela visita!
    A informação vem de um fiscal da receita, em uma entrevista ao site G1: http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2012/06/vai-trazer-eletronico-do-exterior-fuja-das-pegadinhas-na-alfandega.html
    E sim, pode levar a invoice.

    Abs
    Felipe

  • Renata

    Oi Ninuh, tudo bem?

    Se sua compra ultrapassar 500 você precisa declarar, se não ultrapassar não precisa (independente da bateria que tinha anteriormente).

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Gláucia,

    Não se declara itens usados. Se questionarem, você diz que são usados e eles poderão confirmar isso por modelo, estado e tudo o mais. Vai ficar a cargo da interpretação do fiscal nesse caso mas como realmente são itens usados você não deve ter problemas.

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Kafeh, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem! Ficamos super contentes em saber que gostou da matéria e que encontrou a resposta para suas dúvidas! 😀

    Espero que aproveite muito a sua viagem e as compras! 🙂

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Alexandre, tudo bem?

    Nossa recomendação pessoa é de não tentar enganar os fiscais pois eles conhecem os produtos e isso pode acabar ficando mais complicado pra você. =/

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Mateus, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem. Nesse caso, você se enquadra nas regras de quem mora no exterior, descritas em mais detalhes aí cima. 🙂

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Jessica, tudo bem?

    Se você não gastar nada que seja acima da sua cota ou o que pode ter como itens pessoais, você não precisa decalar.

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Ricardo, tudo bem?

    Pode sim, na sua mala despachada. Na mala de mão não pode. Minhas facas todas eu trouxe de lá! 🙂

    Veja mais dicas para compras de item de cozinha aqui:
    http://www.vaipradisney.com/blog/compras-em-orlando-itens-de-cozinha/

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Rebeca, tudo bem?

    Nesse caso vai depender da interpretação do fiscal se você for pega. Se ele vai julgar que suas roupas são novas ou não.

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Rebeca, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem. Você tem direito a entrar com um smartphone sem ser taxada.

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Eduardo, tudo bem?

    Não há uma regra mto clara nesse caso. Se for um produto natural, não traga. Se for algo industrializado, não abra e responda todos os formulários de declaração da forma mais honesta para evitar qualquer problema.

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Lucas, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem. Como seu intercâmbio é de menos de um ano, as regras são as mesmas detalhadas aí em cima.

    Abraços,
    Renata

  • Olá
    Sempre vale a regra do bom senso. Se a quantidade for compatível para o seu uso, não vai haver cobrança. Mas se você trouxer quantidades que sejam claramente para mais de uma pessoa, o fiscal da Receita Federal pode decidir cobrar.

  • Olá
    O pagamento é feito em reais, com a conversão definida pelo banco Safra.

  • Oi Pedro
    Em geral a restrição é colocada na hora da compra da moeda estrangeira: cada CPF brasileiro pode comprar 10 mil reais em moeda estrangeira por ano, por isso que as casas de câmbio e bancos, pedem o número do seu documento.
    Agora, vamos supor que você tinha dólares guardados em casa, ou conseguiu o dinheiro de outra forma: não vejo problema em sair do país com ele.
    Abs
    Felipe

  • Oi Rafael
    No meu entendimento se trata de um relógio e por isso deve entrar na cota de isenção (no limite de uma unidade), mas lembro que essa análise sempre cabe ao fiscal da Receita Federal.
    Abs
    Felipe

  • Renata

    seu irmão entrar com o celular dele e mais um americano para você, o segundo poderia ser taxado. Se você ou ele entrarem só com um celular, estão isentos de taxa.

    Abraços,
    Renata

  • Beatriz Schaefer

    Olá Bruna, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Pode sim, mas não esqueça de declarar os alimentos no momento em que você passar pele controle de alfândega dos EUA. Não fazer isso, pode lhe render uma multa de até 10 mil dólares caso você seja selecionada para inspeção.
    Abraços,
    Bia

  • Queren Tomas

    Minha dúvida é a seguinte, estou indo passar 30 dias na região de Boston nos EUA e quero comprar um iPad, tive pesquisando e o valor está de U$$ 499 dólares. Como proceder nesse caso? Declaro ou não?

    Lógico vou comprar umas coisas adicionais também tipo perfume, doces, relógio, lembrancinha baratinhas mas tudo só pra mim mesmo

    • Renata

      Oi Queren, tudo bem?

      Obrigada pela mensagem! No post acima você encontra todas as dicas nesse caso, para saber quando declarar ou não! 🙂

      Espero que aproveite muito a viagem!

      abraços,
      Renata

  • Renata

    Oi Ruth, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem. Na matéria acima você encontra a lista completa de produtos taxaveis ou não, quando você deve declarar ou não. 🙂

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Fernando, tudo bem?

    Um pode ser seu uso pessoal e o outro você declara sim.

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Daniela, tudo bem?

    Se você estiver disposta a declarar e pagar a taxa, pode trazer seu computador sem problemas. 🙂

    Abraços,
    Renata

    • Daniela Santos

      Obrigada Renata,

      Tinha visto que pelo valor ser alto eles ainda podiam apreender mesmo declarando e pagando a taxa achei estranho, obrigada pela informação, parabéns pelo site.

  • Renata

    Oi Rodrigo, tudo bem?

    Se você não for viajar e quiser que este celular venha pelo correio, sua cota será só de 50 dólares e não de 500. Acima disso, pelo correio, já é sujeito a taxa.

    Abraços,
    Renata

  • Beatriz Schaefer

    Olá Max, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Se o notebook antigo não foi comprado no Brasil e não tiver selo da Anatel e exceder a cota de $500 dólares como explicamos no post acima, precisa sim!

    Abraços,
    Bia

  • Renata

    Oi Clarissa, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem. Que bom que está gostando do blog! 🙂

    Como seu intercambio/curso é de menos de um ano, vale mesmo todas as regras da alfândega que o Felipe explicou aí em cima, infelizmente. =/

    Beijos,
    Renata

  • Renata

    Oi Nonne, tudo bem?

    Se você suas compras ficarem em 500 dólares, está dentro da sua cota. Está tudo bem! 🙂

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Deborah, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem! Nesse caso, além das regras gerais que o Felipe explicou aí em cima, você tem algumas isenções explicadas na parte “Para quem mora no exterior”. 🙂

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Cris, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem. Contando que eles estejam dentro das regras da alfândega detalhadas aí em cima, não tem problema não. 🙂

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Olá João, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem. Se foram comprados no exterior, a alfândega entenderá os produtos que você está trazendo para o Brasil como explicado aí no post acima! 🙂

    Abraços,
    Renata

  • Oi Taty
    Realmente não sei como você pode fazer isso. Talvez, se você conseguir uma nota fiscal, ou recibo, com a pessoa ou loja onde comprou, representando o valor que você pagou, poderia evitar problemas.
    Boa sorte!
    Felipe

  • Oi Anderson
    A câmera não deve fazer parte da declaração, pois sendo um item isento, ela não deve contabilizar para o calculo do imposto.
    Sobre os outros itens, eles não são necessariamente isentos, mas se não forem repetidos, eu não incluiria na declaração, pois não são os itens que os fiscais estão interessados em taxar. De qualquer maneira, essa é a minha opinião.
    Abs
    Felipe

  • Renata

    Oi Lucas, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem! Fico muito feliz em saber que está gostando do blog. 🙂

    Sobre sua dúvida, infelizmente não é possível fazer isso pois a cota pelo correio é só de 50 dólares. =/ Ou seja, você seria BASTANTE taxado, por isso o melhor é trazer suas compras na mala mesmo. 🙁

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi tudo bem?

    Se ele foi comprado no Brasil, tem o símbolo da Anatel e não é taxado.

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Pedro, tudo bem?

    Infelizmente, para esse caso específico, não podemos te ajudar. Seria necessário conversar com algum responsável da alfândega para ver as implicações de entrar com pedras no país. Eu acho que pode ser bem complicado sim (ou mesmo proibido), mas é só meu achismo.

    Pensando na quantidade e no valor que você quer trazer em pedras, constaria como uma importação comercial, talvez precise de autorizações específicas e afim. Enfim, pode não ser tão simples, mas nesse caso você precisaria buscar uma resposta oficial.

    Abraços,
    Renata

  • Beatriz Schaefer

    Olá Robson, tudo bem?

    No site da Receita eles explicam que são “US$ 500,00 (quinhentos dólares dos Estados Unidos) ou o equivalente em outra moeda” e que “A fim de facilitar o cálculo do imposto, o viajante deve apresentar a fatura constando o valor de aquisição dos bens no exterior. Na falta desse documento ou no caso da sua inexatidão, o valor dos bens é determinado pela autoridade aduaneira.”
    Veja mais no site da Receita: http://idg.receita.fazenda.gov.br/orientacao/aduaneira/viagens-internacionais/bagagens/isencao-de-tributos-sobre-a-bagagem

    Abraços, Bia

  • Beatriz Schaefer

    Olá Ana, tudo bem?

    Vai da interpretação do fiscal, pois a regra diz que você pode ter um celular e não um de cada país. Fica uma brecha pra interpretação dele aí. =/
    O pagamento é na hora, mas você pode sair para sacar dinheiro e retornar!

    Abraços, Bia

  • Beatriz Schaefer

    Olá Diego, tudo bem?

    Obrigada pela visita!
    Em tese, se você declarar e pagar os impostos devidos, não terá problemas, mas de fato nunca entramos com bens neste valor no país para poder te confirmar isso!

    Abraços, Bia

  • Beatriz Schaefer

    Olá Tatiana, tudo bem?

    É o valor total! Lembrando que alguns objetos de uso “pessoal” não entram na soma, como explicado no post acima! 🙂

    Abraços, Bia

  • Beatriz Schaefer

    Olá Kaique, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!
    Como o Felipe colocou no post acima, o celular entra como uso pessoal (apenas um por pessoa, se você estiver com o velho e o novo não vale!), o Ipod não entra, então você só precisa declara-lo se passar dos $500 dólares!

    Abraços, Bia

  • Renata

    Oi Leonardo, tudo bem?

    Eles pegam com certeza sim. Eles passam tudo no raio-x e abrem tudo que sentirem necessidade. Eles sabem os preços dos produtos e você tentar enganar alguém na alfândega pode ser muito complicado pra você no fim das contas.

    Abraços,
    Renata

  • Beatriz Schaefer

    Olá Gabriela, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem e pela visita!
    Sim, o pagamento é na hora! Você pode até sacar dinheiro ali na hora para o pagamento!

    Abraços, Bia

  • Renata

    Oi Alina, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem! Fico feliz em saber que gostou do post. Sobre sua dúvida, a taxa incide em todas as compras acima da cota.

    Abraços,
    Renata

  • Beatriz Schaefer

    Olá Larissa, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem e pela visita! Como o notebook foi comprado nos EUA, eles podem sim te taxar, vai da interpretação do fiscal, mas há risco sim!

    Abraços, Bia

  • Beatriz Schaefer

    Olá Rosinete, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem e pela visita!

    Oi Paulo, tudo bem?

    Se suas compras não passaram de US$500, não precisa declarar. No caso de precisar declarar, você pode fazer pelo aplicativo de celular e verificar o valor, como o Felipe explicou no post acima!

    Abraços,
    Bia

  • Beatriz Schaefer

    Olá Robson, tudo bem?

    Obrigada pela visita e pela mensagem!
    Não, apenas compras a partir de $500!

    Abraços, Bia

  • Oi Gabrielle
    A não ser que você vá trazer outros bens, além do computador, que vão somar mais de 500 dólares, você não precisa declarar nada. Como expliquei no post acima, roupas e alguns outros itens são isentos de imposto, desde que respeitados os limites pessoais.
    Abs
    Felipe

  • Bruno Van Becker

    Fiz uma viagem para Orlando em Outubro do ano passado e na volta fui taxado em tudo, roupas, celular, relogio, tudo mesmo é sobre as quantidades foi um celular um relógio e algumas camisetas.

    • Beatriz Schaefer

      Olá Bruno, tudo bem?

      Sinto muito por isso! Alfândega não dá pra saber né? É uma caixinha de surpresas!

      Obrigada por compartilhar sua experiência com os outros leitores.

      Abraços, Bia

      • Bruno Van Becker

        Olá! Tudo bem!
        Verdade, também essa foi minha primeira viagem para os EUA e deveria estar bem na cara isso ao passar pela alfândega. Conversei com um amigo meu da RF e ele me disse que os fiscais passam por um treinamento que eles conseguem avaliar só de olhar quem pode estar com a mala cheia e pedir passar no raio-x.
        Em Setembro vou para Miami e já tenho em mente como proceder nessa hora, para não acontecer de novo.
        Nessa minha primeira viagem montei todo o meu roteiro com as dicas do Blog, acabou tudo perfeito.

        Abraço.

        • Beatriz Schaefer

          Olá Bruno, tudo bem?

          Obrigada pela mensagem e por dividir conosco sua experiência, com certeza vai ajudar os outros leitores!

          Fico feliz em saber que as dicas ajudaram na sua viagem, conte com a gente nas próximas também!

          Abraços, Bia

  • Beatriz Schaefer

    Olá Rafael, tudo bem?
    Obrigada pela mensagem e pela visita!
    Eu sou a Bia, amiga da Renata e do Felipe e agora ajudo eles aqui no site com os comentários! 🙂

    Se suas compras não passaram de US$500, não precisa ir para a fila de bens a declarar!

    Abraços, Bia

  • Renata

    Olá, tudo bem?

    Se o aparelho for permitido na mala de mão e tiver dentro das especificações e peso de mala de mão, é sempre mais seguro manter seus bens mais valiosos perto de você, mas se não for possível, a única alternativa é despachar mesmo.

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Gabriela, tudo bem?

    Os computadores vendidos no Brasil tem o selo da Anatel, por isso eles tem como saber se foi comprado no exterior sim. =/

    Quanto as regras do que declarar ou não, você encontra em detalhes no post acima! 🙂

    Boa viagem e boa sorte!

    Abraços,
    Renata

  • Duda

    Boa noite Renata!
    Vou comprar um macbook Air (999 dólares) em Orlando. Se eu declarar, a taxa seria de 249,50 dólares, certo?
    Alguns amigos dos meus pais falaram para eu não declarar, mas dai deveria deixar a caixa, manual, tudo no hotel e fingir que ele é um computador velho.
    Qual opção você acha melhor?
    Obrigada

    • Renata

      Oi Duda, tudo bem?

      Realmente a decisão acaba sendo muito pessoal. Não posso opinar porque os riscos serão arcados por você: se declarar, paga a taxa com certeza, mas se não declarar corre o risco de pagar uma taxa ainda maior (ou não pagar nada, vai de sorte).

      Espero que dê tudo certo! 🙂

      Abraços,
      Renata

  • Renata

    Oi Lairton, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem! Sobre sua dúvida, a regra é a mesma. Você ainda assim será uma pessoa física entrando com bens no país e as mesmas regras serão aplicadas.

    abraços,
    Renata

  • Elisa

    Olá Renata! Eu fiquei com uma duvida.. Se eu levar meu celular do Brasil com a nota fiscal comprando que ele foi comprado no Brasil e comprar outro celular em orlando eles podem me cobrar o imposto?
    Obrigada!

    • Renata

      Oi Elisa, tudo bem?

      Vai da interpretação do fiscal, pois a regra diz que você pode ter um celular e não um de cada país. Fica uma brecha pra interpretação dele aí. =/

      Abraços,
      Renata

  • Renata

    Oi Rafael, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem! Fico feliz em saber que está gostando das dicas! 🙂

    Sobre sua dúvida, existe um risco sim, dentro dos moldes que o Felipe explicou na matéria aí em cima.

    Espero que aproveite muito a viagem e até lá, continue contando com a gente!

    Abraços,
    Renata

    • Rafael

      Olá mais uma vez.

      Dessa vez eu queria saber se tênis/sapatos comprados lá entram para a cota, mesmo que já tenham sido usados lá mesmo, se não, quantos posso trazer ?

      Obrigado de novo, tudo de bom!!

      • Renata

        Oi Rafael, tudo bem?

        Obrigada pela mensagem. As regras apara calçados segue as mesmas práticas que o Felipe explicou ai em cima para roupas. 😉

        Abraços,
        Renata

  • Renata

    Oi Adriana, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem. Espero que seu pai esteja melhor!
    Nesse caso, realmente as únicas informações que posso te passar são as que o Felipe explicou aí em cima. Qualquer coisa além disso que eu falasse seria puro achismo. =/

    Abraços,
    Renata

    • Adriana Reis

      Oi Renata. Gracas a Deus ele esta melhor, mas estou voltando para cuidar dele. Obrigada pela resposta e pelo carinho!!!!!;)

  • Renata

    Oi Júlio, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem. As regras para alfândega só consideram morar no exterior um ano ou mais. Na matéria acima você encontra todos os detalhes do que precisa ou não declarar. 🙂

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Rafaela, tudo bem?

    Pode sim! Eu também uso o meu para me distrair nos vôos. 🙂

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Lucas, tudo bem?

    Muita coisa depende do tempo que você está ai, mas as regras aplicáveis que podemos dividir com você estão todas na matéria acima. 🙂

    Boa sorte!!

    abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Anderson,tudo bem?

    A cota que você pode trazer via correios é apenas de 50 dólares então sim, você poderia sofrer tributação.

    Abs,
    Renata

  • Renata

    Oi Isadora,

    Muito obrigada por dividir sua experiência com a gente! Espero que tenha sempre essa sorte maravilhosa! 😀

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Lohanna, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem. Você não tem como declarar as coisas aqui no Brasil, mas se o notebook foi comprado no Brasil, pode ficar tranquila. Ele tem um selo da Anatel que indica que o produto é brasileiro. 😉

    Abraços e boa viagem,
    Renata

  • Oi Felipe
    Pela minha experiência lá (já viajei por Viracopos algumas vezes) a fiscalização é rígida sim.
    Abs
    Felipe

  • Oi Pedro
    Se você não for passar dos 500, não precisa nem recomendo declarar. Até contei, no post acima, o que aconteceu comigo quando eu fiz isso.
    Abs
    Felipe

  • Renata

    Oi Mertinho, tudo bem?

    Todas as regras acima (salvo quando dito contrário) se aplicam à residentes no Brasil. No caso dos seus tios, o fiscal deve avaliar se os bens que trazem se enquadram como o padrão para o uso pessoal deles (ou seja, que sairá depois do país com eles) ou não, para avaliar qualquer tipo de taxa.

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Mari, tudo bem?

    Infelizmente as bolsas entram sim! =(

    Obrigada pela mensagem e pelo carinho, viu? Ficamos super felizes e pode deixar que não pretendemos parar não! 🙂

    Beijos,
    Renata

  • Renata

    Oi Paulo, tudo bem?

    Se suas compras não passaram de US$500, não precisa declarar.

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Felipe, tudo bem?

    Não é possível dividir a cota. =/

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Kety, tudo bem?

    Hoje não é mais possível declarar aqui. Se o seu notebook é brasileiro, você pode entrar e sair com ele. 🙂

    Abraços,
    Renata

  • Oi Ana
    Isso não é verdade. Tax Free é comum em vários países da Europa (alguns na Ásia e até mesmo na America Latina), mas não é praticado pela maioria dos estados dos EUA, incluindo a Flórida.
    Não existe isso lá.
    Abs
    Felipe

  • Renata

    Oi Patrícia, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem! Que delícia passar essa temporada na Austrália.

    Sobre sua dúvida, por ter morado na Austrália mais de um ano, você tem alguns itens isentos explicados mais acima, o resto se aplica a mesma regra dos turistas, ou seja, tem um certo espaço de interpretação dos fiscais .

    Vale você ter suas notas em mãos para comprovar o que comprovou na Austrália, mas muito provavelmente vão olhar todos os seus volumes considerando o seu retorno ao Brasil depois de morar mais de um ano fora e aplicar as regras de acordo.

    Boa sorte e boa viagem! 🙂

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Fernanda, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem! Fico feliz em saber que as dicas foram úteis e que aproveitaram a viagem.

    Sobre sua dúvida, a regra é que um relógio é considerado uso pessoal. VOcê pode comprar outros, mas poderão ficar sujeitos a cota da alfandega.

    beijos,
    Renata

  • Renata

    Declarado para a alfandega.

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Ana Clara, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem. Sobre sua dúvida, se o notebook é do Brasil, você não tem problema nenhum. Para mais detalhes sobre as regras da alfandega, veja a matéria acima.

    Boa viagem e boa sorte com o trabalho da faculdade! 🙂

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Bruna, tudo bem?

    A regra não é clara nesse caso mesmo e vai da interpretação do fiscal. Eles sabem que a GoPro custa menos de 500 dólares mas é sempre bom ter a nota fiscal se puder, para provar o quanto pagou caso eles decidam considera-la na sua cota.

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Fabiana, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem. O limite de malas é definido pelas empresas áreas e para viagens internacionais, você tem direito a duas malas de até 32kg sem custo adicional. Quanto a alfandega, na matéria acima você encontra todas as informações sobre a cota, e quando declarar. 😉

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Anisio, tudo bem?

    Se ele (e as outras coisas que você trouxer) não passarem de US$500 não precisa declarar. Na matéria acima você encontra mais detalhes sobre as regras, cota e quando declarar. 😉

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Gabrielle, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem. Mesmo indo com uma empresa, você precisa declarar sim. Entenda melhor a cota, as taxas e o que deve ou não ser declarado na matéria acima.

    Abraços e boa viagem,
    Renata

  • Renata

    Oi Bárbara, tudo bem?

    Muito obrigada pela mensagem! Na matéria acima, você encontra essas e outras informações para não ter problema com a alfândega. Além disso, veja aqui tudo que precisa saber para comprar o seu iphone. 🙂
    http://www.vaipradisney.com/blog/como-comprar-iphone-orlando/

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Alexandre, tudo bem?

    Eu ACHO melhor trazer a lente na sua camera já encaixada como parte da câmera. Isso dito, não somos especialistas em alfândega então tudo que eu te falar aqui, não é nada além do meu achismo. =/

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Lucca, tudo bem?

    A regra da alfândega não limita (nem fala nada a respeito na verdade) sobre as caixas, então você pode traze-las sim. Eles so avaliam o conteúdo das caixas mesmo, que precisam estar dentro das regras e limites da alfândega.

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Ryan, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem! Fico feliz em saber que está gostando do blog.

    Aqui não temos como opinar pois vai da interpretação do fiscal do seu caso, com base nas regras de vestuário que o Felipe explicou no post acima.Entendo seu ponto e concordo que seja uso pessoal mas né? Não sou fiscal! 😛

    Sinto muito não ter uma resposta nesse caso mesmo. =/
    .
    abraços,
    Renata

  • Oi Alessandro
    Depende muito da avaliação de cada fiscal, mas oficialmente, você não entra na regra de isenção que colocamos acima, infelizmente.
    Abs
    Felipe

  • Oi Fernanda
    Acredito que não, já que você também tem direito a uma cota. Não se preocupe.
    Abs
    Feipe

  • Renata

    Oi Larissa, tudo bem?

    Se o seu notebook foi comprado no Brasil ou já foi declarado antes, você não fica sujeita a taxa. Caso tenha comprado fora e nunca tenha declarado, ele pode ser taxado.

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Camilo, tudo bem?

    As regras da alfândega não entram nesse mérito então se aplica da mesma forma para todos os smartphones. Veja mais sobre a compra de iphones aqui:
    http://www.vaipradisney.com/blog/como-comprar-iphone-orlando/

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Wilkerson,

    Sua cota para todas as compras somadas é de 500 dólares. Para mais detalhes de como funciona a cota e o que é ou não taxado, veja a matéria acima. 🙂

    Abraços,
    Renata

  • Oi Amanda
    A questão das malas vai depender da cia área. Uma vez já implicaram comigo, outras não. O melhor é perguntar para a sua cia – mas eu também não vejo problema.
    E não, GoPro entra sim como câmera, pois é o que ela é.
    E sim, sobre o Macbook, é só levar o comprovante de que você pagou o imposto e ele está pra sempre isento. E só pode leva-lo na mala de mão. É proibido – e fortemente não recomendado, leva-lo na mala despachada.
    Abs
    Felipe

  • Oi Thais
    Sendo abaixo dos 500 dólares, ele não vai ter problema. Mas lembre-se que os 500 dólares são válidos para toda a bagagem dele. Ou seja, pelo o que você falou, ele facilmente passa dos 500 e pode ter problemas sim.
    Abs
    Felipe

  • Renata

    Oi Matheus, tudo bem?

    Tudo, a regra é um smartphone e não fala nada sobre a caixinha. Ninguém cobra por ela não. 😀

    Abraços,
    Renata

  • Incluí sim Keka

  • Oi Gabriella
    Em princípio, todo o alimento que você levar, precisa ser declarado na entrada aos EUA. Não fazer isso e ser pega, pode implicar no pagamento de uma multa de até 10 mil dólares.
    Por outro lado, sabe-se que alimentos como bolacha/biscoito, cereal, um salgadinho, esse tipo de coisa mais industrializada, não há problema algum.
    Carnes, vegetais, frutas e qualquer alimento fresco é terminantemente proibido.
    Abs
    Felipe

  • Oi Miguel
    Imagino que a alfândega precise devolver o computador a ele. Agora não sei como esses processos funcionam.
    Abs e boa sorte
    Felipe

  • Renata

    Oi Sônia, tudo bem?

    A regra não é clara nesses casos e existe um certo risco por a GoPro ser considerada uma máquina também. Apesar disso, até pelo preço dela, nunca implicaram com a minha (eu viajo com a GoPro e com uma camera sempre). Se eu tive sorte ou se é sempre assim, já não posso te afirmar mas para reduzir suas chances de ter qlqr problema, é sempre bom legal a nota fiscal para poder ter argumento. 😉

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Natacha, tudo bem?

    Você só paga taxa se seus bens comprados no exterior além dos indicados acima como itens pessiais ultrapassarem a cota de 500 dólares.

    Abraços,
    Renata

  • Oi Amy
    Não terá que pagar nenhuma taxa além das já esperadas (hotel, compras, etc).
    Abs
    Felipe

  • Oi José
    A declaração de saída de bens já foi extinta há alguns anos. Hoje em dia não é mais possível fazer isso.
    Abs
    Felipe

  • Tem como declarar só o seu sim.
    Abs
    Felipe

  • Oi Eduardo
    Se os produtos forem permitidos pelos governos americano e brasileiros, não há problema embarcar com eles. E na volta, eles entram dentro da cota de $500 como todo o resto.
    Abs
    Felipe

  • Renata

    Oi tudo bem?

    Obrigada pela mensagem, fico feliz em saber que está gostando do site!

    Sobre sua dúvida, no post acima você encontra essas e outras respostas sobre alfândega. Acho que vai te ajudar! 🙂

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Matheus, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem! Seu notebook do Brasil pode entrar e sair do país normalmente se foi comprado no Brasil. Os outros produtos estão sujeiros as regras explicadas ai em cima. 🙂

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Renato, tudo bem?

    Você recebe um recibo depois que paga o imposto. É só ter esse recibo em mãos que comprova que você já pagou tudo direitinho e então pode entrar e sair com o macbook quando quiser.

    Abraços,
    Renata

  • Olá Ylana,

    Esta informação depende se o vôo será doméstico (se tem conexão) ou se é apenas internacional.
    Sugiro confirmar todas as questões com a empresa aérea.

    Abs,
    Felipe

  • Olá Lili,

    É um pouco arriscado respondermos esta pergunta pois o sistema pode mudar a qualquer momento.
    Desculpe não conseguir ajudar!

    Abs,
    Felipe

  • Olá Diego,

    Você pode trazer até 500 dólares, imagino que o GPS não tenha um valor superior a este , então é possível que não tenha cobrança do imposto.

    Ficamos feliz que goste do nosso blog! Continue planejando com a gente!
    Excelente viagem!

    Abs,
    Felipe

  • Oi Christiano
    Não pode, infelizmente.
    Abs
    Felipe

  • Olá Carolina,

    Que legal! Aproveite bem sua viagem!
    Ao voltar com dois aparelhos o passageiro fica sujeito a multa.

    Boa sorte!
    Bjs,
    Felipe

  • Olá Carolinne,

    Sugiro que leve o Ipod junto com a nota fiscal de compra do Brasil, pois não há mais como declarar bens na saída.
    Caso não tenha a nota fiscal e o valor somado dos aparelhos ultrapassarem o limite de 500 dólares por pessoa, poderá haver cobrança de imposto.
    Abs,
    Felipe

  • Oi Renan
    Como disse no post, se as peças forem para você usar na viagem, não há problema. Fique tranquilo.
    Abs
    Felipe

  • Oi Cintia
    De fato eles vem divulgando esse método desde o ano passado, mas nunca me pareceu que eles estavam controlando quem é quem na hora de passar pela alfandega. Acho que ainda não está valendo.
    Abs
    Felipe

  • Renata

    Oi Esmeralda, tudo bem?

    A regra diz que um celular pode ser seu uso pessoal, o outro entraria na sua cota. Não há nenhuma especificação sobre entrar no país com um celular de fora e um do Brasil, por isso ficaria a cargo da avaliação do fiscal, mas poderia entrar na sua cota sim.

    Abraços,
    Renata

  • Oi Regina
    Se você é residente de outro país, não precisa entrar na cota pois na teoria, não deixará os bens no Brasil.
    Abs
    Felipe

  • Oi Barbara
    Ele não tem cota no Brasil, já que não reside aqui. Ele pode passar na fila de nada a declarar e só pagar na Argentina.
    Abs
    Felipe

  • Oi Deborah
    Você pode tentar comprovar com as passagens aéreas, carimbos no passaporte ou qualquer outro documento – aluguel, contas, etc.
    Abs
    Felipe

  • Oi Marianna
    Eu recomendo que declare sim. Se não declarar e for pega para inspeção, poderá ter que pagar multa de até 10 mil dólares.
    Abs
    Felipe

  • Oi Vítor
    Poderia ser taxado sim.
    Abs
    Felipe

  • Oi Sonia
    Nunca passei por raio x na saída de voo. Somente passei na entrada dos voos, incluindo a entrada do voo de conexão.
    Abs
    Felipe

  • Oi Aline
    Pode sim ser taxada, mas eu também sempre viajo com dois celulares e nunca me perguntaram nada.
    Abs
    Felipe

  • Renata

    Oi Patricia, tudo bem?

    Vai depender da avaliação dos fiscais. Por ser usado, pode ser que não impliquem mas pela o fato do produto já ter entrado no Brasil não faz ele ser isento de cota. =/

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Cristina, tudo bem?

    Eles podem parar qualquer um, inclusive famílias. As crianças também tem direito a cota então tudo bem eles comprarem itens dentro do valor que é permitido. 🙂

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Obrigada por dividir suas dicas e experiência com a gente, Michelle!

    Tenho certeza que será útil não só pro Ricardo mas para muitas outras pessoas. 😉 Adorei a dica!

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Edilma, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem. Fico muito feliz em saber que as dicas estão ajudando! 🙂

    Sobre sua dúvida, seus filhos vão com você? Eles tem direito a cota sim, as coisas deles podem entrear na cota deles e não na sua.

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Aline, tudo bem?

    Se suas compras todas (inclusive as de bebê) não ultrapassarem US$500 você pode trazer sem declarar. Se as compras todas passarem de US$500 você está sujeita a taxa.

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Danielle, tudo bem?

    Não entram como uso pessoal, mas se a quantidade de brinquedos for condizente com o uso da sua filha e dentro da cota dela, não será problema. 🙂

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Joliane, tudo bem?

    Se você comprou no Brasil ele vai ter o símbolo da Anatel então não tem problema. Você levando sua nota fiscal da compra melhor ainda. Não entra na sua cota não e você não precisa declarar na ida não. 😉

    Abraços,
    Renata

  • Oi Adriana
    Eu acho que não, mas é achismo ta?
    A Re veio com o dela dos EUA e não falaram nada.
    Abs
    Felipe

  • No site mesmo ele calcula esse valor. Existe uma tributação diferenciada.

  • Oi Patty
    Provavelmente você não vai precisar comprovar isso, pois eles vão te tratar como visitante. Desde que obviamente, sua bagagem seja compatível com o período e os fins da sua viagem – exemplo: se você vier passar 1 semana no Brasil mas trouxer 20 potes de shampoo, isso pode ser entendido como bens para venda, presentes, etc e consequentemente taxados.

  • Não tem como declarar mais antes da viagem Bianca. Estando com 1 celular, ele novo ou antigo, você não vai ter problemas.
    Abs
    Felipe

  • Renata

    Oi Livia, tudo bem?

    Sempre que eu declaro ninguém implica não. Você pode fazer online se conseguir (as vezes não consigo e faço na hora).

    Obs: parabéns pelo crescimento da família! 🙂

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Yeni, tudo bem?

    As regras são todas para quem entra no Brasil mas não sou especialista nisso para te falar sobre esse caso de estrangeiro. Qualquer coisa que eu fale vai ser só meu achismo então melhor não falar nada do que falar besteira, né? Sinto muito não poder te ajudar mais com isso.

    Eu no seu lugar veria no site da receita se tem algo diferente para estrangeiros:
    http://hom.receita.fazenda.gov.br/Aduana/Viajantes/DicaViajantes.htm

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Ricardo, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem. Seu filho também terá direito a cota com itens condizentes com o uso dele então nesse caso vai da avaliação dos caras (o fato de já estar usado ajuda a entender que é realmente uso pessoal), mas possivelmente se ele tiver gastos acima de 500 pode ser considerado como acima da cota.

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Você pode trazer sim desde que esteja dentro da cota e do limite quantitativo. 🙂

    abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Erika, tudo bem?

    Se você comprou no Brasil seu notebook deve ter um selo da anatel, então não precisa se preocupar. 😉

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Thais, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem e pelo carinho sempre, viu? 😀 <3

    Sobre sua dúvida, é o caso que entra no bom senso e avaliação dos fiscais. Se você comprar essas coisas em um nível que fique claro que é pessoal e como não são itens caros, é mais difícil de implicarem. Se você trouxer um monte repetido eles podem achar mais estranho, mas no fim do dia se somar não é um valor tão grande então normalmente eles só implicam se fugir de um padrão pessoal mesmo.

    Beijos,
    Re

  • Renata

    Oi Marina, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem! A essa altura já está curtindo a viagem né? 🙂

    Sobre sua dúvida, se todos os seus produtos estiverem dentro da cota, você pode trazer sim.

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Mauricio,

    O valor é convertido para dólares americanos. Você pode trazer US$500 dentro da cota.

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Ana, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem!!

    O vídeo game pode e deve vir com você na mala de mão sim. As fitas podem ir ser despachadas, mas tanto sua mala de mão como a despachada contam como sua bagagem sujeita a taxas e cotas na alfândega, tá? 🙂

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Lucas, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem! Na matéria acima você encontra todas as informações sobre as taxas da alfândega, acho que vai encontrar o que precisa. 🙂

    Abraços,
    Renata

  • Oi Luciana
    Sim, corre o risco.
    Abs
    Felipe

  • Oi Marta
    Provavelmente não. Especialmente se os itens forem para você.
    Abs
    Felipe

  • Oi Olavo
    Não importa a cidadania da pessoa e sim onde ela reside fiscalmente. Se você vive no Brasil, é fiscalmente baseado aqui e deve impostos aqui.

  • Oi Eliane.
    A regra não é clara, assim como para flashes. Eu já trouxe várias lentes o fiscal as considerou parte da câmera.
    Abs
    Felipe

  • Oi Sabrina
    Sim, na teoria você deve declarar, pois como expliquei acima, só estão isento aqueles que moram nos exterior há mais de 1 ano. Mas há sempre a possibilidade de convencer o fiscal da receita.
    Boa sorte!
    Felipe

  • Oi Antonio
    Esse me pareceu um caso especial que necessita da aprovação da receita. Desconheço regras que cubram itens para doação.
    Abs
    Felipe

  • Oi Leonardo
    A Receita Federal anunciou isso há mais de 1 ano, mas nunca me pareceu que esse controle está realmente sendo feito.
    Abs
    Felipe

  • Oi Charles
    A regra não é clara, assim como para lentes. Eu já trouxe o fiscal considerou parte da câmera.
    Abs
    Felipe

    • Charles Siqueira

      Obrigado, Felipe!

  • Oi Marianna
    Infelizmente não. Você pode tentar, mas as chances são deles te mandaram esvaziar o líquido são grandes. Dica? Leve a garrafa vazia e dentro do avião, é só pedir para os comissários encherem com água quente.
    Abs
    Felipe

  • Oi Isadora
    As passagens aéreas e os carimbos no passaporte devem te ajudar a provar. Em geral eles entendem muito bem isso.
    Abs
    Felipe

  • Oi Nádia
    10 mil dólares em espécie por família, acima disso, tem que declarar, mas não tem que pagar nada por isso.

  • Oi Guilherme
    Precisa sim.
    Abs
    Felipe

  • Oi Felipe
    Sobre declarar ou não, eu não sei te informar, mas aparentemente você está coberto pela isenção que explicamos acima.
    Abs
    Felipe

  • Oi Alex
    Não consigo encontrar nenhuma referência a isso na regra disponibilizada no site da Receita Federal. Recomendo você dar uma olhada (o link está no post) para ver se encontra essa regra em específico.
    Abs
    Felipe

  • Oi Kátia
    De acordo com a regra atual da alfândega, e se você for residente do Brasil, você deve declarar.
    Abs
    Felipe

  • Sim

  • Oi Jaqueline
    Muito obrigado pela mensagem e pelo carinho.
    Isso que sua amiga te contou é o famoso tax free, muito comum em vários países da Europa e que não existe em boa parte dos EUA. Infelizmente, na Florida, Nova York, e California, esse sistema não existe.
    Abs
    Felipe

  • Oi Bruna
    Obrigado pela visita e pela mensagem!
    É isso mesmo, somente se você ultrapassar a cota e é claro, excluindo os itens de uso pessoal que são incluídos na isenção da receita (como é o caso da câmera).
    Já a pulseira e o charm, fazem parte na minha opinião de vestimenta, então se for somente para você, está isento da cota.
    Bjs
    Felipe

  • Renata

    Olá Mayra, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem! Fico feliz em saber que está gostando do site.
    O recomendado é que o celular viaje com você mas mesmo se você despachasse, isso não seria uma solução para a alfândega pois sua bolsa, malas e mala de mão vão para o Raio X caso eles decidam te parar. Ou seja, estar ou não na mala não faria tanta diferença. =/

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Olá Fre, tudo bem?

    Os ipads e celulares brasileiros todos trazem o selo da Anatel, por isso eles saberão que você comprou no Brasil. Pode levar si,. 🙂

    Abraços,
    Renata

  • Oi Alysson
    Não importa quando e onde comprou. A regra é somente 1 aparelho por pessoa. O segundo aparelho em diante, pode entrar na cota de 500 dólares.

  • Renata

    Olá Romulo, tudo bem?

    Os itens listados acima como uso pessoal na quantidade indicada, podem ser trazidos independente de você estar usando no momento ou não. 🙂

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Olá Juliana, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem. Que bom que está gostando do blog. Os únicos itens considerados como pessoal para a alfândega são os listados na matéria acima como tal. Todos os outros entram na cota e se passar do valor permitido, você precisará declarar.

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Amanda, tudo bem?

    Como você não é residente do Brasil, pode vir com seus produtos, desde que eles voltem para os EUA com você. Ou seja, no fim eles vão querer ver se parece que você vai vender as coisas ou não. Como são produtos mais antigos (o celular, tablet e computador), você não deve ter problema com isso.

    Com as roupas de bebê, é legal ter só a nota para provar que não passa de 500 dólares, mas acredito que não devam implicar tanto com isso não.

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Olá Felipe, tudo bem?

    Os únicos produtos de uso pessoal que não entram na sua cota são os listados na matéria acima. Todos os outros, mesmo que sejam para seu uso pessoal, devem entrar na sua cota.

    Abraços,
    Renata

  • Oi Wanderson
    É isso mesmo. O valor é o equivalente a 500 USD e usando a cotação de hoje, o imposto dá mais ou menos isso que você calculou.
    E sem dúvida você pode trazer na caixa.
    Abs
    Felipe

  • Oi Romulo
    Sim. Como dissemos na matéria, cada pessoa pode voltar com 1 celular e 1 relógio, independente pelo valor. Os relógios e celulares adicionais, entram na cota de 500 dólares e são passíveis de imposto.
    Abs
    Felipe

  • Oi Rodrigo
    Como explicamos no post acima, isso vai depender do valor global das suas compras e não de dois itens individuais. Sempre trago jogos de videogame e nunca fui cobrado por isso.
    Abs
    Felipe

  • Renata

    Olá Carolinne, tudo bem?

    Não é mais possível declarar itens antes de viajar. Você só pode declarar o que comprar chegando aqui. =/

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Olá MAria, tudo bem?

    Você não pode declarar o produto saindo do Brasil, você declara o produto que comprou lá fora chegando aqui, pagando a taxa e entrando com ele. Hoje em dia você não consegue mais declarar o produto que está levando antes e mesmo quando era possível, você tinha que mostrar o produto e eles anotavam todos os detalhes. =/

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Olá Maria, tudo bem?

    Tem como eles saberem que você comprou lá sim, seu celular, tablet e computador do Brasil trazem um símbolo da ANATEL que o comprado fora não tem. A decisão acaba sendo de cada um mas eu pessoalmente acho que pode ser complicado tentar enganar a alfandega.

    Se você declarar e pagar a taxa, o produto é seu sim, entra no país em ordem. 😉

    Abraços,
    Renata

  • Oi Bárbara
    Obrigado pela mensagem. Feliz em saber que estamos ajudando 🙂
    Sobre a filmadora, ela não é um dos itens, então o ideal é que você leve a comprovação que a comprou no brasil, como a nota fiscal ou o certificado de garantia.
    Abs
    Felipe

  • Oi Wanna
    Explicamos a regra para quem vive fora do país no post acima. Espero que ajude!
    Abs
    Felipe

  • Sim, a declaração de bens é feita por pessoa e nunca por família. Os bens e as cotas, não são cumulativas ou transferíveis.
    Abs
    Felipe

  • Renata

    Olá Alexandre, tudo bem?

    A compra do Duty Free não entra na cota. No terminal novo de Guarulhos (aeroporto de SP) o duty free fica inclusive depois que você já passou pela alfândega. 😉

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Olá Ronaldo, tudo bem?

    Se você não é residente do Brasil e se estiver trazendo produtos seus (nada que pareça que vai vender) não deverá ter problema com a alfandega não.

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Olá Jorge, tudo bem?

    Não. A cota pelo correio é de US$50 somente.

    Abraços,
    Renata

  • Oi Walter
    Nos EUA cada família pode entrar no país com 10 mil dólares americanos sem declarar (o valor correspondente em dólares australianos). Acima disso, não há que pagar nenhuma taxa, mas é necessário informar a alfândega que está viajando com esse valor.
    Abs
    Felipe

  • Renata

    Olá Flavia, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem! Você encontra a resposta aqui sim. 🙂

    Se estes são os únicos eletrônicos, um de cada, e não passam da cota, não é preciso declarar. Na matéria acima você encontra todos os detalhes!

    Boa viagem e boas compras!

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Oi Lica, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem! Fico feliz em saber que está gostando do blog!

    Se você não tem nada a declarar, hoje em dia nem precisa mais pegar papel no avião. É só ir direto para a fila de nada a declarar e pronto. 🙂

    Abraços,
    Renata

  • Oi Nathalia
    Se você disser que é um tablet e comprovar que foi comprado no Brasil, não vai correr esse risco.
    Abs
    Felipe

  • Se quiser trazer para o Brasil, terá que declarar ou corre o risco de pagar uma multa.
    Abs
    Felipe

  • Oi Fabiana
    Respondendo suas perguntas:
    1) Sim, caso você ultrapasse a cota e os limites quantitativos explicados acima.
    2) O valor de 500 é sobre todas as suas compras e não sobre um único produto.
    Abs
    Felipe

  • Renata

    Olá Gabriela, tudo bem?

    Ele entra na sua cota sim. 🙂

    Abraços,
    Renata

    • Gabriela Silveira (Gabi)

      Obrigada!

  • Oi Danielle
    Muito obrigado pela mensagem e pelo carinho 🙂
    abs
    Felipe

  • Oi Ozana
    Não existe nenhuma previsão na lei em relação ao divórcio, mas se você morava no exterior por mais de 1 ano, veja as regras nesse texto.
    Abs
    Felipe

  • Oi Adaline
    Como disse nesse post, tudo o que você usar para o trabalho e estudo no exterior, está isento e não precisa ser declarado.
    O que não foi usado para trabalho e estudo (como por exemplo, presentes) pode ser passível de imposto.
    Abs
    Felipe

  • Oi Eduardo
    Na teoria sim, pois foi o dinheiro deixado no exterior, mas como o Brasil e os EUA têm um acordo de não bi-tributação (ou seja, imposto pago fora não precisa ser repago aqui), você pode argumentar que os 50 eram de imposto e por isso não declarou.
    Abs
    Felipe

  • Renata

    Olá Jamilly, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem. Fico muito feliz em saber que está gostando do blog.

    Sobre sua dúvida, se você não tiver trazendo mercadorias acima de 500 dólares, pode passar em nada a declarar. 🙂

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Olá Marcelo, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem, fico feliz em saber que esteja gostando do nosso trabalho aqui no blog. 🙂

    Sobre sua dúvida, o limite de US$500 é individual. Na matéria acima você encontra todos os detalhes do que entra ou não nesse valor.

    Abraços,
    Renata

  • Oi Cris
    Se na somatória total os itens quantitativos ultrapassarem os U$500, eles podem ser taxados.
    Abs
    Felipe

  • Somente 50% do valor que excede a cota, conforme expliquei no post acima.
    Abs
    Felipe

  • Renata

    Olá Isa, tudo bem?

    A regra não fica muito clara nesse caso e vai depender da interpretação do fiscal lá na hora.

    Abraços,
    Renata

  • Oi Nicole
    Não tem regra. Se eles desconfiarem, param pra fiscalizar.

  • Renata

    Olá Daiane,

    Se eles desconfiarem que você está escondendo qualquer coisa, eles poderiam sim. Nunca vi acontecer até porque eu sempre acho que tentar enganar é pior nessas horas, mas poderiam sim.

    Fico feliz em saber que está gostando das dicas! 🙂

    Abraços,
    Renata

  • Oi Thainá
    Explicamos todas as regras da alfândega no post acima. Espero que te ajude!
    Abs
    Felipe

  • Oi Ana
    Sim. O próprio aplicativo gera a DARF para o pagamento.
    Abs
    Felipe

  • Oi Murilo
    Se você vive no Brasil, precisa declarar.

    Abs
    Felipe

  • Oi Murilo
    Ter tem, mas dai vai do fiscal da receita acreditar ou não.

  • Renata

    Olá Simara, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem! Fico muito feliz em saber que está gostando.

    Amém. Que Ele abençoe a todos nós! 🙂

    Sobre sua dúvida, vende em várias lojas. A Ulta Beauty por exemplo vende mas até em alguns supermercados você encontra. Veja no link abaixo o nosso guia para compra de cosméticos que pode ter algumas lojas interessantes pra você também:http://www.vaipradisney.com/blog/cosmeticos-orlando/

    Abraços,
    Renata

  • Oi Vitor
    Não precisa

  • Renata

    Olá, tudo bem?

    Se ela te mandar pelo correio, você será taxado sim, e num valor ainda maior do que se estivesse trazendo de lá, já que sua quota pelo correio é de apenas 50 dólares.

    Abraços,
    Renata

  • Oi Clareana
    Não é possível.
    Abs
    Felipe

  • Oi Lorena
    Isso é o limite que consta no texto do site da receita federal, para o total da bagagem toda. 10 no total e não por “tipo”.
    Porém, se forem coisas que você leva e traz para o seu próprio uso (sem repetição de itens e tal), não deve ter problema.
    abs
    Felipe

  • Oi Regiane
    Não é mais possível fazer isso. Se ele for o seu único celular, você não será taxada na volta.
    abs
    Felipe

  • Oi Bruna
    Fiquei muito feliz em saber que você está gostando do site e das dicas que escrevemos aqui. Continue com a gente 🙂
    Abs
    Felipe

  • Oi Rafael
    Olhando friamente para o valor do produto e para a lista de produtos isentos, o produto deve sim pagar imposto ($25 dólares). Porém, você sempre pode sempre alegar que precisou desse item para andar de moto nos EUA.
    Boa sorte
    Felipe

  • Oi Renato
    Fazendo a declaração pelo app da Receita que mostrei acima, você gera a DARF pelo próprio celular/tablet e paga pelo bankline ali mesmo. Chegando no aeroporto, é só passar e mostrar os comprovantes. Sem stress.
    Abs
    Felipe

  • Renata

    Olá Bruna, tudo bem?

    Como está explicado em mais detalhes na matéira acima, a alfândega diz que você pode trazer 10 itens de cosméticos entre perfumes, cremes e artigos relacionados então acredito que não tenha problema. 🙂

    Abraços e boa viagem,
    Renata

  • Renata

    Olá,

    A alfândega pode te parar ou não e avaliar se você ultrapassou a sua quota independente da quantidade e do peso de suas malas. Para a companhia aérea, caso você traga mais malas do que o permitido ou acima do peso, precisará pagar uma taxa sim.

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Olá, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem. Na matéria acima você encontra todas as informações sobre as regras do que se deve ou não declarar e o que seria bens pessoais para alfândega. 🙂

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Olá Roberto, tudo bem?

    Com relação a alfândega, até falam de pesar as malas mas ainda não vimos nada disso acontecendo na prática. O ponto é que independente de você ter viajado com uma ou duas malas, se eles acharem que sua mala está cheia de coisa nova, você deve ser taxado pelo valor do que comprou e que julgaram que passou a sua quota e não pelo fato de ter sido uma mala adicional.

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Olá Guilherme, tudo bem?

    Se você comprar um notebook de US$800 dólares as regras se aplicam como explicado na matéria acima na seção “Quanto vou ter que pagar de imposto na alfândega se trouxer mais de $500?”, mesmo se tratando de um produto só.

    Abraços e boa viagem,
    Renata

  • Renata

    Olá Yure, tudo bem?

    Não somos especialistas em questões alfandegárias para compras via correio mas como nesse caso sua taxa é de só 50 dólares, se você comprou um celular provavelmente ele deve estar retido para você pagar a taxa. Verifique junto a agência onde ele está parado.

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Olá Jesse, tudo bem?

    Você pode pagar quando voltar pro Brasil declarando o produto se quiser. Neste caso não sei se o fiscal consideraria o valor de um produto usado, ou se consideraria o valor que você pagou no passado. A partir disso, as regras de aplicação de taxa serão como explicadas na matéria acima.

    Abraços,
    Renata

  • Oi Giullia
    Obrigado pela mensagem e pelo carinho
    Respondendo as suas perguntas:
    1) Não tanta, já que os desktops hoje estão mais compactos.
    2) Se em uma quantidade de uso normal (não uma caixa com 40! hehe), não vejo porque entraria.
    Bjs
    Felipe

  • Oi Denise
    Pode sim e não é necessário declarar, caso ele tenha sido comprado no Brasil. Só procure levar a nota fiscal para caso alguém implique na volta, você consiga provar que ele foi comprado aqui no país.
    Abs
    Felipe

  • Oi Katharine
    Falamos sobre isso no post acima, mas o melhor seria que você declarasse para evitar problemas e ter que pagar multa. O imposto nem seria tão caro assim.
    Dê uma olhada nas regras que escrevi nesse post para entender um pouco mais em detalhe.
    Abs
    Felipe

  • Não é taxado. Pelo menos de acordo com a regra no site da Receita e com o fiscal que me deu uma bronca.

    Abs
    Felipe

  • Oi Erika
    No dólar turismo. Infelizmente 🙁
    Abs
    Felipe

  • Oi Luisa
    Não tem não. Como no caso que contei acima, eu fui fazer algo parecido e levei bronca. Melhor passar no ‘nada a declarar’ diretamente 🙂
    Abs
    Felipe

  • Oi Thiago
    Temos sempre que tomar cuidado no que lemos em grupos no Facebook, pois rola muita informação errada e depois todo mundo vem aqui verificar.
    Se a GoPro for a sua única máquina fotográfica, ela pode ser sim trazida sem entrar na cota, uma vez que hoje em dia qualquer câmera ou celular porcaria filmam também.

    Obrigado pela sugestão 🙂

    Abs
    Felipe

  • Oi Anderson
    Se o fiscal da receita entender que a invoice retrata os brindes, você não terá que pagar imposto, mas isso vai depender da avaliação aduaneira.
    Abs
    Felipe

  • Oi Filóbaby
    Falamos sobre isso no post acima. Espero que te ajude!
    Abs
    Felipe

  • Oi Ricardo
    Não vejo o porque você precisaria declarar isso. Até porque, você pode vir usando estes itens na própria viagem.
    Não se preocupe e bom retorno 🙂
    Felipe

  • Oi Caio
    A dica é você declarar para evitar a cobrança de multa, que é o dobro do que você pagaria de imposto. É mais fácil, rápido e de acordo com a lei.
    Abs e boa viagem
    Felipe

  • Oi Lara
    Se ela for a sua única câmera não entra na cota. Se estiver outras câmeras, sim, entra nos 500 dólares assim como os filmes.
    abs
    Felipe

  • Oi Tião
    Como você tem direito a 1 item de cada produto descrito (relógio, câmera e celular), você pode trazer na caixa e com nota que não terá problema.
    Abs
    Felipe

  • Oi Tassi
    As cotas e regras alfandegárias se aplicam a todos os viajantes que entram no Brasil, para os bens que irão ficar no país, portanto, classificados como importação. Enquanto residente dos EUA, a cota não se aplica para os produtos que você está trazendo e irá levar de volta para os EUA, o que não é o caso dos presentes.
    Abs
    Felipe

  • recostivelle

    Olá Michelly, tudo bem?

    Eles podem abrir a mala sim.

    Abraços,
    Renata

  • recostivelle

    Olá Felipe, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem. Na matéria acima você encontra todas as informações para poder calcular quanto você deverá pagar na alfândega.

    Abraços,
    Renata

  • recostivelle

    Olá Lucas, tudo bem?

    A regra não é extremamente específica nesse caso, ela diz que o uso pessoal é um celular e não um celular de fora do Brasil, entende? Como você estará com dois, corre sim um risco, dependendo da boa (ou má) vontade com que o fiscal vai interpretar o caso.

    Abraços e boa sorte,
    Renata

  • recostivelle

    Olá Anderson tudo bem?

    A quantidade de fiscais pode variar muito e na verdade a quantidade de fiscais presentes não quer dizer que vão parar mais ou menos gente necessariamente.

    Acho que cada caso é um caso, cada um sabe dos valores das suas compras e dos riscos que podem querer ou não correr, por isso nos limitamos a explicar as regras para que você possa avaliar o que prefere fazer no seu caso especificamente, tendo em vista as compras e seu perfil de risco mesmo. Você saberá tomar a decisão para o seu caso bem melhor do que a gente. 🙂

    Abraços e boa viagem,
    Renata

  • Oi Tairone
    Acho que pode sim, já que a cota do Freeshop é independente da cota de importados. E sobre arriscar, não sei se vale a pena ou não, mas vá por sua conta em risco.
    Abs
    Felipe

  • Oi Iara
    Colocamos as regras para a importação de celulares no post acima. Espero que ajude!
    Abs
    Felipe

  • Oi Thiago
    Como disse no post, morando ha mais de 1 ano fora do país, você pode trazer os itens que usava para estudar ou trabalhar. Fora isso, a cota se aplica normalmente.
    Abs
    Felipe

  • Oi Pedro
    Sem dúvida nenhuma. Cito Orlando pois é onde muitas pessoas vão fazer compras, mas já fui parado na alfândega até mesmo voltando de destinos menos “foco” como Madrid e Abu Dhabi.
    Abs
    Felipe

  • Oi Elivelton
    Tudo o que você trouxer dos EUA, comprado lá, pode sim entrar na cota dos 500, respeitando as isenções explicadas no post acima.
    Abs
    Felipe

  • Oi Henrique
    Se você não passar da cota, não será possível, nem necessário declarar.
    Abs
    Felipe

  • Oi Maiara
    Explicamos como funciona a regra dos celulares o texto acima. Espero que te ajude.
    Assim como um tablet, caso ele tenha sido comprado no Brasil.
    Abs
    Felipe

  • Oi Thiago
    O valor do imposto deve ser calculado sobre o valor total da nota, ou seja, incluindo o imposto da flórida.
    abs
    Felipe

  • Oi Ricardo
    Se elas ultrapassarem os 500 dólares, sim, conforme explicamos no post acima.

  • Oi Rafael
    Você ou pode ter que pagar multa, ou ainda ter a bagagem apreendida, já que isso se caracteriza importação sem a documentação apropriada.
    Abs
    Felipe

  • Oi Junyor
    Se o total das compras dela ultrapassar os 500 dólares ela pode sim ter que pagar imposto na alfândega, conforme explicamos acima.
    Abs
    Felipe

  • Oi Douglas
    Conforme explicamos no post o iPhone não entra na cota de $500 dólares.
    Abs
    Felipe

  • Oi Daniel
    Obrigado pela mensagem e pela visita.
    Se o computador foi comprado do Brasil, ele é isento de imposto (na realidade você já pagou bastante imposto embutido no valor que foi pago na loja hehe).
    Para evitar a cobrança, você precisa provar que comprou aqui. Apresentar a nota fiscal é a maneira a prova de desconfianças.
    Abs
    Felipe

  • Oi Emerson
    Você pode tentar passar sem declarar, mas por sua conta em risco. É mais vantajoso você declarar e pagar o imposto devido, do que ser pego e pagar o dobro como multa.
    Abs
    Felipe

  • Oi Fernando
    Infelizmente não consigo te ajudar nessa pergunta. Como você deve imaginar, nós não somos especialistas em importação por isso recomendo consultar alguém com experiência no campo. Se desejar, aqui se encontram todas as regras da alfândega: http://idg.receita.fazenda.gov.br/orientacao/aduaneira/viagens-internacionais/viajantes/viajantes-em-situacoes-especiais
    Abs e boa sorte
    Felipe

  • recostivelle

    Olá Judi, tudo bem?

    Não tem regra até porque vai variar do fiscal em si (e do humor dele naquele dia). Em geral eles são sérios e não são mais ou menos rígidos com quem declara uma coisa. Na minha experiência eles em geral procuram mais quem parece está trazendo coisas pra vender, mas existem casos em que eles foram super criticos com coisas claramente pessoal. A regra é a descrita acima e qualquer coisa fora dela, está sujeita a taxa. Se você vai ser taxada ou não vai depender do fiscal e de sorte (e eu te desejo uma ótima sorte!!! 🙂 ).

    Abraços,
    Renata

  • Oi Cristiane
    As regras variam mesmo de acordo com cada cia aérea. Se não encontrou essa informação no site, recomendo enviar um e-mail ou ligar na AA.
    Abs
    Felipe

  • Oi Adriane
    Se o seu tablet foi comprado no Brasil, é só levar a nota fiscal para não ter que pagar imposto sobre ele. Se foi comprado fora e não declarado anteriormente, pode ter que pagar sim.
    Abs
    Felipe

  • recostivelle

    Olá,

    As regras para entrar com produtos no Brasil são as mesmas descritas acima independente da idade. 🙂

    Abraços,
    Renata

  • Oi Bárbara
    Você pode trazer sim, desde que declare no app que indicamos acima, ou no momento da volta ao Brasil. Veja mais detalhes no site da própria receita: http://idg.receita.fazenda.gov.br/orientacao/aduaneira/viagens-internacionais/viajantes/procedimentos-de-controle-aduaneiro-e-tratamento-tributario-aplicaveis-aos-bens-de-viajante-perguntas-e-respostas
    Abs
    Felipe

  • Oi Raquel
    Entra sim, infelizmente.
    Abs
    Felipe

  • Se for a única câmera fotográfica dela, não. Se tiver outras, sim. Conforme expliquei no post acima.

  • Oi Wellington
    Não me recordo exatamente o tempo limite, mas via de regra você pode pagar o imposto devido no momento da chegada no Brasil. Se não pagar, os produtos ficam retidos por algum tempo até que você volte ao aeroporto para “pagar fiança”.
    O fiscal te informará o tempo máximo.
    Abs
    Felipe

  • Oi Rodrigo
    Roupas e calçados, desde que estejam compatíveis com os destinos e duração da sua viagem, não serão taxados. Perfumes, seguindo a regra do limite numérico também não. E se o PS4 não passar dos 500 dólares, não precisa declarar.
    Abs
    Felipe

  • Oi Nicole
    $500 dólares americanos é um valor de referência, isso significa a importação de 438 euros, 324 libras ou de 500 dólares mesmo (equivalente a ~1420 reais). Fora do Brasil você em geral não compra nada em reais, então não faz sentido converter.
    Abs
    Felipe

  • Oi Carolina
    Há alguns anos esse procedimento foi extinto, pois era erroneamente usado: as pessoas declaravam produtos trazidos em viagens anteriores e a partir dai, tinham sempre a porta aberta para viajar com eles sem pagar o imposto devido. Isso sem falar nas fraudes que existiam naquele papelzinho.
    Hoje você deve comprovar que algo foi comprado no Brasil, para ser isento na hora do retorno da viagem
    Abs
    Felipe

  • Oi Juliana
    Se você está fora do Brasil por menos de 1 ano, pode sim ter que pagar imposto alfandegário em bens que foram adquiridos fora e trazidos ao país, mesmo que seja esse bem um presente.
    Abs
    Felipe

  • Oi Cris
    Eles devem sim ter como saber isso pesquisando em algum sistema, porém o fiscal sempre pergunta o seu destino. Você pode falar Atlanta, dai ele vai te perguntar se só Atlanta ou se você foi pra outro lugar nos EUA. Dai vai de você contar a verdade ou não.
    Os fiscais sabem que voos da Delta vêm sempre de NY, Detroit ou Atlanta, e sendo os dois últimos destinos não muito comuns entre os Brasileiros, já imaginam que viajamos para outros lugares 🙂
    E sobre o peso, eu ainda não os vi fazendo isso.
    Abs
    Felipe

  • Oi Luis
    Obrigado pela mensagem. Expliquei a regra da alfândega em relação a importação de aparelhos de celular, no post acima.
    Espero que ajude 🙂
    Abs
    Felipe

  • Oi Carolina
    Acho que a interpretação nesse caso vai caber ao fiscal da receita, já que nos dias de hoje, qualquer câmera, fotográfica filma e qualquer filmadora, fotografa.
    A GoPro faz os dois, assim como os celulares, e as câmeras digitais comuns.
    Se você não tem como provar que o produto foi comprado no Brasil, ele ainda assim pode ser tributado.
    Abs
    Felipe

  • Oi Antônio
    Obrigado pela mensagem e pela visita.
    Como explicamos no post, é permitido somente 1 celular por pessoa, sendo ele comprado no Brasil ou fora. Qualquer aparelho adicional está sujeito a tributação.
    Abs
    Felipe

  • Oi Ana
    500 dólares é o total que você pode trazer em produtos. Mas como explicamos no post acima, roupas e cosméticos entram com uma contagem diferente.
    Abs
    Felipe

  • Oi Bruno
    Se você provar que pagou menos de $500 dólares usando um documento oficial e legal, não vejo o porque ele tributaria.
    Abs
    Felipe

  • recostivelle

    Olá Camila, tudo bem?

    Que legal que seu tio vai trazer pra você! Na matéria acima você vai encontrar informações de taxas que ele vai ter que pagar (caso declare e caso não declare) para o seu celular e qualquer outro item. 🙂

    Abraços,
    Renata

  • Oi Marcvs
    Se você não tiver uma comprovação que comprou as câmeras no Brasil, pode correr o risco. Mas saiba que sem isso, os fiscais podem alegar que você está passando da cota e quererem te cobrar importo.
    Abs
    Felipe

  • Oi Felipe
    Só o que passar da cota.
    Abs
    Felipe

  • Oi Clayton
    Se a somatória de todas as suas compras não passarem de 500 dólares, você não precisa declarar. Se passar, você remove 1 item de cada produto de uso pessoal (relógio, celular, câmera) e refaz a conta do imposto devido.
    Abs
    Felipe

  • Oi André
    Com 30 camisetas eles podem estranhar. O resto me parece normal. Como na bagagem em geral você não vai estar levando muita coisa de valor, pode ser que nem liguem.
    Já sobre os pesos, acho que a receita ainda não está aplicando isso não.
    Abs
    Felipe

  • Oi Stephanie
    Essas regras todas estão no post acima. Espero que ajude! 🙂
    Abs
    Felipe

  • Oi Viviane
    Se foram comprados no Brasil, é só apresentar as notas que você não será cobrada por isso.
    Já os outros itens, como não passam de 500 dólares, você não precisa declarar. Sobre as roupas, elas são compatíveis com a duração da sua viagem, então é só dizer isso se alguém implicar.
    Boa sorte!
    Felipe

  • Oi Fulvio
    Não sei te informar. Fica a cargo do fiscal da receita.
    Abs
    Felipe

  • Oi Cristiane
    Se não ultrapassar a cota vocês estão livres de impostos.
    Abs
    Felipe

  • recostivelle

    Oi Haidee, tudo bem?

    Infelizmente para a alfândega não faz diferença se foi presente ou você comprou. Por isso, realmente vai de você declarar ou não os computadores mas eles estão sujeitos a taxa sim. =/

    Abraços e boa viagem,
    Renata

  • Se o total das compras dela ultrapassar 500 dólares, sim.

  • Oi Bruna
    Não paga IOF não. E pode pagar com dinheiro ou cartão, sempre no banco Safra, que fica ao lado da área de inspeção alfandegária.
    Abs
    Felipe

  • Oi Clayton
    Obrigado pela visita.
    Infelizmente as cotas não são cumulativas, ou seja, você tem direito a 500 dólares e a sua esposa a 500. Não é possível você passar com 600 e ela com 400, por isso, divida bem as compras nas bagagens de cada um para não correrem o risco.
    Abs
    Felipe

  • Oi Aleiza
    Você pode considerar sim, mas tudo vai depender da avaliação do fiscal da receita. Não posso te afirmar qual é considerada uso pessoal e qual não é.
    abs
    Felipe

  • Oi Gabriel
    Tem razão, existe o limite quantitativo, por isso que eu sempre digo que é importante manter o bom senso. A matéria que eu me referia no entanto é essa outra: http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2012/06/vai-trazer-eletronico-do-exterior-fuja-das-pegadinhas-na-alfandega.html

    Ele fala especificamente dos jogos.

    Abs
    Felipe

  • Oi Newton
    Você não precisa colocar as roupas e acessórios na declaração de bens, mas só pode trazer itens que sejam compatíveis com a duração da sua viagem. Qualquer coisa acima disso, pode cair na “malha” da receita.
    Abs
    Felipe

  • Oi Lara
    Eu não sei ao certo, mas garanto que já fui parado várias vezes estando sozinho e também com grupo maior.
    Abs
    Felipe

  • Oi Matheus
    Ele é feito na hora. O fiscal imprime um “boleto” que pode ser pago na agência do banco safra, que fica ali dentro, com cartão ou com dinheiro.
    Abs
    Felipe

  • Oi Myrna
    Pode sim.
    Abs
    Felipe

  • Oi Monica
    Não pode. Cada pessoa tem 500 dólares de cota para suas próprias compras. A cota não é acumulável.
    Boa viagem!
    Felipe

  • Oi Cristiano
    Pode sim. Sem problemas.

    Abs
    Felipe

  • Oi Well
    Se você comprovar que usava os computadores (ou um deles) para trabalhar/estudar, ele passa a ser isento.
    Abs
    Felipe

  • Oi Gustavo
    A regra é um pouco ambigua e como sempre, depende de avaliação do fiscal da alfândega, mas como afirmou um funcionário da Refeita Federal em entrevista ao G1, desde que seja em quantidade razoável e para o seu próprio uso, os jogos são isentos (por isso, 10 jogos para uma pessoa só pode ser considerado exagero).

  • recostivelle

    Olá Guilherme,

    A regra da alfândega é que cada pessoa pode ter um celular apenas como uso pessoal. Cabe a sua irmã decidir o que fazer com o segundo celular caso não queira ser taxada: deixar la, tentar passar e correr o risco, ou declarar e pagar a taxa.

    Abraços,
    Renata

  • recostivelle

    Olá Kariny, tudo bem?

    Vocês tem direito a um celular cada uma como uso celular, e não um celular importado cada uma. Ou seja, se estiverem com 3 celulares, é possível sim que cobrem alguma taxa.

    Abraços,
    Renata

  • Pode. Apesar de não ser recomendado por conta dos furtos a produtos “mais caros” que começaram a ser mais comuns.

  • Oi Valéria
    Poder você pode, mas é legal também levar algumas roupas, pelo menos para os primeiros dias. E sobre o limite de 10 cosméticos, é o imposto na regra da receita, mas se os produtos forem para você somente, e diferentes entre si, eu não vejo problema.
    Abs
    Felipe

  • Oi Felipe
    Não, um ipod não é um telefone, então ele conta na cota de 500 dólares, se foi comprado no exterior. Se foi comprado no Brasil ele é isento, mas recomendo levar a nota fiscal para provar que você não comprou na viagem.
    Abs
    Felipe

  • Oi Iara
    Eu sempre gosto de achar que o selo da Anatel resolve, mas se você conseguir a nota junto a loja que comprou, seria ainda mais seguro.
    Abs
    Felipe

  • Oi Flavia
    Seguindo a regra, você tem que declarar. Agora se vai ou não, fica a seu critério.

  • Oi Daniel
    É só declara-la pelo app da receita que ensinamos acima, ou no aeroporto na chegada ao brasil.

  • Oi Gilmara
    As regras são:
    Para sair do Brasil – 10 mil reais (em moeda estrangeira) por CPF.
    Para entrar nos EUA – 10 mil dólares por família em dinheiro.
    Abs
    Felipe

  • Oi Gabriella
    Tem sim. Sem problemas

  • Oi Guilherme
    Apesar de não concordar com isso, se na segunda vez você voltar com o videogame da viagem anteior + bens que ultrapassem os 500 dólares, você poderá ter que pagar imposto. Nesse caso, o melhor a fazer é não levar o jogo. A nota fiscal não vai adiantar nada.
    Abs
    Felipe

  • recostivelle

    Olá Elisabete, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem. Conforme fala na matéria acima, cada pessoa tem direito a um smartphone como item pessoal, logo você não estourou sua cota com ele.

    Abraços e boa viagem,
    Renata

  • Oi June
    Como a alfândega não registra a saída de bens, se for parado na volta, pode ter que pagar o imposto devido pela guitarra importada.
    Você pode ter levado 50 guitarras pros EUA, mas de voltar com uma importada, pode ter que pagar o imposto.
    Abs
    Felipe

  • Oi Marina
    Na teoria entram na cota dos $500, mas como sempre, vai depender da avaliação do fiscal da receita.
    Abs
    Felipe

  • Oi Elisabete
    Se levar a nota, não vai ter problema algum.
    Abs
    Felipe

  • Oi Rafaela
    Pode sim. Mas antes, leia as regras sobre a compra de celulares no post acima.

  • recostivelle

    Olá Mariana, tudo bem?

    Você tem direito aos itens listados como pessoais independente do valor, desde que esteja só com uma unidade de cada item. Além disso, não há nenhum impeditivo nas regras da alfândega para que você as caixas caso queira.

    Abraços,
    Renata

  • recostivelle

    Olá Paula, tudo bem?

    Não tem como você fugir da taxa não, infelizmente. De qualquer forma, aproveito para dizer que fiz o Disney ICP foi uma das experiências mais legais que já passei! Espero que aproveite! 🙂

    Abraços,
    Renata

  • Oi Mirela
    Respondendo as suas perguntas:
    1 – Sim, o adicional entra na cota.
    2 – Pode trazer. O problema é trazer vegetais, laticínios, carnes, etc…

    Abs
    Felipe

  • Oi Mirela
    É isso que você entendeu, mas como essa regra é um pouco ‘livre para interpretações’, não acho que os fiscais pegam muito no pé, caso os produtos sejam variados e diferentes entre si.
    Abs
    Felipe

  • Oi Mariana
    Correto. Eles não contam na cota dos 500.
    Pode ir pra nada a declarar e trazer as caixas sem problemas.
    Abs
    Felipe

  • recostivelle

    Olá Thiago, tudo bem?

    Como falamos na matéria acima, a melhor coisa é você não tentar enganar o fiscal falando que é um produto mais barato ou usado se não for. Eles têm como verificar essas coisas. Além disso, mesmo se for usado, se foi comprado fora e não foi declarado, ele pode aplicar a taxa da mesma forma. Então se for pego ou se decidir declarar, minha sugestão é que não tente enganá-los pois isso só vai deixar a galera da alfândega com mais birra e aí que vão implicar com você ou seu amigo mesmo.

    Já sobre a decisão de declarar ou não, acaba sendo uma decisão pessoa sua pois cabe avaliar os riscos envolvidos e ver se acha que vale a pena ou não.

    Abraços,
    Renata

  • Oi Guilherme
    Se o total não passa dos $500, não há necessidade de declarar.
    Abs
    Felipe

  • Oi Vinicius
    As regras para câmeras e celulares também se encontram no post acima.
    Abs
    Felipe

  • Oi Felipe
    Essas informações estão no texto acima. Espero que ajude!

    Abs
    Felipe

  • Oi Hadji
    Não tem que declarar e não há problema nenhum
    Abs
    Felipe

  • Oi Jefferson
    Você pode declarar ainda nos EUA, através do app da receita que indicamos acima. Senão, no desembarque ao chegar no Brasil.
    E não precisa declarar se o total das compras não ultrapassar 500 dólares.

    Abs
    Felipe

  • Oi Filipe
    Cada pessoa tem limite de 500 dólares em compras, e ele não é acumulável. Então se cada pessoa da sua família estiver trazendo uma parte dos seus produtos, desde que esteja limitado a 500 dólares (no total, incluindo as compras delas) você não deve ter o imposto cobrado.
    Abs
    Felipe

  • Oi Eduardo
    Eu nunca fui revistado, mas já me pediram para tirar o casaco uma vez, então se eles quiserem, podem sim pedir para que você mostre os bolsos e tal. E se for pego, vai ter que pagar multa.
    Abs
    Felipe

  • Oi Carol
    Pode sim levar o seu celular e se o iPod (em conjunto com suas outras compras) não passar dos $500 dólares, não há motivo para a alfândega te cobrar imposto.
    Abs
    Felipe

  • Oi Bruna
    Falamos sobre isso no texto desse post.
    Abs
    Felipe

  • A fila de “bens a declarar” é para quem está trazendo mais do que $500 dólares em bens dos EUA e quer legalizar a importação.

  • Oi Jéssica
    Que bom que gostou das dicas.
    É sempre 6,5% em todas as compras.
    abs
    Felipe

  • Oi Liliane
    Eles vêm divulgando isso desde o ano passado, mas desde então, nunca me pareceram estar controlando os pesos das minhas malas nas minhas últimas viagens ao exterior.

    Abs e obrigado pelo carinho!
    Felipe

  • Oi Felipe
    Depende muito do total do valor das suas compras. Se o videogame + jogos + periféricos passarem de 500 dólares, pode ser sim que você tenha que pagar imposto. Mas como sempre, vai depender da avaliação do fiscal. Se você trouxer 3 ou 4 jogos, não vejo o porque ele iria cobrar imposto, mas ultimamente, soube até de fiscal querendo cobrar o valor de uma calcinha, então, nada mais me surpreende.
    Já a declaração na entrada, se dá no formulário de imigração que é entregue dentro do avião.
    Abs
    Felipe

  • Se for seu único celular, pode vir com caixa e tudo que não tem problema.
    Abs
    Felipe

  • Oi Marcelo
    Obrigado pela visita e pela mensagem.
    A receita não permite mais a declaração antes da viagem, mas se você levar as notinhas, consegue sem problema comprovar a compra no Brasil e não terá problema nenhum na volta.
    Fique tranquilo.
    Abs
    Felipe

  • Oi Tania
    Eu já entrei na fila de ‘bens a declarar’ para declarar uma câmera fotográfica, que faz parte da lista de itens de uso pessoal. Não só me mandaram voltar e entra na fila de ‘nada a declarar’ como levei uma bronca por não saber da regra.
    Abs
    Felipe

  • Oi Marcello
    Cada pessoa tem esse limite, mas ele é individual e não cumulativo, então no seu exemplo, não é possível trazer um produto e isenta-lo do imposto somando-se as cotas.
    Abs
    Felipe

  • Oi Gabrielle
    Obrigado pela visita e pela mensagem.
    Se no ‘conjunto da obra’ as compras totalizarem mais do que 500 dólares você pode ter que pagar imposto sim. Mas como sempre, acaba ficando um pouco a cargo do fiscal da receita. A Re já trouxe muita coisa, foi parada e eles resolveram não cobrar nada.
    Abs e boa sorte
    Felipe

  • Oi Davi
    Até onde eu sei (e não sou um tributarista) essa regra dos 6 meses não é verdade não. Pode até ser que alguns fiscais a utilizem pra separar o que vão ou não cobrar, mas via de regra o que foi importado ilegalmente (sem pagamento de imposto), hoje ou no passado, deve ser regularizado. Aqui mesmo nos comentários desses post alguns visitantes nos relataram ter produtos antigos cobrados pelos fiscais da alfândega.
    Sobre a TV, melhor perguntar pra empresa aérea pois cada uma tem políticas e preços diferentes.
    Abs
    Felipe

  • Oi Brenda
    Vai ser cobrada na cota sim. A cota não é por quem pagou e sim por cada pessoa que está trazendo “a encomenda”.
    Abs
    Felipe

  • Oi Geyzza
    Pode sim. Se você der uma explorada pelo site, vai ver que a Re e eu sempre trazemos. Existem restrições como produtos de origem animal (carnes, queijos…) e vegetais (frutas, verduras…). Mas nos industrializados você tá tranquila.
    Abs
    Felipe

  • Oi Alana
    O iPhone é isento de imposto, mas o MacBook não. Você pode declarar e pagar o imposto devido ou optar por não declarar e correr o risco de ter que pagar a multa, que é o dobro do imposto devido.
    Abs
    Felipe

  • Oi Maria
    Não precisa declarar não. É só passar na fila de nada a declarar.
    Abs
    Felipe

  • Oi Thiago
    Um é isento e o outro entra na cota.

    Abs
    Felipe

  • Oi Julia
    A câmera é isenta de imposto, então ela não conta na cota dos 500.
    Se o iPad custar 500 ou menos, você não paga nada. Se custar a mais, paga somente o imposto no excedente, conforme explicamos acima.
    Abs
    Felipe

  • Oi Arthur
    Terá sim. Os acessórios podem entrar na conta, mas em geral, passam batido.
    Abs
    Felipe

  • Oi Guilherme
    Ele pode ser “pego” sim, mas não acho que o fiscal vai se importar muito com o fone.
    E o imposto será calculado sobre tudo o que somar acima de 500. O pagamento não pode ser feito com VTM/Cashpassport (a maioria deles só podem ser usados no exterior).
    Abs
    Felipe

  • Oi João
    Se for parado para inspeção, todas as malas, bolsas e mochilas entram no raio x.
    abs
    Felipe

  • Oi Vinicius
    Eles não necessariamente vão “confiscar”, mas podem te comprar imposto pelo segundo aparelho.
    Abs
    Felipe

  • Oi Manoela
    O ideal é deixar os alimentos aqui no Brasil. Você até pode levar, mas seguindo a regra da imigração americana (na verdade dos departamentos de segurança agrícola e de saúde), você deve declarar o que está levando, sob a pena de uma multa de até 10 mil dólares se for pega sem declarar.

    Abs
    Felipe

  • Oi Isabela
    A inspeção alfandegária não tem restrição de idade, nem para o bem nem para o mau.

    Abs
    Felipe

  • Oi Ronaldo,
    Desde que eles sejam para você (e não para revender aqui), você não deve encontrar problemas. Mas como sempre, vai depender da avaliação do fiscal caso ele desconfie de algo.

    Abs
    Felipe

  • Oi Katia
    Pode sim, desde que cada um viaje com as suas próprias roupas em sua própria bagagem. Sobre cosméticos, você encontra acima.

    Abs
    Felipe

  • Oi Nicolas
    Todas as suas perguntas foram respondidas no post acima. Nada além de 1 celular, 1 relógio e 1 câmera fotográfica é isento.

    Abs
    Felipe

  • Oi Vitor
    Como dissemos no post acima, todas as malas, mochilas, bolsas passam pelo raio-x se você for selecionado para inspeção. Não adianta tentar enganar.
    Eu acho que tudo bem despacha-la na mala, pois não é arma de fogo, mas o melhor é confirmar com a cia aérea.

    Abs
    Felipe

  • Oi Lucas
    Em teoria sim, mas como você já antecipou, eles podem sim parar grupos e família inteiras para fazer a pesquisa. Além disso, se um equipamento de computador estiver em uma mala de uma criança por exemplo, está claro que não é pra ela e portanto, é passível de imposto.
    Abs
    Felipe

  • Oi João
    Primeiramente, sinto muito pela sua avó.
    Eu acho que você mostrando a passagem, pode alegar que mora nos EUA e portanto não é residente do Brasil, ficando assim, livre do imposto.

    Abs
    Felipe

  • Oi Rafael
    Você não vai conseguir declarar, pois é o seu celular e portanto, incluído na sua “bagagem pessoal”.
    Se for trazer mais celulares da viagem, terá que declarar os novos, não o seu atual.

  • Oi Arthur
    Não é proibida, mas como é um alimento, vocês vão ter que declarar na alfândega ao entrar no país e passar pela inspeção. Não fazer isso pode causar uma multa de até 10 mil dólares se vocês forem pegos.
    Agora, se quiser evitar a complicação, fique tranquilo pois existem centenas de marcas de café solúvel nos EUA, inclusive a nossa conhecida Nescafé.

    Abs
    Felipe

  • Oi Pablo
    A regra para quem mora fora do Brasil por mais de um ano, está no post acima. A principio, você não terá que pagar imposto.
    Abs
    Felipe

  • Oi Ricardo
    Ficamos muito felizes que as dicas e os roteiros tenham sido úteis na sua viagem.
    A Re e eu temos planos de fazer tudo isso, mas como o blog não é o nossa profissão integral, as coisas demoram um pouco pra sair. Mas quem sabe no ano que vem? hehe
    Mais uma vez, obrigado pela mensagem!
    Abs
    Felipe

  • Oi
    Como dissemos no post acima, roupas e calçados, se compatíveis com o tempo da viagem (no seu caso 2 anos é bastante tempo), não entram na cota. São isentos.
    Todos os outros produtos, fazem parte da cota.

  • Poder você pode, mas se a fiscalização pegar, você pode ter que pagar imposto também.

  • Oi Tatiana
    Pode declarar pelo app da Receita, como ensinamos no post acima 🙂
    Senão, entre na fila mesmo.

    Abs
    Felipe

  • Oi Felipe
    Boa pergunta. Não acho que a Receita já tenha se preparado para os smartwatches, então para todos os efeitos é um relógio. Sendo em uma unidade, está isento.
    Abs
    Felipe

  • Oi Wesley
    No seu lugar eu declararia tudo e pagaria o imposto de acordo com o excedente aos 500 dólares.

  • Oi Marcelo
    Obrigado pela visita e pela mensagem.
    Poder você sempre pode.
    O que vai determinar se você vai ter imposto cobrado ou não é a quantidade. Se ela for compatível com a duração da sua viagem e for comprovadamente para você, não terá problemas.
    E conheço pessoas que tiveram que pagar por roupas e acessórios que não eram delas. Por exemplo, uma amiga que trouxe um tenis para o namorado.
    Abs
    Felipe

  • Oi Moises
    Como é roupa e é para você, o meu entendimento é que é isenta.

    Abs
    Felipe

  • Oi Amanda
    Pode sim e não precisa fazer nada de diferente. Se na volta eles te perguntarem onde você comprou o iPad, você terá a NF para provar.

    Abs
    Felipe

  • Eles entram nos $500 dólares sim Gabriela

  • Oi Isabela
    Os produtos que você traz, vendo na mão, na bolsa, na mochila ou na própria mala, são todos parte da cota de $500 da alfândega. Se for selecionada para a fiscalização ou decidir declarar, vai ter que passar todos os seus pertences pelo raio X.

    Abs
    Felipe

  • Tem a isenção sim Elaine.

    Abs
    Felipe

  • Oi Ricardo
    Os games não são contabilizados desde que estejam em uma quantidade razoável e compatível com a viagem, como foi exemplificado um auditor da Receita Federal, em entrevista ao portal G1 (veja aqui a íntegra: http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2012/06/vai-trazer-eletronico-do-exterior-fuja-das-pegadinhas-na-alfandega.html).

    Abs
    Felipe

  • recostivelle

    Olá Elaine, tudo bem?

    Sobre sua dúvida, se você tem como provar sua permanência nos EUA por esse período, você não terá problema em trazer suas coisas para o Brasil, como fala na matéria acima. Basta ter a comprovação.

    Sobre o seu ponto da assistência, não entendi se é uma dúvida. rs. De qualquer forma, a política nesse caso precisa ser verificada com a sua companhia aérea.

    Abraços,
    Renata

  • Gustavo

    Bom dia Felipe, eu talvez vá para os EUA e queria trazer uma estátua de lá que custa uns 400 dólares. O problema é que ela me uns 60 cm e a caixa é enorme, será que passa normalmente pela alfândega? Levando nota fiscal e tal. Obrigado

    • Oi Gustavo
      O menor dos problemas é a alfândega e sim o transporte até aqui.
      Em relação a cota, está dentro, então fique tranquilo.

      Abs
      Felipe

  • Matheus Quaresma

    Olá. Com o lançamento do Iphone 6 nos EUA, fiquei interessado em comprar, por intermédio de um amigo que mora no estado do Oregon(o qual não inclui a taxa do ato da compra), porém, ele não está com data prevista para voltar ao Brasil e nem eu aos EUA. Tenho alguma opção para que não pare na alfândega?

  • emerson

    coisas de banheiro como pia, torneira, chuveiro eh isento ou nao?

    • Acredito que não é isento, pois não exceção especificada.

  • Raphael

    Olá tenho um iPad 1 bem velhinho … Q será essencial para a viagem com a minha bebe… Corro o risco dele entrar na cota qdo eu voltar?? Nao consigo declarar a saída dele??

    • Oi Raphael
      Você não consegue declara-lo na saída, mas por ser um modelo já não comercializado há muito tempo, acredito que não haverá problema.
      Mas se tiver um documento (nota fiscal por exemplo) que comprove que ele foi comprado no Brasil, melhor levar junto.

  • Cristiane

    Olá. Meu esposo está vindo amanha de Miami com o enxoval de nossa filha. Só tem roupas, brinquedinhos, material de higiene e bebê conforto. A baba eletrônica é bem simples. O que vc aconselha fazer? Estou com a nota do carrinho e bebê conforto. Vale a pena declarar somente esses itens e passar?
    Obrigada.

    • Olá Cristiane, tudo bem?

      Acho que a esta altura o seu marido já deve ter passado pela alfândega, né? De qualquer forma, nós não damos nenhum conselho do que delcarar ou não. As regras estão aí em cima mas a decisão do que fazer e os riscos a se tomar acaba sendo muito pessoal e por isso preferimos nos abster.

      Abraços,
      Renata

  • Luciana

    Quero trazer um iphone e um notebook. Quero declarar a entrada do iphone mesmo sendo uso pessoal. Nesse caso como vou declarar o notebook o valor do iphone também entraria na cota mesmo sendo de uso pessoal, só por eu estar declarando?

    • Sim Luciana
      Ao declarar um bem, você vai ter que passar pela fiscalização de toda a sua bagagem.

  • Kamila

    Olá! Se eu estiver trazendo 9 iPhones 6 sem nota fiscal, 26 produtos iguais que custaram menos de 10 dólares e vários objetos para meu trabalho como ficaria o cálculo do imposto?

    • Olá Kamila, tudo bem?

      O cálculo do imposto é feito conforme detalhado na matéria acima.

      Abraços,
      Renata

  • Carina

    Olá,
    Parabéns pelo blog, achei super útil!
    Fiquei com uma dúvida, vou para Orlando em Maio e gostaria de levar meu tablet para usá-lo caso precise por motivos de trabalho, pois é mais fácil trabalhar nele do que no celular. Para que na volta eu não sofra nenhuma tributação sobre ele devo levar a nota fiscal ou declarar que estou levando-o no início da viagem?
    Obrigada.
    Carina

    • Oi Carina
      Não existe mais a declaração prévia, então o melhor jeito para evitar a cobrança é levando a nota fical.

      Abs
      Felipe

  • Fernando Saeta

    tenho uma duvida, posso passar pela alfandega com arminhas de airsoft?

    • Oi Fernando
      Não sou especialista, mas se te deixarem embarcar com elas no avião, não sei se a alfândega vai implicar.

  • fabricio

    Olá
    Estou trazendo mais de 10itens de comestíveis além de bobeiras como chocolates , manteiga de amendoim , doces e brinquedos para is meus filhos.

    Minhas duvidas:

    Comida industrializada entra?
    Levar mais de 10 itens de cosméticos entra tb? Como declarar neste caso? Pois tem itens pequenos e outros grandes.

    Estou sozinho e com duas malas grandes será que estou propenso a fiscalização?

    Obrigado

    • Oi Fabricio
      Até onde eu sei, o problema dos alimentos são os produtos que possam trazer pestes e doenças para o país, como laticínios, carnes, sementes, verduras e legumes frescos. Não vejo problema nos industrializados e sempre que trago nunca implicaram com isso.
      Sobre os cosméticos, se eles forem para você e estiverem em uma quantidade razoável (se forem 10 cosméticos diferentes por exemplo) não há problema algum.

      Abs
      Felipe

  • Cleidson

    Felipe você esta de parabéns cara pela dicas, muita gente ainda vai viajar para o exterior pela primeira vez e se encontrar esse blog aqui ta feito. Eu fiquei com uma duvida, se eu for para o exterior e levar meu tablet na volta eu pago imposto? isso vale para tudo se eu levar notebook daqui na volta eu pago imposto? se eu sair do brasil com tablet e notebook comprados aqui e levar as notas fiscais e na volta eu voltar por exemplo com 2 tablets e 2 notebooks sendo que 1 tablet e 1 notebook eu comprei aqui e levarei a nota e o outro tablet e o outro notebook eu não gastei 500 dólares eu serei taxado?

    • Oi Cleidson
      Obrigado pela mensagem
      Se o seu tablet e notebook foram comprados aqui no Brasil não tem problema nenhum. Eles são isentos de imposto na volta e pra garantir isso, seria bom você levar a nota fiscal dos produtos.
      Abs
      Felipe

  • Michel

    Olá, estou indo para Alemanha em janeiro, ficarei 16 dias lá. Pretendo comprar um iPhone 6 Plus, e um MacBook, sera que os dois passam tranquilo na alfandega como uso pessoal ? grato.

    • Oi Michel
      Como dissemos acima, o iPhone pode ser considerado uso pessoal se for o seu único aparelho, já o MacBook pode ter que pagar imposto.

      Abs
      Felipe

  • marcos

    Boa noite Felipe, estou indo para orlando e vou ficar 10 dias, trarei 6 perfumes diferentes e um notebook de 220 dolares, vc acha que o tenis e os perfumes podem ser tributados?

    • Oi Marcos
      Se forem todos para você, não vejo o porque. Mas como sempre, vai depender da analise do fiscal.

      Abs
      Felipe

  • Narciso pazinatto

    Vou viajar para Miami levando meu iPad mini ,não tenho a nota filial, não pretendo comprar nada de eletrônico ,posso levá-lo ,sem problema na volta ,como devo proceder? Grato. Seu blog e ótimo parabens

    • Oi Nasciso
      Se o iPad foi comprado no exterior, nunca foi declarado e tem valor acima de $500 dólares, você pode ter que pagar imposto.
      Se o valor for menor, passa sem declarar.

      Abs
      Felipe

  • Maylon

    Olá, a pessoa tamdém passa pelo raio x? Ou somente a mala? Se eu desembarcar com 2 iPhones no bolso da calça tem risco? Obrigado

    • Oi Maylon
      A princípio somente as malas, mas eles podem solicitar revista pessoal também.
      Já vi acontecer.

  • Thales Guill

    Bom dia! muito bom o texto, parabéns!

    Uma amiga vai para Orlando fazer intercambio por 1 mês, e topou trazer para mim um vaporizador de bolso (caso nao saiba, é um aparelho que vaporiza ervas, sem a combustão, deixando as mesmas apenas desidratadas), não vai passar dos U$ 500, porem gostaria de saber como é a melhor maneira de evitar a revista (já que eles podem ficar questionando pra que serve o aparelho e tal, e cigarros eletrônicos são proibidos no Brasil, apesar de que não é um cigarro eletrônico, nao usa as substancias potencialmente cancerígenas e tal, apenas ervas in natura…mas vai explicar isso pro cara né haha), colocar o vaporizador na mochila de mão ou na bagagem pesada que vai na carga mesmo?

    Obrigado!!

    • Olá Thales, tudo bem?

      Que bom que gostou do texto. 🙂

      Sobre sua dúvida, não somos especialistas da alfândega para poder determinar cada caso específico como este, mas se a legalidade do uso pode ser questionada, acredito que sua amiga possa ter problemas sim. Sobre a revista, é muito complicado falar em evitar, depende muito de sorte. Tem dia que só gente com mala gigante é revistado, tem dias que TODOS são revistados, e tem dia que as pessoas com malas enormes passam numa boa e outras com malas pequenas são revistadas. Enfim, não há uma regra.

      Abraços,
      Renata

  • Lucas

    Olá, tenho interesse de trazer uma guitarra dos Estados Unidos no valor de U$1400,00. Pretendo declarar o produto, então posso trazer os outros U$500,00? Assim a guitarra, como estaria declarada, não entraria dentro da cota?

    • Oi Lucas
      Na realidade, o valor devido vai ser somado. Se você trouxer $500 dólares em compras + a guitarra de $1400, vai pagar o imposto sobre os $1400.
      Se trouxer somente a guitarra, iria pagar o imposto sobre $900 dólares, que é o excedente.

      Abs
      Felipe

  • Elze

    Bom dia, Felipe !
    Se eu viajar sem meu notebook e comprar um na viagem; e trazer fora da caixa normal como sendo de uso pessoal, passa sem pagar imposto ?
    Obrigado.

    • Oi Elze
      Se custar mais de $500 dólares, pode ter que pagar imposto como explicamos acima.

      Abs
      Felipe

  • Marcia Deus

    olá, Parabéns pelo Blog. Será que consigo trazer uma TV de tamanho 60? Pretendo pagar o imposto. Mas e o transporte será chega inteiro? Alguem que participa do blog já teve alguma experiência nesse sentido?

    • Oi Marcia
      Consegue sim, mas deve consultar a sua cia aérea sobre os custos, transporte e seguro (afinal é um item delicado).
      Deixo aqui o espaço para quem já trouxe, comentar e nos informar mais sobre.

      Abs
      Felipe

  • Larisa

    Eu tenho o hábito de abrir a mala logo depois q retiro ela da esteira, mas eu abro a mala para verificar se tá tudo lá dentro pq o momento de reclamar a falta de alguma coisa é esse, certo? Ah, o blog é excelente! Obrigada… =]

    • Oi Larisa
      É uma prática interessante mesmo. Já me aconteceu de chegar em casa e a mala estar toda mexida.
      Abs
      Felipe

  • Renan Augusto Rosa

    Bom dia!
    Tive uma dúvida e andei procurando mais acabei não encontrando a resposta…

    Supondo que, estou levando uma câmera do Brasil, e durante a viagem em Orlando acabo comprando uma outra Câmera, mas ela não passa da cota de 500 dólares, na volta eu tenho 02 câmeras, uma posso falar que é de uso pessoal; Mesmo que a outra não passe de 500 dólares eu preciso declarar?

    Muito bom o blog de vocês,
    Desde ja agradeço a atenção.

    • Oi Renan
      Se a outra não passar dos $500, não é necessário declarar.

      Abs
      Felipe

  • Marcelo

    Ola Casal, estarei viajando dia 29 deste mes para Orlando, ficarei 6 dias.

    Minha duvida é a seguinte: Irei trazer um Ps4 que vai custar uns 450 dolares que entra na cota… porem quero trazer umas roupas, uns 3 relogios na walmart que custa uns 12 dolares, creme da victoria secrets, alem de alguns brinquedos para minha filha…. é possivel pagar impostos dos demais itens ? Ou conseguirei passar tranquilamente ?

    • Oi Marcelo
      Eu acredito que você passa tranquilamente, mas esteja de posse das notinhas para comprovar os valores se for parado na alfândega.

      Abs
      Felipe

  • Anne Caroline

    Oi Boa tarde;
    Me tira uma duvida, vou comprar em Los Angeles 2 Iphones, se eu for parada pelo fiscal ele vai me cobrar o imposto pelos dois ou somente de um? ele vai considerar que tenho direito a 1 aparelho ou por não ter declarado vai me cobrar os dois?

  • Roberta Meneses

    Oi, Renata.

    Me ajuda, por favor!!!

    Ano passado eu trouxe de Orlando um iPad mini que custou U$ 429 e portanto não foi declarado… Nesta semana vou novamente pra terra da magia e Caso eu leve esse iPad, mesmo levando a nota fiscal, o valor será somado na minha cota?

    Corto o risco de ser tributada, mesmo tendo comprado ele em outra viagem??

    Obrigada e bjssss

    Roberta.

    • Oi Roberta
      Você corre o risco de ser tributada sim, já que não declarou da primeira vez.

      Bjs e boa viagem
      Felipe

      • Francisco

        Felipe, vc disse no post que o fiscal te deu bronca porque vc não precisava declarar a câmera. Mas se vc tivesse declarado ela, mesmo que não tivesse que pagar imposto, vc teria a prova da entrada do mesmo nomeais e ela estaria isenta nas próximas viagens.

        • Oi Francisco.
          Foi isso que eu achei e fui tentar fazer, mas ele não me deixou declarar. Mandou eu dar uma volta e passar na fila de nada a declarar.
          Como não existia o aplicativo da Receita naquela época, acabei nunca declarando.

          Abs
          Felipe

      • Caro Felipe.

        Essa dúvida é a mesma que a minha, afinal, trata-se de aparelho isento de tributação por estar abaixo da cota de USD 500. Isso antes se resolvia fazendo a declaração ANTES da viagem mas não existe mais esta opção.

        Exemplo: Compro um tablet de USD 400 nos EUA, volto sem declarar (afinal está abaixo dos 500 USD da cota e é isento de tributação). Realizo nova viagem, portando o tablet. Como provar que eu já saí do BR com ele, evitando cobrança da cota? Pensaria em levar cópia da Nota Fiscal e da passagem e demonstrar que já havia saído do Brasil com ele.

        Estaria certo? Abraço!

        • Oi Lucas
          Você está certo, mas é importante considerar que a cota de $500 dólares, não é considerada individualmente para cada produto, e sim no conjunto da bagagem. Então se você trouxer um tablet de $400 dólares e mais um laptop de $350 dólares, individualmente você não precisaria declarar, mas trazendo os dois juntos, o imposto é devido.

          Abs
          Felipe

  • Caros,
    Primeiramente parabéns pelo Blog!
    Em fevereiro, irei para Orlando e a minha esposa pretende comprar um iPhone 6 para uso particular, mas terá que levar o iPhone 4S do trabalho dela.
    – É permitido pela alfândega que ela retorne com um iPhone (novo) particular, sendo que ela também estará com o do trabalho?

    Desde já agradeço!
    Abs,
    Marcus Siciliano

    • Caros,
      Primeiramente parabéns pelo Blog!
      Em fevereiro, irei para Orlando e a minha esposa pretende comprar um iPhone 6 para uso particular, mas terá que levar o iPhone 4S do trabalho dela.
      – É permitido pela alfândega que ela retorne com um iPhone (novo) particular, sendo que ela também estará com o do trabalho?

      Desde já agradeço!
      Abs,
      Marcus Siciliano

    • Oi Marcus
      Não é permitido de acordo com o texto da receita, mas ela pode fazer isso e tentar argumentar no momento do retorno ao país.

      Abs
      Felipe

  • lulu

    Moro nos eua a mais de 1 ano e tenho 2 notebooks (o velho comprado no brasil com nota fiscal e o novo comprado nos eua com nota mas custou mais de 500 dolares). Uso ambos para o exercicio da profissao. Serei taxada no novo? Ou por ser residente eles nao taxam?

    • Oi Lulu
      O brasileiro não será taxado e para evitar cobrança no americano, você pode provar que vive fora do país por mais de um ano.
      Falamos sobre isso no texto acima.

  • karina

    Fiquei com uma dúvida referente ao processo..
    E se eu tiver comprado meu vestido de noiva no Brasil, e quiset levar ele oara tirar as fotos na minha viagem de lua de mel? Na volta, vou pagar imposto???
    Como faço para declarar que estou levando o produto comigo?

    • Oi Karina
      Não paga imposto não. Mas para garantir, leve a nota fiscal da compra do vestido.

      Abs
      Felipe

  • Rick Cuper

    Olá!
    Adorei o conteúdo do blog.
    Tenho duas dúvidas básicas, mas que, por mais, que eu tenha procurado as respostas no site da receita federal, ainda não consegui sana-las com certeza, seria grato se alguém pode-se responde-las.
    Existe valor máximo total de compras no exterior?
    Existe limite de itens nas compras no exterior?
    Gostaria de comprar alguns equipamentos fotográficos – camera, lente, filtros – para uso na viagem e aproveitar o preço, porém essa dúvidas estão atrapalhando meu planejamento.
    Abraço

    • Oi Rick
      Obrigado pela visita. Respondendo as suas perguntas:
      Não existe valor ou volume máximo de compras no exterior, mas você não pode trazer mais do que $500 dólares em produtos do exterior, sem pagar imposto de importação.

      Abs
      Felipe

  • Jaqueline Nicolau

    Olá, tenho Uma dúvida, mesmo se não passar dos 500 dólares eu preciso declarar meus bens ?

  • Katharina

    Olá, meu pai está vindo do Japão (ficará apenas um mês)com 2 iphones 6, um mini iPad e um iPad normal. Ele pretende declarar apenas um IPhone6 excedente e um iPad. Mas a nota apresentada estão todos os aparelhos( foram todos comprados no mesmo dia na loja Apple), no caso do iPad pode ser declarado o de menor valor e os demais dizer que estão dentro da regra de UMA quantidade?

    • Ele pode optar por não apresentar a nota.

      Abs
      Felipe

  • Felipe Martins

    Excelente matéria!!
    Mas tenho uma dúvida, se na volta eu resolver encher minha mala de eletrônicos caros sem declarar e arriscando. Caso eu não seja escolhido pela alfândega, eles conseguem detectar isso por meio de raio x ou algo do gênero?

    • Olá Felipe,

      Se eles passarem no raio-x sim, se não, você pode passar batido por eles. Tem dias que eles fazem todo mundo passar pelo raio x e tem dia que selecionam algumas pessoas para isso. Ou seja, no fim do dia depende de sorte.

      Abraços,
      Renata

  • Paola

    oi, queria saber sobre tax free. vou muito a Houston e la sempre consigo retorno das taxas. Onde consigo fazer isso em orlando? tem algum lugar que nao seja o aeroporto? normalmente os outlets tem os quiosques do tax free.. mas nao encontrei nada no site do de Orlando. Obrigada!

    • Oi Paola
      Desconheço o reembolso das taxas nos EUA. O que acontece nos outros países é o reembolso da taxa federal, o conhecido VAT, imposto que não existe nos EUA. Por lá, cada estado é responsável por recolher os impostos dos produtos (no fim da compra) o que não pode ser reembolsado.
      Não conheço o que você faz em Houston, mas sem dúvida em Orlando você não encontrará nenhum balcão de tax free.
      Essas informações de de acordo com o próprio site do aeroporto de Orlando (veja aqui).

      Abs
      Felipe

  • Marcia

    Eu vi que alguém fez um comentário sobre uma dúvida que tb é uma das minha e estava aguardando a resposta de vcs, pra não ficar perguntando coisa repetida, mas como não vi a resposta resolvi perguntar? Existe uma forma segura de que suas bagagens não seja roubada? E quem viaja de classe executiva, corre menos risco? Obrigada.

    • Oi Marcia

      Em geral o que nunca se deve fazer é despachar itens valiosos: laptops, cameras, tabelts, video games, joias. Conheco muita gente que foi roubada com isso e como em geral são itens mais leves, podem ser levados na mala de mão.
      De resto, como roupas, calcados e até mesmo comidas, podem ser despachados sem problemas na mala.

      Vou preparar um post sobre isso, já que viajo muito e tenho várias dicas sobre como eu arrumo a minha mala.

      Sobre essa história da executiva, não sei se é verdade não. Acho que não é.

      Abs
      Felipe

  • Gabriel

    Oi Renata e Felipe!! Vocês me ajudam muito com isso, não têm noção. Todos os posts são muito úteis ainda mais agora que vai chegando a viagem e vai dando um frio na barriga.
    Tem uma coisa que eu não entendi muito bem. Se minhas compras estão dentro da cota, eu posso ficar sem declarar declarar nada que vai ficar tudo bem? Ou eu tenho ainda sim que declarar?
    Outra coisa. Se um telescópio couber dentro da bagagem de mão, posso levar, para evitar danos?
    Obrigado.

    • Olá Gabriel, tudo bem?

      Fico muito feliz em saber que as dicas estão te ajudando. Esse frio na barriga próximo a viagem é normal, mas vai dar tudo certo.

      Sobre sua dúvida, se suas compras ficam dentro da cota, você não precisa declarar. Além disso, desde que respeite as dimensões de uma bagagem de mão, seu telescópio pode ir com você sim. Até melhor por ser algo frágil né?

      Abraços,
      Renata

  • Ola. sou designer e trabalho com notebook e câmera! gostaria de saber, se eu já possuo um macbook e uma canon 5D, mas não levar eles comigo, posso comprar um modelo igual aos que eu tenho e declarar que sãos de uso particular?

    • Oi Fernando
      Poder você pode, mas isso não te isenta de imposto, conforme detalhamos no post.

      Abs
      Felipe

  • Gabriel

    Muito obrigado me ajudaram muito, esclareceram bastante dúvidas minhas.

  • Martins

    Olá,
    Gostaria de saber se é possível pagar o darf do imposto se eu cair na alfândega do aeroporto de guarulhos através de cartão de débito? Quais as formas de pagamento deste imposto caso eu caia na malha da alfândega??

    • Oi Martins
      É possível sim. Da última vez que me contaram o pagamento foi feito no débito, no crédito ou em dinheiro (existe um caixa eletrônico próximo para saques).
      Isso pode mudar, mas está há tantos anos assim que deve ser igual quando você for.

      Abs
      Felipe

  • Roberta Meneses

    Olá casal lindo!!!

    Daqui a 02 semanas estarei novamente na Terra da Magia:):) com direito a festa de natal do Mickey!!!!

    Bom, a minha dúvida é a seguinte: no ano passado trouxe de Orlando um iPad mini que custou U$ 429 e portanto não foi declarado… Este ano pretendo levá-lo e junto com ele a nota fiscal… Será que corro o risco de ser tributada, mesmo apresentando a nota de compra com data do ano passado? Ou acham melhor nao levar o iPad?

    Bjssss e obrigada mais uma vez!!!!

    Roberta Meneses

    • Oi Roberta
      Já está chegando 🙂 que legal!
      Você corre o risco sim, pois a nota fiscal apresentada será de uma compra feita nos EUA, e portando, não houve o recolhimento de imposto.
      Então se você for fazer bastante compra nessa viagem, recomendo deixar o iPad por aqui. Se não for, vá tranquila pois ele custou menos do que $500.

      Bjs e boa viagem!
      Felipe

  • Agnes

    Ola Felipe e Renata!
    Quantos óculos de sol, posso trazer para não entrar na cota de 500 dolares!

    • Oi Agnes
      Tudo bem?

      Você pode trazer o compatível com a sua viagem: se for viajar uma semana e voltar com 7 óculos, o fiscal pode decidir te taxar.

      Abs
      Felipe

  • Vilomar Santos

    Qual a cotação que a Alfândega usa para converter os R$ 10.000,00 permitidos para saída do país portando dólares em espécie?

    • Oi Vilomar
      Provavelmente o dólar turismo definido pelo BACEN.

      Abs
      Felipe

  • Arthur Jr

    Boa noite! Seguinte vou a Orlando e Miami e comprei minha passagem pelo Smiles na parceria com a Aerolineas Argentinas (Via Buenos Aires). Um dos passageiros teve que comprar separado o voo MIA-EZE, ou seja, ele chega em Buenos Aires como destino final, apesar da conexão via GOL. Minha pergunta: o que esperar da alfândega de Buenos Aires, tanto para os que só estão em conexão e os que terão EZE como destino final? Vcs já viram se há problemas com isso? Grato, Arthur.

    • Oi Arthur
      Essa pergunta eu não vou saber te responder com exatidão, o melhor era ligar pra GOL e perguntar, mas talvez por ele não sair do aeroporto, ele não tenha que completar alfândega lá. O melhor é se informar mesmo.

      Abs
      Felipe

  • Paula

    Boa noite, Felipe! Fiquei triste hoje!!! Seu blog é ótimo e sempre obtive resposta das minhas perguntas e hoje vi que vc respondeu várias que estavam juntas da minha e a minha não! A experiência de vcs é super importante pra nós !

    • Olá Paula,

      Não fique, o Felipe está viajando e como sua mensagem era pra ele, deixei que ele mesmo respondesse, mesmo que demorasse um pouco mais. Hoje ele te respondeu e hoje mesmo me falou que gostou muito da sua idéia. Como você pode ver, estamos demorando mais para conseguir dar conta dos comentários enquanto ele está fora, mas aos poucos vamos respondendo um por um. 🙂

      Abraços,
      Renata

  • ADRIANA FERREIRA

    ola! tenho um amigo que saiu de Londres para ir ao pais da India, ele comprou as passagens para vi ao Brasil na segunda, mas ele teve um problema com a receita e a alfandega que está obrigado ele a pagar uma taxa, como ajudar ele se não tiver todo o dinheiro?

    • Ele não precisa pagar para sair da alfandega, mas os produtos ficam retidos por um tempo até ele ir pagar e buscar.

  • Caio

    Leitor de livro digital não é considerado bem de uso pessoal. Entra na cota. Recebi essa informação direto da receita.
    “Gostaria de saber se leitor de livro digital (somente com essa função) é considerado na bagagem acompanhada com bem isento de tributo. Grato.”

    “Prezado(a) Senhor(a),

    Agradecemos a sua mensagem.

    Não é isento. Ele entra na cota de US$ 500.00.

    Atenciosamente,
    Serviço de Fale Conosco
    Secretaria da Receita Federal do Brasil”

  • Pedro

    Olá, tudo bem? Eu estou fazendo intercâmbio e irei passar o fim de ano no Brasil.
    Por exemplo, eu poderia levar 2 perfumes (diferentes)? Sem entrar na cota dos 500 dólares.

    • Oi Pedro
      Sim, como explicamos no texto acima.

      Abs
      Felipe

  • Ana Luisa

    Oi casal, primeiro muiiiito obrigado pelo blog, tem sido leitura obrigatória nos preparativos da viagem.
    Não achei essa pergunta nos comentários, então lé vai: menores de idade também tem direito a cota de $500??? Vou com meu marido e duas crianças, nossa cota total é de $2000? ou $1000? e outra, podemos juntar nossas cotas, ou é individual? meu marido vai trazer uma bicicleta e estamos na dúvida se no final vai passar da cota ou não… Mais uma vez muito obrigada. Abs Ana

    • Olá Ana Luisa, tudo bem?

      Que bom que tem gostado do blog, fiquei muito feliz com sua mensagem. Estou demorando para responder os comentários aqui porque o Felipe está viajando, mas espero que a resposta chegue ainda em tempo. 🙂

      Sobre sua dúvida, as crianças tem direito a cota também, mas todas as cotas são individuais, não podendo somar o valores de mais de uma para um produto.

      Abraços e boa viagem,
      Renata

      • Ana Luisa

        Oi Renata, ainda vai dar tempo sim, só viajaremos em dezembro, mas acho q sou a mais ansiosa de todos. Vamos num grupo de 11 e depois posso contar pra vcs como foi a viagem com tanta gente!!! Só pra dar um pitaco em um comentário que eu li, acho q a história de pesar a bagagem antes e depois um pouco lorota, nunca vi ninguém anotar o peso da bagagem, e quem faz isso são as companhias e não a receita. Bjs e obrigadíssima pelas dicas de vcs.

  • Gabriel

    Caros,

    Li o post e fiquei surpreso em saber que jogos de videogame não são contabilizados na cota. Gostaria de saber onde conseguiram essa informação, ou se interpretam a isenção a objetos de uso ou consumo pessoal como justificativa.

    Att.,
    Gabriel

    • Oi Gabriel
      Eles não são contabilizados desde que estejam em uma quantidade razoável e compatível com a viagem, como foi exemplificado um auditor da Receita Federal, em entrevista ao portal G1 (veja aqui a íntegra).

      Abs
      Felipe

  • Guilherme

    Boa Noite Felipe

    Eu pretendo comprar um headphone lá. Mesmo se eu estiver usando ele no aeroporto, entra na cota dos 500 dólares?

    Obrigado!

    • Olá Guilherme, tudo bem?

      Se ele foi comprado lá, ele entra na cota sim.

      Abraços,
      Renata

  • Mari

    Olá, ouvi alguns comentários entre amigos que ano que vem as fiscalizaçoes serão mais severas e haverá mudanças nas regras/leis e tb com relaçao aos valores limites… isso é verdade ou boato? Em caso positivo quais serão as mudanças.

    • Oi Mari
      De fato a Receita anunciou medidas mais duras para controle de alfândega, como cruzamento de dados de viagens anteriores, profissão e até mesmo renda do viajante. Outro rumor diz que eles vão considerar os pesos das malas (antes e depois da viagem) para selecionar as pessoas a serem inspecionadas.
      Porém, não foram anunciadas mudanças nos limites e nas regras descritas acima.

      Abs
      Felipe

  • Adriana

    Boa noite, vcs estão de parabéns. O blog de vcs é fantástico. Como vou a primeira vez a Miami e Orlando está me ajudando muito. A minha dúvida é: se eu deixar para comprar as entradas do Magic Kindon lá pagarei mais caro? Ou o melhor é comprar no site mesmo com o IOF do cartão? Obrigada 🙂

    • Olá Adriana,

      Obrigada pela mensagem! Que bom que está gostando do blog, fico feliz em saber disso. 🙂
      A desvantagem de comprar lá não é o preço, é a impossibilidade de marcar fastpass+ com antecedência, visto que esse agendamento só é permitido a partir do momento que você tem seus ingressos. O preço costuma ser bem parecido com o do site. Mais informações sobre os ingressos, clique aqui.

      Abraços,
      Renata

  • Gislaine

    Oi amigos!
    Quero comprar uma batedeira kichenaid, que eu namoro há tempo. Entra na minha cota então? Estou pensando em comprar pela internet e pedir para entregar no hotel e despachar na embalagem como frágil, ou melhor acomodar em uma mala?

    Obrigada
    Abraços

    Gi

    • Oi Gislaine, tudo bem?

      Entra na sua cota sim. A opção de despachar ou acomodar na mala é sua. Eu trouxe a minha na caixa dentro da mala porque eu tinha uma mala alta. Minha mãe trouxe a dela dentro da mala coberta em roupas para amortecer e também deu tudo certo. Enfim, é uma questão de preferência mesmo.

      Você vai adorar, eu amo a minha kitchenaid! rs

      Abraços,
      Renata

  • André Rodrigues

    Boa Tarde. Pretendo ir para Detroit e a minha ideia é comprar um video Game, 1 celular, brinquedos e roupas para a minha filha e produtos de higiene e roupas para minha esposa. Entendo que o video game entra nos $500 e posso trazer quantos jogos eu quiser que não vou ser taxado. Com relação as roupas e brinquedos, posso ser cobrado? Obrigado.

    • Oi André
      Com relação a roupas, explicamos no texto acima.
      Sobre brinquedos, entram na cota de $500.

      Abs
      Felipe

  • Júlia

    Olá.

    Estou indo para a Disney por um programa de trabalho universitário. Ficarei um período de quase 3 meses trabalhando na Disney, neste caso posso alegar que estava trabalhando e apresentar minha offer job letter caso ultrapasse a taxa?

    • Oi Júlia
      Como dissemos do texto, a isenção é válida só para quem mora no exterior por mais de 1 ano

  • Paula

    Oi,Felipe. A minha dúvida não tem a ver com alfândega , mas não achei um post que tratasse do assunto, então desculpa, mas vai aqui mesmo. É sobre segurança das bagagens. Vou para orlando mês que vem com meus dois filhos. Sabe como é, todo mundo juntando a mesada….. Aí vc compra seus desejos e quando chega foi roubado. Vcs tem dicas pra isso? Vcs podiam fazer um post sobre o assunto né ou republicar caso já exista. Eu já ouvi dizer que quem viagem de executiva não corre esse risco! É verdade? Obrigada desde já!

    • Oi Paula
      Boa pergunta. Gostei da idéia para fazer um post sobre isso.
      Em geral o que nunca se deve fazer é despachar itens valiosos: laptops, cameras, tabelts, video games, joias. Conheco muita gente que foi roubada com isso e como em geral são itens mais leves, podem ser levados na mala de mão.
      De resto, como roupas, calcados e até mesmo comidas, podem ser despachados sem problemas na mala.

      Vou preparar um post sobre isso, já que viajo muito e tenho várias dicas sobre como eu arrumo a minha mala.

      Sobre essa história da executiva, não sei se é verdade não. Acho que não é.

      Abs
      Felipe

  • Tania

    Oi Felipe, em relação aos brinquedos, existe algum limite de quantidade que não entre na cota, tipo as roupas, perfumes, etc? Ou todos os brinquedos que trouxer para meu filho entrarão na sua cota? As roupas dele também não entram, não é? Obrigada!

    • Olá Tania,

      Os únicos itens que não entram na cota são os listados acima. Todos os outros entram na cota sim. =/

      Abraços,
      Renata

  • MARCO

    Oi,Felipe e Renata !!!!!Minha viagem está quase chegando assim tb a ansiedade e o nervosismo.Vou levar o lap top da minha esposa pois temos algumas situações para resolver e precisamos dele lá.Tenho a nota fiscal e vou levá-la.Com isso não corro o risco de ter que pagar a taxa,né?Posso passar no nada a declarar!!!!Abraço e muito obrigado aos dois pelas dicas.Estou com todos os meus roteiros montados em cima dos que vcs postaram Marco Musse

    • Marco, tudo bem?

      Que delícia que a viagem está chegando! De agora até o grande dia a ansiedade só vai aumentar mesmo, mas é uma ansiedade boa, né? Eu e o Felipe ficamos muito felizes em poder fazer parte do planejamento da sua viagem, viu? Espero que as dicas se provem úteis por lá!

      Sobre sua dúvida, o laptop dela foi comprado no Brasil? Se sim, ele deve ter um selo indicando que é brasileiro, mas mesmo assim levar a nota fiscal é a melhor coisa para garantir que não terá problema e poderá passar sem medo na fila de nada a declarar. Se ele foi comprado fora, mesmo em outra viagem, poderá sim estar sujeito a taxa.

      Abraços,
      Renata

  • karla

    na volta a gente declara o que já era nosso? ou só o que foi compra…exemplo, levei um iphone e um ipad…se considerarem como compra passaria dos 500 dólares

    • Oi Karla
      Só declara o que foi comprado.
      O que foi comprado no Brasil anteriormente, pode ser comprovado com a apresentação das notas fiscais.

  • Vitor Lopes

    Olá Felipe, tudo bem?
    Estou fugindo um pouco do assunto, mas estou com um dúvida na hora de organizar o meu roteiro em Orlando, quantos dias no mínimo ( ou máximo) são suficientes para se visitar as principais atrações da cidade e da Walt Disney World?
    Desde já agradeço
    Vitor Lopes

    • Oi Vitor, tudo bem e você?
      Isso vai depender muito do que você quer fazer na cidade, mas para conhecer o clássico, recomendo pelo menos 7 dias.

      Abs
      Felipe

  • Lucas Pereira

    Olá Felipe, boa Noite! Gostaria de saber se eu comprar um Playstation4 no Valor de 399,99 Dólares eu vou ter que Pagar algum Imposto? Obrigado !!

    • Oi Lucas
      Boa noite!

      Explicamos como funciona isso no texto acima. Espero que ajude.

      Abs
      Felipe

  • Francieli

    Oii , Adorei o blog de vcs muito esclarecedor!! parabéns !!
    Estou com uma dúvida , quero trazer cremes para cabelo (alguns itens iguais) , corpo ( 4 diferentes) e perfumes ( 2 perfumes diferentes ), tem uma quantidade exata de itens para trazer ? Cremes , shampoos para cabelo ?

    • Oi Francieli
      Obrigado pela visita e pela mensagem.
      Essa informação você encontra no texto do post acima. Espero que ajude!

      Abs
      Felipe

  • Lucas Michel

    Boa tarde!
    Estou em Washington e volto semana que vem para o Brasil, comprei 2 iphones 5s, 1 para uso pessoal e outro para dar de presente. Na hora de declarar coloco o valor do produto sem taxas?

    Voce aconselha tentar passar com 1 no bolso e 1 na bagagem de mão?

    Abs.

    • Oi Lucas
      Você pode colocar o valor sem taxas, mas o fiscal pode cobrar o imposto em cima do valor total pago.

      Abs
      Felipe

  • Victoria

    Se eu voltar com 1 câmera de $850, 1 iphone 6 e 1 notebook de 1200, só vou ser taxada pelo notebook?

    • Se declarar ou se não declarar e for pega, sim, terá que pagar Victoria

  • João henrique

    Caro Felipe estou em orlando estou em dúvida na compra de uma guitarra no valor de $174. Sou músico onde moro e tenho carteira nacional da ordem dos músicos… Minha pergunta é… Eu conseguiria passa essa guitarra isento do imposto visto que comprei outras coisas e minha cota já tá no limite de $500? Desde já agradeço

    • Oi João
      Infelizmente a receita não isola os itens e sim, soma o valor de tudo e verifica o quanto que fica acima da cota. Se for pego, você pode tentar argumentar usando a carteira da ordem, mas não existe nenhuma regra específica que isenta isso, ok?

      Abs
      Felipe

  • Suzanne Dias

    Ola, gente! comprei m vestido no site do ali express, ( vestido de noiva) foi 84,55 dolares. e ele esta barrado na alfandega. O que eu devo fazer?

    • Oi Suzanne
      Falar com os Correios ou com o site que te vendeu.

      Abs
      Felipe

  • Adriana

    Olá,
    estarei indo a orlando e estou grávida, quanto posso comprar de enxoval para meu bb ? posso trazer o enxoval até completar 500 dolares é isso? acima de 500 dolares tenho que declarar?

    • Olá Adriana,

      A regra é que infelizmente enxoval não é considerado item pessoal, então tudo que passa de 500 dólares está sujeito a taxa sim.

      Abraços,
      Renata

  • Charles Marques Borges

    Olá Felipe, boa tarde! Gostaria que me esclarecesse uma dúvida.
    Pretendo trazer uma bicicleta avaliada em USD600. Além de declarar o excedente de USD100, teria que pagar mais alguma coisa? Como é um produto de grande porte, volumoso, não sei se seria cobrado algum outro tipo de taxa. Desde já agradeço a atenção!

    • Oi Charles
      Esse é o único imposto na hora de trazer a bicicleta para o Brasil. Além da possível taxa de excesso de bagagem ou volume extra da cia aérea.

      Abs
      Felipe

  • Olá! Gostaria de saber se brinquedos e cosméticos devem ser retirados das embalagens. Não pretendo trazer coisas repetidas. Se tiver vários brinquedos em suas embalagens originais terei problemas?
    Obrigada

    • Oi Liliane
      Eu não vejo o porque devam ser. A Re e eu sempre trazemos na embalagem e como só trazemos em quantidades para nós mesmos, nunca tivemos problemas.

      Abs
      Felipe

  • jonatas silas

    ola felipe

    se eu trazer dois iphones 6 no bolso posso ser taxado o segundo iphone? eu alegando que é de uso pessoa como hoje em dia muitas pessoas tem duas operadoras

  • Graziella

    Oi Bom Dia, estou com uma dúvida.. pretendo ir a Miami comprar meu vestido de noiva, ele vai custar em média 1500 dólares.. eu vou ter que declarar e pagar imposto sobre os 1000,00 excedentes???
    Obrigada!

    • Oi Graziella
      Na teoria sim, mas você sempre pode argumentar que trouxe para você.
      A Re trouxe o dela também do exterior, passou pela alfândega e eles entenderam que era pra ela e não pra vender. Deixaram passar sem cobrar.
      Vai do julgamento do fiscal no dia que você passar.

      Abs
      Felipe

  • jonatas silas

    ola felipe

    meu tio esta indo a orlando e eu pedi para ele trazer um iphone 6 mas so que ele vai comprar um para ele tbm ai sao dois ele me disse que trazendo no bolso e facil pq hj em dia todo mundo tem duas operadoras ai da para passar pela alfandega sem problemas… os dois estando ligados e com chips diferentes pode ser taxado o segundo aparelho

    • Oi Jonatas
      Passando sem problemas ou não, vai depender, mas a regra é um aparelho só. Pode ser taxado sim.

      Abs
      Felipe

  • Mila Ferreira

    Olá! Tenho uma dúvida! Tenho 2 celulares comprados no Brasil e viajei com os 2, não adquiri nenhum celular na viagem. Meu marido comprou o iphone 6, por isso vou voltar com os 2 iphones, Todos os 2 tem o selo da anatel, sei que a pergunta é tola! Mas eu teria algum problema?

    • Oi Mila
      Como os dois tem selo da Anatel, não vejo problema.

      Abs
      Felipe

      • Mila Ferreira

        Obrigada, Felipe

  • Henrico

    Oi Felipe.
    Quero saber se minha tia trouxer dos estados unidos um iPhone 6 pra mim que custa 650 dólares ela terá que declarar ? Lembrando que ela tem um iPhone 5s ABS.

    • Oi Henrico
      Se for o único telefone que ela estiver carregando, não é necessário. Se ela já tiver outro telefone consigo, vai ter que declarar.

      Abs
      Felipe

  • Ola Felipe/Renata, eu tenho uma duvida quanto ao meu notebook. Esta e minha primeira viagem aos EUA, e vou passar final de ano em Boston, e levo comigo meu notebook, ele entra dentro da minha cota? E também minha madrinha me disse que não pode conter nenhum tipo de arquivo relacionado a guerra nele, no caso, eu tenho vários jogos instalados como Call of Duty: Ghosts, Arma 3, entre outros… Eu teria que desinstalar os jogos deste gênero ?
    Essas dicas já sanaram varias duvidas que eu tinha. Abraço.

    • Oi Mateus
      Se ele foi comprado no Brasil, ele é isento de imposto e portanto não entra na cota. Mas para isso, você precisa comprovar que ele foi comprado no Brasil caso perguntem. Por isso recomendo levar a nota fiscal junto contigo.
      Sobre essa questão dos jogos, eu nunca ouvi falar dessa regra. Já entrei dezenas de vezes nos EUA e nunca me pediram nada relacionado.

      Abs
      Felipe

  • Debora C.

    Então Ipad não é considerado uso pessoal, mesmo se eu levar o meu daqui, que custou 1.500 vai ser descontando da minha cota de $500 doláres, certo? E se eu levasse a minha notinha fiscal de compra daqui do Brasil?

    • Oi Debora
      Correto, ele entra na cota. Se você comprou no Brasil então ele é isento, mas leve a nota fiscal para comprovar.

      Abs
      Felipe

  • Bianca Moraes

    Toda essa situação de declarar ou não, ser pego ou não, é no aeroporto dos EUA antes de embarcar para o Brasil, ou quando chegamos no aeroporto do Brasil?

  • Rubens

    Oi Felipe mais uma ajuda de voces: Estou retornando em Novembro para Orlando e desta fez a minha sogra irá pois quer conhecer a Disney, porem ela é diabetica e tem que tomar sempre insulina. Tem algum problema de levar a insulina na mala de mão junto a caneta que aplica a mesma.

    • Oi Rubens
      Não tem problema nenhum.
      Essa é uma das poucas exceções que as cia aéreas abrem para objetos “cortantes”.

      Abs
      Felipe

  • Marilena Araujo

    Gostei muito dos esclarecimento que vocês faz, parabéns. Estou viajando para Orlando este mês e gostaria de saber : quero comprar um notebook devo declara?

    • Olá Marilena, tudo bem?

      Que bom que gostou dos esclarecimentos, fico feliz em saber disso. 🙂 Sobre sua dúvida, como o notebook não é considerado item pessoal, se ele passar da cota de 500 dólares, o correto é declará-lo sim.

      Abraços,
      Renata

  • gustavo

    se eu voltar para o Brasil com 2 celulares no bolso não posso falar que os 2 são de uso pessoal ?

    • Poder falar você pode, mas o fiscal da receita também pode cobrar pelo segundo, pois é o que está determinado nas regras alfandegárias.

  • Olá Felipe, pretendo comprar, alem de uma câmera fotográfica, uma lente adicional e um flash. Estes itens acessórios podem ser considerados isentos, assim como a câmera?

    • Oi André
      A regra não é clara em relação a isso, mas se a lente e o flash estiverem juntos com a câmera, acho que você não vai ter problemas.

      Abs
      Felipe

  • Bruno

    Olá Felipe / Renata,

    Estou indo com a minha namorada para Orlando em Outubro deste ano, com escala em Atlanta e estou em dúvida em relação ao formulário da imigração.

    Preencher 1 por família. Mas ela é minha namorada. Então seriam 2 formulários a serem preenchidos ?

    Obrigado e nossa viagem será ótima muito pela ajuda de vocês !!

    • Oi Bruno
      Sim, por vocês não serem casados, seriam 2 formulários. A não ser que morem e vivam juntos.

      Abs
      Felipe

      • Bruno

        Obrigado pela resposta Felipe.

        Nós moramos juntos sim. Em todos os procedimentos para tirar as documentações levamos nossos comprovantes de residência juntos.

        Então no caso, seria apenas 1 formulário para os dois ? Qual o relacionamento que eu colocaria no formúlario ?

        Abs

        • Oi Bruno
          O melhor mesmo é perguntar para os comissários de bordo ou para os agentes no aeroporto, mas eu acho que não tem problema colocar casado.

          Abs
          Felipe

  • Felipe

    Olá tudo bem. Gostei do suas dicas. Estou no canada e estou levando para casa um carrinho de bebê e vou declarar. Você pode me informar como funciona o pagamento, se é na hora se dão um boleto. Se aceita cartão….grato.

    • Oi Felipe
      Você pode pagar na hora com cartão, sem problema.

      Abs
      Felipe

  • Bruna

    E eu me esqueci de perguntar ali na minha outra pergunta. Se eu levar meu celular que eu comprei aqui pra Orlando e voltar com ele e mais o Iphone 6 , é melhor eu declarar ? Ou não preciso me preocupar ?

    • Oi Bruna
      A receita permite 1 celular por pessoa, independente se ele foi comprado aqui ou nos EUA. O segundo pode ser declarado e ter que pagar imposto.

      Abs
      Felipe

  • Bruna

    Meu tio vai todo fim de ano pra Orlando com meus primos e minha avó, só com a roupa do corpo e uma mochila com os itens basicos pra não correr risco de ser barado na alfandega.E compra tudo lá, roupa, sapato, perfume e etc.. Irei fazer o mesmo com o meu pai. É uma boa opção também , não é ?

    • Oi Bruna
      Já fiz isso e gostei da experiência 🙂 hehe

  • Rafael

    Oi João, saiba de um detalhe, para que seu cel não seja tributado é preciso que vc coloque um chip da sua operadora e não esteja com um outro celular na mala.

  • Juliana Amaral

    Quando Viracopos efetivamente funcionar com os vôos internacionais, vocês poderiam fazer um post sobre o que descobrirem da alfândega. Várias companhias aéreas com voos para Orlando e Miami sairão de lá.

    • Oi Juliana
      Assim que voarmos pela primeira vez por Viracopos, vamos fazer uma matéria sim. Obrigado pela sugestão!

      Abs
      Felipe

      • Juliana Amaral

        Voarei em janeiro por lá. Deixo um comentário por aqui falando sobre o que eu vi.
        Acredito que, como todos os vôos que chegam lá vem dos EUA, os agentes estarão bem espertos

  • Déborah Fagundes

    Parabéns pelo blog, super objetivo. Tem me ajudado bastante!!
    Estou com uma dúvida, o valor da cota de $500,00 seria por pessoa? No caso, se eu for com uma mala com os meus pertences, ao fazer as compras de roupas, cremes, perfumes e etc. Substituindo e deixando os que levei aqui do Brasil lá, sem as etiquetas, claro rs eu teria que pagar pela cota ou entraria como uso pessoal do passageiro? Ao comprar tênis, vir calçado com o mesmo, não tem problema algum né? Obrigada!!!

    • Oi Déborah
      Obrigado pela visita 🙂
      Sim a cota é por pessoa. E tudo o que você trazer de novo, pode ser considerado dentro desse valor. Uso pessoal como dissemos no post só se aplica a alguns itens.
      O tênis calçado não vai ser cobrado.

      Abs
      Felipe

  • João

    Olá. Vou ir aos EUA e lá pretendo comprar eletrônicos. Vou trazer um iPhone 6, um Macbook Pro, um PS4 com 1 controle adicional. Eu posso trazer o iPhone 6 no bolso, com o carregador e caixa aberta na mala e não pagar imposto? Nisso, eu pagaria somente o imposto do Macbook Pro, já que o PS4 + controle extra dão no total de U$ 459,99. Pode ser feito isso? E no caso de eu levar uma câmera do Brasil, pra tirar fotos enquanto não estiver com o celular novo, já que vou ir sem, só levar a nota fiscal? Será que passa tranquilo só no imposto do Macbook Pro? Abraços.

    • Olá João, tudo bem?

      Você tem direito a um smartphone e uma máquina como itens de uso pessoal então realmente não precisará se preocupar com esses itens. Mais detalhes você encontra na matéria acima.

      Abs,
      Renata

  • Wanessa

    Uma dúvida: e a alfândega no Brasil ? É possível ser taxado também ao chegar no Brasil ?

    • Olá Wanessa, tudo bem?

      É exatamente chegando no Brasil que você poderá ser taxada.

      Abs,
      Renata

  • Vivian

    Oi Felipe, tenho uma dúvida que ninguém consegue responder.

    Ganhei há uns 3 anos, no Brasil, um notebook que foi trazido de Taiwan. Agora estou nos EUA estudando por 6 meses com ele. Tenho que declará-lo na volta? O que fazer se não tenho nota fiscal?

    Obrigada!

    • Oi Vivian
      Se ele não foi declarado da primeira vez que entrou no país, teria que ser declarado na volta. Mas por ser tão antigo, acho que ninguém vai implicar não.

      Abs
      Felipe

  • Bruno

    Oi isso Esse valor de 500 dolares serve para euro ou esse falar na europa e maior.
    E considerado uso pessoal aparelhos para estúdio de gravação como, instrumentos e tal
    Obrigado

    • Oi Bruno
      É o equivalente em dólares, ou seja, uns 400 euros.
      E não, esses aparelhos entram na cota dos 500 dólares.

      Abs
      Felipe

  • Naobi

    Gostei muito da clareza, parabéns! Entretanto, minha duvida não pode ser sanada. Vou para Califórnia e pretendo trazer, sem repetição de itens, ferramentas elétricas, já com repetição de itens como: peças de skateboard e roupas para minha família, crianças e adultos. Tudo será de uso pessoal, mas, com certeza passará da cota, o que sugere. Obrigado

    • Oi Naobi
      Se vai passar da cota, sugiro você declarar e pagar o imposto devido.

      Abs
      Felipe

  • Victoria

    Antes de perguntar quero dar os parabéns pelo site. Ele é ótimo! Mas minha dúvida é a seguinte… Eu penso viajar de “malas vazias” e deixar pra comprar minhas roupas que vou usar todas lá em Orlando. Meu plano é ir com espaço suficiente na mala para encher-la com roupas novas (variadas e sem etiquetas, claro hehe) de modo a parecer que não sou “muambeira”, rsrsrs. Então, com minha bagagem tendo um numero de roupas aceitável pra quantidade de dias que ficarei lá, não serei barrada pela alfândega, certo? Outra coisa… Presentes de pequeno porte tipo caneca, brinquedo, bicho de pelúcia, são considerados de uso pessoal? E headphone, hd externo, memória ram pra pc, mesmo sendo de pequeno porte entram na cota dos $500?

    • Oi Victoria
      Sim, dentro de um limite razoável e sendo roupas para você, não tem problemas.
      Presentes podem ser trazidos, mas em quantidades que não sejam entendidas como importação de produtos. Senão podem ser taxados pela receita federal.
      Tirando as roupas, os presentes não são considerados “uso pessoal” e estão dentro da cota de $500 junto com os eletrônicos.

      Abs
      Felipe

  • Isa

    Se acaso eu voltar com 2 iPhones, um posso declarar uso pessoal? E o outro? Tenho que declarar imposto ?

  • Luciana

    Olá Felipe!

    Estou indo pra Boston fazer meu enxoval e minha prima quer me dar o carrinho dela com o bebê conforto. Porém, estou insegura pois, por se tratar de presente não terei nota fiscal para declarar e são dois itens de grande volume que terei de despachar como extra por não serviram nas malas…

    Tô achando que será mais fácil comprar o carrinho para poder entrar de maneira legalizada (rs).

    Você conhece alguma maneira de se declarar presente?

    Obrigada!

    Luciana

    • Oi Luciana
      Não existe maneira diferente de declarar presente. Tudo entra nos 500 dólares, sendo presente ou não.
      O melhor é declarar mesmo e pedir pra sua prima pagar a diferença.

      Abs
      Felipe

      • Luciana

        Obrigada pelo retorno Felipe!

        Não me expressei bem, minha prima mora lá e quer me dar o carrinho que era da bebê dela, ou seja, ele é usado. Por isso não tenho a nota para declará-lo…

        O ideal é pegar o preço dele em algum site e declarar já que posso declarar como presente?

        Obrigada,

        • Oi Luciana
          Nesse caso você pode trazer sem declarar, mas se for parada pela receita, terá que explicar o presente e o produto usado.
          Acho que você não deve ter problemas, mas vai depender da avaliação do fiscal da receita.

          Abs
          Felipe

  • Ian

    Ola meu cunhado esta no Exterior, e meu pai pediu uma camera fotografica, um gps, a camera ele vai tirar fotos la e vai passar como uso pessoal, o gps ira entrar na cota de 500 dolares. Eu pedi um relogio para ele, então a minha duvida é a seguinte, o relogio pode ser trazido na caixa (para entrar como de uso pessoal) ou ele tera que colocar o relogio no pulso? Obrigado

  • gabriella

    Olá gente..só pra confirmar: se eu trouxer 2 iphones, 1 fica isento como uso pessoal e o outro declaro e pago a taxa. É isso?

  • Lucas

    Felipe, pretendo comprar um Imac de 21.5 polegadas. Pode parecer grande, mas cabe em uma mochila (meu sogro trouxe assim do méxico).

    O lance é que o Imac é usado, refurbished, e não novo. Então o valor da nota fiscal será de 999 dólares. Como seria a declaração disso na receita? E quanto poderia cobrar de taxas?

    Obrigado ^^

    • Oi Lucas
      Funciona da mesma maneira, tudo o que passa de 500 dólares está sujeito a imposto. O calculo pode ser feito como ensinamos acima.

      Abs
      Felipe

  • Marilha Cristina

    Então quer dizer que se eles acharem que é muita quantidade, eles podem prender elas ou não? Não tem necessidade de declarar que passamos com ela perfeitamente.

    • Oi Marilha
      Podem sim, se desconfiarem que você está trazendo para vender.

      Abs
      Felipe

  • Marilha Cristina

    Pelo que eu entendi se eu comprar roupas la no exterior tipo além do necessario para viagem, eu tenho que declarar também? ou eles prenderiam toda minha mercadoria mesmo eu tentando declarar, ou nao preciso mesmo que mostre ser além do que preciso, eu passaria com elas numa boa?
    Segunda pergunta irei comprar o IMac e esse sim tenho que declarar, supondo que o mesmo me custe 1200 dolares eu pagaria 350 dolares de taxa apenas correto?

    PARABENS PELO BLOG

    • Oi Marilha
      Não é possível declarar as roupas, mas existe uma observação entre o tempo e destino da viagem com a quantidade de roupas que você traz.
      E sim, no iMac é essa taxa mesmo.

      Abs
      Felipe

  • Denis

    Eu pretendo ir pra Miami em novembro, tem muitas pessoas me pedindo Iphone, se eu trouxer 3, e tiver aberto o meu e utilizado la também, meu aparelho conta como isento e pago pelo excedente dos 3? Ou os 4 entram na cota dos U$ 500,00?

  • elizandra

    oi, eu to indo pra orlando em outubro e gostaria de saber se mesmo levando ipad, máquina profissional com as declarações de compra no brasil, eu vou ter que pagar a taxa?

    • Oi Elizandra
      Se foram compradas no Brasil, basta levar nota fiscal que você estará isenta de qualquer cobrança sobre esses produtos.

      Abs
      Felipe

  • Gustavo

    Oi Felipe, estou indo pra miami quero trazer roupas pra mim e para minha namorada, vou trazer uma quantidade rasuavel e todos nas devidas regras, tipo: sem etiquetas sem repetição entre outras recomendações, ai vou declarar um iphone e pagar o imposto. vou pagar imposto tbm pelas roupas da minha namorada ou eu não preciso abrir a mala ja q eu so vou declarar o iphone? vlw irmão site show, estou encontrado tudo que eu não sabia

    • Oi Gustavo
      Depende muito, pois não existe uma cota máxima para roupas. O que vale é o bom senso e também o julgamento do fiscal da receita. Mas se tiver que pagar também, não acho que deva ser um valor abusivo.
      Sobre o iPhone, você não precisa declarar pois está incluído na sua cota de bens de uso pessoal.

      abs
      Felipe

  • Itila

    Olá, tenho uma dúvida e quero saber se vcs tem a informação pra me dar uma ajudinha… é sobre compra pela internet. Sobre valores sei q é a mesma regra, mas pretendo efetuar compra de roupas e vcs sabem que tipo de taxa vou pagar?(Compra abaixo de US$500).
    Desde já agradeço. 🙂

    • Oi Itila
      Comprando na internet para entregar no Brasil, o limite é de $50. O limite de $500 é só para quem está viajando com bagagem.

      Abs
      Felipe

  • Boa noite, estou com uma duvida no site da receita diz q tenho uma cota global e uma na duty free como separo itens da duty free e dos EUA? como funciona isso? pretendo ir ano que vem

    • Oi Ederson
      Os itens comprados no Duty Free dos EUA não entram na cota de Duty Free brasileiro. Os produtos comprados por lá, mesmo que for dentro do aeroporto, entram na cota dos $500 normais.

      abs
      Felipe

  • Renata

    Olá!
    Já fui várias vezes para Miami, e nunca para Orlando.
    Dessa vez vou para Miami, e depois para Orlando.
    O que vale mais a pena para compras, Miami ou Orlando? Vamos pegar a black Friday….
    E em relação a Hotéis??

    • Oi Renata
      Eu pessoalmente não vejo muita diferença, mas muitos amigos dizem que Miami é melhor para compras. Os hotéis são parecidos também.

      Abs
      Felipe

  • quaresma

    Olá, estou indo para a california na semana que vem com o fim de estudos, e como parte dos materiais que irei usar, inclui um Pc/Tablet que me custará 2150 dólares. Eu ficarei 4 meses nos EUA, e vou utilizá-la muito, como a viagem será cara, eu nao posso pagar o excedente na taxa… acha muito arriscado, se eu disser que é um bem de uso profissional com uso para o curso no exterior? Sei que essas coisas dependem muito da “integridade” e do humor do fiscal na hora, mas você teria alguma dica/ sugestão?

    Obrigado,
    Quaresma

    • Oi Quaresma
      Infelizmente, de acordo com a lei, só estão isentos de imposto de importação aqueles que vivem fora do país por mais de 1 ano e comprovem o uso profissional do equipamento. No seu caso, nem com essa justificativa, pois você vai ficar apenas 4 meses.
      Eu recomendo você declarar, pois assim já importa oficialmente o produto e não tem problemas depois.

      Abs
      Felipe

  • Luiz Fernando Mello

    Boa Tarde, so mais uma pergunta, se tratando da minha primeira viagem, como eu faço para declarar o valor dos itens que acredito que irá passar dos $500 dolares, posso escolher os mais baratos, pois assim diminuiria no imposto, correto?

    • Olá Luiz,

      Se os itens forem roupas como você me falou na mensagem anterior, nem adianta declarar, como falei na resposta. =/

      Abraços e boa viagem,
      Renata

  • Luiz Fernando Mello

    Boa Tarde, exemplo pretendo ir no ano que vem com minha esposa, então Teriamos uma cota de $500 pra cada, iriamos para compras em especial roupas e com toda certeza seremos taxados, pois passaria dos $500 dolares, tipo $1200 pra cada ou seja pagariamos $350 dolares de imposto correto? So que pelo preço dos produtos (roupas) ainda sim é muito barato e sai muito em conta, se tratando dos preços aqui no Brasil, porém temos alguma chace de nao ser taxado nos 1200, pois comprariamos roupas para uso nosso é possivel que essa taxa seja reduzida, claro tirariamos a etiquetas é logico.
    Att

    Luiz

    • Olá Luiz, tudo bem?

      Roupas são itens super complicados pois não entram na taxa. Você pode trazer roupas em um montante que se enquadrem em uso para a viagem. Qualquer coisa além, é considerada importação de bens.

      Abs,
      Renata

  • Tatiane

    SE EU FOR SEM CELULAR NENHUM, E COMPRAR O IPHONE 6 QUE CUSTA 700 DOLARES, EU IREI PAGAR A DIFERENCA DE 200 DOLARES DE IMPOSTO?

    • Não. 1 celular por pessoa é isento de imposto, conforme falamos no texto acima.

      • Igor

        Tenho um celular, e compra outro no valor de 300 dólares nos EUA, (Não comprei nenhum produto a mais) ficarei com minha cota abaixo de 500 dólares, ainda assim terei que paga imposto?

  • Gabriel Coutinho

    Felipe, pretendo ir pra Orlando (EUA) no final de 2015, e pretendo fazer uma mega-compra, será que pode dar problema?
    Ex: Pretendo comprar uma câmera de uso pessoal, roupas, tênis e usarei tudo isso lá, e mais alguns itens como perfume, cosméticos e relógio (alguns serão usados) e além de tudo isso, quero comprar um video-game, posso? O que estou querendo dizer, é que pretendo comprar tudo de uso pessoal fora da cota e mais o vídeo-game dentro da cota de U$500,00.

    • Oi Gabriel
      Tudo o que você comprar (além dos itens que são considerado uso pessoal como 1 relógio, 1 maquina fotográfica….) acima de $500, pode vir a ser taxado na alfândega. Mesmo assim com os preços de lá, vale a pena 🙂

      Abs
      Felipe

  • Edgar

    Olá ! Sempre fico confuso à respeito dos ítens considerados como “bagagem acompanhada”.
    Minha dúvida é a respeito de peças de informática que quero comprar para montar o meu PC, como por exemplo:
    01 Placa Mãe
    01 Processador
    02 Memórias
    Estes ítens totalizam U$ 480,00. Não vou trazer NADA além disso.
    Então, estes ítens podem ser considerados como “bagagem acompanhada” ??
    Como não ultrapassaram os U$ 500,00 não preciso declarar ??

    Abraço,

    • Oi Edgar
      É isso mesmo. Totalizando menos de 500 dólares, você não precisa declarar.

      Bagagem acompanhada pois ela vem com você. Bagagem desacompanhada é a enviada por “correios”.

      Abs
      Felipe

  • isaac P Aguiar

    BOA TARDE. Se eu não levar mala, apenas bagagem de mão para comprar algumas peças de roupas para uso pessoal lá. Terei problemas na entrada nos EUA, já que podem pensar que passarei 15 dias “sem roupas” lá!?

  • Juliana Arioli

    Oi!
    Gostaria de saber se dá para trazer suplemento alimentar, do tipo Whey Protein?
    Obrigada

    • Oi Juliana
      Whey eu acho que não tem problema, mas existem suplementos que não podem ser vendidos no Brasil e esses podem ser apreendidos na alfândega.

      Abs
      Felipe

      • Juliana Arioli

        Obrigada!!

  • Dára

    Olá Felipe, vou pra vancouver em novembro e eu quero comprar o iphone 6 lá, porém quero levar o 5, se eu levá-lo com a nota sou taxada?, ou tenho que deixá-lo aqui mesmo???

    • Você não é taxada para levar, mas pode ser se trouxer os dois na volta.

  • Luciano

    E quanto as “lembranças” compradas na disney? Entra na cota dos $500,00?

    Há limite para perfumes ou só os $500?

    • Oi Luciano
      Sem dúvida entram na cota. Perfumes, se for para você e em pequena quantidade tudo bem, agora se você trouxer diversos vidros, principalmente da mesma marca, pode ser taxado sim.
      Abs
      Felipe

  • Matheua Brito

    Vou viajar em janeiro para Orlando, e pretendo comprar o Iphone 6 plus, é certeza que ele vai ser acima de 500 dólares, posso ser pego pela alfandega?

    • Oi Matheus
      Se esse for o seu único celular na bagagem, você está isento de imposto.

      Abs
      Felipe

  • Olá!
    Estou indo para Miami no mês que vem e pretendo trazer um iPhone pra mim. Mas gostaria de levar o meu que foi comprado aqui. Não tenho mais a NF de compra dele, pq faz muito tempo, porém, no aparelho esta escrito “industria brasileira”. Posso ser taxada?

    • Pode ser taxada sim. O limite é de 1 celular por pessoa e não de 1 celular brasileiro e 1 celular importado.

      • Obrigada por responder Felipe. Só mais uma dúvida (juro!). Se eu levar meu tablet (comprado aqui e ainda tenho a NF), eu não preciso declarar, né?

        • Oi Tahyta
          Correto. Você não precisa declarar o seu tablet.

          Abs
          Felipe

  • Murilo

    Bom dia Renata e Felipe.

    Estarei indo para os EUA a estudo, onde ficarei aproximadamente por 6 meses em uma universidade.
    Gostaria de saber se há alguma isenção, por exemplo, para um computador que foi adquirado la a fins de estudo, já que precisarei de um.

    Obrigado!
    Abraço

    • Oi Murilo
      Não há, somente para aqueles que moram há mais de 1 ano fora do país.

      Abs
      Felipe

  • Paulo Victor

    Olá Felipe, eu estou pensando em comprar 1 fone de ouvido, e usar ele durante a viajem, ele poderia se encaixar como bem de uso pessoal?

    • Oi Paulo
      Depende muito de cada caso. Mas em geral, os fones de ouvido não são taxados não.

      Abs
      Felipe

  • João Paulo

    Olá, obrigado pelas dicas.
    Vou viajar para Aruba com duas câmeras fotográficas e uma GoPro, mas só tenho a nota fiscal da GoPro, há como eu declarar as coisas que estou levando ainda na ida, para na volta não acharem que trouxe de lá?
    Outra pergunta, vou com minha esposa, caso eu compre um produto de U$600, posso jogar esse U$100 de excedente na cota dela?
    Obrigado.

    • Oi João
      Você pode declarar as coisas através do app da Receita Federal, mas se elas não forem compradas no Brasil, não será possível “esquenta-las”.
      Sobre a cota, o melhor a fazer é dividir os produtos entre a sua bagagem e a bagagem dela. A cota é individual, ou seja, não é possível juntar as duas cotas. Por isso, separe os produtos entre as duas bagagens.

      Abs
      Felipe

  • Denis

    Felipe, boa noite!!

    Estou indo para Vancouver no mês de outubro e estava querendo comprar algumas coisas lá mas sinceramente estou com muito medo de ser barrado, vou listar abaixo as coisas que gostaria de trazer:

    MacBook Air (vai comigo na bagagem de mão)
    Placa mãe (vai comigo na bagagem de mão)
    Processador (vai comigo na bagagem de mão)
    Memória (vai comigo na bagagem de mão)

    Vou ter problemas com isso?

    • Oi Denis
      Se você for pego na alfândega, sem dúvida terá que pagar multa. Mesmo assim, os itens deve sair mais barato do que comprando no Brasil.

      Abs
      Felipe

  • Carla

    Oi Felipe, bom dia!
    Existe algum lugar no aeroporto para declarar alguns itens como maquinas fotograficas ou celulares quando chegamos? Estarei fazendo o contrário das pessoas,já vou levar minha maquina nova que comprei pra viagem e não quero ter problema. Eles podem pensar que comprei lá. Grande abraço e obrigada.

    • Oi Carla
      Não existe. Se os produtos forem comprados no Brasil, leve a nota fiscal para não pensarem que você está importando, quando voltar para o Brasil.

      Abs
      Felipe

  • 32328802gg

    Eu nunca viajei para fora , e pretendo viajar esse final de ano , e levarei meu PS4 para me divertir um pouco , sabe como é ne? 🙂 Entao , eles vêem os produtos que estou levando? Pois na volta eles podem pensar que eu comprei o PS4 la , e nao o levei

    • Oi
      Se o PS4 foi comprado no Brasil, é só levar a nota fiscal da compra que na volta ninguem vai achar que você trouxe de lá.
      Se não foi comprado aqui e não foi importado corretamente, ele ainda pode ser taxado, se o fiscal da receita acreditar que você trouxe mais do que $500 dólares em bens para o Brasil.

  • André Filipe

    Olá, eu vou pra vegas e vou passar 11 dias nos EUA. Sendo que vou ficar um Fds em Los Angeles e o resto em vegas. Gostaria de trazer roupas um notebook e um relógio. Alguma dica? Já li vários fóruns dizendo que notebook e furado estou quase desistindo e comprando um aqui no Brasil.

    • Oi André
      Depende muito do modelo do notebook: tem alguns que mesmo que você compre lá e pague imposto no Brasil, ainda assim vai ser mais barato do que comprar o mesmo modelo aqui. Tem que fazer a pesquisa, mas há sempre o risco de ter que pagar imposto por aqui.
      Roupas são isentas, desde que sejam compatíveis com a duração e o destino da viagem.
      Abs
      Felipe

  • Mariangela

    Ola. Vou viajar para Orlando no dia 02/09/14 e estou adorando o site de vcs.. até agora é o mais completo, parabéns! Gostaria de saber se posso levar um GPS (comprado em Miami, no ano passado) e um tablet (comprado aki no Brasil há um mês) junto com as respectivas NFs sem problemas de taxação e também se há algum problema em trazer alimentos de lá para cá (rice a roni e herbalife shake). Obrigada.

    • Oi Mariangela
      Obrigado pela visita.
      Você pode sim levar o tablet e o GPS e ficar despreocupada na cobrança de imposto, se levar as NFs. Não vai ter nenhum problema.
      Sobre alimentos, você pode trazer sim, a maior parte. Se eu não me engano, vegetais, frutas, derivados de leite e carnes são proibidos, mas de resto é bem tranquilo.

      Abs
      Felipe

  • Cris Tótola

    Olá Renata e Felipe,

    Não estou querendo despachar minha bagagem, levando apenas bagagem de mão. Não levarei líquidos, cremes nem objetos cortantes. Gostaria de saber se posso levar medicamentos (comprimidos) na bagagem de mão. Vou levar uma quantidade suficiente para minha estadia de 10 dias de remédios comuns: dor de cabeça, anti alérgico, relaxante muscular. Pensei em retirar das cartelas metalizadas e colocar em frascos de plástico. Vocês acham que pode haver algum problema levá-los na bagagem de mão?

    Obrigada! Adoro vocês!!!

    • Oi Cris
      Você pode sim levar medicamentos na mala de mão. Eu sempre levo uma farmácia comigo 🙂

      Abs
      Felipe

  • Márcia

    Boa tarde casal!
    Parabéns pelo blog! Estou adorando as dicas de vcs! Percebe-se o esforço e a dedicação que vcs têm em passar sempre as melhores informações para nós. Continuem assim e muito sucesso sempre!
    Fiquei com uma dúvida com relação a câmera fotográfica. Pretendo comprar uma câmera profissional, daquelas que podem ser utilizadas várias lentes. Qualquer lente q trouxer para as câmeras entrarão na cota de $500 dólares, ou passam como de uso pessoal tb? Ou ainda, se trouxer apenas uma lente e ela estiver acoplada à câmera, aí passaria como de uso pessoal?

    • Oi Márcia
      A regra é um pouco vaga em relação as lentes, e em geral eu acho que como ela faz parte da câmera, não deveria ser declarada separadamente.
      Agora se você trouxer uma lente sem a câmera (o que eu acho que não é o seu caso), dai sim se faz necessária a declaração.

      Abs
      Felipe

  • Ana Paula

    Bom dia!
    Gostaria de sabe se eu posso embarcar para os Estados Unidos com massa para fazer lasanha, não é aquela que guarda na geladeira, é daquelas que ficam junto com os pacotes de macarrão no mercado.Obrigada!

    • Olá Ana Paula, tudo bem?

      Eu não recomendo você levar essa massa porque só vai te trazer complicação.

      1- Se você quiser levar, vai ter que declarar pois você precisa declarar quando leva alimento pros EUA.
      2- Se você não declarar vai ser o maior enrosco se implicarem com você (e provavelmente irão)
      3- Você acha massa de lasanha pra vender em qualquer supermercado grande lá, até mesmo da Barilla.

      Abraços,
      Renata

  • Angelo

    Olá, tudo bem, Estou com uma dúvida, estou indo para miami, e pretendo ir com a “roupa do corpo” e comprar roupas lá. Enchendo as minhas 2 malas 32kg cada. No caso, não é para vender e sim para uso pessoal mesmo, teria algum problema?
    E outra coisa, vou trazer alguns games do PS4, esses estão passiveis de tributação?

    • Olá Angelo,

      Tudo isso é sim passível de tributação se passar da cota. Você até pode usar as roupas e tentar passar pela alfandega como se não tivesse nada a declarar, contando que vão considerar que são roupas antigas (já que são usadas), mas corre o risco de te pegarem e te taxarem (e nesse caso em um valor maior pois você não declarou). Fica a seu critério avaliar os ganhos e riscos das duas opções e escolher o que faz mais sentido pra você.

      Abraços,
      Renata

  • Desculpe, mas gostaria de saber se eu comprar um iphone 5 e uma câmera terei que declarar? ou poderei dizer que seria para meu uso pessoal, já que vou viajar para Orlando sem celular e câmeras fotográficas.
    Obrigada desde já

    • Olá Ana, tudo bem?

      Conforme detalhado na matéria acima, você tem direito a 1 smartphone e uma camêra como item pessoal.

      Abraços,
      Renata

  • Obrigada, ajudou muito, adoramos!!! Gostaria de saber mais sobre maquiagens

  • Thais

    Eu e meu marido maramos nos EUA ele e americano e eu tenho green card estamos indo para o Brasil visitar minha familia eu tenho um notbook e ele tem outro e vamos ficar la por 1mes e ele quer levar o PS4 dele como ele faz ele vai ter que pgar taxa pelo Ps4 dele fora isso nao temos mais eletronicos

    • Oi Thais
      Se vocês vivem nos EUA e virão ao Brasil para visitar, não devem imposto pois não estão importando nada.
      Mas se o fiscal desconfiar que vocês estarão trazendo para vender, pode decidir cobra-lo.

      Abs
      Felipe

  • Leandro Narezzi

    Estou indo a NY agora dia 15-08-14, gostaria de saber uma coisa, irei comprar um laptop ele vai passar da cota dos 500 dolares, então irei para fila do pessoal que tem que declarar, ate ai blz, mas a dúvida é a seguinte, quando for para essa fila, eles irão somar tudo? minhas roupas, e objetos pessoais?

    • Oi Leandro
      Eles irão somar tudo o que deve imposto. Em linhas gerais, roupas e outros itens pessoais não são cobrados, mas se você trouxer 50 camisetas depois de uma viagem de 10 dias, eles podem determinar que você está importando produtos para o país e não itens que você comprou para usar na viagem.

      Abs
      Felipe

  • Silvânia Pontes

    Oi Felipe, oi Renata, gostaria de agradecer muito por todas as matérias do blog. Vcs são uns anjos!!! Estamos indo para Orlando no dia 23/08 e estou pegando todas as dicas. Inclusive divulguei para outros amigos. Gostaria de saber se o formulário 6059B – Customs (azul) ainda é necessário e se o formulário I94 (Branco) foi realmente extinto? Desde já obrigada. Silvânia Pontes – Fortaleza-Ce.

    • Oi Silvânia
      Muito obrigado pela visita e pela mensagem 🙂
      O formulário azul, da alfândega americana ainda existe. E sim, o I94 foi extinto.

      Abs
      Felipe

  • leonardo leite

    ola, vou para orlando agora em setembro, minha esposa quer comprar maquiagens pois ela trabalha com isso , queria saber se tem algum limite de paletas que ela pode trazer? vi acima que pode trazer 10 coisas entre perfumes e cosméticos..as paletas estariam incluídos?
    grato leonardo
    parabéns pelo site!!!!!!!!

    • Oi Leonardo
      O limite de 10 é o recomendado pela receita, mas a avaliação sempre será feita pelo fiscal da alfândega.
      Se a quantidade passar um pouco acho que tudo bem, agora se o volume de produtos for desproporcional para uma pessoa, o fiscal pode entender que ela está trazendo para vender e pode cobrar imposto por isso.

      Abs
      Felipe

  • Luciana

    olá… quero comprar roupas para revender, mas quero abrir uma loja física, sabe me responder em quanto tempo chega uma encomenda do eua e se não serei fiscalizada porque comprarei com frequencia? garta

    • Oi Luciana
      O tempo de encomenda varia conforme a transportadora que você utiliza. E sem dúvida você será fiscalizada como todos os outros turistas e remessas são.

      Abs
      Felipe

  • Alysson

    Oi, Renata. Parabéns pela matéria, muito bem explicado!

    Vê se você pode ajudar no meu caso:

    Eu sou bolsista do Ciência Sem Fronteiras. Cheguei aqui nos EUA no dia 8 de Janeiro de 2014 e provavelmente voltarei ao Brasil antes de completar 1 ano de estadia aqui na universidade (por volta do dia 22/12/2014).

    Eu planejo levar comigo e declarar 1 console (PS4) no valor de $399 e uma guitarra no valor de $170. Com isto já passarei da cota de $500.

    Além disso, levarei um notebook (que a própria Capes nos obriga a comprar aqui) e um mini iPad que ganhei da universidade americana para que eu possa estudar e comprar livros digitais.

    A minha dúvida é: como na minha volta eu ainda não terei completado exatamente 365 dias nos EUA, o notebook e o mini iPad serão tributados? Há uma alguma regra específica para intercambistas ou bolsistas do Ciência Sem Fronteiras? Eu posso argumentar que o notebook e o iPad foram necessários para o desenvolvimento dos meus estudos e pesquisas científicas para que eles considerem como uso pessoal ou de trabalho?

    Obrigado desde já pela atenção.

    • Oi Alysson

      Você só está isento dos bens que comprou enquanto morava fora se eles foram utilizados para o exercício da profissão ou estudo. Por exemplo, se você estava nos EUA como fotógrafo, pode trazer equipamentos fotográficos isentos de imposto. Agora para video games e outros produtos, o limite de $500 continua valendo. Você pode tentar argumentar, mas dai vai do fiscal da receita acreditar ou não.

      Abs
      Felipe

      • Alysson

        Obrigado por responder, Felipe.

        Bom, exatamente por isso que eu pretendo declarar o videogame e o instrumento musical. É somente para lazer.

        Porém, o notebook e mini iPad – que me foram dados para estudar e pesquisar – eu não pretendo declarar. Mas dizem que há o risco deles ainda não serem isentos de imposto, pois vou ficar 350 dias aqui. Não vai completar 1 ano.

        Será que o pessoal da Aduana é tão severo assim?

        Abraço.

        • Oi Alysson
          É obvio que vai depender de cada fiscal, mas em geral, quando eles pegam são muito severos sim – alguns dizem inclusive que sao abusivos.

          Abs
          Felipe

  • lucia silva

    Boa noite,
    Tenho uma duvida. Se eu levo o meu macbook para os EUA . Quando eu voltar como eles saberao que era meu?? E se eu comprar nos EUA, utiliza-lo . Ele estiver cheio de informacoes , fotos, eles podem provar que eh novo?
    Obrigada. Lucia Silva

    • Oi Lucia
      Se o seu macbook é brasileiro, é só levar a nota fiscal que comprova que você comprou aqui no Brasil e você não será taxada. A maioria dos computadores brasileiros também saem de fábrica com uma marca da Anatel (no macbook eles ficam embaixo).
      Se o seu macbook foi comprado no exterior e trazido ao Brasil sem pagar taxa anteriormente, ele pode ser taxado novamente, mesmo que seja usado.

      Abs
      Felipe

  • Allan Soares

    Boa noite Renata, tudo bem?
    Eu estou nos Estados Unidos a passeio mas trouxe meu notebook do brasil comigo, terei que declarar?
    Obrigado e parabens pelo blog.

    • Oi Allan
      Se ele é brasileiro (comprado no Brasil, com nota fiscal e tudo mais) não é necessário declarar não.

      Abs
      Felipe

  • Claudio F. Mrins

    Oi, primeiro, de coração, quero agradecer a sua predeza em responder todas as dúvidas.
    Meu sobrinho está trazendo um Ipod, entra na cota ou passa como telefone (que, na verdade, não é)?
    também comprou vários livros, sei que livro não conta, mas alguns livros vem com CD e DVD entraria na cota?
    Muito Obrigado

    • Olá Claudio, tudo bem?

      O Ipod não entra como telefone não. Mas se ele só vai trazer livros, dvds e ipod, acho que se passar da cota vai ser por pouco.

      Abraços,
      Renata

  • Tiago

    Boa noite Renata. E sobre a questão de roupas? Se nas malas estiverem apenas roupas compradas pra uso pessoal? Modelos parecidos, mas de cores variadas, porém todos no mesmo tamanho e em quantidades não tão pequenas de camisas pólos, camisetas basicas, calças, bermudas, roupas se frio e etc. Mesmo sendo assim, pode complicar?

    • Olá Tiago,

      Apenas os itens listados como tal na matéria acima são considerados uso pessoal, tudo o mais (inclusive roupas) é sujeito a taxa. =/

      Abraços,
      Renata

  • Mateus

    Na compra de produto usado, logo sem nota fiscal como um notebook por exemplo, se eu declarar que paguei 1000 dolares e o produto vale 1200 novo, como eles verificam o valor?
    Existe uma taxa padrao de notebook, tables e afins ou eles verificam buscam o modelo na net? Eles abrem a mala para conferir o modelo?

    • Olá Mateus,

      Em geral eles vão olhar o modelo e o preço que é vendido hoje, mesmo que você tenha comprado de segunda mão por um valor menor. Se você não tem nota, eles vão olhar o preço padrão. E eles podem abrir a mala sim.

      Abraços,
      Renata

  • Leonardo

    Ola Renata,

    Estarei indo esse final de semana, no caso vou comprar um Playstation 4 ( 450 $) + um controle do video game que custa 70 $, então vai ultrapassar 20 dollares, caso eu não declare e seja pego , eles irão calcular o imposto + multa sobre o controle ou sobre o video game??

    • Olá Leonardo,

      Tudo bem? Você encontra essa resposta no item 6 da matéria acima. 😉

      Abraços,
      Renata

  • Pedro

    Desculpe se já fizeram a pergunta, mas criança de 10 anos também tem a mesma cota de US$ 500 como os adultos?
    grato
    Pedro

    • Pedro

      Ah… desculpe a falha. Já responderam essa pergunta “n” vezes.
      Gostei muito das dicas do blog.
      Como vou viajar só em 2015, vou ler “de cabo a rabo”.

      Obrigado
      Pedro

    • Olá Pedro, tudo bem?

      Como você já viu, crianças de 10 anos tem sim direito a cota. 🙂

      E sinta-se sempre bem vindo para perguntar aqui.

      Abraços,
      Renata

  • Renata boa noite, vê se você pode me ajudar.

    Eu vou viajar para os EUA em novembro, época da black friday. Aí surgiu a dúvida.
    Se eu comprar um notebook por exemplo que o valor seja USD 700, por USD 500, eu vou ser taxado na diferença de USD 200 mesmo estando com a nota e estando em época de promoção no país inteiro?

    Desde já agradeço

    • Olá Arthur,

      Se você tiver a nota do valor que você pagou, ela poderá servir de prova que você está dentro da cota para não ser taxado.

      Abraços,
      Renata

      • Muito obrigado querida

  • Tiago

    Boa noite Renata, gostaria de saber se uns 4 relógios dentro da mala “grande” poderia ocasionar problemas caso a alfândega pare? Eles seriam para uso pessoal, pois os preços lá são muito atrativos.. E caso a alfândega parar, gostaria de saber se a máquina de raio-x conseguiria detectar esses relógios e perfumes dentro da mala? Meu interesse lá não seria comprar eletrônicos, e caso comprasse, declararia numa boa para evitar dor de cabeça..

    • Olá Tiago,

      A máquina detecta os relógios sim. Você teria direito a 1 relógio como uso pessoal, e os outros 3 podem estar dentro da sua cota de 500 dólares. O que passar, estará sim sujeito a taxa se te pararem.

      Abraços,
      Renata

  • carol

    Posso trazer um relógio no pulso e outro na mala?

    • Olá Carol, poder você pode e apesar do fato de um estar no pulso poder “despistar”a alfândega, nada garante que você não será taxada, então compre os relógios consciente disso.

      Abraços,
      Renata

  • Oi Renata!
    Vou ficar 4 meses no Canadá e volto em janeiro/15, quero trazer enxoval p/ amigas e primas, mas provavelmente muitas roupinhas seriam iguais, estou pensando em umas 70 peças, mas se não chegarem a 500 dólares, eles podem reter por caracterizar revenda?
    Obrigada e parabéns pelas postagens.

    • Olá Ana,

      Eles poderiam te taxar o que passar de 500 dólares. Se isso acontece e você não quiser pagar, poderão sim reter os produtos.

      Abraços,
      Renata

      • Ana Caroine F. Curcio

        Obrigada Renata!
        Bom se eu pagar então sem problemas, certo, mesmo que os produtos sejam em grande quantidade e parecido?

        • Oi Ana
          Depende. Se a receita classificar a sua compra como importação ilegal, mesmo que a quantidade e os valores sejam ultrapassados, eles podem reter a mercadoria.

          Abs
          Felipe

  • Vyctor Marques

    Olá, gostaria de saber se os 500 dólares também valem para compras online. Se valem, ao passar disso, a taxa é a mesma para viagens?

    • Olá Vyctor,

      Pra compras online que você recebe lá na sua viagem sim, para compras online para entregar no Brasil não. Neste último caso sua cota é só US$50,00.

      Abraços,
      Renata

  • Oi Renata, estou adorando as dicas. Vou comprar um Ps4, como deve trazer? Despachado na mala, ou na mala de mão?

    • Ola Fabbio, tudo bem?

      Que bom que está gostando das dicas. 🙂

      Você na verdade pode escolher onde levá-lo, agora se tiver espaço na sua mala de mão, eu acho uma boa levar com você. Ps4 é um produto muito popular e para evitar a sorte, é melhor tê-lo sempre do seu lado. Fica mais fácil para você evitar dar chance para roubos e extravios, além de evitar choques mecânicos que podem danificar o PS4.

      Abraços,
      Renata

  • Ana Vitória

    Olá!
    Os 500 dólares é por eletrônico ou por todos os eletrônicos que irei trazer?

  • Mauro

    Gostaria de saber como faço para levar minhas maquinas fotográficas e objetivas para um safari na África. São do meu uso pessoal mas não tenho notas fiscais. Obrigado.

    • Olá Mauro,

      São novas, ainda comercializadas no varejo? Se não tiver nenhum comprovante de que foram compradas aqui, uma das máquinas poderá entrar no seu uso pessoal mas as outras poderão ser taxadas. Se mais gente for viajar com você, lembre-se que cada um tem direito a uma máquina.

      Abraços,
      Renata

  • edson

    Irei viajar com minha esposa e meus dois filhos, Se eu trouxer um home theater de 2500 dolares, como eles tem cota de 500 cada um, entao terei de declarar somenre 500 dolarss.

    • Olá Edson,

      Não, a cota não pode ser somada em um único produto. Na matéria acima você encontra mais detalhes sobre as regras.

      Abraços,
      Renata

  • Livia Mara Pereira Motta

    Obrigada pela resposta Renata,vou precisar te incomodar mais um pouco, tenho duvida sobre quais medicamentos posso levar, se terei que ter receita medica de todos os remedios, se posso levar na bagagem de mao ou nao.Obrigada mais uma vez.Abraço.

    • Olá Livia,

      A maioria dos medicamentos daqui você pode levar. Dipirona é proibido nos USA, não vende lá. Qualquer remédio mais diferente (como a dipirona) ou de uso contínuo que você costuma usar ou queira levar, é bom levar junto uma receita do seu médico em inglês (que não terá validade lá, mas saberão que é de um médico daqui). Mas nunca ouvi caso sobre alguém que levou remédio de uso pessoal assim e teve o remédio apreendido, viu? Leve na mala de mão o que você precisa para usar durante a viagem e guarde o restante na mala que vai ser despachada.

      Abraços,
      Renata

  • Livia Mara Pereira Motta

    Oi Felipe, Adorei suas informaçoes, eu e minha familia vamos viajar pela primeira vez, quero comprar uma batedeira e meu filho um playstaion 4, queria saber como vou trazer, se em mala de mao, ou na mala, dentro da propria caixa, ou fora dela?Obrigada desde já.

    • Olá Lívia,

      A batedeira, como é pesada, eu traria na mala que é despachada. Você pode trazer na caixa ou fora dela, como preferir. O vídeo game, como é um item mais chamativo, se tiver como, traga na mala de mão para te-lo com vocês o tempo todo.

      Abraços,
      Renata

  • RENATO

    Oi, estou na Austrália e após um ano e meio voltarei ao Brasil. Naturalmente, comprei algumas aqui e gostaria de saber se serei taxado ou não. Eu trouxe meu notebook do Brasil, ele ainda pode ser taxado?

    Também, eu comprei um tablet aqui de 368,00, um Play Station 2 de 170,00 de segunda mão e um Nintendo 3ds de 150,00 tbm de segunda mão. Serei taxado neles ou eles contam como de uso pessoal?

    Como voltarei após mais de um ano, ouvi dizer que minha viagem contará como mudança, devido ao tempo estado na Austrália. Como isso funciona? De que forma isso me beneficia?

    por último, eu comprei um outro Nintendo 3ds que gostaria de levar pra minha namorada. Mesmo mantendo o meu de uso pessoal na bagagem de mão e o outro, tbm já de segunda mão na mala, serei taxado? Obrigado.

    • Oi Renato
      Se o seu notebook é brasileiro (foi comprado no Brasil) ele não vai ser taxado, mas para comprovar, você pode ter que mostrar a nota fiscal de compra.
      De resto, você só está isento dos bens que comprou na Austrália e que foram utilizados para o exercício da profissão ou estudo. Por exemplo, se você estava na Austrália como fotógrafo, pode trazer equipamentos fotográficos isentos de imposto. Agora para video games e outros produtos, o limite de $500 se aplica.

      Abs
      Felipe

  • Diego.Cavalcante

    Eu tenho uma dúvida. Estou levando o meu smartphone para uso e o de um amigo que quebrou a tela para consertar na apple store de lá. Há algum risco deles quererem me taxar? Eu vou levar o comprovante de pagamento, nota, etc. Detalhe: o telefone foi comprado lá.

    • Olá Diego,

      Você tem direito a um smartphone nos seus itens de uso pessoal, conforme explicado na matéria acima. Se o telefone foi comprado lá e não foi declarado anteriormente, ele pode ser taxado se você tiver um outro aparelho além deste.

      Abraços,
      Renata

  • Ruiran

    Estarei indo pra orlando com minha nova em Janeiro de 2015, estamos juntando um dinheiro pra gastar a mais lá. Quanto seria o ideal pra levar em espécie??

    • Olá Ruiran,

      Não existe um valor ideal padrão para todas as pessoas, é sempre bom ter um pouco de trocado para gorjeta e mais algum dinheiro para taxis ou qualquer emergência, mas não precisa ser muita coisa. Para dicas de quanto dinheiro levar em sua viagem, clique aqui.

      Abraços,
      Renata

  • Janaina

    Oi! Vou para Orlando em Outubro. Não vou comprar celular. Mas queria comprar uma máquina profissional e uma GoPro, A maquina pode ser considerada minha, de uso pessoal, e a GoPro, que custa em torno de US$300 entrar na cota? Ou será que serei taxada por serem duas “máquinas”.

    Obs.: o blog de vocês é ótimo, tirei quase todas as minhas dúvidas por aqui, rs. Parabéns!

    • Olá Janaína,

      Você pode ter uma máquina no uso pessoal e outra na cota. Só esteja preparada para o caso de considerarem a máquina mais barata a de uso pessoal e a mais cara como a que deveria ser parte da sua cota. Simplesmente porque muitas vezes essa galera da alfândega é chata, então esteja preparada para essa possibilidade também.

      Abraços,
      Renata

      obs: que bom que gostou do blog e encontrou resposta para quase todas as dúvidas aqui. As que não encontrou, sinta-se muito bem vinda para perguntar, tá? 🙂

  • Lucas

    Se eu levar meu smartphone brasileiro comigo para os EUA, e lá comprar mais um smartphone, é provável taxação? Ou esse que levo do Brasil não interfere por ser daqui? Devo levar a NF desse brasileiro?

    • Oi Lucas,

      A regra não fica muito clara nesse caso, pois não entra nesses detalhes de quando você já está com um aparelho brasileiro em mãos. É pouco provável implicarem mas existe a chance, pois vai acabar dependendo da interpretação (e bom humor) do pessoal da alfândega. Leve a nota fiscal como base de sua argumentação de qualquer jeito. Uma pergunta: todas as pessoas que vão viajar com você também estarão com celular, certo? Se uma puder deixar aqui, vocês dividem o celular, um pra cada um, na hora de passar na alfândega. 😉

      Abraços e boa sorte,
      Renata

  • Daniel

    Na hora de pagar os 50% Já estão aceitando crédito ou só debito?

    E travel card conta como débito?

    • Olá Daniel,

      Até onde eu sei só débito e acredito que travel card não conte como débito, mas para verificar é melhor com uma fonte oficial.

      Abraços,
      Renata

  • Bruno

    Ola pessoal, muito boa as dicas de vocês estão de parabéns!!

    Minha duvida e a seguinte , estarei indo a orlando e pretendo trazer 2 iphones se possível já os novos modelos,um para uso(não vou levar nenhum comigo do brasil) outro para presente, como posso fazer pra não ser taxado?

    1-Posso simplesmente colocar os carregadores e cabos na mala , e deixar as duas caixas para traz e colocar os iphones nos bolsos ? eles revistam ou vao me perguntar pq os carregadores? ,onde estão os celulares??

    2- trago um para uso no bolso, e vou para fila para declarar um dos iphones que ultrapassou o valor de 500dollares ?

    Nunca vi nenhum comentário sobre esse respeito

    obrigado

    • Olá Bruno,

      Independente do que você faça (coloque no bolso, na bolsa, tire da caixa), você corre o risco de ser taxado, não pelos dois (visto que um entra na sua cota de uso pessoal conforme matéria acima) mas por um dos iphones. Fica a seu critério tentar passar batido ou declarar este segundo.

      Abraços,
      Renata

  • livia

    Se eu declarar apenas 1 iPhone para pagar o devido imposto, toda a minha bagagem passa pelo raio x, ou eh so mostrar o aparelho?

    • Sim, tudo passa pelo raio x. Malas, bolsas, mochilas e até casacos maiores.

      Abs
      Felipe

  • franciisca lima do carmo

    instrumento musical teclado posso trazer?

    • Oi Francisca
      Pode sim, sempre limitado a $500 para não haver cobrança de imposto.

  • Pedro Henrique Silva

    Se eu comprar uma câmera digital (que será utilizada) e um fone de ouvido que juntos ultrapassem US$ 500 terei que declará-los?
    Ps: pretendo viajar novamente para o exterior com esses equipamentos

    • Pedro,

      Você tem direito a trazer uma máquina como item de uso pessoal, que não entra na sua cota. Sendo assim, se apenas o fone não ultrapassar o valor da cota e você não for trazer mais do que uma camêra, você não vai precisar declarar.

      Abraços e boa viagem,
      Renata

  • Olá pessoal! Na lista de uso pessoal não vi sapatos e tênis, eles são considerados de uso pessoal, poderei trazer na mala sem estar na caixa e sem nota fiscal uns 20 pares diferentes e não ser tributado, e bolsas masculinas e femininas, e se eu trouxer um notebook de 2mil dólares e declarar 300 dólares eles vão conferir o produto, pelo que eu vi aqui no site não posso levar o meu positivo e voltar com um sony vaio e jogar o meu velho lá nos EUA. As regras de tributação valem também para a Argentina, e essa cota de 500 dólares é por viagem ou por mês.

    • Oi Flávio
      Roupas e calçados não fazem parte da lista de itens de uso pessoal mas não são taxados desde que sejam suas e compatíveis com a duração da viagem (trazer 10 pares de tênis em uma viagem de 15 dias não faz muito sentido). E sim, eles olham os computadores e vão ver o número de série dele. Não dá pra enganar a receita.
      A regra é de $500 por pessoa independente da origem (EUA ou Argentina).

      Abs
      Felipe

  • Fabiana

    olá, somos 2 adultos e 2 crianças indo para Orlando. A taxa de US$ 500,00 é para cada um? E mais uma dúvida, posso levar um tablet que já temos para usarmos na viagem ou será contado para tarifa?

    • Olá,

      Cada um de vocês tem direito a 500 dólares. O tablet, se tiver sido comprado no Brasil, ele terá o selo da anatel e não será taxado. Se ele foi comprado fora, mesmo que em outra viagem, estará sujeito a taxa sim.

      Abraços,
      Renata

  • Olá Renata,
    Excelente as suas dicas, vale muito apena ler todas elas. Eu estou viajando com minha esposa, meu filho de 8 anos, uma sobrinha de 5 anos e minha mãe, as crianças também tem a cota de 500 dólares?

  • robson

    Qual a regra para brinquedos e pelucias? Quero trazer algumas dos parques e não tenho ideia de como sera a tributação nisso?

    • Oi Rosbon
      A tributação é a mesma para todos os produtos: $500 dólares de cota individual.
      Não existe nenhuma regra especifica, mas aqui vale o bom senso: trazer muitos bichinhos de pelúcia por pessoa pode parecer importação ilegal, caso o fiscal entenda que você esteja trazendo para vender.

      Abs
      Felipe

  • Enzo

    Olá! No caso da cota de $500, ela vale para cada item individualmente ou para o valor de cada item “somado”? (ex. um celular de U$400 e um Headphone de $200) Nesse caso desde que os itens (individualmente) nao ultrapassem a cota de U$ 500 não será cobrado imposto?

    Desde já agradecido!

    • Oi Enzo
      A cota é para todos os itens somados.

      Abs
      Felipe

  • Marcos Moreno

    Bom dia,

    Estou indo para o exterior e pretendo trazer um videogame de U$300,00.
    1. Posso trazê-lo na caixa?
    2. Obviamente não excedendo os U$500,00 é possível ainda que se eu for parado na alfândega, seja tributado?

    • Olá Marcos, tudo bem?

      Você pode trazê-lo na caixa sim, e considerando apenas o seu video game, você não será taxado. Você poderá ser taxado se comprar outras coisas que ao todo, façam a soma das compras somarem mais do que US$500,00. Fora isso, você pode ficar tranquilo com relação ao vídeo game.

      Abraços e boa viagem,
      Renata

  • Rafaela

    Olá Renata! Como fica a questão de produtos líquidos (cremes, perfumes, etc.) na mala de mão?
    Obrigada!

    • Olá Rafaela,

      Na mala de mão você pode produtos líquidos (como cremes, gel, perfumes, produtos em aerosol etc) em embalagens de até 100 mls que devem ser armazenados em embalagem plástica transparente vedada (os saquinhos tipo ziploc são os mais usados). Busque colocar todos os seus produtos cremes, gel ou líquidos em uma única embalagem plástica de no máximo 20x20cm pois se a inspeção for aplicar as regras “a ferro e fogo”, cada passageiro só pode embarcar com uma embalagem plástica vedada com seus produtos dentro.
      Além disso, sua mala de mão não pode conter nenhum objeto considerado perigoso, ou seja, nada cortante ou inflamável. Se tiver um canivete ou uma tesourinha na sua bolsa, não se esqueça de colocar na mala que vai ser despachada pois na mala de mão é proibido.
      Abraços,
      Renata

  • Eu queria saber, se eu trouxer vários aparelhos eletrônicos e declarar apenas 1 que ultrapasse os US$ 500 (que não seja de uso pessoal), eu corro o risco de ser taxado depois de pagar o imposto, desse único aparelho que eu paguei?

    • Oi Junior
      Sim, se 1 aparelho ultrapassar, todos ultrapassam também. Corre o risco sim.

  • Isadora Lobo

    Olá. Eu gostaria de saber se os fiscais da Alfândega só olham as malas, ou se eles olham também as bagagens de mão. E se por exemplo, eu estiver usando um relógio e na mala tiver outro, eles vão considerar como uso pessoal os dois?
    Parabéns pelo blog !!

    • Olham tudo. Malas, bagagem de mão, mochilas, bolsas e até casacos grandes.

      Abs
      Felipe

  • pedro paulo cabral

    boa tarde

    Uma duvida que sempre paira sobre a declaração na alfandega pois como já mencionei vou fazer uma viagem para Disney mais minha esposa e filha então para efeito de declaração na alfandega seria $500 para cada um de nós? a filha tem 10 anos

    grato pela resposta

    att

    • Oi Pedro
      É por pessoa e as crianças estão incluídas também. $500 para cada.

      Abs
      Felipe

  • Ola…estou morando na australia e pretendo voltar levando minha mudança nas malas..roupas..cameras profissionais (usadas)..ferramentas de trabalho (desgastadas e sujas) estou morrendo de medo de ser pego e ter que pagar por coisas que comprei por viver aqui e agora que tenho que voltar ter que pagar um valor alto na alfandega por coisas usadas ..vao cobrar imposto sobre estes produtos mesmo sendo usados? O fato de morar fora ajuda em algo? Desde ja agradeço

    • Oi Marcos
      Sobre câmera fotográfica, você pode trazer 1 independente do valor. As outras, podem ser sem cobradas.
      Sobre as ferramentas de trabalho, elas só são isentas caso você esteja morando fora do país por mais de 1 ano e comprove que as ferramentas foram usadas para o exercício da profissão.

      Abs
      Felipe

  • Pedro Henrique Sant’Anna Oliveira

    Se eu comprar Fones de ouvidos (Headsets e Cabos para meu filho) Terá que declarar na alfândega ou só se passar de $500???, vídeo game portátil conta como de uso pessoal para eles???

    • Olá Pedro,

      Apenas os itens listados como tal na matéria acima são considerados itens pessoais. Todo o resto que passar de 500 dólares poderá ser taxado.

      Abraços,
      Renata

  • Karna

    Bom dia!
    Estou indo em Setembro fazer o enxoval de meu bebê…ouvi dizer que muitas grávidas estão sendo paradas na alfândega. Vc tem tido notícias sobre isso? Alguma dica fora retirar todas as etiquetas e caixas da embalagem…já que são para uso próprio?
    Obrigada!!!

    • Olá Karna,

      Nenhum item além dos listados na matéria acima como tal, são considerados itens pessoais. Infelizmente, em casos de enxoval você tem que comprar já assumindo o risco de ser parada pois vai depender muito do julgamento do funcionário da alfândega na hora. Leve isso em consideração na hora das suas compras.

      Abraços,
      Renata

  • Amanda Cannecchia

    Oi Renata, estou indo para Orlando agora em agosto e estou cheia de dúvidas, mas tenho duas que mais me incomodam! Eu não vou levar o meu celular, vou comprar um lá, como é para uso pessoal eu posso trazer a caixinha? E a outra é, vou comprar todas as roupas lá, a parte de tirar a etiqueta eu entendi, só não entendi a parte de “tirar o lacre” eu devo tirar a etiqueta do preço E a etiqueta que vem costurada na roupa?
    Beijos e parabéns pelo site!!!

    • Olá Amanda, tudo bem?

      Sim você pode trazer a caixinha, já que será seu único celular. Sobre as roupas, ainda que você tire tudo elas podem ser taxadas se a alfândega achar que elas são novas (o que na verdade é pouco provável). Sobre tirar o lacre, é na verdade tirar tudo que mostra que ela é nova ou que pode ter sido comprada para ser revendida. Etiqueta com preço, aquele plastiquinho chato que fica junto com a etiqueta, adesivo com tamanho e tudo o mais. Não precisa cortar a etiqueta que vem costurada não.

      Ah!E muito obrigada! Fico feliz que gostou do site. 🙂

      Beijos e boa viagem,
      Renata

  • Lídia M

    Olá! Primeiramente parabéns pelo blog, tem me ajudado muito. 1)Se eu nao levar nenhum item citado acima e comprar todos em orlando, eu poderei comprar tranquilamente e sem risco independente do preço de cada um? 2)Ipad é um item de uso pessoal? 3)o valor da cota é um valor somado por todos os itens ou individualmente (ex: se eu trouxer um ps4 que passe do valor da cota e também trouxer alguns brinquedos, terei que pagar multa apenas do ps4 ou do ps4 somado com os brinquedos?) Obrigado desde ja.

    • Olá Lídia,

      Você poderá os itens considerados como item pessoal que eles não entrarão na sua cota (que considera a soma de seus produtos, e não o valor individual). Na matéria acima você encontra mais detalhes sobre quais são os itens entendidos como pessoais pela alfândega e mais detalhes sobre a cota e a taxa.

      Abraços,
      Renata

  • Ana Paula

    Olá, por favor você poderia me informar se eu posso levar feijão na mala que vai ser despachada??
    Obrigada

    • Oi Ana
      Você pode sim, mas terá que declarar para o ministério de agricultura dos EUA na hora que chegar no país e passar por inspeção, do contrário corre o risco de criar problemas legais e até ter que pagar uma multa de 10 mil dólares se for pega. Talvez seja melhor encontrar alternativas nos supermercados brasileiros da cidade. Você também encontra feijão no Walmart, Publix…

      Abs
      Felipe

      • Ana Paula

        Olá Felipe, mto obrigada pela resposta, acho melhor me virar por lá mesmo…. melhor não correr o risco. Obrigada

  • Sabrina

    Olá.gostaria de saber se posso trazer os temperos mr dash sem problemas.

    • Oi Sabrina,

      Como são temperos industrializados e vem lacrados, você pode trazer sim. Eu sempre trago essas coisas. 🙂

      Abraços,
      Renata

  • Tamires

    Oi, eu posso trazer produtos (cosmeticos) de maquiagem, cabelo e corpo em uma mala de mão… Isso eles prendem tbm? Bjos.

    • Olá Tamires,

      Estes produtos também estão sujeitos a cota.

      Abraços,
      Renata

  • Homer Fontes

    Ola!!! Estou querendo começar a revender roupas importadas dos EUA e procurando por informações encontrei esse blog que vi ser bem útil para todos que vem aqui. Queria saber como procede a fiscalização se alguém de la me mandar os produtos. Se as regras e limites são as mesmas, se mesmo vindo de alguem me mandando de la posso trazer um relogio, celular… e essas coisas dentro do limite sem ser cobrado taxas

    • Olá,

      Você diz alguém te mandando de lá por correio? Se sim, a cota é de apenas 50 dólares. Se alguém for trazer pessoalmente pra você, essa pessoa estará sujeita a cota normal de 500 dólares, mas se fizer isso com frequência poderá ter a mercadoria apreendida.

  • primeiramente: amo o blog de vcs, parabéns, dá pra ver que se dedicam bastante em nos manter informados e isso é uma coisa muito legal!!!
    agora, se eu comprar um box de uma serie com 9 temporadas, ou seja, vão ter bastante dvd’s, eu terei que declarar?

    • Olá Fabiana,

      Que bom que você gostou do blog, muito obrigada! Espero que continue encontrando o que precisa para a sua viagem por aqui. 🙂

      Sobre sua dúvida, você terá que declarar apenas se ultrapassar o valor da cota, de 500 dólares.

      Abraços,
      Renata

  • Thiago Augusto

    Em Orlando (assim como em várias cidades da Flórida) há um taxa que incide em cada produto que você compra por lá. Por exemplo, um PS4 anunciado por US$ 399,00, na hora de comprar, você irá pagar o valor dele mais a taxa (6,5% no caso de Orlando), neste caso o PS4 sairia por US$424,93.
    Minha dúvida é a seguinte: para a alfândega, qual o valor que entrará na minha cota, os 399 iniciais ou os 424 com a taxa já embutida?

    Obrigado.

    • Oi Thiago
      O valor a declarar é o total pago, ou seja, o dinheiro que você deixou nos EUA: produto + imposto de 6,5%.

      Abs
      Felipe

  • Ricardo Falcão

    Oi, preciso comprar um produto na China que custa 600 dólares, vou mandar entregar na casa deu um amigo que mora nos EUA, pagarei também o frete da China para os EUA, o pacote é comprido 10cm x 180cm, o meu amigo vai trazer com ele na sua próxima viagem para o Brasil. Pergunta o procedimento é igual, a nota fiscal da China vai valer, vou apenas pagar 50% sobre os 100 dólares restante, eles vão encrespar co o volume? Muito Obrigado

    • Oi Ricardo
      O procedimento é igual, vale o valor pago pelo produto.

      Abs
      Felipe

  • Diely

    Olá ,uma amiga minha que mora em atlanta irá mandar um Smartphone pra mim.custará mais de 500 dólares. tem alguma forma de enviou que não precise passar pela alfandega ? lembrando que ela vai mandar pra mim de lá,e não irá vir pra cá.

    • Olá Diely,

      Não tem não. Inclusive a sua cota será apenas de 50 dólares, visto que sua amiga enviará o produto, e não vai trazê-lo pessoalmente. =/

      Abraços,
      Renata

  • Brunno

    Pelo que deu pra perceber, notebooks são taxados, independente de serem de ‘uso pessoal’ ou não.
    Mas e computadores de mesa (desktops)?
    Se eu comprar peças separadas (HD, processador, placa mãe, placa de vídeo, memórias etc) de um computador e coloca-las soltas dentro da mala, como vai ser pro fiscal taxar isso?
    Lembrando que seriam apenas placas pequenas – coisas como o gabinete e monitor eu deixaria pra comprar aqui no Brasil mesmo.
    Desde já agradecido.

    • Olá Brunno,

      São considerados uso pessoal, apenas os itens identificados como tal na matéria acima. Qualquer outro produto é taxado segundo as regras da alfândega se ultrapassar das cotas de US$500,00. =/

      Abraços e boa viagem,
      Renata

  • ianluccas

    Parabéns pelo blog, adorei mesmo, me ajudou muito. Um abraços pra todos vocês.

  • Marcio Silva

    Minha filha viaja agorapara Orlando onde ela poderia comprar um iphone desbloqueado e com bom preço e relógios.

    • Oi Marcio
      iPhone desbloqueado de confiança (sem falsificação) somente na loja da Apple que tem no Millenia Mall e no Florida Mall.
      Relógios existem boas lojas inclusive nos outlets.

      Abs
      Felipe

  • Michelle

    Oi Fe! Primeiramente parabéns pelo Blog! Você e a Re tornaram o espaço muito bacana e grande ajuda para os marinheiros de primeira viagem como eu =)
    Minha dúvida é a seguinte: Cheguei em Orlando somente com a bagagem de mão (mochila) e voltei com 2 malas grandes (roupas descaracterizadas (sem etiquetas), alguns cosméticos e brinquedos – tenho um irmão de 5 anos e ama os personagens da Marvel e eu sou viciada em lego e pretendo trazem um de quase 3 mil peças hehe). Sei que posso não ter grandes problemas com as roupas mas os brinquedos por ocuparem grande espaço na bagagem me preocupa um pouco. Esses itens também entra na cota dos U$500? Ou posso trazer sem a preocupação de ter que declara-los? Já viram casos assim?

    Muito obrigada e mais uma vez parabéns!

    • Oi Michelle
      Muito obrigado pela mensagem e pela visita. Fazemos o site para vocês!
      Sobre a alfândega, assim como está escrito no texto, além das roupas e cosméticos (com moderação) e dos itens de uso pessoal (que SÓ são 1 camera, 1 relógio, 1 celular e 1 leitor de e-book) tudo conta na cota. Ou seja, se os brinquedos custarem mais do que 500, vale a pena declarar para não ter que pagar multa.

      Abs
      Felipe

      • Michelle

        Muito obrigada!
        E continuem com o Blog, pois ele realmente ajuda nas dúvidas e no planejamento da viagem!

  • Ana Guglielmello

    Olá, vou viajar para os EUA. Poderia me tirar uma duvida? Vou levar daqui do Brasil meu Smartphone, minha câmera fotográfica e meu netbook. Porem pretendia comprar la um iPod e um iPad (fora roupas e etcs). Como procede esses itens na Alfândega? Pago a taxa por ultrapassar os 500 dolares? ou entram em itens particulares por serem únicos (fora os meus já levados daqui)?

    Att,

    • Oi Ana
      Assim como está escrito no texto, todos os itens entram na cota de 500 dólares, ou seja, se seu iPad e iPod passarem desse valor, você deverá pagar imposto para entrar com eles legalmente no Brasil.

      Abs
      Felipe

  • Bom mesmo seria ter um jato particular que aí da pra trazer de tudo sem ser taxado rsrs

  • Olá Gustavo.
    Estou indo pra Orlando com minha esposa no próximo mês, éla vai trzer um ps4 399, no caso se eu trouxer algumas roupas um notebook de 549 dólares e declarar somente o note, é costume que os fiscais queiram ver o restante da minha bagagem e da minha esposa ?
    O que vc indica nesse caso? Quero evitar que impliquem com alguma coisa nas bagagens.

    Abraço.

    • Olá Kleber,

      O ps4 tá dentro da cota da sua esposa, então ele passa sem problema. O valor para declarar o notebook será tão pequeno que vai ser ótimo declará-lo mesmo para poder entrar e sair do país sem problemas. Agora, sim, o fiscal até poderá querer olhar o restante da sua bagagem sim e aí você tem que avaliar o que mais quer trazer para ver como agir e o que vai valer a pena comprar mesmo.

      Boa sorte e boas compras.

      Abraços,
      Renata

  • Anna

    Se eu trouxer muitas pelúcias e/ou outros objetos das lojinhas da Disney (todos variados), corro risco de implicarem comigo na Alfândega? Há um limite para esse tipo de coisa?

    • Oi Anna,

      O limite é estar dentro do valor da sua cota.

      Abraços,
      Renata

  • Juliani Piske

    Olá, fiquei em dúvida em relação aos produtos que irei levar, se eu por exemplo levar coisas que não contam como uso pessoal mas não possuo nota (como cremes e cosméticos) como comprovo na volta que já eram meus?? E se eu já for com minha câmera, smartphone e tablet os que eu trouxer de lá entrarão na cota ou podem entrar como de uso pessoal??

    • Oi Juliani
      Se os cremes foram levados para uso em Orlando, eles vão estar usados, então a alfândega vai entender que você não esta trazendo para revender aqui.
      Agora, se já levar câmera e smartphone do Brasil, os que forem comprados lá não entram na cota de uso pessoal, que como dissemos, dá direito a 1 item desses por pessoa. Tablet não é considerado uso pessoal.

      • Juliani Piske

        Muito Obrigada. Adorando o Blog de vcs, está ajudando muito no planejamento da minha viagem! 🙂

  • Raquel Santos

    Olá!
    Desde que decidi ir para a Disney não paro de visitar esse blog. A adrenalina é tanta e a ansiedade também, que eu já li várias vezes os roteiros e dicas e estou sempre de olho nas novidades. Vocês são maravilhosos e escrevem de uma forma ágil e de fácil entendimento. Essa será minha primeira viagem aos EUA e nós temos as pretensões de compras.Dentro do que pretendo trazer, sei que não terei problemas na Alfândega, mas quando alguém sabe que você está indo para lá é um desespero de traz creme para mim, e quando sabem quanto custa querem que vc traga uns sete .. complicado para mim! Heis a dúvida:O que vcs me aconselham de trazer desse tipo de produto, cremes Victória’s, maquiagens, será muito arriscado trazer muitos itens? No mais, amei esse blog e quantas vezes eu for na Disney estarei aqui visitando vocês! Maravilhoso!

    • Oi Raquel,

      Primeiramente que bom que o blog está te ajudando no planejamento da sua viagem. Fico muito feliz em saber que as dicas estão sendo úteis. Quando a gente planeja já começa a curtir por antecipação, né? 🙂

      Quanto a sua dúvida, trazer muitos itens repetidos de produtos cosméticos pode sim ser um problema na alfândega. Esse é um problema que todo mundo que viaja passa: os amigos e parentes que pedem muito. Sendo bem honesta, minha mãe sempre diz “para quem tem uma cara de pau, dê de volta uma cara de pau e meia”, em outras palavras, se muita gente tem cara de pau para te pedir, tenha a mesma cara de pau de dizer não sempre que julgar necessário. Lembre que existe quantidade e peso máximo que você pode trazer e que as encomendas podem interferir nos planos de compras que você tem para você mesmo. Eu normalmente só trago coisas para parentes muitos próximos e amigos íntimos, já estou com tanta prática que falo não com a maior facilidade “Poxa, que pena, não vai dar” e se a pessoa insiste mais firme fico ainda. Pense em você e avalie quais pedidos atrapalharão ou não a sua viagem, essa é minha dica.

      Abraços,
      Renata

  • Se eu comprar um smartphone que passe da cota , porém de uso pessoal entrará na cota ? Terei que declarar ??

    • Como escrito no texto, 1 celular por pessoa é isento de cobrança de imposto de importação.

  • Maria Tereza

    Olá, gostaria de saber se essa cota de $500 vale para crianças, por exemplo: Gastei $1000 lá, e colocar $500 em cada uma das malas, ou seja, por pessoa, isso será aceito??

  • Oi, primeiro gostaria de parabenizar o ótimo serviço que vocês estão fazendo. É excelente e ajuda muito! Gostaria de saber se perfumes e óculos escuros entram na cota ou não. Não penso em exagerar, penso em comprar apenas um par de óculos escuros e um perfume para mim e usá-los na viagem antes de voltar, eles entrarão na cota de $500?

    Obrigado pela atenção.

    • Olá Brenno,

      Obrigada, que bom que está gostando do site. Estes produtos entram na cota sim, apenas os produtos listados na matéria acima como uso pessoal são isentos da cota.

      Abraços e boa viagem,
      Renata

  • Sidney

    Oi Renata boa tarde gostaria de saber se eu trazer 10 pares de tennis iguais mas com numerações diferentes terei que declarar imposto

    Grato

    Sidney

    • Oi Sidney
      Se eles custarem menos de $500 dólares no total, não é necessário declarar, mas se for pego o fiscal da receita pode desconfiar de importação ilegal.

      Abs
      Felipe

  • Bia

    e celular entra como uso pessoal ?

    • Um celular por pessoa sim, como está escrito na matéria

  • Olá! encontrei um site sammydress, com roupas em promoçao, e gostaria de comprar. Porem a loja é nos EUA. Qual o valor maximo em reais que posso comprar para não parar na alfandega? Tem alguma taxa que possa ser paga para nao ser trancada ali? Roupas e sapatos entram na lista de itens pessoais mesmo nao tendo acompanhantes?

    • Oi Stephanni
      Como dissemos na matéria, cada pessoa tem uma cota de $500 de importação.

      Abs
      Felipe

  • Bryan Elson Sales de Queiroz .

    To indo pro EUA comprar um ps4 ele é 400 480 dólares , tenho q pagar alguma multa se for pego?

    • Olá Bryan,

      Essas e outras informações sobre a alfândega, você encontra no post acima.

      Abraços e boa viagem,
      Renata

  • Ana Paula

    Bom dia, e se eu levar a maquina fotografica que comprei aqui no Brasil? Como faço? Levo a nota comigo? Tenho que declarar que comprei a maquina no Brasil e estou levando para Orlando?
    Obrigada.

    • Não dá mais para declarar saída de produtos. Se quiser ficar tranquila na volta, sugiro levar a nota fiscal.

      Abs
      Felipe

      • Ana Paula

        Entendi, então melhor ir com a nota mesmo….
        Muito obrigada pela ajuda.

  • Carine

    Estou viajando para Orlando e pretendo comprar um kit com uma máquina fotográfica da canon T3I que vem com mais uma lente. Sei que a câmera faz parte dos itens pessoais mas como é um kit teria necessidade de declarar?

    • Olá Carine,

      A lente não entrará como uso pessoal. Se você comprar um kit, se a alfândega implicar, vai olhar o preço da lente separadamente para ver o que você deverá declarar. Acho até pouco provável implicarem, mas como não sei qual é a sua lente e a alfândega é sempre uma caixinha de surpresas, vai saber, né?

      Abraços,
      Renata

  • me expressei mal….. vou trazer varias coisas, inclusive acima da cota…. gostaria de saber se barbeador eletrico usado entra na cota…. ou eles desconsideram 😉

    • Via de regra entra sim na cota. Se você passar da fila de nada a declarar, eles poderão ou não implicar com o aparelho. Eles vão olhar toda a sua bagagem no raio-x e decidir se querem que você abra ou não. Talvez o barbeador não seja o fator decisivo para fazer eles abrirem sua mala, mas se eles acharem outras coisas lá e resolverem abrir, podem implicar com o barbeador sim. Enfim, não tem como ser garantido aqui, no fim você vai ter que avaliar se para você vai valer a pena o risco ou não.

      Te desejo muito boa sorte e boas compras.

      Abraços,
      Renata

  • Bom dia queridos!

    Aparelho de barbear da braum de 200 dolar…. Devo declarar, ou o pessoal nem da bola, pretendo usalo antes de embarcar claro.

    Abraco

    • Olá Gustavo,

      200 dólares está dentro da cota e não precisa declarar. Mais detalhes no post acima.

      Abraços e boa viagem,
      Renata

  • Exemplo: Se eu sair do brasil levando objetos meus comprados aqui… tipo eu saio do brasil com notebook de 3 mil reais, um psvita de 900 reais um 3ds de 900 reais e meu celular no valor de 2500 reais… Na hora de voltar… eles vão falar q eu comprei essas coisas fora? tenho q levar nota fiscal dos meus objetos q levo comigo na viagem?

    • É bom sim levar nota fiscal para comprovar que foi comprado no Brasil, para não ter problema, mas além disso os produtos devem ter um selo da Anatel que comprovam que são nacionais.

  • Viviane

    E aí Felipe, mto legal sua matéria, tenho uma dúvida, se eu tirar as embalagens e etiquetas das roupas e sapatos e jogar fora as notas fiscais e for declarar minhas compras, eles não somam as roupas/sapatos? Ou tem o risco deles não acharem que eu já usei ou já era meu e me cobrarem imposto?

    • Oi Viviane,

      Sempre recomendamos tirar as etiquetas para não parecer que você tem intenção de vender por aqui, mas isso não quer dizer que vão achar que a roupa é antiga. Tem sim o risco deles acharem que você comprou lá, até porque eles conhecem as marcas e tudo o mais.

      Se quiser, na pior das hipóteses guarde as notas fiscais bem guardado mas não as jogue fora não pois você pode precisar delas.

      Abraços,
      Renata

  • Liliane

    O head phone beats, pode ser considerado com de uso pessoal ?

    • Olá Liliane,

      Via de regra, apenas os produtos listados no post acima são considerados uso pessoal, ou seja, o beats não entra nesse grupo.

      Abraços,
      Renata

  • Victória

    Oi Felipe, me tira uma dúvida, se eu declarar minhas compras eu vou ter que pagar o imposto duas vezes? Tipo, saindo dos EUA e entrando no Brasil?

    • Olá Victória,

      Você não paga imposto ao sair dos EUA, só ao entrar no Brasil. O único imposto que você vai pagar nos EUA é a taxa (de 6% em Orlando) que é cobrada em todas as compras e não está embutida nos preços das etiquetas dos produtos. Isso todo mundo paga lá para qualquer compra e não tem nada a ver com o imposto de importação – esse último você só paga ao entrar no Brasil e se o fizer com aquisições acima da sua cota e que não entrem na lista de objetos de uso pessoal ( que só incluem os produtos listados como tal no post acima).

      Abraços,
      Renata

      Abraços,
      Renata

      • Victória

        Obrigada pela resposta e atenção Renata, aproveitando a oportunidade, poderia me dizer se na hora de declarar eu pago em reais a multa ou em dólares? Elees passam bolsa no raio X? E queria sua ajuda para me organizar, irei viajar em julho e irei comprar um celular que não entra na cota como vcs msm falaram, um ipad que irei declarar e bastante roupas(para mim) e dai pretendo amassa-las e tirar as etiquetas e das embalagens para parecer um pouco usadas haha e queria uma dica do que fazer para pagar a multa só pelo ipad e não me cobrarem as roupas ou não é viável?? Já vi mtos casos das pessoas levarem eletrônicos pequenos na mão msm ou no bolso e no meu caso é ipad mini. Obrigada e desculpa o tamanho da pergunta! obs: vou sozinha com uma agência para comemorar meus 15 anos.

        • Oi Victória
          O imposto e a multa são pagos em reais, no momento da inspeção, e pode ser feita no cartão. Eles passam tudo no raio X, inclusive bolsa, mochilas, casacos. Tudo!
          As roupas eles não devem te cobrar, pois está escrito na regra oficial que existe a isenção.

          Abs
          Felipe

  • quem ficou mais de um ano pode trazer uma quota maior?

    • Não pode João.
      Só são isentos da cota os bens que foram utilizados para o exercício da profissão no exterior (por exemplo, uma guitarra para um músico, uma máquina para um fotógrafo…).

      O resto, entra nos 500 dólares

  • Ola Felipe, parabens pelo site. Tenho uma duvida, vou pros eua e pretendo trazer um iphone 5s como uso pessoal, uma gopro ( soh não sei se é uso pessoal, por que alguns lugares consideram filamdora) e algumas outras coisinhas, não pretendo passar da cota de 500 com essas coisas pra não ter de declarar ( baba eletronica e tal) sera que devo declarar pela gopro? Se me pegarem posso alegar que não sabia que a gopro é filmadora?

    • Oi Gustavo
      A GoPro é considerada máquina fotográfica, só que para ser isenta, ela deve ser a única câmera que você pode trazer na bagagem.

      Abs
      Felipe

      • Obrigado

        Mais uma duvida, é importante eu levar o chip sim p colocar no iphone ou sem problema?

        • Oi Gustavo
          Se quiser usar o seu celular brasileiro la nos EUA, no aparelho novo, pode levar sim. Só garanta que você está levando o tamanho de chip certo.
          Abs
          Felipe

  • Daniel Lucas

    Olá Felipe. Estou trabalhando em um projeto de pesquisa em uma universidade no Canadá por 3 meses, estou planejando trazer um notebook, que com 99% de certeza será taxado, e alem disso estive pensando em comprar um mouse e teclado da Razer, e talvez um Psvita. Sabe me dizer se o psvita e o teclado+mouse também seriam taxados, já que no caso do psvita ele é um console de mão?

    • Oi Daniel
      Tudo que ultrapassa $500 dólares americanos (no total e não individualmente) pode ser passível de cobrança de imposto de importação.

      Abs
      Felipe

  • João Paulo

    Ola Felipe, parabéns pelo blog, muito esclarecedor. Tenho uma duvida, estou nos estados unidos desde dezembro de 2013 e vou voltar em Dezembro de 2014 pro Brasil. Minha duvida é, tenho que declarar do mesmo jeito? e como curto muito video games antigos, tipo super Nintendo, mega drive playstation1 etc.. Compro muitos jogos usados em flea market aqui, esses itens serão tarifados também? e como o fiscal estipularia um preço por exemplo pra um CD de playstation 1 fabricado a mais de 15 anos atrás?

    • Oi João
      A receita abre excessão para quem está morando fora do Brasil há mais de um ano, mas os itens livres de impostos são só os que foram usados para o exercício da profissão, ou seja, video games e jogos não devem ser isentos. A declaração nesse caso deve ser feita normalmente.

      Abs
      Felipe

  • Ola Felipe,
    tenho uma duvida vou comprar uma filmadora da sony que custa o olho da cara. Ela passa como item pessoal, ou seja como câmera fotográfica.
    Ela é uma filmadora compacta, aquelas pequeninas?

    GRATA

    • Oi Alyne
      Filmadora não entra na cota de uso pessoal, ou seja, você tem sim que pagar imposto por importação do produto. O melhor nesse caso é declarar ao invés de tentar passar e correr o risco de pagar multa e sair no prejú.

      Abs
      Felipe

  • Então Felipe, boa tarde.. meu tio vai me enviar uma VGA (placa de Vídeo), no valor de 349$ dólares, esse valor não passa de 500 que é o minimo, então só pagarei o valor de 349 + frete estou correto?

    • Oi Rodrigo
      Itens postados por correio tem uma cota mais baixa, de $50 dólares, então nesse caso você pode ter que pagar imposto sim.

  • Gabriel

    Ola, eu vou pros eua no período da black friday e pretendo comprar um surface 3, gostaria de saber:
    1)Se o valor do produto na black friday for menor que a cota mas ele fora da black friday for maior, eu vou ser taxado?
    2)Se eu levar ele na mão, usando, eu corro mais risco de ser taxado ou menos? Visto que vai parecer de uso pessoal.

    Grato desde já e parabéns pelo blog.

    • Olá Gabriel, tudo bem?
      Vamos as suas perguntas:
      1)Se você comprar na Black Friday por um valor menor do que 500 dólares, guarde sua nota fiscal como uma jóia para provar para a alfândega que você está dentro da cota.
      2) Você tem que levar o seu computador na mala de mão de todo jeito e isso não tem influência em você ser taxado ou não. Se com “na mão” você quer dizer fora da caixa, eu sempre acho melhor pois na caixa da a impressão de você vai vender mesmo. De qualquer forma, sua nota fiscal vai ser sua melhor amiga nesse caso.

      Abraços e boa sorte,
      Renata

  • Matheus O.

    ola. eu nao entendi mto bem.

    1) a soma de todos os produtos que eu comprei tem que ser ate U$500, ou é U$500 por produto que eu comprar?

    2) eu pretendo viajar para o USA para compra equipamentos musicais, especificamente uma guitarra que custa U$1.000 . ela pode ser declarada como de uso pessoal? se nao, poderei dizer que ela ja me pertencia antes de eu ir pro USA?

    Grato desde ja.

    • Olá Matheus,

      Vamos a suas perguntas:
      1) é a soma dos produtos que deve ser até 500 dólares.
      2) Não pode ser declarada como uso pessoal nem adianta dizer que já te pertencia antes.

      Mais detalhes você encontra no post acima. 🙂

      Abraços,
      Renata

  • Victor Hugo

    Olá Felipe, tenho uma dúvida! Minha mãe mora no Japão, e eu gostaria de saber se ela pode me enviar um Mac por correio, eu estou certo de que terei que pagar as taxas. Mas eu gostaria de saber se as regras que valem para bagagens acompanhada, valem também para envios por correio. Gostaria de saber também os valores ( de taxas, de limite de envio). Obrigado desde já Felipe. Parabéns pelo Blog.

    • Olá Victor, tudo bem?

      A cota de envio pelo correio é bem menor: apenas 50 dólares, o restante é taxado. Além disso para não correr risco de seu mac ser extraviado, você terá que usar os serviços de uma transportadora bem confiável, o que encarecerá ainda mais o valor final. =/

      Abraços,
      Renata

  • Felipe me da um help quero ir em foz buscar umas comprinhas vou de avião minha cota então e 500 obamas vou trazer um xbox one que custa 498 doletas, e quero comprar um note da sony no valor de 1000 doletas .eu será e mais algumas roupas perfumes pra meu uso , eu levando o not sem declarar declarando só o Game, tenho chances de passar pela alfandega ? ou o fiscal vai querer torrar o saco por causa do not ?

    • Oi Douglas
      Chances você sempre tem, afinal a escolha da alfândega me parece um pouco aleatória (talvez não em Foz….) agora, não fique surpreso se for parado e o fiscal querer cobrar imposto pela importação.

      Abs
      Felipe

  • Cristina

    Olá, vou para Miami com meu marido, meus filhos vão ficar com minha mãe no Brasil, quero trazer roupas para o ano todo para as crianças, corro o risco de ser taxada?

    • Oi Cristina
      Dependendo da quantidade e da avaliação do fiscal da receita, corre sim.

  • Gelmaria Cirlei

    Olá Felipe, meu filho vai completar dez meses nos Estados Unidos, por motivo de intercâmbio, e ele comprou um notebook, um PlayStation 4, uns 4 jogos, e um iphone, mais roupas, tênis, gostaria de saber se ele tem que declarar os jogos, as roupas, os tênis, ou somente o notebook e o PlayStation?

    • Oi Gelmaria
      No meu entendimento é de que ele deva declarar somente o notebook e o videogame, caso estes passem dos $500.

      Abs
      Felipe

  • Mateus Felipe

    Olá, primeiramente, parabéns pelo blog, tem me ajudado bastante!
    Gostaria de saber se os jogos para vídeo Game entram na cota dos 500! Obrigado

  • Rian Dutra

    Olá! Se eu for SEM celular e trouxer um iphone no bolso e a caixinha e manuais na bagagem de mão, serei multado? Obrigado!

  • Oi,
    Parabéns, o post mais be explicado sobre alfândega que já vi.
    Porém eu tenho 3 dúvidas:
    1 – Eu posso trazer as roupas com etiqueta?
    2 – Se eu trouxer por exemplo 2 celuares que é um item de uso pessoal. Um entraria como uso pessoal e o outro na cota de 500$? Ou terei que pagar imposto sobre os dois? E se caso só um entrasse como uso pessoal, e eles tivessem valores diferentes, Qual entraria na cota?
    3 – Você disse que posso trazer 10 itens entre perfumes e cremes. Isso vale pra 10 itens idênticos ou por exemplo eu posso trazer 20 cremes victoria secrets desde que sejam diferentes?

    • Oi Felipe
      Respondendo as suas perguntas:
      1) Sim, pode trazer roupas com etiquetas
      2) Sim, o segundo pode ter que pagar imposto, se o fiscal assim determinar. Em geral, o mais novo, mas depende do fiscal.
      3) Vale para itens idênticos, mas mudar a “fragrância” ou o “sabor” não é trazer produtos diferentes. 20 Victoria Secrets, são 20 itens, independente da versão.

      Abs
      Felipe

  • Ola tudo bom, Eu Estou Pretendendo comprar um notebook do Site Ebay Que Custa (1,200 Dolares) e o vendedor é do EUA Sera que a alfandega tipo nao vai enviar para o destino
    tem como declarar sendo enviado por “correio”

    • Você quer mandar esse computador pro Brasil?

      Vai ficar parado na alfândega sim. Você vai ter que buscar e pagar uma taxa mosntruosa pois para itens enviados pelo correio sua cota é de só 50 dólares. =/

      Abraços,
      Renata

  • Rafael Lima

    Pessoal boa dia.. estou indo para fora do pais na quarta feira.. e pretendo comprar um galaxy s5 nessa nova loja da fnac em GRU .. vcs sabem me informar qual frequencia tenho que comprar para ele funcionar no Brasil? ?.. se eu optar por um iphone 5s qual frequencia?? Abraços

    • Oi Rafael
      Eu não sei qual freqüência, mas se você comprar na loja em GRU, sem dúvida ele funcionará por aqui.

      Abs
      Felipe

  • Elton Lacerda

    Felipe antes de mais nada quero parabenizar pelo site. Estou indo no final de agosto para Disney e leio vocês todos os dias. Estarei imfo com minha esposa e minha filha de 5 anos. Minha dúvida é se minha filha também tem direito a cota de $500? Obrigado e Parabéns pela iniciativa.

    • Olá Elton,

      Que bom que está gostando do site. Fico muito feliz em saber disso. Espero que ainda encontre muitas dicas úteis para a sua viagem até agosto. 🙂

      Quanto a sua dúvida, tenho uma boa notícia: sua filha também tem direito a cota. 🙂

      Abraços,
      Renata

  • André

    Felipe, se eu trouxer 1 notebook de $1.000 + 1 Playstation de $400 estou excedendo a cota de $500 em $900.
    Rola eu tentar declarar o notebook de $1000 pagar o excedente de $500 e não falar nada do playstation? Ou mesmo declarando eles vão querer vasculhar a mala para ver se não tem mais nada?

    • Oi André, tudo bem?

      Infelizmente eles podem querer vasculhar sua mala mesmo assim. =/

  • Jonathas J. C.

    Olá Felipe, se eu passar da cota +/- $500 dólares, e tentar passar na boa, o fiscal sempre manda conferir? Ou vai na sorte. Ex. Quando fui pro Paraguai achei a coisa mais tranquila do mundo passar na ponte, e o que lia na internet era que deveria declarar tudo. Outra coisa, vou comprar um aeromodelo de $ 1000(vai minha cota e da esposa), só que queria comprar mais umas coisinhas lá e é bem provável que passe um pouco da cota. Obrigado!

    • Olá Jonathas,

      Vai na sorte sim, mas se você for pego, paga uma taxa maior.

      Obs: você não pode usar em um produto só a cota de duas pessoas. Cada produto pode ir pra cota de uma pessoa só, então o seu aeromodelo já ultrapassa o limite da sua cota. =/

      Abraços,
      Renata

  • José Carlos F. Custodio

    Você até agora foi a pessoa que melhor tirou minhas dúvidas sobre comprar nos EUA. E minha primeira viajem para os EUA, mais específico para Miami, e gostaria de saber como faço para trazer uma encomenda grande, por exemplo, uma serra circular, mesmo declarando é possível passar com este excesso de bagagem e onde pego no aeroporto e preciso de uma dica de como posso fazer uma embalagem própria para trazer o produto. Obrigado.

    • Oi José
      Obrigado pela visita 🙂

      Para trazer encomendas grandes, basta despachar a caixa como se fosse uma mala na hora de fazer o check in. Só recomendo você verificar os limited de peso e dimensões para despachos feitos pela cia aérea. Em geral, nos sites das cias você encontra essas informações.

      Abs
      Felipe

  • Queiroga

    Filipe, boa noite, gostaria de saber o seguinte; tenhos alguns cedulas de dolares americano mofado, são cedulas novas mais mofadas devido a frieza, vou viajar para os Estados Unidos, vc acha que terei problema com estas cedulas ao usar nos Estados Unidos, um braço e estou no aguardo.
    Queiroga

    • Oi Queiroga
      O melhor que você tem a fazer é tentar usa-las nos EUA. Talvez alguma loja ou outra implique, e nesse caso recomendo você ir a um banco perguntar quais são as suas opções.
      Dependendo do estado da nota (leia-se legibilidade e integridade), pode ser que você não tenha problema para usa-la.

      Abs
      Felipe

  • Silvia

    Olá Felipe,
    Tenho uma dúvida, se eu comprar um Ipad q custa U$ 605 + 6,5% de imposto, vou declarar 105 de excedente ou é do valor com o imposto? Ou seja, calculo tudo pelo valor apenas do produto ou tenho q incluir o valor pago junto com o imposto de lá???

    • Oi Silvia
      O valor é o total pago, ou seja, com o 6,5% incluído.

      Abs
      Felipe

  • Luiz

    Boa tarde,

    Vou viajar agora para o EUA, levarei um iphone 4 (com selo da anatel), e pretendo comprar um iphone 5s lá?

    Serei taxado por esse iphone 5s, ou ele entra na regra de apenas um smartphone?

    Grato,

    • Ola Luiz
      Trazendo dois celulares, um deles poderá ser taxado, provavelmente o de maior valor ou mais novo.
      Não necessariamente será, mas lendo a regra linha por linha, o fiscal tem essa possibilidade.

      Abs
      Felipe

  • Théo

    Eu talvez vá para o Canadá no fim do ano, eu to afim de comprar um PS4 (450 dolares canadenses), alguns jogos e também uma GoPro. Li em um fórum que o cara conseguiu passar um PS4 com os jogos dentro da caixa do PS4 e não foi taxado, mas a GoPro, é considerada de uso pessoal ou vai ser taxada também?

    • Oi Théo, a GoPro é uma câmera fotográfica como todas as outras, apesar de seus recursos adicionais. Por isso, pode ser trazida ao Brasil sem cobrança de imposto, desde que seja a sua única câmera na bagagem.
      Já o PS4, se não utrapassar o valor de $500, também não será cobrado imposto.

      Agora, essa história de ‘alguem passou’ é furada. Não é pq alguém escapou uma vez que você também vai escapar.

      Abs
      Felipe

  • Ademir B.

    Prezados Felipe e Renata,
    lendo em vários lugares sobre dicas da Alfândega, vi sempre a questão de poder trazer, no total, 20 itens com valor superior a 10 dolares, e 20 itens com valor inferior a 10 dolares.

    voces falam “Roupas, livros, DVDs e outros itens de pequeno porte são sim considerados uso pessoal, mas não possuem limite de quantidade.”. Poderiam me informar se existe alguma informação oficial sobre isso? pergunto pois num dos lugares que li, um auditor da receita diz que se voce compra um videogame e 8 jogos, ja contam 9 itens. e o mesmo serve para kit de cremes, baton etc até meias!!!!

    Mas em nenhum lugar deixa claro se esse limite de 20 itens seriam apenas de itens novos (na embalagem).

    Fiquei preocupado, pois entre lembranças, roupas, sapatos etc acho que vou comprar mais de 150 itens.

    agradeço a atençao

  • Gustavo

    Olá Felipe
    Nas duas vezes que fiz uma viagem aos EUA comprei bastante eletrônicos, mas na volta, já no aeroporto do Rio de Janeiro, nunca vi essa fila da alfândega e sempre sai do aeroporto tranquilamente, nem nenhuma interrupção. Tem um horário de funcionamento da alfandega? Ou eu dei sorte nessas duas vezes? Pergunto isso pq pretendo trazer peças para montar um PC e estou com medo de desta vez me esbarrar com essa temida fila…

    • Oi Gustavo
      A alfândega funciona 24 horas, mas a fila se forma em momentos mais específicos, que são aquelas horas em que chegam muitos voos internacionais na mesma hora, em geral no começo da manhã ou da noite.

      Espero que tenha ajudado.
      Abs
      Felipe

  • Lucas

    Eae Felipe
    Mano to indo agora dia 15 com um brother pra orlando, vamos para passear mas nao nos parques, queremos comprar roupa (em geral), tenis, relogio e perfume. Tem como me passar uma dicas ai ?

    • Oi Lucas
      Várias dicas de compras no meu ai de cima. Qualquer dúvida, estamos aqui!
      Valeu pela visita.

  • Ivo sixel

    E eu mandando pelo correio vale a mesma coisa ?

  • Carol Cour

    Ola Felipe! Q blog bacana! Parabens!
    Bom saih do Brasil em marco ano passado e volto agora no final do mes. Serao 15 meses for a. Qual a regra pra roupas, utensilio de cozinha q usei durante o periodo for a e eletronicos? Obrigada!! 🙂

    • Oi Carol
      Roupas se forem suas, são isentas de impostos. Outros produtos só são isentos da cota de 500 dólares, se você provar que está trazendo itens que foram utilizados para o seu exercício profissional enquanto estava fora do país. Do contrário, eles podem ser passíveis de impostos sim ok?

      Abs
      Felipe

      • Junia

        Carol e Felipe,
        Se morar fora do país por mais de 12 meses, além dos itens para exercício profissional também estão isentos móveis e outros bens de uso doméstico (batedeira,cafeteira, mixer, enfim)

  • Giselle

    Olá!

    Estou fora do Brasil há 6 meses fazendo um projeto de pesquisa pago pelo cnpq, e estou retornando agora. A única coisa que comprei de eletrônico foi um computador de $999, fora os itens pessoais que acredito não precisar serem declarados… A minha dúvida é se eu posso passar sem declarar, já que eu comprei logo quando cheguei aqui, e uso ele para realizar a pesquisa que faço aqui, seria considerado como uso pessoal? e como eu faço pesquisa no exterior eu poderia ser considerada como ‘cientista’ como consta nas normas?

    • Oi Giselle

      De acordo com a lei, você só teria o direito de trazer o computador (que no meu entendimento é de uso profissional) sem imposto, após 1 ano morando fora. Com o tempo que você ficou, a lei não te isenta.
      Mas nada que você não possa tentar convencer e provar para o fiscal, caso seja “pega”.

      Abs
      Felipe

  • Mi

    Queridos,
    É permitido trazer comida? Por exemplo: Whey Protein e temperos sem sodio? O que é proibido.
    Obrigada pela ajuda de sempre…vocês são demais!!

    • Oi Mi
      Você pode trazer, mas alguns tipos de alimento podem ser proibidos ou deverão passar por uma inspeção do Ministério da Agricultura do Brasil para garantir que não vai trazer ao país, novas pestes e infestações. Com alimentos industrializados, em geral não tem problema.
      A maior questão é com alimentos frescos, vegetais, frutas e com origem animal.

      • Mi

        Obrigada!

  • Rafael Lima

    Boa tarde Felipe
    Seguinte minha mae vai para os EUA em maio, e ira trazer roupas, 1 relogio, 1 tenis e 1 cel. O cel entao ela fala que é para uso pessoal. no caso ela leva daqui só o chip.. certo?
    o tenis e as roupas seriam masculinas se ela tirar a etiqueta de tudo daria algum problema?? ou roupa é bem tranquilo? como que ela deve proceder? (ps: tenis ela vira com 1 no pé pra ela e 2 na mala mais um pra ela e um pra mim)
    Relogio tem algum impecilio??

    obrigado

    • Oi Rafael
      Correto. Melhor só levar um chip daqui e usar no aparelho novo por lá.
      Eu não acho que ela vai ter problemas, mas pode acontecer, já que a lei fala das roupas de uso do viajante. Como não é você…
      Relógio é como celular, 1 por pessoa.

      Abs
      Felipe

  • Camila

    Bom dia Felipe!!
    Vim fazer intercâmbio aqui nos EUA e estou aqui há 1 ano. Volto mês que vem para o Brasil. Vc sabe se existe alguma isenção de impostos para quem morou aqui nos EUA por mais de um ano?
    Obrigada!!

    Camila

    • Oi Camila
      Somente para itens que você tenha usado para exercer a sua profissão enquanto estava no exterior (por exemplo, câmeras para um fotógrafo ou instrumentos para um músico). Mas para isso, deverá provar para o fiscal a prática da profissão no exterior.

      Abs
      Felipe

  • Edson

    Opa

    irei comprar um ps4 em viagem nos eua + roupas, relogio,oculos, coisas pessoais

    se somente o ps4 entrar na faixa dos 500 dolares e as minhas coisas pessoais nao entraram eu pago o excedente ?

    Só o PS4 nao excede o valor de 500$ mas contando os produtos de uso pessoal (camisa,calça etc) o valor excede, entao eu tenho q falar isso na alfandega ou posso passar direto sem problemas ?

    caso me parem eles podem contar o valor dos itens pessoais e fazer em pagar os 50% do valor deles tambem ?

    • Oi Edson
      Como falamos no texto acima, de acordo com a lei, além de roupas, livros para você e dos itens listados como uso pessoal (1 relógio, 1 câmera fotográfica, 1 celular e 1 leitor de e-book por pessoa), tudo pode ser considerado dentro da cota de $500 e o excedente, passível de imposto.

      Abs
      Felipe

  • Edson

    Opa

    Vou viajar no fim de ano para os EUA e estava afim de comprar um PS4 + roupas, 1 relogio, 1 oculos camisetas, coisas bem pessoais mesmo..

    sei que no total essas compras iram passar de 500 dolares

    eu posso passar com o ps4 na mao na alfandega? ou eu posso colocar o ps4 na mala sem caixa e sem lacre para dizer que é de uso pessoal ?

    vlww

    • Oi Edson
      Passar na mão, na mala, no casaco ou dentro da mochila não faz diferença pois a alfândega revista tudo caso desconfie de algo. E como dissemos no texto acima, uso pessoal não inclui videogame e ‘coisas pessoais’, somente: 1 celular, 1 câmera fotográfica, 1 relógio e 1 leitor de e-book.

      Abs
      Felipe

  • Francisco melo

    Muito obrigado por responder minha duvida anterior.
    Surgiu outra duvida… tenho limites de compra de jogos em cd? Ta chegando… segunda dia 5/05 vou ver a turma da Disney =)

    • Oi Francisco
      O limite é sempre o mesmo: $500 dólares.

      Abs
      Felipe

  • Laerth Macedo

    Olá, tenho duas perguntas, a primeira é : minha tia mora na suíça e pedi pra ela trazer um PlayStation 4 de lá, que custa 499 francos suíços, convertendo para dólar fica aproximadamente 566 $ dólares. Queria saber se essa cota de 500$ dólares vale também vindo de lá e com isso devo pagar a taxa de 50% do excedente?
    e segunda é: nessa mesma viagem ela trará um PlayStation 3 já usado a mais de anos e o preço dele atualmente na suíça esta em média 220 francos que convertendo para o dólar custa 250$ dólares, sendo assim como como será taxado no total dos dois videogames?

    • Oi Laerth
      Respondendo as suas perguntas:
      1) Sim. Ultrapassando o equivalente a $500 dólares, o produto deverá pagar imposto para entrar no Brasil
      2) Sim. O total não por produto e sim por pessoa.