Comida

Chefs de France: restaurante francês no Epcot

O Epcot é sem sombra de dúvidas o parque com mais opções gastronômicas para os seus visitantes. Tem restaurante de todo tipo lá dentro, em especial no World Showcase, que traz representações da alimentação de diferentes culturas do mundo. Dentre todas as opções, uma das mais populares é o Chefs de France, restaurante do pavilhão da França e assunto do post de hoje.

Entrada do Chefs de France: você dá o seu nome e espera por ali para ser chamado pelo garçom.

Entrada do Chefs de France: você dá o seu nome e espera por ali para ser chamado pelo garçom.

Como é o Chefs de France

A popularidade do Chefs de France não veio a toa: este restaurante conseguiu unir em seu cardápio opções bem variadas, agradando tanto os paladares mais simples como os mais sofisticados. De escargot à massinha simples com queijo, ou de uma costela a um sanduíche de presunto e queijo, de tudo se encontra por lá.

Quando a gente viaja em grupos grandes, ou principalmente com crianças pequenas, é difícil achar um restaurante em que se possa comer algo diferente e ainda assim agradar todo mundo. Se você se identifica com essa situação, o Chefs de France pode ser uma boa pedida para você. Outra boa (até melhor na minha opinião) pedida seria o Tutto Itália, mas já falamos dele em outra ocasião, então vamos voltar para o terreno francês que é o assunto do dia.

Apesar da alta aceitação e popularidade, o Chefs de France não é desses restaurantes que esgotam as reservas com 6 meses de antecedência. O local é relativamente grande e apesar das reservas continuarem sendo muito recomendadas (e na maioria das vezes essenciais para poder visitar este restaurante), mesmo que sua viagem esteja próxima, suas chances de conseguirem uma vaga para comer lá ainda são bem altas. Uma boa alternativa para quem está planejando sem muita antecedência.

O Chefs de France é um restaurante grande e por isso, costuma ter vagas para reservas até pouco tempo antes de sua visita. Sempre uma boa opção para quem está planejando sem muita antecedência.

O Chefs de France é um restaurante grande e por isso, costuma ter vagas para reservas até pouco tempo antes de sua visita. Sempre uma boa opção para quem está planejando sem muita antecedência.

Apesar de eu já ter ido no Chefs de France algumas vezes, o Felipe ainda não conhecia a casa e por isso fizemos uma nova visita a este restaurante, já que conseguimos uma reserva com apenas alguns dias de antecedência. Chegamos, demos o nosso nome e ficamos esperando o garçom nos chamar pelo sobrenome. Para mim é sempre um esforço muito grande entender o que eles falam nessa hora, o sotaque francês as vezes é tão forte que você não entende mesmo que eles estejam pronunciando o SEU nome. Pessoalmente, eu acho que eles dão uma forçada no sotaque nessa hora, só para você entrar no clima francês.

Enfim, depois umas duas tentativas, a gente notou um garçom tentando chamar pela família Almeida e fomos até ele, que prontamente nos deu boas vindas e nos levou até a nossa mesa. Se você tiver sorte, conseguirá uma mesa na varanda, com vista para o exterior do restaurante. Eu não sei você, mas eu adoro ficar observando o movimento das ruas dos parques enquanto espero ser atendida, então sempre fico feliz quando pego uma mesa na varanda. 🙂

A comida do Chefs de France

Como eu já disse acima, o legal do Chefs de France é que o menu é bem variado. Um dos pontos altos do cardápio deles é que tanto no almoço como no jantar, existe uma espécie de combo, com preço fixo, chamado Prix Fixe Menu (“menu preço fixo” em francês). Neste Prix Fixe Menu você paga um valor determinado (US$25,99 no almoço e US$39,99 no jantar – preços sem gorjeta ou bebidas) e poderá escolher uma entrada, prato principal e sobremesa, dentre as opções (mais limitadas) oferecidas neste pacote.

Entradas: eu pedi uma tábua de queijos…

…e o Felipe pediu uma sopa de cebola gratinada com queijo gruyère.

Não dá para trocar um prato desse menu por pratos de fora dele e manter o preço, mas as opções mais populares já são contempladas no Prix Fixe Menu, então grandes são as chances de você achar algo que goste por ali. Eu já comi esse menu fechado algumas vezes e é uma ótima alternativa mesmo. Dessa vez, como eu queria começar com uma tábua de queijos (fora do Prix Fixe Menu) e nós dois já fomos almoçar com planos de comer sobremesa em outro lugar (na sorveteria L’Artisian des Glaces que já citei aqui), descartamos o menu fixo, mas ressalto que ele é uma ótima pedida para não perder o controle da conta e fazer uma refeição super completa.

O Fixe Prix Menu é uma ótima alternativa para uma refeição completa sem perder o controle da conta. E os pratos mais populares estão contemplados nesse menu fixo.

O Fixe Prix Menu é uma ótima alternativa para uma refeição completa sem perder o controle da conta. E os pratos mais populares estão contemplados nesse menu fixo.

Enquanto eu experimentava a tábua de queijos, o Felipe tomou uma tradicional sopa de cebola gratinada, que para mim é uma das melhores entradas oferecias no Chefs de France. Depois, o Fe pediu um Croque Monsieur, que para quem não sabe, nada mais é do que um sanduíche de presunto e queijo (nesse caso gruyère) com um pouco de molho branco gratinado, e eu pedi uma massa gratinada também com molho branco e queijo gruyère – o prato mais italiano do menu, como o garçom meio contrariado fez questão de pontuar. Fazer o que, não nego minhas raízes ué. Independente do gosto do garçom, o importante é que os nossos pratos chegaram direitinho e como sempre, estavam muito gostosos.

O Croque Monsieur que o Fe pediu

E a minha massa gratinada com molho branco e queijo gruyère

Como eu já adiantei, a gente já entrou no restaurante sem intenção nenhuma de comer a sobremesa por lá, mas já tive oportunidade de experimentar os doces do Chefs de France em outras oportunidades e quase todos são bem gostosos.

O único que eu realmente não curti muito foi o créme brûlée, que é uma das minhas sobremesas favoritas, mas que nesse restaurante me pareceu artificial e gelationoso demais. A Disney tem melhores ofertas de créme brûlée em outros locais, então se quiser minha opinião, recomendo que escolha outra coisa nesse restaurante.

Conclusão sobre o Chefs de France

No final gastamos 60 dólares (fora a gorjeta), o que é um valor mediano para duas pessoas que pediram duas entradas, dois pratos e nenhuma sobremesa. Nem hiper caro, nem hiper barato para um Table Service da Disney.

É um restaurante de preço mediano. Pedimos duas entradas, dois pratos e nenhuma sobremesa e ficou 60 dólares sem gorjeta.

É um restaurante de preço mediano. Pedimos duas entradas, dois pratos e nenhuma sobremesa e ficou 60 dólares sem gorjeta.

Para mim uma ida ao Epcot é sempre mais completa com uma experiência gastronômica legal. Sendo bem crítica aqui, o Chefs de France não é o meu restaurante preferido quando comparado com as outras alternativas similares na proposta ou na faixa de preço (por uma preferência 100% pessoal minha). Apesar disso, a casa é uma constante em qualidade e variedade. Ali você entra com a certeza de que vai encontrar uma comidinha bem feita com opções para agradar a família toda. Por esse motivo, o Chef’s de France já foi a minha escolha certeira em diversas viagens a Orlando e pode ser uma boa opção para a sua próxima viagem também.

Se gostou desse restaurante, veja como fazer a sua reserva clicando aqui.

Nome: Chefs de France
Endereço: 1830 Avenue of the Stars, Lake Buena Vista, FL 32830 (Veja no Google Maps)
Telefone: +1 407-827-8709
Referência: Dentro do Epcot
Preço: US$30 a US$45 dólares por pessoa em média, podendo variar muito dependendo do pedido. Veja o cardápio com os preços para mais detalhes.
Horário de Funcionamento: varia de acordo com o horário do parque. Veja aqui como verificar o horário para o dia da sua visita.
Cardápioclique aqui para visualizar os cardápios em português com preços
Disney Dining Plan: Sim, vale um crédito de Table Service.
Avaliação do VPDNota 3 de 5



  • Oi Jaqueline,
    Obrigado pela mensagem!
    Depende mais de vocês mesmo, mas geralmente em 1h já deu tempo suficiente de comer então acho que tá tranquilo sim
    Abs
    Felipe

  • Oi José, tudo bem?
    Obrigado pela mensagem!
    Para o fim do ano o ideal é chegar cedo sim, pois as vezes os parques atingem a capacidade máxima e quem chega tarde pode acabar não conseguindo entrar.
    A gente conta mais sobre o Natal em Orlando e as dicas aqui:
    http://www.vaipradisney.com/blog/natal-orlando-guia-completo/
    Abs
    Felipe

  • Renata

    Oi Bia, tudo bem?

    A Disney tem vários livros de receitas ótimos e as receitas as vezes se repetem entre um e outro livro. Um que eu sei que tem a do Créme Brûlée que eu gosto é o “Cooking with Mickey and Disney Chefs”. Um azul e branco na capa. Fica a dica! rs

    Abraços,
    Renata

  • Renata

    Olá Bia, tudo bem?

    Obrigada pela mensagem, fico muito feliz em saber que está gostando do site.

    Eu amo Créme Brûlées e para mim, os melhores que a Disney oferecem são em alguns dos restaurantes table service, mas aqui são alguns que você pode considerar indo nos dois parques:

    -Créme Brêlée de Banana e Chocolate no Kona Island, no Disney’s Polynesian Resort (pertinho do Magic Kingdom). É o meu preferido atualmente. E lá é um balcão, você pede e eles fazem rapidinho.
    – Maple Créme Brûlée no Le Cellier, restaurante do pavilhão do Canadá do Epcot. Um clássico!
    – Créme Brûlée de Pistache, no restaurante Tony’s no Magic Kingdom (não é o meu preferido, apesar de eu adorar pistache).
    – Versões tradicionais de Créme Brûlée em restaurantes fastfood no Epcot. Você encontra no Sunshine Seasons e na Boulangerie Patisserie les Halles (pavilhão da França). Enfim, opções não faltam!

    Nos livros de receita da Disney também tem uma receita maravilhosa de Crême Brûlée. Se quiser se arriscar, eu super aconselho. Fácil de fazer e delicioso!

    Abraços,
    Renata

  • Gisela

    Olá Renata e Felipe, tudo bem? Vou estar em Orlando dos dias 15 à 24/01/15 com meus filhos e amigas adolescentes da minha filha, no total são 8 pessoas.
    Chegaremos por Fort Lauderdale e logo após, já quero seguir para Orlando, porém, como fiz em outras várias situações, não quero ir dirigindo.
    Vocês teriam uma noção do CUSTO DO SERVIÇO, e INDICAÇÃO DE EMPRESA de VAN COM MOTORISTA PARA 08 PESSOAS, nos pegando no dia 15/01/15, pela manhã, no aeroporto de Fort Lauderdale e nos deixando em Orlando. E no dia 23/01/15 nos buscando em Orlando e nos deixando novamente em Fourt Lauderdale? Obg.

    • Olá Gisela, tudo bem?

      Até fui perguntar para as empresas que eu conheço de transfer mas nenhuma dela oferece Fort Lauderdale ainda. Por isso, não posso te indicar nenhuma empresa que eu conheça, mas procurando no google por “fort lauderdale shuttle to orlando” você encontra algumas opções de empresas para considerar na sua pesquisa (mas como eu disse e ressalto, não conheço nenhuma delas então será preciso pesquisar mesmo).

      Abraços,
      Renata

  • Maria Silva

    Olá Casal!! Mais uma dica super valiosa de vcs!Fui em setembro e gostei de tudo de absolutamente tudo, da entrada à sobremesa, passando pelo vinho… Não fiquei na varanda, mas à esquerda onde tem um corredor no qual os personagens passavam todas para beber agua e/ou descansar. Ou seja, eu comendo bem e ainda acenando para a Bela, Aurora, Mary Poppins….

    De novo, obrigada!!

    • Olá Maria, tudo bem?

      Obrigada pela mensagem, fico feliz em saber que gostou tanto assim da dica. E que posicionamento VIP da sua mesa, heim? Melhor ainda do que a varanda! hahaha

      Abraços,
      Renata

  • Karen

    Só gostaria de dizer aqui que vocês são DEMAIS!! Adoro o site de vcs e, não tem nenhum outro que tenha tantas informações tão detalhadas!! Parabénss!! E continuem trazendo novidades para nós!! Beijos Casal

    • Olá Karen,

      Muito obrigada pela sua mensagem, ficamos muito felizes com ela e de saber que as dicas que dividimos aqui tem te ajudado. Espero que continue encontrando boas idéias para a sua viagem por aqui. 🙂

      Beijos,
      Renata

  • Tatianna

    Pessoal, mais uma dúvida…
    Nos restaurantes em que é necessário fazer o pagamento antecipado, se eu já tiver um plano de alimentação ligado a minha conta no momento da reserva é possível optar por essa forma de pagamento ao invés do cartão de crédito? Ou ainda que eu não tenha o plano no momento, mas compre-o depois, é possível pedir o estorno no cartão de crédito e fazer o pagamento com os créditos do plano de alimentação?
    valeu!!!! 🙂

    • Oi Tatiana
      Se você já tem o Disney Dining Plan, basta informar no momento da reserva que o seu cartão não será cobrado, e os créditos vão ser descontados no dia da refeição. De qualquer maneira, eles vão te pedir um cartão, para servir como caução caso você não apareça no horário ou não cancele com antecedência.

      Se ainda não tiver o Dining Plan, pode pagar e depois pedir o reembolso, incluindo os créditos.

      abs
      Felipe

  • ero

    Amamos Epcot e da próxima vez, com certeza, iremos a este, deu água na boca!!!

    • Olá Ero,

      Que bom que gostou. Depois nos conte o que achou da experiência. 🙂

      Abraços,
      Renata

O Vai Pra Disney é um blog independente e não é um canal mantido pela The Walt Disney Company. As informações contidas nesses sites representam a opinião de seus autores, colaboradores e usuários. Walt Disney World Resort, nomes e logos são marcas registradas da The Walt Disney Company.