Parques

Dicas para aproveitar os parques cheios e com filas

   “Vou para os parques em período de lotação máxima, e agora, o que eu faço para aproveitar?”

Esse é o dilema que muita gente passa! Fizemos o calendário de lotação dos parques para ajudar vocês a evitarem viagens nos períodos mais cheios e a calculadora de lotação pra ajudar a definir qual dia é melhor pra ir em qual parque, mas nem sempre isso é possível.

Muitas pessoas não têm flexibilidade e só podem ter férias nos períodos de alta temporada, como Julho ou Natal, por exemplo. Por isso, resolvemos reunir aqui todas as dicas para quem vai enfrentar parques lotados e não quer deixar de aproveitar nada. Marcou viagem para as férias Julho, Páscoa, Natal ou Ano Novo? Então as dicas abaixo são para você!

Não se assuste com o “mar de gente” no Magic Kingdom!

1- Chegue Cedo

Essa dica é válida para qualquer época do ano, mas é especialmente importante se você tiver um parque cheio pela frente. Em dias de lotação máxima, o período que você tem maior probabilidade de conseguir filas pequenas é nos primeiros minutos de parque aberto.

Você precisa estar a postos na porta do parque, antes dele abrir para conseguir tirar proveito de cada um destes minutinhos de ouro. Vai valer a pena acordar cedo para isso!

Entrada do Magic Kingdom logo depois da abertura. Pouca gente na entrada, menos ainda nas filas.

Entrada do Magic Kingdom logo depois da abertura. Pouca gente na entrada, menos ainda nas filas.

2- Use e abuse do Fastpass+ e do Single Rider

Se você não sabe o que é um Fastpass+, clique aqui antes de continuar. Se você já sabe do que estou falando, vamos lá!

Em dias de parque lotado, não tem desculpa para deixar passar o Fastpass+. Se Disney te dá uma forma de furar fila dentro das regras e, ainda por cima, de graça, use e abuse! Não deixe de usar (e usar bem) todos os Fastpass+ que você tem direito.

Ah! E vamos combinar uma regra de ouro daqui pra frente? A regra é: em dia de parque cheio, não perca tempo em filas que não terminam em uma atração legal. Para começar, isso significa não perder tempo na fila para agendar os 3 primeiros Fastpass+ no parque, sendo que você pode economizar tempo fazendo isso com antecedência, da sua casa ou do seu hotel, pelo do site/aplicativo do My Disney Experience.

Um dos Fastpass+ mais concorridos da Disney, que pode te economizar horas na fila.

No dia que for ao parque, também fique muito esperto quanto ao Fastpass+. Pense muito bem em como usar os seus Fastpass+, pois você possui uma quantidade bem limitada destes fura-filas. A dica aqui é deixar os 3 Fastpass+ reservados com antecedência para as atrações mais populares. Para ver nossas dicas sobre como conseguir Fastpass+ em atrações concorridas como a montanha russa dos 7 anões, atração de Frozen e a novíssima área de Avatar, clique aqui.

Outro ponto importante é: mesmo tendo os Fastpass+ marcados, você pode fazer alterações caso seja necessário durante o dia caso os planos mudem. Por exemplo:

Imagine que você reservou um Fastpass+ para Frozen (atração mais popular do Epcot e com as maiores filas) para o dia que você vai a esse parque, mas chegando lá bem cedinho e antes do parque abrir, pegou, milagrosamente, a atração com 20 minutos de fila. Você pode ir na atração de Frozen com a fila pequena e tentar alterar o seu Fastpass+ para o Soarin’ (caso esta atração esteja disponível) e otimizar o seu tempo no parque. Detalhe: estas alterações devem ser consideradas principalmente por quem tem um smartphone, pois fazê-las pelos quiosques do Fastpass+ significaria enfrentar mais uma fila desnecessária.

A alteração de um Fastpass+ pode ser feita rapidamente pelo smartphone através do aplicativo do My Disney Experience enquanto sabe-se lá quanto tempo este procedimento demoraria num quiosque do Fastpass+. Sem filas que não terminam em uma atração legal, lembra?

Single Riders: pouca fica mas não dá pra ficar junto com o seu grupo. Todo mundo tem que se separar.

Single Riders: pouca fica mas não dá pra ficar junto com o seu grupo. Todo mundo tem que se separar.

Quanto ao Single Rider, ele é uma opção de fila mais rápida para quem topar ir na atração sozinho, sem os demais membros do grupo. Sabe quando o carrinho é para 4 pessoas, mas a família só possui 3 membros? Em algumas atrações, eles disponibilizam a fila de Single Riders para ocupar a vaga restante.

A fila de Single Riders é sempre bem mais rápida do que a fila normal, mas você não vai na atração com seu grupo. Sei que não é uma solução ideal, mas te economizará muito tempo. Eu adoro usar desta alternativa, mas infelizmente só está disponível em poucas atrações da Disney. Na Universal, por outro lado, é mais comum. Veja aqui a lista de atrações onde a fila pode estar disponível (está sempre sujeito a alteração):

  • Disney: Test Track, Expedition Everest e Rock’n’Roller Coaster.
  • Universal Studios: Harry Potter and the Escape from Gringotts, Men in Black, Hollywood Rip Ride Rockit, Revenge of the Mummy, Transformers 3D
  • Islands of Adventure: Harry Potter and the Forbidden Journey, Incredible Hulk Coaster, Adventures of Spider Man, Dr. Doom’s Fearfall. Nas atrações Jurassic Park e Dudley-Do Right Ripsaw Falls a fila é sazonal, podendo ou não estar aberta.
  • Sea World: Journey to Atlantis e Manta (sazonal)
  • Busch Gardens: nenhuma oficialmente divulgada

Falando em parques da Universal, não posso falar do Fastpass+ da Disney e ignorar o Express Pass da Universal e o Quick Queue do Sea World e Busch Gardens. Em geral, eu acho que não vale a pena pagar por esses serviços nesses parques, mas se você está viajando em um período de parques muito cheios, o investimento pode valer a pena.

Express Pass é o fura filas da Universal.

Express Pass é o fura filas pago da Universal.

O preço varia de acordo com a época do ano, mas na Universal custa a partir de US$50 para um parque e US$65 para dois parques, ou a partir de US$20 no Quick Queue.

Com o Express Pass você pode furar a fila da maioria das atrações do complexo Universal, inclusive as atrações de Hogwarts e de Gringotts, as duas principais de Harry Potter. Ambas também têm a opção single rider, então para quem não for comprar a dica é chegar e correr para essas atrações.

3- Foco nas imperdíveis

Não por acaso, nos roteiros que fizemos para cada parque dividimos as atrações em 3 categorias: “imperdíveis”,  “se sobrar tempo” e “não recomendo”. Bom, em período de parques lotados é importante entender que não vai sobrar tempo, então foque nas atrações imperdíveis.

Eu sei que a gente quer conhecer tudo, mas em dias de parque cheio, ter este foco é super importante, pois isso te garantirá mais diversão no tempo limitado que você terá no parque.

Pra pegar fila grande, só em atração imperdível mesmo

Pra pegar fila grande, só em atração imperdível mesmo

4- Cuidado com os tempos nas refeições.

Voltando à regra de ouro “não perca tempo em filas que não terminam em uma atração legal”, é importante saber que parques cheios também significam restaurantes cheios.

Eu aposto com você que a fila de alguns restaurantes são mais demoradas que a de muitas atrações do parque. Por este motivo, evite perder tempo em filas para comer seguindo algumas dicas simples:

  • Leve lanches e bebidas na sua mochila. Além de economizar o tempo que gastaria em filas para comprar estas coisas no parque, você também economizará um bom dinheiro. Se tiver inspirado, leve até o seu almoço. Veja aqui as regras para entrar com comida nos parques.
  • Almoce e jante em horários alternativos, bem antes ou bem depois de todo mundo. Assim você pelo menos minimiza o tempo nos restaurantes, fugindo do horário de pico.
  • Não gaste seu precioso tempo de parque em um restaurante table service, a não ser que ele seja uma experiência imperdível para você ou que sinta muita necessidade de uma pausa no meio do dia. A Disney tem restaurantes ótimos e eu adoro conhecê-los mas, em dia de parque cheio, não vale gastar, no mínimo, uma preciosa hora de parque pra comer, né? Vá em qualquer lugar rapidinho e deixe para conhecer os restaurantes numa próxima viagem. Ou, se quiser muito, conheça os restaurantes dos hotéis em um dia que não planeje ir aos parques.
Fila para almoçar no restaurante da Bela e a Fera. Indo depois das 13:30, a fila é bem menor

Fila para almoçar no restaurante da Bela e a Fera. Indo depois das 13:30, a fila é bem menor

Existe uma exceção ao último ponto: você pode virar o jogo, e transformar uma refeição table service em uma ótima idéia para economizar tempo, caso esteja no seus planos passar boa parte do seu dia de parque em filas para tirar fotos com personagens.

Eu explico: Se você quer levar as crianças para uma refeição com os personagens da Disney, talvez você demore menos tempo marcando um almoço ou jantar com estes personagens do que gastaria esperando na fila para tirar foto todos eles. E, de quebra, já mata uma refeição. Neste caso, a refeição com personagem pode valer mais para o seu grupo do que muita atração por aí e, por isso, pode ser uma decisão sábia.

Agora, se você quer dar um golpe de mestre mesmo, não se esqueça de verificar se os personagens que vocês querem conhecer também não podem ser encontrados em algum outro lugar, fora de parque.

Vou dar um exemplo clássico: o Mickey. As pessoas ficam horas na fila para tirar foto com o Mickey nos parques e, apesar de eu achar o Magic Kingdom o melhor lugar para conhecê-lo, não podemos esquecer que ele também pode ser encontrado no Chef Mickey’s, do hotel Contemporary ou no Ohana, do hotel Polynesian. Tudo bem que o Mickey do Magic Kingdom fala; mas, marcando um jantar ou café da manhã nesses restaurantes, você tira sua foto com o Mickey do mesmo jeito, sem gastar nenhum minutinho do seu tempo de parque e sem pegar fila nenhuma.

Fazendo uma refeição com os personagens você economiza tempo de fila que gastaria nos parques

É claro que esta programação tem que ser feita em um dia que você não planeja ir ao parque ou bem cedinho (café da manhã), com tempo de sobra para você comer e chegar no parque antes dele abrir, hein? Para saber mais sobre refeições com personagens, clique aqui. Para aprender a reservar um restaurante da Disney, clique aqui ou dê play no vídeo abaixo. Lembre-se de que as reservas esgotam, então corra!

5- Não perca o bom humor

Talvez esta seja a dica mais importante. Muita gente fica de mau humor com os parques lotados e simplesmente param de curtir a viagem. Não deixe isso acontecer com você. Tenha em mente que você estará de férias e na DISNEY.

Não deixe que nada nem ninguém te impeça de curtir cada segundo da sua viagem. Muitas das minhas lembranças das viagens que fiz quando criança foram construídas de momentos em família nas filas. Não desperdice sua tão sonhada viagem com mau humor e cara feia. Aproveite tudo, até as filas.

E lembre-se, a Disney é cheia de detalhes que te ajudam a aproveitar mesmo quando os parques estão cheios. As paradas e os shows nas ruas são ótimos exemplos de programações que você poderá acompanhar sem pegar fila nenhuma.

Outra boa idéia é procurar Hidden Mickeys nas filas enquanto espera. Talvez a gente ainda faça um post sobre isso, mas Hidden Mickeys são figuras do Mickey (na maioria das vezes só a cabeça dele) escondidas por toda a Disney. Procurá-los pode ser uma distração enquanto esperam. Enfim, invente o jogo que quiser com o seu grupo e faça cada minuto valer a pena.

Procurar Hidden Mickeys é sempre um bom passatempo para as longas filas. Alguém sabe onde fica esse aí?

Procurar Hidden Mickeys é sempre um bom passatempo para as longas filas. Alguém sabe onde fica esse aí?

Gostou? Então curta a sua viagem independente da época e da lotação. Afinal, uma viagem à Disney é sempre um sonho realizado. Aproveite a sua!

O Vai Pra Disney é um blog independente e não é um canal mantido pela The Walt Disney Company. As informações contidas nesses sites representam a opinião de seus autores, colaboradores e usuários. Walt Disney World Resort, nomes e logos são marcas registradas da The Walt Disney Company.