Parques

Dicas para ir à Disney com crianças pequenas

Viajar com crianças pequenas para a Disney é especialmente mágico, pois para elas toda a fantasia Disney é real. Apesar disso, enfrentar os parques com crianças menores exige uma série de cuidados e um planejamento muito maior para evitar qualquer perrengue.

Hoje as dicas que vou dar tem como objetivo ajudar famílias viajando com crianças pequenas a aproveitarem ainda mais a sua viagem à Disney. Este é um momento único, mágico e emocionante para os pequenos e para quem presencia o encantamento deles com a magia Disney. Se você está viajando com crianças, espero que encontre alguma dica interessante para a sua viagem aqui. 😉

Dicas para ir a Disney com crianças pequenas

Faça seu filho entrar no clima

Se seu filho é pequeno, muito provavelmente ele ainda não entende muito bem o que é a Disney. Conte para ele que é lá que vários personagens dos filmes moram e assista os filmes dos personagens que vocês encontrarão na viagem. Criar essa expectativa e ver quais personagens o seu filho gostaria mais de encontrar é uma ótima maneira de fazer ele começar a ficar animado com a viagem.

Só tome cuidado para não criar essa expectativa com muito tempo de antecedência pois você poderá ter que escutar a pergunta “Quando a gente vai pra Disney?” muito mais vezes do que gostaria se começar a animar sua criança muito antes da hora. 😛 Comece este aquecimento para a viagem com um mês de antecedência do dia do embarque mais ou menos.

 

As crianças vão curtir bem mais encontrar os personagens se souberem quem são.

As crianças vão curtir bem mais encontrar os personagens se souberem quem são.

 

Priorize os parques de acordo com os pequenos

Se o objetivo da viagem for apresentar a Disney para as crianças pequenas, priorize os parques de acordo com elas. Eu sempre aconselho as pessoas a lerem os nossos roteiros para entenderem a proposta de cada parque e definir quais são mais interessantes para o seu grupo (ou clique aqui para ler as nossas dicas de como escolher quais parques visitar em Orlando). Esse conselho continua valendo, mas com base na minha experiência, segue a lista de como eu priorizaria os parques pensando nas crianças pequenas (clique no nome de cada parque para abrir o roteiro completo):

Magic Kingdom é indicado para todas as idades.

Magic Kingdom é indicado para todas as idades.

  1. Magic Kingdom (ideal visitar duas vezes com crianças)
  2. Hollywood Studios
  3. Animal Kingdom
  4. Legoland
  5. Sea World (se você gostar desse parque – muitas pessoas, eu inclusa, não concordam com a maneira que o Sea World trata os animais)
  6. Bush Gardens
  7. Islands of Adventure
  8. Universal Studios e Epcot

Mais uma vez, essa é minha opinião pessoal para uma criança com um gosto padrão. Continuo acreditando que você saberá priorizar os parques melhor do que eu com base nos roteiros e nas preferências das crianças do seu grupo. Se o seu filho ama Harry Potter desde novinho, os parques da Universal podem ganhar mais prioridade. Se ele for fã de Star Wars, o Hollywood Studios é a bola da vez. Então não deixe de levar o perfil do seu grupo em conta na hora de definir essa priorização.

Apesar de não ser um parque indicado para os mais velhos, a Legoland é um excelente parque para as crianças pequenas.

Apesar de não ser um parque indicado para os mais velhos, a Legoland é um excelente parque para as crianças pequenas.

Alugue um carrinho para as crianças descansarem

Dias nos parques são extremamente cansativos até para adultos, o que dirá para as crianças. Uma boa maneira de garantir que seu filho terá o repouso que precisa na hora que quiser, sem precisar se separar do restante do grupo é alugar um carrinho de bebês. Estes carrinhos que podem ser alugados tanto dentro como fora dos parques são preparados para aguentar crianças até maiorzinhas, que em outros momentos não fariam uso de carrinho. É claro que aqui vai do bom senso dos pais ou responsáveis de definir quando seu filho já pode ir andando ou quando ele vai precisar dessa pausa.

Assim, quando elas se cansarem, poderão pegar uma carona no carrinho e até tirar um cochilo no meio do dia.  Existem dois tipos básicos de carrinhos para aluguel na Disney:

  • Simples (para crianças de até 22 kilos): US$15 por um dia ou US$13 por dia para aluguéis de mais de um dia.
  • Double (para crianças de até 45 kilos): US$31 por dia ou US$27 por dia para aluguéis de mais de um dia.

Além disso, outras diversas empresas de Orlando também oferece este serviço, muitas vezes por um preço melhor do que os parques temáticos. Vale a pena pesquisar. Algumas pessoas preferem comprar um carrinho apenas para o período da viagem. Considerando os preços de um carrinho simples no Walmart de Orlando, realmente pode valer a pena, apesar de eu ficar com dó de largar o carrinho lá. Enfim, é bom você saber que essa opção também existe e pode até ficar mais barata dependendo da quantidade de dias de parque no seu roteiro.

Leve lanchinhos para os parques

Quando a gente viaja com crianças, sempre fica preocupada com a agenda de alimentação e hidratação. Na euforia de estar nos parques, as crianças não vão nem lembrar da fome e da sede, então cabe a nós, a tarefa de lembrá-las da importância de estarem bem nutridas.

Frutinhas são ótimas opções para lanchinho das crianças.

Frutinhas são ótimas opções para lanchinho das crianças.

Para evitar ter que parar toda hora para comprar algum lanchinho  ou um suquinho (que custarão preços exorbitantes dentro dos parques), considere comprar alguns itens básicos no supermercado e levar para os parques. Se você alugar o carrinho de crianças como falamos na dica acima, poderá deixar a bolsa de alimentos pendurada no carrinho e só se preocupar com ela quando quiser pegar alguma coisinha para comer. Veja o nosso guia de supermercados em Orlando para escolher o melhor local para comprar seus lanchinhos, e nosso post para saber o que pode ou não levar de comida para os parques.

Alimentação fora dos parques

Algumas crianças são mais tranquilas e comem de tudo, outras sentem muita falta da comida do Brasil. Se você acha que pode ter problemas com a alimentação do seu filho a dica é escolher um hotel com cozinha para preparar (ou mesmo só esquentar) uma comidinha fácil do jeito que você sabe que ele vai comer pelo menos um pouquinho.

Muitos supermercados, como o Publix por exemplo, vendem coisas bem brasileiras para preparar no hotel como nosso feijão, arroz, leite ninho (aqui em Orlando chama Nido) e até torrada Bauducco, goiabada, leite condensado e etc. Aliás, o Publix e o Whole Foods tem áreas de comidas, tipo um buffet por kilo. Você pega o que quiser e paga no caixa. Tem opções ótimas!

Além disso, se quiser recorrer a um restaurante brasileiro, você encontra aqui vários que já avaliamos mas o meu preferido em termos de custo benefício é de longe o Ana’s Kitchen. Comida bem feita por preço justo e dá até para levar congelado. Então se você estiver em um hotel com lugar para esquentar comida, dá até para evitar ter que cozinhar durante as férias. 😛

Comida bem brasileira no Ana's Kitchen.

Comida bem brasileira no Ana’s Kitchen.

Use o Baby Care Center

Todos os parques possuem um espaço do bebê, todo equipado para você cuidar do seu bebê ou criança pequena. O espaço inclui um trocador maior, uma pequena cozinha com espaço para esquentar papinhas ou lanchinhos dos bebês, cadeirão para alimentá-los, um espaço mais privativo para fazer as crianças dormirem, entre outras amenidades. Normalmente o Baby Care Center fica próximo a entrada do parque e qualquer funcionário saberá te indicar exatamente a localização, caso você precise de orientações, e a gente conta mais detalhes sobre como ele funciona aqui.

Verifique quais atrações seu filho poderá visitar

Algumas atrações dos parques trazem um requerimento de altura mínima por questões de segurança. Verifique se o seu filho tem a altura mínima para ir em uma atração antes de permitir que ele se anime com a idéia. Não existe “jeitinho brasileiro” que contorne as regras de limite de altura: essa exigência visa garantir a segurança da sua criança e é por isso que a Disney é tão rígida com esse ponto. Se crianças menores do que a altura determinada entrarem na atração poderão se ferir e é por isso que eles nunca abrem exceção nesse caso. Clique aqui para ver a lista de atrações que exigem uma altura mínima.

Altura mínima nas atrações da Disney

Altura mínima nas atrações da Disney

Aproveite mais com o Rider Switch

Essa é provavelmente a principal dica dessa matéria. Se você e todo o seu grupo quer ir a uma atração que seu filho pequeno não quer ir ou não pode ir, vocês poderão revezar quem vai e quem fica com a criança, mas pegarão a fila somente uma vez. Tanto a Disney como a Universal oferecem este benefício sob o nome de Rider Switch (na Disney) ou Child Swap (na Universal). Funciona assim:

  1. Ao chegar na atração que vocês desejam ir mas o seu filho não pode ou não quer ir, vá com o grupo todo até o funcionário que estará na entrada da ride e peça por um Rider Switch. Na Disney, o funcionário te entregará um papel muito similar ao antigo fastpass de papel e pedirá para o restante do grupo entrar na fila. Na Universal, a parte do grupo que espera poderá aguardar em uma salinha. Em alguns casos da Universal, você anda a fila toda com a criança e só então chega na salinha para revezarem quem vai na atração e quem fica.
  2. Quando o restante do grupo sair da atração, a pessoa que ficou cuidando da criança poderá entrar na atração “furando a fila”. No caso da Disney,  se fura a fila junto com as pessoas que agendaram Fastpass+ (na Disney) já na Universal você vai entrando logo na frente de toda a fila mesmo. Para não ir sozinha, o Rider Switch pode ser usado por até 2 pessoas do seu grupo, ou seja, um sortudo poderá ir duas vezes na atração.
  3. Note que o Rider Switch não tem horário indicado para ser usado como o Fastpass+, então você poderá voltar mais tarde se desejar. Para evitar ficar dando mil voltas no parque, em geral eu recomendo que use o seu Rider Switch assim que tiver a oportunidade.
Não são todas as atrações da Disney que oferecem Rider Switch, mas a Tower of Terror é uma das que oferece este benefício. ;)

Não são todas as atrações da Disney que oferecem Rider Switch, mas a Tower of Terror é uma das que oferece este benefício. 😉

Dica: note que o Rider Switch funciona como um Fastpass+ para uma quantidade limitada de pessoas. Se o seu grupo for pequeno (de até 4 pessoas+ criança) e você realmente tiver uma criança que não pode/quer ir nas atrações, você pode maximizar o uso dos seus Fastpass+ da seguinte forma:

  1. Pegue o fastpass+ para metade do seu grupo para as atrações que a criança não irá entrar. Antes de usá-lo vá com o grupo todo falar com o cast member e peça o seu Rider Switch.
  2. Depois de ter o Rider Switch em mãos, use o seu fastpass+ para metade do grupo não precisar pegar a fila.
  3. Quando a primeira metade do grupo sair da atração, a segunda metade também usa a fila do fastpass+ mas usando o Rider Switch. Assim, usando apenas 2 fastpass+ por vez os 4 do grupo poderão ir na atração sem filas e vocês poderão dividir os seus fastpass+ entre um número maior de atrações.

“Mas Renata, os funcionários da Disney te deixam fazer isso?”  sim! Hoje pelo menos, eles deixam. Algumas pessoas acham isso errado mas eu discordo. Sem o benefício de multiplicar o fastpass+ com o do Rider Switch, famílias com crianças pequenas ainda demorariam o dobro do tempo em todas as atrações, já que teriam que pegar a fila duas vezes sempre.

Os parques da Universal oferecem Rider Switch/Child Swap para todas as atrações. Na Disney, as atrações que aceitam esse benefício são:

Magic Kingdom:

  • Big Thunder Montain Railroad
  • Splash Mountain
  • Space Mountain
  • The Barnstormer
  • Stitch’s Great Escape
  • Tomorrowland Indy Speedway
  • Seven Dwarfs Mine Train

Epcot:

  • Mission: SPACE
  • Soarin’
  • Test Track
  • Frozen Ever After

Hollywood Studios:

  • Rock ’n’ Roller Coaster Starring Aerosmith
  • Star Tours – The Adventures Continue
  • Twilight Zone Tower of Terror

Animal Kingdom:

  • DINOSAUR
  • Expedition Everest – Legend of the Forbidden Mountain®
  • Kali River Rapids
  • Primeval Whirl
  • Flight of Passage

Visite o Pirates League, Bibbidi Bobbidi Boutique e Jedi Academy

Se suas crianças são fãs de sereias, piratas e princesas, com certeza vão adorar a idéia de se transformarem em um ou uma. A Disney oferece esse tipo de transformação para crianças com mais de 3 anos com uma experiência única no Bibbidi Bobbidi Boutique (onde as meninas viram princesas e meninos príncipes) e no Pirates League (onde meninos e meninas podem se tornar piratas e meninas podem se tornar sereias).

Se quiser ler como é a experiência de uma criança (e dos pais!) no Bibbidi Bobbidi Boutique, recomendo muito o relato feito pela Luciana Misura, em seu blog, o Colagem.

Pirates League: onde as crianças se transformam em piratas.

Pirates League: onde as crianças se transformam em piratas.

Além disso, existe a Jedi Academy, show onde as crianças aprendem a ser Jedis e até lutam contra os vilões da saga. O show acontece diversas vezes ao dia no Hollywood Studios. Para participar, os pais devem inscrever as crianças logo no começo do dia, no ABC Sound Studio.

Apesar de recomendar o Bibbidi Bobbidi Boutique e o Pirates League para crianças de qualquer idade e nacionalidade, eu recomendo a Jedi Academy apenas para crianças que atendam os seguintes requisitos:

  • Saibam o que é um Jedi
  • Crianças que sejam bem desinibidas ou que saibam um pouco de inglês
  • Não sintam medo de uma figura como a do Kylo Ren ou Darth Vader

Ou seja, eu só recomendo para um pequeno grupo de crianças pequenas, mas quando elas crescerem um pouquinho, vão aproveitar melhor a Jedi Academy 🙂

Jedi Academy: indicado apenas para as crianças que já conhecem e gostam de Star Wars

Jedi Academy: indicado apenas para as crianças que já conhecem e gostam de Star Wars

Economize se antecipando

Mesmo que você ou as crianças não tenha interesse no Bibbidi Bobbidi Boutique, Pirates League ou Jedi Academy, pode ser que as crianças queiram se fantasiar durante a visita aos parques. Verdade seja dita: as transformações nesses salões são experiências únicas mas não são nada baratas. Mesmo comprar uma fantasia de princesa em uma loja da Disney já é bem caro.

Para evitar se ver rendido na situação em que seu filho sente que PRECISA de uma fantasia para aproveitar parques, a dica é se planejar e economize comprando essas coisas antecipadamente pela Amazon, onde você acha fantasias lindas e bem mais baratas. Isso vale para princesas, super heróis, piratas, sereias, star wars, harry potter e o que mais desejar. Para ver mais dicas de compras online na Amazon, clique aqui.

Outra alternativa é comprar uma fantasia na Party City. Ali as opções podem ser um pouco mais limitadas do que a Amazon, mas você acha bons preços e não precisa mandar entregar no seu hotel.

Aproveite toda interação com personagens

Uma das experiências mais tradicionais de uma viagem para a Disney é a interação com personagens, principalmente quando viajamos com crianças que ainda acreditam nesses personagens. É muito mágico testemunhar o encanto de uma criança pequena encontrando os seus personagens preferidos. Para tirar o máximo de proveito dessa experiência, garanta que você esteja planejando ter todos os principais tipos de interação que a Disney oferece:

Diversos personagens aparecem nas paradas do Magic Kingdom.

Diversos personagens aparecem nas paradas do Magic Kingdom.

  • Garanta um bom lugar na parada para que seus filhos possam acenar e ver os personagens de perto. Veja aqui os melhores lugares para assistir as paradas da Disney.
  • Reserve uma refeição com personagens que seu filho goste. Veja todos os detalhes sobre refeições com personagens da Disney clicando aqui.
  • Tire foto com os personagens nos parques. Para verificar onde os personagens costumam ser encontrados, clique aqui.
Eu com a diva Mary Poppins

Eu com a diva Mary Poppins

Visite um restaurante tematizado

Além dos restaurantes com personagens, as crianças costumam gostar muito dos restaurantes tematizados. Para citar alguns exemplos: o Rainforest Café (clique aqui para ler nossa avaliação do Rainforest Café) é inteiro tematizado de floresta, o T-Rex (clique aqui para ler nossa avaliação do T-Rex) é todo decorado com dinossauros e o Sci-fi (clique aqui para ler nossa avaliação do Sci-fi) é igualzinho um drive-in de antigamente. Marque uma refeição em um desses lugares e entre no clima com a criançada.

Apenas um adendo: antes de fazer uma reserva em um restaurante desses, sonde o seu filho para avaliar o quanto o tema vai agradá-lo. Eu que fui uma criança bem covarde, com certeza morreria de medo se minha mãe inventasse de me levar no T-Rex ou Rainforest Cafe quando eu tinha os meus 4 anos. Cada um sabe os filhos que tem né? Ela nunca nem tentou.

O T-Rex é um dos restaurantes tematizados preferidos das crianças.

O T-Rex é um dos restaurantes tematizados preferidos das crianças.

Se hospede em hotéis tematizados

Seguindo essa mesma linha, hotéis tematizados podem não ser essenciais, mas com certeza são o “algo a mais” também muito aproveitado pelas crianças. Hotéis tematizados da Disney e da Universal te fazem se sentir no clima dos parques durante a viagem toda, 24 horas por dia.

Não é incomum as crianças pirarem na piscina desses hotéis mais do que aproveitam muitos dos parques. Para ajudar na decisão de qual hotel escolher, veja aqui a nossa lista com os melhores hotéis temáticos de Orlando. Tem quarto de pirata, quarto de princesa, do Nemo, do Rei Leão, de Minion e por aí vai. Se quiser um hotel temático e com pelo menos um microondas para esquentar qualquer comidinha para as crianças, minha recomendação é a suíte familiar do Art of Animation.

Respeite o ritmo do seu filho

A gente pode fazer mil planos e achar que sabe do que as crianças vão gostar, mas pode acontecer de chegar nos parques e o seu filho nem ligar para o Mickey mas se encantar com a fonte de água do Disney Springs ou com o brinquedinho de luz que é vendido nas ruas durante a noite. Respeite as preferências dele.

Se ele quiser ir milhões de vezes seguidas no Dumbo, aproveite com ele. Se ele estiver com sono, garanta que ele poderá dormir. Se ele estiver com medo, não insista. Respeitar o ritmo das crianças é muito importante para que eles aproveitem como no fim, é tudo que os pais querem, né?

As vezes as crianças curtem mais a piscina do hotel do que os parques, mas é assim mesmo! :P

As vezes as crianças curtem mais a piscina do hotel do que os parques, mas é assim mesmo! 😛

É pensando nisso mesmo que a ali no começo do post recomendei dois dias para o Magic Kingdom. Assim você aproveita um dia de manhã e começo da tarde e no outro, a tarde e a noite. Com isso, você evita que as crianças (ok, nem só as crianças) se desgastem e garante que elas vão conseguir estar bem para as principais atrações do parque nas diferentes horas do dia.

Considere começar uma coleção

Como crianças muito pequenas ainda não podem ir em boa parte das atrações, uma boa maneira de mante-las entretidas é começar uma coleção nos parques. Pode ser coleção de autógrafos, pins, bichinhos de pelúcia e outras muitas opções. Clique aqui para ver mais detalhes sobre itens colecionáveis da Disney.

Pins: uma das muitas opções de itens colecionáveis dos parques.

Pins: uma das muitas opções de itens colecionáveis dos parques.

Inclua atividades diferentes na programação

A Disney é cheia de opções menos óbvias para o entretenimento de pequenos que nem todo mundo sabe. As opções são muitas e algumas das atividades mais interessantes que você encontra são:

Sorcerers of Magic Kingdom: uma ótima atividade para crianças que estão acompanhadas de alguém que fala inglês.

Sorcerers of Magic Kingdom: uma ótima atividade para crianças que estão acompanhadas de alguém que fala inglês.

Veja os nossos roteiros nas versões infantis

Hoje, nenhuma outra dica aqui do Vai pra Disney é mais famosa do que os nossos roteiros, que são gratuitos e tiveram milhões de downloads. Os roteiros trazem todas as dicas para se aproveitar o dia nos parques com ou sem crianças, e por isso sugiro fortemente que não deixe de dar uma olhada neles. Os roteiros do Hollywood Studios e do Magic Kingdom possuem uma versão separada para quem está viajando com crianças (disponível em um link no início do post do roteiro principal). Os demais roteiros apontam dicas para as crianças ao longo do texto.

Considere um cruzeiro da Disney

Eu sou até suspeita pra falar porque sou bem fã dos cruzeiros da Disney. Acho sensacional para todo mundo, independente da idade, mas em muitos aspectos, acho esta experiência ainda mais legal do que os parques para as crianças pequenas – aquelas que já não usam mais fralda mas ainda são pequenas demais para poder ou querer ir em muitas atrações dos parques.

Cruzeiro da Disney! Programação perfeita!

Cruzeiro da Disney! Programação perfeita!

No cruzeiro da Disney as crianças tem diversas oportunidades de ver personagens e interagir com eles, tem atividades para todas as idades, diversas piscinas e um ambiente super gostoso. E quando as crianças se cansam, basta voltar pro quarto! Sem ter que pegar carro, ir para estacionamento nem nada disso.

Minnie dançando com as crianças na festa pirata do cruzeiro.

Minnie dançando com as crianças na festa pirata do cruzeiro.

Para saber mais sobre o cruzeiro da Disney, clique aqui. Minha recomendação é deixar o cruzeiro sempre pro final da viagem, para relaxar bem antes de voltar pra casa.

Dica Extra: procedimento em caso de crianças perdidas

Muitos pais já me perguntaram sobre o medo de perder seus filhos nos parques e sempre que questionada sobre este tema, dou minhas dicas com base em duas experiências que tive: a de ter trabalhado nas ruas da Disney e já ter encontrado algumas crianças perdidas e a de ter perdido a minha irmã no parque uma vez quando ela tinha seis anos.

O que posso dizer é que todos os funcionários são bem instruídos para encontrar os pais da criança da maneira mais rápida possível enquanto buscam evitar que a criança se assuste com a situação. Boa parte dos funcionários conseguem se comunicar rapidamente através do sistema de rádio para facilitar ainda mais o encontro da família e essas situações costumam ser resolvidas bem rapidamente.

Se você por acaso se encontrar nessa situação, comunique um funcionário do parque e siga suas orientações. O procedimento pode variar mas no Magic Kingdom por exemplo, normalmente eles vão te mandar para o Baby Care Center, local onde costumam levar as crianças que se perdem. Além disso, aqui vão algumas dicas que sempre seguimos na minha família para facilitar um reencontro:

  • Assim que chegar no parque, já identifique o Baby Care Center e tente achar alguma maneira fácil de explicar para o seu filho que é ali que eles deverão se encontrar.
  • Diferencie um funcionário da Disney dos demais adultos no parque para o seu filho. O instrua a procurar uma das pessoas com o crachá branco caso ele se perca e não falar com mais ninguém. Você pode deixa-lo com um bilhete no bolso para mostrar caso se perca ou ensiná-lo uma frase básica. Quando eu tinha 4 anos minha mãe me ensinou a falar que era do Brasil e que eu não falava inglês. Acho que pode ser mais prático ensiná-lo a dizer apenas que está perdido.
  • Aquelas etiquetas de identificação pode ser chatinhas, mas são uma belíssima facilidade nessa hora. Deixe o seu telefone de contato e qualquer outra informação que deseje na pulseira com etiqueta no braço do seu filho todos os dias que visitar o parque.
  • Tire uma foto com o celular da criança, todos os dias antes de entrar no parque. Assim, na hora do nervosismo, você pode mostrar uma foto dela para os funcionários da Disney, e não correr o risco de esquecer de que roupa ela estava usando ( que é normal esquecer em uma situação como essa).

Na Universal, não existe um procedimento tão claro quanto a crianças perdidas, então as recomendações acima são ainda mais importantes.

De qualquer forma, o principal é não entrar em pânico pois essas situações costumam se resolver rapidamente e em pouco tempo vocês já estarão se divertindo pelo parque novamente.

Bom, com todas essas dicas espero que você e suas crianças aproveitem ainda mais a viagem para a Disney, afinal é primeiramente para as crianças que toda a magia Disney é criada todos os dias, a gente só entra na carona! Depois conte para a gente como foi a viagem, tá? 😀

O Vai Pra Disney é um blog independente e não é um canal mantido pela The Walt Disney Company. As informações contidas nesses sites representam a opinião de seus autores, colaboradores e usuários. Walt Disney World Resort, nomes e logos são marcas registradas da The Walt Disney Company.