Preparativos

Como economizar para viajar para Orlando

A viagem para a Disney é o sonho de muita gente! Tantas, que a cada poucos comentários que recebemos aqui no site, um declara: “ir para a Disney é meu sonho, um dia vou economizar e conseguir realiza-lo” e este é o tipo de mensagem que toca meu coração. Não é novidade para ninguém que Orlando é um lugar muito especial para mim, e meu desejo é que todo mundo que sente esse algo especial pela Disney, consiga realizar o sonho de fazer essa viagem.

Por isso, meu post hoje é direcionado para quem tem esse sonho de ir pela primeira vez ou de retornar para Orlando mas tem encontrado algumas dificuldades no orçamento para concretizar esse objetivo.

Motivação número 1 desse sonho: conhecer esse ratinho tão amado!

Motivação número 1 desse sonho: conhecer esse ratinho tão amado!

De cara já vou deixar claro: não tenho nenhuma fórmula milagrosa para ajudar ninguém a juntar dinheiro e enriquecer. As dicas aqui são coisas do mundo real, que boa parte das pessoas pode fazer para realizar um sonho que seja um pouco mais caro como esse. Sei também que não é TODO orçamento familiar que comporta uma viagem, mesmo com dicas e segurando um pouco as despesas, mas se aqui a gente conseguir ajudar uma parcela das famílias a economizar e viabilizar um sonho tão especial, já cumpri meu objetivo!

E se você se interessou por este post, anote para ler aí depois mais alguns que podem te ajudar nessa empreitada:

Dicas de como economizar para ir para Orlando

Defina seu objetivo e corra atrás dele

O primeiro passo é parar de deixar o seu sonho no mundo dos sonhos e trazer ele pro mundo dos PLANOS. A gente pode ficar sentado no sofá pensando “ai ai, queria tanto viajar” ou pode começar a mexer os pauzinhos para tornar esse sonho realidade, mesmo que seja dando um passinho de formiguinha por vez.

Defina seu objetivo e comece a mudar o seu comportamento pouco a pouco para te ajudar a alcança-lo. A mudança de pensamento gera mudança de ação e te ajuda a começar a economizar nas pequenas coisas. Aí já sabe né? De grão em grão, a galinha enche o papo e de moeda em moeda, o cofrinho vai ficando recheado!

Motivação número 2 desse sonho: o castelo, sempre lindo!

Motivação número 2 desse sonho: o castelo, sempre lindo!

Pense a longo prazo

O ritmo que cada pessoa/família consegue economizar pode variar muito e para algumas pessoas, demorar para ver o orçamento da viagem se formando pode ser desmotivador. Nesse caso acho que o principal é entender sua realidade e estabelecer o prazo para a viagem de acordo.

Muita gente planeja uma viagem por dois anos, dois anos e meio e até três anos! A gente vê sempre casos assim nos comentários do site. São pessoas que cuidadosamente estão economizando e cuidando de cada detalhe da viagem para gastar o mínimo e economizar o máximo possível.

Não dá para viajar no próximo ano!? Não desanime! Considere um planejamento (e uma economia) de mais tempo. Tem o pique? Então quem sabe sua viagem é possível!

Disney Springs é um centrinho delicioso da Disney que ninguém precisa pagar nada para visitar

Disney Springs é um centrinho delicioso da Disney que ninguém precisa pagar nada para visitar

O lado bom é que as viagens planejadas com mais calma e mais tempo costumam ser as melhores em todos os sentidos! Você viaja com muito mais experiência, sabendo o que quer e o que não quer, consegue se informar mais para escolher sua programação e também para pegar promoções. Tudo de bom!

Conheça suas despesas

A gente se surpreende muito quando começa a estudar os nossos gastos. Um exemplo pessoal: em uma época que eu e o Felipe precisávamos economizar como nunca (a gente ia casar!), começamos a analisar nossos extratos bancários e categorizar os gastos para saber onde estávamos colocando o nosso suado dinheirinho. Como resultado, tivemos várias surpresas. Coisas que a gente considerava um gastinho bobo durante a semana, se tornava uma despesa super expressiva no final do mês/ano.

Eu e o Felipe adorávamos ir a restaurante jantar uma vez por semana, mas ficamos chocados como isso ficava caro. Era algo super tranquilo da gente abrir mão (até porque eu tava naquela dieta de noiva, né?). Resultado: não sentimos tanta falta dos jantares fora, economizamos uma grana e eu ainda emagreci um monte! 🙂

Motivação número 3: o tal sorvete do Mickey!

Motivação número 3: o tal sorvete do Mickey!

Os gastos que a princípio parecem pequenos,  somados podem ser bem significantes, então estudar com calma as despesas é essencial para saber economizar sem tanto sofrimento.

Abra mão de alguma coisa

Bom, depois de entender os seus gastos, você vai conseguir fazer essa outra dica com mais sabedoria. Aqui não tem segredo: para economizar, você necessariamente precisa tirar o dinheiro de um lugar e começar a colocar no seu cofrinho da viagem.

Depois de entender suas despesas, se comprometa com sua viagem abrindo mão de alguma coisa que não seja essencial para você (é óbvio, né? Ninguém pode abrir mão do básico só para viajar!). Antes de julgar pequena a economia que você faz abrindo mão de um ou outro hábito para economizar, lembre-se bem da história de que do “de grão em grão” e se quiser números mais concretos pense em quanto você vai economizar em um ano, por exemplo! Pode ser que os números chamem mais sua atenção e isso seja a motivação extra que você precisa.

Abrir mão é uma boa dica não só na hora de juntar dinheiro, mas também na hora de baratear a viagem. Esse quarto das princesas é lindo e muito legal, mas tem muitooos hotéis mais baratos e bons. Em Orlando a gente nem fica tanto no hotel, então é um caso que vale super a pena optar por algo mais em conta e economizar uma grana!

É CLARO que não estou falando para você abrir mão de nada necessário na sua vida, nada do básico. Se nessa etapa você chegar a conclusão que todo o seu dinheiro vai para itens de primeira necessidade, pode ser sim hora de deixar a viagem para uma outra oportunidade. Agora, se por outro lado, você tiver algum hábito ou um gastinho extra que possa abrir mão, é bem capaz que esta seja uma fonte importante de economia para viabilizar a sua viagem.

Tenha flexibilidade

Isso é mais difícil para famílias com crianças em idade escolar (principalmente na idade que não dá mais pra ficar faltando na aula), mas dentro do possível, tenha flexibilidade para escolher a data da viagem e mudar os planos um pouquinho. Sei que você vai estar se planejando a longo prazo e idealizando essa viagem por um tempo, do jeitinho que você quer. Apesar disso, se um data diferente da que você pensou estiver com ótimos preços, cogite mudar os plano! Se você sempre sonhou em ficar em um hotel, mas outro parecido estiver em promoção, considere ser flexível e ir para a opção mais barata (sem nunca abrir mão de segurança na escolha do hotel, hein?).

Hotel barato e bom, pertinho da Disney. Uma ótima para quem quiser economizar. Tem avaliação completa do Clarion Inn aqui no site.

Hotel barato e bom, pertinho da Disney. Uma ótima para quem quiser economizar. Tem avaliação completa do Clarion Inn aqui no site.

O principal ponto que esta flexibilidade te ajuda é para passagens aéreas. É possível economizar muito comprando em promoções e aceitando viajar nas épocas das passagens promocionais, principalmente se elas forem para as épocas de baixa temporada, quando os hotéis também são mais baratos.

Uma coisa de cada vez

Viajar para Orlando significa uma série de despesas, para citar algumas das principais:

  • Passagem
  • Hospedagem
  • Visto
  • Passaporte
  • Ingressos

E por aí vai!! Isso pode assustar um pouco de cara mas respire fundo e mantenha a calma. O segredo para não ficar atordoado nem ser engolido por estes gastos é “atacá-los” um por vez. Primeiro é o passaporte, depois o visto e por aí vai. Comemore cada despesa que você tira da frente, é um passo a caminho do seu sonho! Cuidando de uma etapa por vez, você vai eliminando cada despesa uma a uma e vai perceber o seu avanço rumo a viagem, passo a passo.

Passaporte é a primeira despesa pra você tirar da frente. Só que lembre-se de que ele tem validade então não precisa tirar o seu com um zilhão d anos de antecedência. Um ano ou dois anos antes da viagem já tá ótimo, mais que isso é cedo demais.

Passaporte é a primeira despesa pra você tirar da frente. Só que lembre-se de que ele tem validade então não precisa tirar o seu com um zilhão d anos de antecedência. Um ano ou dois anos antes da viagem já tá ótimo, mais que isso é cedo demais.

Viajando sem despesas

Seguindo a linha da dica anterior, minha recomendação é seguir pagando uma despesa por vez até eliminar todas elas. Quando o orçamento é apertado, não caia na tentação de parcelar tudo e acabar com uma dívida enorme, difícil de controlar e que pode se tornar uma dor de cabeça no seu futuro. O melhor mesmo é quitar as dívidas antes da viagem. Assim, entre outros benefícios, você:

  • Viaja mais tranquilo e aproveita mais só de saber que não tem dívida nenhuma te esperando no Brasil
  • Pode se comprometer sem tanta preocupação com os gastos durante a viagem com alimentação, compras, transporte e etc.
  • Pode economizar em muitos casos já que muitas agências ou sites de viagens (como a gente) oferece desconto no pagamento por boleto em vez de cartão.

Se optar por parcelar algumas coisas, minha dica é tentar finalizar o pagamento da última parcela antes da viagem, além de sempre manter um controle muito rigoroso da sua dívida.

Ingresso é um caso clássico de gasto que já vale a pena quitar no Brasil.

Ingresso é um caso clássico de gasto que já vale a pena quitar no Brasil.

Fazendo com as próprias mãos (e economizando)

Você consegue gastar bem menos montando todo o planejamento da sua viagem por conta própria. Uma das coisas que mais me deixa brava nesse mundo de turismo e ver profissionais que tentam fazer um terrorismo do tipo “você não consegue planejar sua viagem sozinha, vai dar tudo errado, Precisa de agência, precisa de roteiro personalizado, precisa de guia, precisa disso, precisa daquilo”, tudo para tentar convencer as pessoas a comprar seus serviços.Precisa de nada disso não! Aqui ficam duas dicas:

  1. Se você quiser contratar profissionais para te ajudar na sua viagem, saiba que os bons profissionais não precisam fazer terrorismo nenhum para vender seus serviços.
  2. Contratar alguém para planejar a sua viagem é um dos primeiros gastos que você consegue cortar, já que realmente não é algo necessário. Essa seria apenas comodidade, mas como a gente já disse aqui no VPD antes, ninguém vai planejar sua viagem tão bem (e tão barata) quanto você mesmo se estiver disposto a pesquisar e fazer tudo sozinho. Para mim, nem com dinheiro sobrando eu contrataria profissionais, porque curto planejar a viagem com minha cara.
Para te auxiliar, além de todas as dicas que você encontra aqui no site, baixe o nosso aplicativo gratuito com os roteiros de todos os parques e dicas selecionadas para sua viagem.

Para te auxiliar, além de todas as dicas que você encontra aqui no site, baixe o nosso aplicativo gratuito com os roteiros de todos os parques e dicas selecionadas para sua viagem.

Planejar sua viagem sozinho pode ser simples, clique aqui para ver todas o nosso passo a passo e todas as dicas para te auxiliar a fazer seu pacote de viagens do começo ao fim.

Pesquise

Se o seu orçamento é apertado, é importante fazer uma boa pesquisa para evitar gastar mais dinheiro do que precisa com algumas das grandes despesas de ir para Orlando, em especial passagem aérea, ingresso dos parques e hospedagem.

A dica aqui é pesquisar sempre pelo menos uns 3 sites/agências de vendas de sua confiança, comparando os preços para escolher o que vale mais a pena para você.

Para passagens aéreas, sempre rolam promoções por exemplo. Veja aqui nossas dicas de compra de passagem aérea barata para mais dicas nesse assunto.

Para hospedagem, considere vários hotéis seguros e com bom custo benefício e verifique se você já está vendo o preço final quando pedir uma cotação. Confira se nada a mais será te cobrado no hotel para evitar surpresas ruins!

Escolha bem seus ingressos. Lembre-se de que quanto mais dias de parques Disney você compra, menos você paga por dia.

Escolha bem seus ingressos. Lembre-se de que quanto mais dias de parques Disney você compra, menos você paga por dia.

Para ingressos, primeiro de tudo pesquise quais são os melhores existentes para atender sua necessidade com o menor custo (nós explicamos tudo aqui). Em seguida, comece a cotar em lugares de sua confiança. Alguns sites/agências conseguem vender ingressos um pouco mais baratos do que nas bilheterias e site dos parques (e a gente orgulhosamente, é um deles! 😀 Veja aqui nossos preços se quiser incluir na sua pesquisa.). Em dólar, cada economia vale a pena, né?

Apesar disso, cuidado com qualquer ingresso que pareça HIPER barato, destoando de outras empresas. Como os parques não dão tanto espaço para ninguém oferecer preços muito baixos, qualquer desconto absurdo como ingressos pela metade do preço, é golpe. Então mantenha sua pesquisa sempre em sites de sua confiança e tome o devido cuidado com os golpes – o que me leva à próxima dica.

Cuidado com os golpes

Infelizmente, tem muita gente que quer se aproveitar dos turistas desavisados em Orlando então é preciso ficar esperto para evitar cair no papo de algum golpista e acabar perdendo dinheiro na tentativa de fazer um bom negócio. O lado bom é que você não é nenhum turista desavisado, já que a gente já está desde já, te avisando de tudo! Conheça aqui os golpes mais comuns praticados em Orlando e garanta que você não vai cair em nenhum deles.

Golpe dos ingressos baratos no meio dos Outlets de Orlando. Sempre que você encontrar um desconto milagroso em troca de um "convite" para ver uma palestra, fuja dessa furada.

Golpe dos ingressos baratos no meio dos Outlets de Orlando. Sempre que você encontrar um desconto milagroso em troca de um “convite” para ver uma palestra, fuja dessa furada.

Espero que estas dicas te ajudem a enxergar uma luzinha no fim do túnel e que de alguma forma, te motivem a correr atrás desse sonho. E se você tiver alguma dica adicional, não deixe de dividir com a gente aí nos comentários, tá? 😉



  • Oi Edson
    Obrigado pela mensagem, fico feliz que esteja gostando do VPD e das dicas!
    Recentemente, a ANAC aprovou um pacote de mudança nas regras de bilhetes aéreos. Antes da mudança, a não utilização de algum trecho do bilhete anularia todo o restante dele (no seu exemplo, a volta seria anulada). Porém, com a nova mudança, agora isso não acontece mais e, em tese, a não-utilização de um trecho não anularia mais o restante – mas vale sempre confirmar exatamente com a companhia aérea em questão antes de fechar pra ter certeza. A mala, geralmente, é retirada no primeiro destino dos EUA, então você iria pegar a mala em Miami de qualquer forma (pra depois despachar novamente para o destino final)
    Abs
    Felipe

  • Oi Giovanna
    Obrigado pela mensagem!
    É difícil estimar com precisão porque os preços de passagem variam muito da cidade de origem e época da viagem.
    Minha dica é pra você ver aqui nosso passo a passo de como montar um pacote e ir cotando:
    http://www.vaipradisney.com/blog/monte-programacao-orlando/
    E aqui, quanto levar para a viagem:
    http://www.vaipradisney.com/blog/quanto-eu-levo-para-gastar-em-orlando/
    Espero que ajude!
    Abs
    Felipe

  • Oi Dayane,
    Obrigado pela mensagem e fico feliz que decidiu tornar uma meta!
    É isso aí, com organização e planejamento é sempre possível realizar 🙂
    Os maiores gastos são com passagem, hospedagem e ingressos para os parques.
    A dica é seguir nossos passos aqui e ir “apreçando” tudo e botando na ponta do lápis:
    http://www.vaipradisney.com/blog/planejar-sua-viagem-sem-agencia/
    E para ver valores de ingressos e hotéis com desconto, temos um site de vendas com valores legais:
    http://vpdtravel.com/
    E para planejar quanto dinheiro levar pra gastar lá, aqui damos diversas dicas:
    http://www.vaipradisney.com/blog/quanto-eu-levo-para-gastar-em-orlando/
    Ufa! te passei muita lição de casa né? Mas espero que ajude a realizar seu sonho!
    Abs
    Felipe

  • Oi Juliana,
    Obrigado pela mensagem, fico feliz que esteja gostando do VPD e das nossas dicas 🙂
    Dá pra ir tranquilo sim, tem muita gente que vai por conta própria sem falar um A de inglês e se vira muito bem.
    Contamos mais sobre isso e outras dicas aqui:
    http://www.vaipradisney.com/blog/indo-pra-disney-sem-falar-ingles/
    Abs
    Felipe

  • Oi Eliana
    Fico feliz em ajudar 🙂
    Abs grande
    Felipe

  • Oi Maria Emilia,
    Nesse caso seria um cartão pré pago como os Travel Money que você faz aqui no Brasil e adiciona créditos:
    http://www.vaipradisney.com/blog/dinheiro-viagem-cartao-especie-cheque/
    Ou então aqueles cartões “gift card” que você compra em farmácias e supermercados, que é como se fosse um cartão Visa ou Master com “saldo” no valor que comprar.
    Abs
    Felipe

  • Oi Fabiane,
    Obrigado pela mensagem!
    Fico feliz que esteja gostando do VPD e das nossas dicas, e força e foco que vai dar tudo certo 🙂
    Pode contar com a gente pro que precisar,
    Abs
    Felipe

  • Oi Tito,
    Muito obrigado pela mensagem e pelo carinho.
    Ficamos muito contentes em saber que de alguma forma participamos do planejamento de uma viagem tão especial. Para a gente, receber uma mensagem como a sua faz valer a pena todas as horas que dedicamos ao site! 🙂
    Espero que aproveitem muito esse momento maravilhoso e depois conte pra gente como foi!
    Abraços,
    Felipe

  • Oi Deborah, tudo bem?
    Obrigado pela mensagem e pelo carinho!
    Fico feliz que nossas dicas estejam ajudando no seu planejamento 🙂
    A gente resolveu disponibilizar essas dicas e compartilhar aqui com os leitores pois já ajudaram muito nos nossos planejamentos, então queremos ajudar outras pessoas a realizarem seus sonhos também!
    Fique à vontade aqui no VPD e qualquer dúvida estamos à disposição
    Abs
    Felipe

  • Que bom que está gostando do VPD, Luis, e obrigado pela mensagem!
    Abs
    Felipe

  • Oi Cristiane,
    Obrigado pela mensagem 🙂
    Você pode ir subindo pela costa pela rodovia 1, mas ela não é bem uma rodovia, ela tem faróis e vai passando por dentro das cidades, e não dá pra ver a paisagem muito bem, você verá mesmo é entrada de casas e árvores.
    A outra opção é pegar a expressa 95, que é uma rodovia mais rápida como uma estrada normal mesmo.
    A terceira opção é ir por dentro, pela Turnpike, ela é a opção mais rápida e fácil para ir de Miami a Orlando.
    Abs
    Felipe

  • Oi Cristiane,
    Obrigado pela mensagem!
    Fico feliz que esteja gostando do VPD e que nossas dicas foram úteis, e espero que tenham uma ótima viagem, e podem contar com a gente 🙂
    Abs
    Felipe

  • Oi Igor,
    Obrigado pela mensagem!
    Não desanime, acredito que dê pra economizar sim. Aqui nesse outro post damos dicas de como montar o seu pacote e economizar:
    http://www.vaipradisney.com/blog/planejar-sua-viagem-sem-agencia/
    O Dining Plan vale a pena em alguns casos específicos, mas eu diria que em grande parte dos casos acaba saindo mais barato comer à sua maneira sim. A gente explica mais sobre isso aqui:
    http://www.vaipradisney.com/blog/disney-dining-plan-refeicoes/
    Espero que ajude!
    Abs
    Felipe

  • Oi Michele, tudo bem?
    Nesse outro post a gente tem um passo a passo de como montar seu próprio pacote para Orlando, com eles você poderá calcular e ter uma idéia mais ou menos de quanto poderá gastar de acordo com o perfil que escolher!
    http://www.vaipradisney.com/blog/planejar-sua-viagem-sem-agencia/
    Espero que ajude
    Abs
    Felipe

O Vai Pra Disney é um blog independente e não é um canal mantido pela The Walt Disney Company. As informações contidas nesses sites representam a opinião de seus autores, colaboradores e usuários. Walt Disney World Resort, nomes e logos são marcas registradas da The Walt Disney Company.