Preparativos

Tudo sobre o furacão Irma na Flórida

Muita gente tem perguntado sobre o furacão Irma, que passou pelo Caribe e Flórida.

Como isso está afetando os planos (ou a viagem já em curso) de muitos leitores do VPD, resolvemos escrever aqui alguns esclarecimentos para acalmar os ânimos e orientar como agir caso você seja impactado pelo Irma.

Vale desde já dizer que os furacões são previsíveis até certo ponto, mas eles mudam de curso e essa coisa toda.

Todos sabem que a Flórida tem um clima tropical, onde é comum enfrentar temporais fortes, calor excessivo e essa instabilidade do tempo. O litoral do estado, por conta da proximidade do Caribe, acaba sofrendo ainda mais com tornados e furacões, que são comuns na América Central.

Isso dito, é sempre importante lembrar que Orlando fica no centro do estado, e historicamente, sofre bem menos com essas intempéries climáticas, do que o litoral da Flórida, por ficar longe do mar e ter menos chances de inundações. A última ameaça de furacão que a cidade enfrentou em 2016 acabou apenas em um temporal mais forte de 1 dia.

Vou reunir aqui todas as informações oficiais que vem sendo divulgadas pelos parques, e também atualizando sempre que for saindo coisa nova:

O furacão Irma – atualizado

O furacão Irma deixou estrago em diversas regiões do Caribe, como Porto Rico e Ilhas Virgens, em seu caminho em direção aos EUA. Era esperado que ele chegasse principalmente no litoral da Flórida: do sul, em Florida Keys e Miami, até mais a norte, como Daytona Beach e Cabo Canaveral.

Uma mudança na rota fez com que ele passasse mais ao oeste, em Naples e Tampa. Ele já passou por Orlando na madrugada de domingo (10 de Setembro) para segunda-feira (11 de Setembro) com intensidade entre 1 e 2, bem mais reduzida do que a de seu trajeto pelo Caribe.

Caminho e intensidade previstos para o Irma, imagem do National Hurricane Center

Caminho e intensidade previstos para o Irma, imagem do National Hurricane Center

Como Orlando fica no centro do estado, o impacto foi menor. Ele preocupava pois muitos esperavam que este furacão iria atingir a Flórida como nenhum outro, mas como já aconteceu outras vezes, este furacão chegou por lá com menos força.

Aliás, ele foi rebaixado de categoria 5 para categoria 4 quando se aproximou da Flórida, pelo National Hurricane Center, e para categoria 1 quando chegou a Orlando.

Orlando recebeu na madrugada uma chuva muito forte com muito vento, com boa parte da cidade sem luz, mas sem um impacto tão grande como no litoral do estado ou nas ilhas do Caribe. O resultado: árvores, placas e cercas caídas, mas sem nenhum grande dano registrado. A cidade está em toque de recolher até as 18h do dia 11/09, para manter a segurança e permitir a limpeza e reorganização.

Falando no National Hurricane Center, este é o único canal que a gente indica para procurar notícias sobre o furacão, já que existe um zilhão de veículos que fazem certo sensacionalismo. Esta é a fonte oficial de notícias sobre o Irma e qualquer outro furacão – inclusive o próprio NHC comentou desde os primeiros sinais de enfraquecimento do Irma.

O que isso impacta na sua viagem

Se você estava com a viagem marcada para este feriado brasileiro ou para o final de semana, é provável que seu vôo tenha sido cancelado. Por mais frustrante que isso seja, ninguém pode brincar com segurança em meio a um furacão, né? São medidas necessárias.

Caso seu vôo tenha sido cancelado, avalie sua possibilidade de adiar suas férias por uma semana e ligue para sua companhia aérea. Cada companhia aérea pode ter sua política, mas considerando o fato de que seu vôo foi cancelado, é esperado que você receba um atendimento com mais boa vontade em ajuda-lo a remarcar a viagem.

Quanto à hotéis e parques, é preciso entrar em contato com o canal que você usou para comprá-los mas a maioria dos casos poderão ser reembolsados ou reagendados. Vale lembrar que em geral, os ingressos dos parques permitem o uso por um período bem longo, até a sua validade, e por isso, se sua viagem for atrasada, você provavelmente poderá continuar usá-los do mesmo modo – por isso, verifique a validade de cada um dos seus ingressos. Mais abaixo você encontra os detalhes da política oficial dos parques.

A cidade de Orlando está com toque de recolher obrigatório desde domingo, 19h até segunda feira, 18h. Isso significa que não é permitido sair nas ruas pois o mais seguro é ficar dentro do hotel ou casa até que toda a situação tenha se estabilizado.

Fechamentos

Praticamente todos os parques, shoppings e outlets de Orlando fecharam no domingo, dia 10 de setembro, e segunda-feira, dia 11 de setembro, e reabriram em 12 de setembro.

  • Os 4 parques da Disney fecharam no domingo e na segunda feira, dias 10 e 11 de setembro. No sábado, dia 9, Animal Kingdom e o Hollywood Studios fecharam mais cedo às 19h, e o Magic Kingdom e o Epcot às 21h – e nenhum espetáculo noturno foi exibido nesse dia (Happily Ever After, Illuminations, Star Wars, Fantasmic e Rivers of Light foram cancelados), e reabriram normalmente em 12 de setembro
  • parque aquático da Disney Blizzard Beach fechou às 17h do sábado, dia 9, e reabriu em 14 de setembro. O  Typhoon Lagoon reabriu em 16 de setembro.
  • O Disney Springs fechou às 21h no sábado, dia 9, até segunda-feira, dia 11, e reabriu normalmente em 12 de setembro.
  • Os 3 parques da Universal fecharam às 19h do sábado, dia 9, até segunda feira, dia 11, e reabriram normalmente em 12 de setembro.
  • Os parques Sea World e Busch Gardens fecharam às 17h de sábado dia 09/09, e permaneceram fechados dias 10, 11 e 12, reabrindo em 13 de setembro.
  • O parque aquático Aquática ficou fechado dias 9, 10, 11  e 12 de setembro, reabrindo em 12 de setembro.
  • O Discovery Cove fechou desde o dia 10 de setembro, e deve reabrir em 15 de setembro.
  • O parque Legoland reabriu em 14 de setembro, e o aquático dia 16.
  • O balão de Disney Springs já está fechado e ainda sem previsão de reabertura.
  • O tour especial da Disney, o Backstage Magic, foi cancelado para sexta-feira, segunda-feira e terça-feira, e o Gardens of the World na terça-feira.
  • Os hotéis da Disney Fort Wilderness e Saratoga Springs Treehouses fecharam e foram evacuados no sábado à tarde e reabriram em 20 de setembro.
  • A Disney não cobrará taxa de cancelamento nem taxa de não comparecimento para quem não for nas reservas de restaurantes que já tiverem até segunda feira, dia 11 de setembro. Reservas pagas previamente serão automaticamente reembolsadas.
  • O porto Canaveral fechou as 15h do dia 08/09 até segundo aviso, e muitas rotas do Disney Cruise Line foram canceladas. A Disney vai anunciar dia 12 sobre possíveis alterações dos itinerários das próximas semanas.
  • O aeroporto de Orlando interrompeu suas atividades de vôos comerciais a partir das 17h de sábado, dia 09/09, e reabriu aos poucos a partir do dia 12/09. Quem está com viagem marcada para os próximos dias fique atento aos comunicados das companhias aéreas sobre cancelamentos de vôos e remarcações.
  • Os shoppings Florida Mall, Mall at Millenia e Outlets Premium fecharam sábado, dia 09, até segunda-feira, dia 11/09, e os Outlets reabriram normalmente em 12 de setembro.

Atrações que permanecem fechadas depois da reabertura:

  • Magic Kingdom: Jungle Cruise, Liberty Square Riverboat

Cancelamentos

  • O espetáculo La Nouba do Cirque du Soleil em Disney Springs teve a apresentação das 21h do sábado, dia 9, cancelada.
  • A festa de música Gospel Nights of Joy do sábado dia 09/09 foi cancelada. Quem quiser poderá trocar pelo ingresso para ir ao evento hoje, sexta dia 08/09 ou pedir um reembolso.
  • A festa de Halloween da Disney, a Mickey’s Not So Scary Halloween Party do domingo dia 10/09 foi cancelada. Quem tem ingresso para esse dia poderá escolher entre trocar por outro dia de festa, por um dia de festa de Natal, por um ingresso Hopper de 1 dia para os parques temáticos ou um reembolso total do valor pago.
  • As apresentações do Mickey’s Backyard BBQ e do Hoop-Dee-Doo Musical Revue que acontecem no Fort Wilderness foram canceladas até o dia 19 de setembro.
  • Para pedir os reembolsos ou troca dos ingressos dos eventos da Disney mencionados acima, basta ligar para +1(407) 939-7818 ou por email no Ticket.Inquiries@DisneyWorld.com até dia 31 de janeiro de 2018.

O que fazer se você estiver em Orlando

A primeira coisa que você deve fazer é procurar orientações na recepção do seu hotel. Cada hotel está oferecendo apoio e dando recomendações de segurança. Além disso, o corpo de bombeiros e a polícia de Orlando estão alertas e apoiando a população e os turistas. Em caso de urgência, ligue 911 de qualquer telefone, até mesmo do seu celular do Brasil.

A recomendação é se preparar estocando comida, garrafas d’água e deixando o tanque do carro cheio. Guardar mantimento para pelo menos 2-3 dias é uma boa estratégia, já que domingo e segunda seriam os dias mais afetados.

Se precisar de apoio nos EUA ou tiver dúvidas para casos de comprovada emergência, ligue para a assistência consular do Brasil em Miami nos telefones: +1 305-801.6201 / +1 305-285.6208 / +1 305-285.6258

Para quem vai viajar depois de 13 de Setembro

O furacão passou por Orlando e região entre domingo e segunda feira, dias 10 e 11 de setembro. Quem for viajar alguns dias depois disso, possivelmente não sofrerá grandes impactos nos planos de viagem, mas vale sempre continuar alerta com as novidades e possíveis alterações das companhias aéreas.

Algumas estradas na região sul do estado podem estar com trechos fechados, mas é possível transitar normalmente entre Miami e Orlando pela Turnpike. A dica é checar aqui as informações oficiais da situação das estradas da Florida.

Estamos aqui na torcida para que os danos sejam os mínimos e que tudo se restabeleça o mais rápido possível. Continuaremos atualizando com novidades!



O Vai Pra Disney é um blog independente e não é um canal mantido pela The Walt Disney Company. As informações contidas nesses sites representam a opinião de seus autores, colaboradores e usuários. Walt Disney World Resort, nomes e logos são marcas registradas da The Walt Disney Company.