Preparativos

Seguro Viagem: guia para escolher o seu seguro

Muita gente se pergunta se deve ou não fazer um seguro viagem antes de ir para os EUA e quem decide fazer, também fica com muitas dúvidas sobre como funciona o uso do seguro na prática. Por esse motivo, resolvemos escrever essa matéria para responder de uma vez por todas as dúvidas sobre seguro viagem. Espero que depois de ler essas dicas, você esteja pronto para tomar sua decisão sobre o seguro viagem.

Vale a pena fazer um Seguro Viagem?

O fato é: compras, parques de diversão, alimentação e clima diferente do que a gente está acostumado, tudo isso coloca sim a gente frente a muitos riscos. Longe de mim querer ser pessimista, mas sendo apenas realista, a verdade é que mesmo em viagens menores, a gente nunca sabe o que pode acontecer.

Quando a gente viaja para Orlando, pensa no castelo, no Mickey, nas montanhas russas mas ninguém pensa que algum imprevisto pode acontecer, né? Apesar disso, é importante estar sempre preparado e bem assistido para qualquer problema!

Quando a gente viaja para Orlando, pensa no castelo, no Mickey, nas montanhas russas mas ninguém pensa que algum imprevisto pode acontecer, né? Apesar disso, é importante estar sempre preparado e bem assistido para qualquer problema!

Ninguém quer pensar que vai dar azar de ter um problema qualquer durante os poucos dias da viagem, mas pode acontecer e você não vai querer ficar em desespero sem auxílio nessa situação. Ou pior ainda: você não vai querer ter que pagar do bolso.

Nos EUA, somente uma parcela bem pequena da população tem atendimento de saúde gratuito do governo, por isso se você quebrar uma perna ou pegar uma infecção, vai ter que pagar muito caro para colocar um gesso ou conseguir uma receita de antibiótico. Para se ter ideia, em Orlando gasta-se em média, $50 para cada raio-X que você precisar e $170 por consulta médica. E se você tiver algo mais grave e necessitar ser internado, prepare-se para desembolsar mais ou menos $5.000 por noite no hospital.

Como eu disse, é claro que nunca contamos com isso, visto que em uma viagem curta as chances de algo grave acontecer são pequenas, mas se acontecer, o custo vai ser altíssimo. Mais do que isso, se acontecer qualquer emergência quando você estiver fora do seu país, você vai querer ter a certeza de um bom atendimento médico e não ter que se preocupar com a conta depois. Se a gente coloca o carro que aluga na viagem no seguro para não ter dor de cabeça, a nossa saúde não deveria ser considerada milhares de vezes mais importante?

Se para o carro você faz seguro quando viaja, para a sua saúde então não tem que pensar duas vezes!

Se para o carro você faz seguro quando viaja, para a sua saúde então não tem que pensar duas vezes!

No passado, eu confesso que eu sempre fica meio mal humorado de pagar seguro viagem pois sentia que era um dinheiro indo embora só por garantia e que eu nunca faria uso daquele benefício. Se dependesse de mim, naquela época eu provavelmente teria viajado sem plano, mas como minha mãe fazia questão, a gente sempre viajava com um plano legal. Ainda bem! Não demorou nada para o seguro se fazer útil em mais de uma viagem da minha família, não só para Orlando mas para outros lugares também. Só quando você precisa usar o seguro viagem (ás vezes em países onde você nem fala a língua, como aconteceu comigo no Japão) você entende realmente como eles são indispensáveis e a importância de se dedicar na escolha de um seguro bom.

Respondendo então a pergunta aí de cima: vale a pena fazer um seguro viagem? Sem dúvida! Nunca deixe de fazer. Um seguro para uma viagem curta para os Estados Unidos, se você pegar um super plano deve gastar uma média de uns 200 reais e vale muito a pena caso alguma coisa aconteça com você no exterior. Este é um risco que você não vai querer correr, então vale a pena se dedicar na escolha do um plano de saúde que atenda a sua necessidade e o seu orçamento.

Como funciona o seguro viagem?

O seguro viagem padrão funciona de maneira parecida na maior parte dos planos: caso precise de atendimento médico, ligue no 0800 (1-800) fornecido pelo plano e eles vão te indicar qual o hospital ou médico indicado mais próximo de onde você está. No final da consulta, você paga o hospital, envia o comprovante para o seguro viagem e eles te reembolsam depois.

Alguns planos e hospitais mais avançados cobram diretamente do plano sem você ter que pagar antes (melhor dos mundos!). Para isso, normalmente você vai precisar indicar seu seguro viagem na ficha de entrada quando chegar no hospital ou seguir alguma orientação específica que o plano te deu durante a ligação. Por exemplo, quando eu precisei usar o plano de viagens no Japão, eu cheguei no hospital e todos já estavam sabendo do meu caso. Eu não precisei falar ou escrever nada (ainda bem, né? Eu não falo japonês!) porque a seguradora já tinha notificado o hospital do meu caso. O importante é que a seguradora sempre vai te instruir em como proceder para ter o seu atendimento e por isso vale pesquisar e escolher bem o seu seguro.

A escolha do seguro viagem é muito importante e merece uma bela pesquisa. Só assim você pode garantir uma viagem bem tranquila depois.

A escolha do seguro viagem é muito importante e merece uma bela pesquisa. Só assim você pode garantir uma viagem bem tranquila depois.

Como escolher o seu seguro viagem?

Pesquisa é a palavra de ordem aqui (e a gente já pesquisou um bom bocado pra ajudar). Não basta fazer um plano e selecionar apenas pelo melhor preço, que você ainda assim pode se dar mal na sua viagem. Também não adianta pegar o mais caro para “garantir” e não avaliar de fato, se está optando pelo melhor serviço. É avaliar preço, cobertura do plano, forma de atendimento e se possível, a opinião de quem já usou. Assim você terá todas as informações para escolher um plano com bom custo-benefício.

Por exemplo, eu já cogitei viajar só com o seguro viagem do cartão de crédito, mas pesquisando um pouco vi que ele não era uma opção muito completa e por isso decidi fechar com outro plano. Geralmente a partir dos cartões da variante Platinum já existe algum tipo de seguro disponível, mas é preciso informar à operadora do cartão antes da viagem, e a cobertura tende a ser bem limitada e cheia de regrinhas (tem que pagar a passagem inteira com aquele cartão, por exemplo). Depois de muito pesquisar, eu sempre chego à conclusão que ele não é suficiente. Fica aqui meu encorajamento para você fazer a sua pesquisa também e ver o que vale mais a pena para você.

Depois da Re e eu fazermos nossa lição de casa e pesquisarmos bastante, hoje a gente gosta de fechar com a Porto Seguro mesmo, que já é seguradora da nossa casa e do nosso carro e a gente já confia bastante na qualidade do serviço. Eu não vou ficar aqui falando muito dessa experiência, mas quem quiser mais relatos, a Deia, que escreve o Deia na Disney, contou em detalhes a experiência dela com o seguro viagem da Porto em Orlando. Você pode ver a experiência toda da Déia aqui, mas resumindo: ela ligou para a seguradora, deixaram ela escolher se ela queria ir no médico ou se preferia que o médico fosse até a casa dela. Ela preferiu que o médico fosse até ela mas só no dia seguinte, pois já estava muito tarde. Eles fizeram como era a vontade dela, o médico a visitou e a examinou conforme o combinado e ela não precisou pagar a consulta. Ele deu a receita do remédio que ela precisava comprar e precisou apenas mandar a receita e a nota fiscal do remédio pelo correio para receber o reembolso do remédio também. Simples assim.

Como eu disse, esse é o seguro que a gente fecha hoje, mas encorajo sempre a pesquisa para ver qual é a melhor opção para você. Aqui vão algumas opções que podem entrar na sua pesquisa.

  • Assist Card
  • ISIS
  • Porto Seguro
  • Mondial (de vez em quando eles lançam algum código pra desconto e vou sempre colocar aqui o último, tá? Em 2018 ainda está valendo o código 2017AFL que dá 15% de desconto nos seguros Mondial) 😉
Fazer uma cotação de seguro é simples e rapidinho. Todas as companhias oferecem um formulário online como o do exemplo acima, onde você coloca os seus dados e vê o preço e a cobertura.

Fazer uma cotação de seguro é simples e rapidinho. Todas as companhias oferecem um formulário online como o do exemplo acima, onde você coloca os seus dados e vê o preço e a cobertura.

Além desses, uma boa dica é checar com o seu plano de saúde se eles já oferecem algum seguro viagem incluso no plano, pois muitos planos de saúde trazem este adicional. O meu plano de saúde oferece, então eu sempre habilito o uso quando viajo também. Eu gosto de fechar um outro seguro paralelamente, mas você pode pesquisar mais sobre a solução oferecida pelo seu plano de saúde e se for boa, com certeza você terá aí uma alternativa hiper econômica.

Ah, e não posso deixar de comentar que a grande maioria dos seguro viagem também reembolsa você caso alguma mala seja extraviada pela companhia aérea. Pouca gente nota isso, mas é mais um belo benefício do seguro na minha opinião. Por isso vai minha dica: anote tudo o que você colocou em cada mala e guarde esse papel na sua mala de mão. Caso alguma mala seja extraviada, você vai saber tudo o que continha ali para apresentar para o seguro viagem no ressarcimento.

Clique para cotar seu seguro viagem com a Porto Seguro, parceira do Vai Pra Disney

Espero que esta matéria te ajude a tomar uma boa decisão sobre seguro viagem. Espero que você não precise usar, mas se eventualmente precisar, não deixe de nos contar como foi a experiência com a sua seguradora.



O Vai Pra Disney é um blog independente e não é um canal mantido pela The Walt Disney Company. As informações contidas nesses sites representam a opinião de seus autores, colaboradores e usuários. Walt Disney World Resort, nomes e logos são marcas registradas da The Walt Disney Company.