Comida

Highway in the Sky: degustação e fogos nos hotéis do Magic Kingdom

A Disney é conhecida por trazer programações para a família toda, por agradar adultos e crianças. Apesar disso, todas as semanas, a gente recebe mensagens de leitores em busca de programações diferentes para fazer em Orlando só entre adultos. As opções são inúmeras, mas muitas vezes as atividades para adultos não são tão claras, ou fáceis de achar quanto às programações para a família toda. Por isso, hoje vou falar aqui de uma opção bem legal e bem Disney, para quem quer curtir a viagem sem crianças: o Highway in the Sky Dine Around.

Highway in the Sky Dine Around

Highway in the Sky Dine Around, uma experiência incrível

Nessa experiência que a Disney vem oferecendo há alguns meses, a gente tem a chance de fazer um menu degustação entre os principais restaurantes dos hotéis que ficam ao redor do Magic Kingdom, e o mais legal é que para rodar entre os restaurantes, a gente usa o meio de transporte mais Disney que existe: o monorail!

Como é o Highway in the Sky Dine Around

A idéia aqui é fazer um passeio gastronômico entre aqueles que são os principais restaurantes do complexo Disney em Orlando. Ao todo, são 5 pratos de 6 restaurantes da Disney (sim, é isso mesmo! Tem mais restaurantes do que pratos envolvidos na experiência, pois uma entrada contém itens de dois restaurantes). Esses restaurantes estão divididos em 3 hotéis, que são visitados na seguinte ordem:

  • The Wave… of American Flavors no Disney’s Contemporary
  • Kona Cafe e ‘Ohana no Disney’s Polynesian
  • Garden View Tea Room no Disney’s Grand Floridian
  • Citricos no Disney’s Grand Floridian
  • California Grill no Disney’s Contemporary

Depois de percorrer todos os restaurantes, a última parada para sobremesa é no deck do Contemporary para ver os fogos do Magic Kingdom. O observatório do deck, que é inclusive um dos locais que recomendamos para ver os fogos fora do parque, fica fechado para os participantes do Highway in the Sky nos dias que acontece esse evento – e é incrível assistir o show dali, comendo a sobremesa.

Highway in the Sky Dine Around

Vista dos fogos no final do Highway in the Sky Dine Around

Explicada a experiência, vamos pra comilança? Dá-se início a parte gastronômica do post.

Parada 1: Disney’s Contemporary Resort

Cheguei às 17:45 no Contemporary, que é um dos meus hotéis preferidos do complexo, além de ser grudado no Magic Kingdom. Como sabia que o valet estava incluído no preço, fui de carro. O processo é simples: você deixa o carro com o manobrista e assim que você chegar no ponto de encontro do Highway in the Sky Dine Around, eles vão carimbar o papelzinho do valet para não ser cobrado na saída. O ponto de encontro fica quase sempre, no piso do Centro de Convenções do hotel, que é no segundo andar. É só seguir as placas do Highway in the Sky.

Highway in the Sky Dine Around

Placa apontando o ponto de encontro do Highway in the Sky Dine Around

Nota importante: eu fui sozinho pois a Re ficou com a Julinha passeando, então pausa aqui para destacar a quantidade de vezes que fui interpelado para interações sociais com os outros participantes, apesar do meu sublime conforto em estar só.

Ao chegar no ponto de encontro, falei meu nome e logo uma das guias do evento se apresentou e me entregou um colar com a identificação do Highway in the Sky, que eu deveria usar visivelmente a noite toda para ser liberado nos portões de segurança que agora ficam em cada entrada do monorail.

Além de carimbar meu comprovante de estacionamento, a simpática guia me disse que ao longo da noite, as mesas iriam variar: ora sentaria com o meu grupo (ou seja, SÓ EU!), ora dividiria com outras pessoas. Ela completou dizendo que seria ótimo para conhecer outras pessoas 😫. Fiz cara de animadinho.

Sentei ao lado daqueles que seriam meus amigos pelas próximas 3 horas e fiquei mexendo no celular ~melhor saída.

Logo veio o chefe executivo do The Wave, restaurante do Contemporary, apresentar o Highway in the Sky Dine Around. Ele contou que a experiência tinha caído muito no gosto dos participantes, que a procura estava aumentando e que eles já têm várias idéias de como melhorar ainda mais o programa no futuro. Ele disse que a inspiração para o Highway in the Sky tinha vindo do Drinking Around The World, que é o passeio informal para beber nos países do Epcot (clique aqui se você nunca ouviu falar), mas que como a Disney é a Disney, eles não poderiam criar algo só de bebedeira, e tinham que pelo menos juntar comida no programa.

Primeiro foi servido um drink, o Bay Lake Sunset, que é batizado por conta do lago que fica atrás do hotel. Bem docinho, e bom pra começar a noite. Era preparado com vodka, rum, suco de abacaxi e Grenadine. Esse drink só é servido no bar Top of the World, que fica na cobertura da torre Bay Lake Tower no hotel Contemporary. Esse bar é fechado para quem é parte do programa de timesharing Disney’s Vacation Club. Pessoas normais com nós, não temos a chance de entrar ali.

Highway in the Sky Dine Around

Drink Bay Lake Sunset no Highway in the Sky Dine Around

Na sequência veio o primeiro prato, uma sopa de tomates acompanhada de um mini queijo quente. Sim, parece simples, mas é cheio de frescura. Os tomates são colhidos na noite anterior em uma fazenda em Ohio e trazidos durante a madrugada para Orlando, ou seja, são mega frescos. De acordo com o chefe, isso garante um acidez especial à sopa, que combinada com o queijo do sanduíche, trazia um sabor único ao prato. Realmente, bom pra caramba. Ponto pra frescura deles!

Highway in the Sky Dine Around

Sopa de tomate com mini queijo quente

Dalí, o grupo saiu em fila pro monorail. Como tínhamos a credencial pendurada, não precisamos passar nos detectores de metal nem fazer revista das bolsas. Fomos direto para o primeiro vagão do monorail, que estava reservado para o grupo. E ali saímos em direção a segunda parada do Highway in the Sky.

Participantes do Highway in the Sky Dine Around caminhando em direção ao monorail

Parada 2: Disney’s Polynesian Village Resort

O famoso hotel com clima praiano do complexo, é lindo demais. Na entrada do hotel pelo monorail, havia um lounge montado e reservado para o Highway in the Sky. Ali foram servidos 3 pequenos pratos, os “amouse bouche” que são tira-gostos e que traziam pratos tanto do Kona Cafe quanto do ‘Ohana, os dois restaurantes mais famosos do hotel e que nós adoramos.

Highway in the Sky Dine Around

Lounge do Highway in the Sky Dine Around no Polynesian

Nessa hora as mesas eram altas, tipo de bar, e os grupos se misturaram. Dividi a mesa com um casal americano, que puxou assunto sobre o blog e as fotos que eu estava tirando de tudo.

O menu do Polynesian foi inspirado no cardápio servido no dia da inauguração do hotel, em 1971. Bem legal né? Os 3 pratos foram muito interessantes, apesar de não serem muito dentro do meu paladar: o primeiro era uma salada de picles de beterraba dourada e queijo de cabra, que estava surpreendentemente gostosa.

Highway in the Sky Dine Around

Queijo de cabra e beterraba dourada. Combinação que deu certo, quem diria!

O segundo, um sushi de atum com ponzu, que também me agradou por não ter aquele gosto forte de mar.
Por fim, uma barriga de porco, que estava bem gordurosa e pouco crocante, ou seja, o contrário do que eu espero de uma barriga desse prato. De qualquer forma, os legumes cortaram um pouco aquela untuosidade da gordura do porco.

Highway in the Sky Dine Around

Sushi de atum no Highway in the Sky Dine Around

Highway in the Sky Dine Around

Barriga de porco com alguns vegetais

A bebida da vez foi um drink de morango, abacaxi e rum. Também na mesma linha do outro drink, esse era refrescante e leve. Ninguém saiu trêbado nem caiu no monorail logo depois.

Highway in the Sky Dine Around

Drink de rum e frutas no Polynesian

Parada 3: Disney’s Grand Floridian Resort

Do Polynesian seguimos mais uma vez para monorail sentido Grand Floridian, o hotel clássico, com estilo vitoriano, que sempre chama a atenção de quem está de passagem, a caminho do Magic Kingdom. Uma vez reunidos no lobby do hotel, fomos todos ao Garden View Tea Room que é onde acontece o famoso chá da tarde do hotel.

Highway in the Sky Dine Around

Povo reunido na entrada do Garden View Tea Room para o Highway in the Sky Dine Around

Lá, agora sozinho em uma mesa, pude provar uma deliciosa tábua de queijos e charcutaria, harmonizados com uma taça de champagne. Pra quem acompanha o blog há tempos, sabe que a Re e eu adoramos as tábuas de frios dos restaurantes da Disney e sempre que temos a chance, pedimos uma de entrada ou de sobremesa. Essa do Tea Room estava especial!

Highway in the Sky Dine Around

Tábua de frios no Grand Floridian

Terminado a tábua, fomos todos para o Citricos, que fica na segundo andar do hotel e é um dos mais refinados restaurantes da Disney. Em uma nova divisão de mesas, pudemos provar duas amostras de pratos principais servidos nos restaurantes, o Surf and Turf.

Highway in the Sky Dine Around

Citricos, restaurante super tradicional do Grand Floridian

Primeiro foi servido um pãozinho com manteiga e sal marinho. Curto muito essas manteigas que vêm “temperadas” com alguma coisa, ainda mais com um pão quentinho.

O prato, bem tradicional dos EUA, misturava uma carne (turf) e um peixe (surf). Nesse caso a carne era uma costelinha bovina servida no molho de vinho tinto e um purê de batatas, e o peixe um halibute servido com aspargos. Não sou muito de peixe, e esse foi servido muito seco. Parecia um peito de frango e essa foi a opinião de todos ali, não só a minha. Já a carne, essa sim estava muito boa.

Highway in the Sky Dine Around

Surf and Turf – carne e peixe no mesmo prato

Como caí em uma mesa enorme, que misturava vários grupos, casais e solos como eu, o papo foi animado e cada um ficou compartilhando histórias de Disney, ou as impressões do Food and Wine Festival que estava acontecendo no Epcot. Todos muito legais, curiosos com o Brasil e tal. Foi divertido.

Saindo dali voltamos para o monorail em direção a nossa última parada: o retorno ao Disney’s Contemporary.

Parada 4: Disney’s Contemporary Resort

Chegando no Contemporary de volta, faltavam 20 minutos para os fogos. Fomos para o deck que é voltado para o Magic Kingdom, onde foram servidas as duas sobremesas da noite: bolo de chocolate sem farinha e um bolo de laranja.

Highway in the Sky Dine Around

A caminho do monorail no Highway in the Sky Dine Around

Pra mim, foi a decepção da noite. Depois de tantos pratos diferentes e opções bacanas de cada restaurante, tinha certeza que o California Grill iria servir algo mais inspirador, especialmente sendo esse um dos nossos restaurantes favoritos da Disney.

Highway in the Sky Dine Around

Blood Orange Cake – sem graça

Highway in the Sky Dine Around

Bolo de chocolate sem farinha em forma de pirâmide – ok ok, não tem gluten, mas também faltou sabor

Depois de garantir a nossa dose de açúcar no sangue, chegou a hora de ver os fogos acompanhados de licores e café que também foi servido ali. Na saída, o estacionamento foi pago, e bastou dar uma gorjeta para o manobrista, que é de praxe nos EUA. Acho que dei 5 dólares se eu não me engano, pois é o que eu tinha trocado, mas é bem ok dar um valor inferior a isso. Só não vale moedas ok? hehe

Informações importantes sobre o Highway in the Sky Dine Around

Como disse no início do post, o Highway in the Sky é uma experiência recomendada para adultos, pois apesar de aceitar participantes acima de 12 anos, comer pratos mais requintados harmonizados com vinhos, pode não ser o programa mais legal de Orlando para os adolescentes por aí. Além disso, vale lembrar que nos EUA, somente os maiores de 21 anos podem consumir bebidas alcoólicas por lei.

O Highway in the Sky é oferecido somente alguns dias da semana (em geral de segunda a quinta, mas isso pode mudar) e tem um limite bem restrito de vagas. Por isso, se você estiver viajando na alta temporada a reserva tem que ser feita com bastante antecedência. As reservas para o Highway in the Sky podem ser feitas no site da Disney, conforme ensinamos nesse outro post aqui do blog

Já aviso de antemão que é uma experiência cara: 170 dólares por pessoa, incluindo todos os pratos, bebidas (alcóolicas também), gorjeta e estacionamento com valet. Além disso, créditos do Dining Plan / Plano de Refeições não podem ser utilizados nesse programa.

Apesar do pagamento ser feito já no momento da reserva, o dinheiro é devolvido integralmente no cartão se o cancelamento for feito em até 24 horas de antecedência. Por se tratar de uma experiência bem exclusiva, a Disney chega até a te ligar algumas semanas antes do evento para confirmar a sua presença.

Último aviso importante: existem algumas restrições de traje para o Highway in the Sky. Apesar de não ser super formal, eles não recomendam chinelos, regatas e afins (o que eu chamo de “roupa de parque”). Eu fui de camisa polo e bermuda e foi tudo ok. A maioria dos homens estava de camisa e calça ou bermuda, e as mulheres de vestido curto. Calça jeans também é ok.

Vale a pena fazer o Highway in the Sky Dine Around?

Sim, vale bastante para quem quer fazer um programa gastronômico diferente e curtir uma noite sem a agitação dos parques e shoppings de Orlando. Isso dito, eu não recomendaria essa experiência pra quem está indo pela primeira vez a Orlando e tem muito o que conhecer, para quem tem um orçamento mais apertado ou para quem tem muitas restrições alimentares e não está disposto a sair experimentando um monte de coisa diferente.

É claro que a Disney respeita restrições e alergias e busca servir opções alternativas, mas na minha opinião, o mais legal do Highway in the Sky é justamente provar comidas que não necessariamente iríamos pedir se fossemos em qualquer um dos restaurantes.

Importante ressaltar que o preço é alto, mas vale a pena considerando tudo o que é servido e o que já está incluído – só não é  tipo de coisa que você deva priorizar em um orçamento mais apertado mesmo. Mas sem dúvida é uma experiência muito diferente e interessante.

E você? Vai? Já foi? Conte aqui pra gente! 🙂



  • Oi FAbiano,
    Obrigado pela mensagem!
    Uma boa opção é ussar o Google Chrome e para gerar o PDF é só clicar em imprimir a página, e depois selecionar Save as PDF.
    Outra opção é acessar diretamente pelo seu celular lá na viagem, pelo nosso aplicativo VPD de Bolso 🙂
    Abs
    Felipe

O Vai Pra Disney é um blog independente e não é um canal mantido pela The Walt Disney Company. As informações contidas nesses sites representam a opinião de seus autores, colaboradores e usuários. Walt Disney World Resort, nomes e logos são marcas registradas da The Walt Disney Company.