Viagem do Leitor

Orlando na alta temporada e com grupo grande

A viagem do leitor de hoje foi escrita pela Ana, uma querida leitora que é dona de uma agência de turismo e viajou para Orlando na época mais cheia do ano, com 18 pessoas! Coragem! Tenho certeza que vocês vão adorar ler as aventuras da Ana e de seu grupo por Orlando no Natal e no Ano novo. Eles aproveitaram muito e dão várias dicas do que gostaram e também do que não curtiram.

Espero que você curta ler mais sobre a viagem da Ana, assim como nós adoramos!

Viajando com um grupo de 18 pessoas na semana mais cheia do ano

por Ana Cláudia

Muito obrigada é pouco para expressar a gratidão por tantas dicas postadas pelo Vai Pra Disney. Trabalho no ramo de agência de viagens e as ricas e detalhadas informações passadas por esse casal, não estão disponível de forma tão fácil como encontramos no VPD. Então use e abuse desse blog, que sua viagem terá 100% de aproveitamento, já que as informações do VPD são de quem realmente entende do assunto! Acho que até deveriam cobrar hahaha, mas vamos deixar isso de lado pois o dólar já está alto demais!!

Viagem em grupo grande para Orlando. Época mais cheia da Disney, entre o Natal e o Ano Novo

Foi a nossa primeira viagem para Orlando. Agora entendemos que quando alguém dizia “fui para a Disney”, na verdade a pessoa estava querendo dizer que viveu dias incríveis. Fomos na semana mais cheia do ano (entre Natal e Ano Novo) e com as dicas do VPD aproveitamos muito os parques e voltaríamos na mesma época sem problema algum, mas o planejamento foi essencial. Éramos um grupo de 18 pessoas e a primeira dica importante é: façam um grupo no WhatsApp antes de viajar, pois será a melhor comunicação quando o grupo se separar, já que a internet nos parques é ótima.

Falando em internet, usar o aplicativo para consultar o tempo das filas também é fundamental! Foi também muito importante cada pessoa do grupo ter um roteiro impresso com a programação de cada dia contendo horários importantes, como de FastPass+, shows, paradas, restaurantes reservados, etc. Assim, quando o grupo se dispersava, em algum horário combinado nos reencontrávamos. E assim todos ficavam mais a vontade para fazer o que mais agradava a sua família, já que tínhamos várias idades no grupo.

Chegamos em Orlando dia 20/12, aproveitamos o transporte grátis do aeroporto para o hotel da Disney e ficamos hospedados 5 noites no All Star Sport (aprovadíssimo). Acho que para quem tem crianças é muito bacana se hospedar em um hotel da Disney e o tempo de 5 noites foi de bom tamanho, mas é claro que se tivéssemos mais noites, teríamos ido em parque aquático, voltado ao Epcot, aproveitado mais Disney Springs, etc.

Viagem em grupo grande para Orlando. Época mais cheia da Disney, entre o Natal e o Ano Novo

O fato de se hospedar na Disney permitia que quando alguém do grupo se cansava, voltasse ao hotel sozinho sem dificuldades. Já ouvi relatos que se hospedando na Disney, fica fácil levar as crianças ao hotel para descansar um pouco a tarde, nós até planejamos isso, mas nunca conseguimos, ficávamos direto no parque desde de manhã até a noite! Nesses 5 dias não alugamos carro e economizamos em locação e estacionamentos usando sempre os ônibus da Disney, muito práticos e confortáveis. Colocando na ponta do lápis, por essa economia já compensa pagar um pouco a mais para se hospedar na Disney. Estávamos começando a viagem sem carro, então tem duas coisas que funcionaram muito bem:

  1. Compramos pela internet ainda no Brasil (10 dias antes da viagem) um carrinho de bebe “Baby Trend Range Jogger Millennium” e mandamos entregar no hotel. Pagamos 90 dólares para um carrinho top que serviu até para a nossa filha de 6 anos. Já vendemos esse carrinho pela internet pelo dobro do preço aqui no Brasil. Teríamos gasto o mesmo valor só para alugar.
  2. Compramos comidas ainda no Brasil com data e horário programado para entregar no hotel da Disney, no Orlando Grocery Express . Eles cobram 14 dólares de entrega, mas é muito mais barato do que pegar um taxi para ir ao mercado. Compramos pão, queijo, manteiga, iogurtes, frutas para o café da manhã e até galão de água por 1 dólar. Importante ressaltar que como chegaríamos somente a noite no hotel, marcamos para entregar a tarde. O hotel recebeu tudo e ainda colocou na geladeira os produtos refrigerados. Assim nosso café da manhã era sempre no quarto, isso rendeu uma boa economia de dinheiro e de tempo.

Tínhamos o plano de refeição da Disney para almoçar e jantar. A caneca dava para encher com café ou somente leite. Levei Nescau do Brasil para as crianças não estranharem o gosto (quem tem criança pequena sabe do que estou falando, rsrs). A caneca também dava para encher no hotel com água, chás, refrigerantes, limonada. Consultei nesse site o que poderia levar de comida aqui do Brasil e levei algumas coisas industrializadas que as crianças estão acostumadas, como bolachas, doce de leite, cereal, castanhas. Embalei em pequenas caixas para não virar migalhas, porque tudo foi na mala a ser despachada. Preenchi no formulário entregue no avião que estava levando comidas e na imigração me perguntaram quais comidas eram e se eu tinha frutas. Como eu não tinha frutas, não precisei mostrar o que estava levando na mala. Vale lembrar que na bagagem de mão dá sim para levar frutas para consumir no avião, e toda mãe sabe como é bom ter uma banana e maçã sempre a mão.

post-do-leitor-ana-garden-grill

Aproveitamos muito bem a Disney entre 21 e 25 de dezembro, mas para isso foi essencial ser hóspede da Disney e ter os benefícios:

  • Aproveitar as horas magicas, mesmo que elas comecem as 7h da manhã. Ou seja, às 06:40h já estávamos no ponto de ônibus. Horas mágicas é um grande diferencial, fazia mais de 5 brinquedos nessa hora. Só o Dumbo, no Magic Kingdom, repetimos 4 vezes sem fila nenhuma! No resto do dia essa atração ficava sempre com mais de 30 minutos de fila!
  • Reservar restaurantes para o almoço ou jantar. Não sei se foi coincidência, mas quando tínhamos reserva para almoço
    por volta das 11h, entravamos bem rápido no restaurante, e quando tínhamos para 12:30h/13h, tínhamos que aguardar mais tempo do lado de fora. Acho que mesmo com reserva, vale fugir dos horários de pico! Para quem tem crianças, separe pelo menos uma hora e meia de tempo para esses restaurantes e já aviso as mães: você quase não vai conseguir comer. É um tal de ir no banheiro, pegar comida para as crianças, ajuda-las a comer, pegar comida para você, bater foto com o personagem… e quando você pensa “agora vou comer” já chega outro personagem, e começa tudo de novo: senta, levanta, pega caderno de autógrafos, procura a caneta, bate foto das crianças, bate foto da família, bate foto sozinha e isso se repete umas 4 vezes hahaha. Mas vale muito a pena!!!

post-do-leitor-ana-belle

  • Marcar FastPass+ com 60 dias de antecedência (e tem que ser exatamente com 60 dias às 6h da manhã). Seguindo essa dica consegui segurar FP para 18 pessoas para brinquedos disputadíssimos como: montanha Russa dos Sete Anões, Peter Pan, Soarin, Toy Story Mania, entre outros. Como disse minha amiga: FP é vida!!! Como iríamos repetir o Magic Kingdom, reservei FP para Wishes e parada noturna. Mas mesmo com o parque lotado, não foi necessário, o VPD está certíssimo quando diz que não é necessário FP para shows e paradas. A parada da tarde assistimos tranquilamente chegando meia hora antes sem FP. E o Wishes dava para assistir em qualquer lugar da multidão, passei na frente do local indicado no VPD um pouco antes do Wishes começar. O FP só nos garantiu um espaço reservado que deu para literalmente se deitar na grama, e de tão cansados que estávamos, valeu a pena esse beneficio hehehe. O que achamos ruim da alta temporada é que as horas magicas são mais cedo e os shows noturnos são mais tarde. Por exemplo, o show de fogos do Epcot que costuma ser as 21h, é as 23h.

post-do-leitor-ana-anoes

Magic Kingdom

  • Para quem tem criança, vale muito ir dois dias nesse parque.
  • Para quem tem meninas, Bibbidi Bobbidi Boutique, é uma das coisas mais emocionantes que fiz. Se arrumar de princesa dentro do castelo da Cinderela, com direito a cabelo, maquiagem, unhas e faixa de princesa é o sonho de toda menina. O sorriso naquele momento não tem preço, a foto diz tudo! Peça para sua filha ser arrumada por alguém que fala espanhol (a Maria é ótima) e as crianças se divertem mais. E a novidade é que agora tem a trança postiça da Elsa ou Anna, mas é o dobro do preço do penteado normal. Perguntei para minha filha de 3 anos por que ela estava tão séria durante o penteado: porque estava doendo mãe, e estava frio! Por isso fica a dica: mesmo no calor, leve meia calça, pois o ar condicionado de lá é gelado. Elas amaram a experiência e ficaram o dia todo vestidas de princesas. Outra dica: reserve o almoço no Be Our Guest nesse dia, para render belas fotos da criança arrumada dentro do castelo.

post-do-leitor-ana-bibbidi

  • Antes de ir com as crianças em brinquedos radicais, repetimos a montanha russa The Barnstormer 3 vezes. Assim as crianças estavam super animadas para a montanha russa dos 7 Anões, que foi o brinquedo mais legal do parque. Até nossa filha de 3 anos quis repetir, a foto diz tudo (na foto elas estão vestidas de Elsa).
  • Imperdiveis para ir com criança são tantos: Mickey’s PhilharMagic, Peter Pan’s Flight, Under the Sea, Town Square Hall, Enchanted Tales wit Belle, entre outros. Sobre o Enchanted Tales wit Belle, minhas filhas não falam inglês e participaram normalmente. Vale muito a pena essa atração para meninas!

Epcot

  • Ahhh, o Epcot é lindo, como não amar esse parque? Um dia não foi o suficiente, e as crianças gostaram muito dele!
  • Imperdiveis para ir com criança: Spaceship Earth (não deixe de enviar o vídeo para seu e-mail no final da atração), The Seas with Nemo and Friends e Soarin. No Test Track e Soarin a nossa filha de 3 anos não pôde entrar pois faltou 1cm de altura. Nessas momentos, Child Swap é a maravilhosa solução. Nosso grupo tinha 4 crianças, dá para imaginar quantos FP diferentes marcamos e usamos Child Swap?

post-do-leitor-ana-epcot

Hollywood Studios

  • Imperdiveis para ir com criança: Toy Story Mania, Beauty and the Beast live on stage, For the First Time in Forever (mesmo sendo mais simples, as crianças cantam junto, pulam na neve e vibram quando finalmente a Elsa aparece).
  • Na nossa opinião, esse parque tem os melhores brinquedos para adultos da Disney: Rock’n Roller Coaster Starring Aerosmith e The Twilight Zone Tower of Terror.
  • O simulador Star Tours com o novo filme está imperdível.

post-do-leitor-ana-memory-maker

  • No Fantasmic as crianças pequenas ficaram com um pouco de medo por ter muitos personagens do mal, fogo, etc. Não deixe de ir, mas avise as crianças como será! Ter o voucher do restaurante nos permitiu ir para o show 30 minutos antes e ainda sentar em um excelente lugar!
  • Novo show de fogos Star Wars é muito sincronizado com a música, em questão de fogos, impecável!

Animal Kingdom

  • Imperdiveis para ir com criança: Kilimanjaro Safaris (queríamos testar o tradutor Ears to the World , mas não está mais disponível, pois mudou o roteiro do safari), Festival of the Lion King, It’s Tough To Be a Bug, Playground The Boneyard. Nos decepcionamos com Kali River Rapids, muito curto o circuito e sem muita emoção.
  • Expedition Everest dá para levar crianças corajosas tranquilamente.

Sobre o plano de refeições, recebemos ele grátis em uma oferta de hospedagem da Disney. Mesmo a oferta sendo condicionada a compra de ingressos Hopper (que não tínhamos interesse), fazendo as contas ainda valeu a pena no nosso caso. Mas foi muito importante pagar um “upgrade” do plano ainda no Brasil, para ter direito a créditos Table, reservar os restaurantes mais caros possíveis e fazer os créditos valerem a pena. Se fosse usar somente quick, achamos que o plano não vale a pena! Nossos Restaurantes:

  • The Crystal Palace – Muitas opções boas para as crianças comerem. Fomos com um pé atrás, mas foi aprovadíssimo!
  • The Garden Grill – comida e cenários lindos!
  • Be Our Guest – comida e cenários imperdíveis. Para as crianças é bom pedir sanduíche com fritas, não tem erro!
  • Hollywood & Vine – Muitas opções boas para as crianças comerem. O jantar temático de Natal tem um charme especial além da vantagem do voucher VIP para o Fantasmic.
  • Tusker House – As crianças comeram muito bem nesse café da manhã.
  • Rainforest Café – Ambiente lindo para quem tem crianças. Para a conta não sair tão cara nesse restaurante, vá pelo menos para comer um lanche, pois é a la carte.

Sobre o Memory Maker, como todos do grupo estavam no mesmo “My Disney Experience”, o valor foi dividido entre 18 pessoas, então valeu muito a pena! Cada um batia fotos quando queria e passava a sua própria pulseira. Em seguida, já dava para baixar a foto. Todos gostaram muito da facilidade de ter os fotógrafos a disposição.

post-do-leitor-ana-castelo

Depois de se hospedar 5 noites na Disney, mudamos para o hotel Rosen Inn At Pointe (aprovado também). Não foi difícil mudar de hotel e valeu a pena. Marcamos um jantar em Disney Springs no dia do Natal para retirar o carro na Alamo que fica a 200m de onde param os ônibus.

Graças a Deus deu tudo certo em nossa viagem, muito calor em pleno inverno e ninguém doente. Voltamos para o Disney Springs no revellion para assistir o Cirque de Soleil e tínhamos ingressos para a “Category 2”, que tinha uma boa visualização e as crianças se divertiram muito com os palhaços.

post-do-leitor-ana-popye

Universal e Islands of Adventure

  • Entravamos às 8h quando o parque abria, e as filas já estavam em 45 minutos. Sem horas magicas, sem FP, tínhamos que ter paciência e usar sempre a Single Rider sem as crianças. Então fizemos os parques em 3 dias, sempre chegando cedinho e indo embora após o almoço, pois o parque ficava insuportável a tarde.
  • Gostamos muito da Dudley DoRight’s Ripsaw Fall, que dá de 10 a 0 na Splash Mountain, e com capa de chuva dá para ir tranquilo.
  • Em relação as atrações para as crianças, gostamos mais da área que está na Universal Studios, a Woody Woodpecker Kidzone . As crianças gostaram de tudo: Show do Barney, montanha russa… e não deixe de ir nos fundos de “Curious George Goes to Town” (só passando na frente não dá para ver), pois tem um playground muito diferente com bolinhas para ficar atirando.

post-do-leitor-ana-playground

  • Nossa impressão geral: as atrações são ótimas e os cenários lindos, mas a Disney supera em muito a Universal em atendimento e organização.

Legoland

  • Criança vai em todas as atrações e montanhas russas tranquilamente, a de 3 anos só não ia quando não tinha altura.
  • A cidade de lego rende belas fotos. Nós voltaríamos nesse parque, que é lindo!
  • Compre os ingressos no VPD, não tem preço melhor! O voucher impresso já é a entrada para o parque, não precisa trocar na bilheteria.

post-do-leitor-ana-legoland

Orlando Eye, Museu de Cera e Sea Life

  • Fomos a noite e faltou tempo para fazer tudo com mais calma… o Aquário superou as expectativas. Tem um pequeno playground lá dentro e minhas filhas não puderam ir porque estavam sem meias (e sabe que toda criança gosta de playground, não importa o quanto já tenham corrido nos parques).
  • O museu de cera é perfeito e as crianças gostam de tirar fotos divertidas.
  • Compre os ingressos no VPD, não tem preço melhor!!

Não tenho palavras para agradecer tudo que recebi de informações por vocês no planejamento de minha viagem, literalmente, tudo que planejei foi com as informações de vocês. Mesmo sendo proprietária de uma agencia de viagens, jamais teria essas informações. As vezes vejo o pessoal criticando que a agencia não informou isso ou aquilo, mas a verdade é que não temos essas informações de vivencia. Tudo que temos é a parte técnica de vender a passagem, reservar o hotel, buscar promoção, etc.

Viagem em grupo grande para Orlando. Época mais cheia da Disney, entre o Natal e o Ano Novo

Sobre a Disney, claro, me apaixonei por ela, nunca imaginei que quando eu vendia uma viagem para lá, a pessoa passaria por tantos momentos incríveis. Que bom que vocês se importam em que cada brasileiro possa aproveitar ao máximo tudo que tem lá!

Se você assim como a Ana tiver histórias para contar sobre sua viagem para Orlando, ou quiser registrar como foi a refeição em algum restaurante da cidade, compartilhar o seu roteiro, ou ainda relatar como foi a estadia no hotel escolhido, nos escreva mandando o seu texto, fotos e vídeos e eles poderão ser publicados aqui no Vai Pra Disney. O endereço é viagemdoleitor@vaipradisney.com (lembrem-se que dúvidas não serão respondidas por esse e-mail, por favor use as caixas de comentários do site).



O Vai Pra Disney é um blog independente e não é um canal mantido pela The Walt Disney Company. As informações contidas nesses sites representam a opinião de seus autores, colaboradores e usuários. Walt Disney World Resort, nomes e logos são marcas registradas da The Walt Disney Company.