Preparativos

Passaporte e visto: como viajar para os EUA

Passaporte e visto americano são dois temas muito pedidos aqui no VPD e hoje vamos tentar ajudar a todos que buscam um passo a passo de como se preparar para uma viagem ao exterior. Vale lembrar que é recomendado que ambos passaporte e visto sejam obtidos antes mesmo da compra da passagens e reserva dos hotéis, pois sem eles uma pessoa não pode entrar nos EUA.

Como tirar o Passaporte Brasileiro

No Brasil, a Polícia Federal é o órgão responsável pela emissão dos passaportes e para a maioria dos casos, o processo é bem simples. O passaporte comum para brasileiros tem validade de 10 anos e após esse período um novo deve ser emitido. Não existe renovação de passaporte e a cada 10 anos, ou toda a vez que for necessário, um novo documento é emitido e você passa a ter uma nova numeração.
O processo de requisição do passaporte pode ser dividido em 5 passos.

Nova carinha do passaporte brasileiro. Sorte que ainda tenho o antigo. Não gostei muito não e vocês? hehe

Carinha do passaporte brasileiro desde 2015

1. PREPARAÇÃO DA DOCUMENTAÇÃO
É na preparação da documentação onde 99% dos problemas com a emissão de novos passaportes acontece. Eu mesmo tive um problema com um documento que estava sem foto, na última vez que fui fazer um passaporte. É super importante ter em mãos todos os documentos originais no momento da solicitação do passaporte pela internet e também levá-los quando for até o posto da Polícia Federal. Os documentos necessários para a emissão do passaporte para cada pessoa da sua família são:

  • Documento de identidade para os maiores de 12 anos. Aqui são válidos: RG, CNH, CTPS, passaporte brasileiro anterior, carteira funcional ou de identidade expedida por órgão público e carteira de identidade expedida por órgão fiscalizador do exercício de profissão regulamentada por lei. Vale lembrar que pessoas com modificação de nome, como por exemplo, casamento ou divórcio, devem apresentar as certidões atualizadas e originais que comprovem a mudança. A Rê tomou maior bronca quando foi tirar o passaporte e todos os documentos dela tinham o nome de solteira, sorte que ela tinha uma certidão de casamento original em mãos.
  • Certidão de nascimento original e atualizada para os menores de 12 anos.
  • Título de eleitor para os maiores de 18 anos, juntamente com os comprovantes que votou no último processo eleitoral. Se na última eleição, houve 2 turnos, é importante levar os dois comprovantes, ou a declaração de regulamentação de título eleitoral, emitida nas juntas eleitorais.
  • Documento que comprove situação regular com o serviço militar, para os homens maiores de 19 anos.
  • Comprovante de pagamento da taxa de emissão de passaporte.
  • Passaporte anterior, quando houver mesmo que esteja vencido. Não apresentar o passaporte antigo, se você teve outro, implica no pagamento da taxa em dobro, salvo no caso de roubo com a apresentação de provas. Evidente que quem está tirando o passaporte pela primeira vez, não pagará a taxa em dobro.
  • Para os menores de 18 anos, é necessário levar uma autorização expressa de ambos os pais, ou do responsável legal, conforme modelo disponibilizado pela própria Polícia Federal (clique aqui para baixar no formado Word). Em caso de óbito de um dos pais, levar até ao posto da PF a Certidão de Óbito original.
  • Certificado de naturalização, para quem se naturalizou brasileiro.

É importante ressaltar que todos os documentos citados acima devem estar em boas condições, com fotos e todos os dados atualizados. Um RG super antigo, caindo aos pedaços, provavelmente não será aceito para a emissão do passaporte. A foto mesmo precisa ser atual (não recente), o que significa que um adulto em que a foto no RG é de criança, precisa tirar um novo documento antes de solicitar o passaporte.

Minha recomendação aqui é deixar tudo arrumadinho, antes de solicitar o passaporte, pra não ter vai e volta da Polícia Federal.

2. SOLICITAÇÃO DA EMISSÃO DO PASSAPORTE
Com todos os documentos em mãos e arrumados (organizá-los facilita muito você identificar o que está faltando e agilizar a sua vida mais pra frente lá na PF), você deve fazer a solicitação do passaporte pela internet, no site da Polícia Federal (clique aqui para abrir a página de solicitação).

Na solicitação que deve ser feita individualmente, você deverá preencher todos os dados, documentos e até mesmo selecionar qual o posto que irá comparecer para levar os documentos originais. Somente depois de preencher toda a solicitação, o sistema irá gerar a GRU, Guia de Recolhimento da União que é uma espécie de “boleto bancário” que deve ser paga para a emissão do passaporte. A taxa para a emissão atualmente é de R$257,25.

Para tirar dúvidas no preenchimento da solicitação, você deve ligar gratuitamente para o número 194, ou andar e-mail para a DPF: faleconosco@dpf.gov.br. Como nem a Renata nem eu somos especialistas em documentação e passaportes, as perguntas relacionadas ao tema que forem deixadas nos comentários desse post, serão aprovadas, porém não respondidas. Clique aqui para acessar o site de passaportes da Polícia Federal.

3. PAGAMENTO DA TAXA DE EMISSÃO
Assim que você terminar de preencher a solicitação de emissão de passaporte no site da Polícia Federal, o sistema irá gerar a Guia de Recolhimento da União, que deverá ser impressa. Uma para cada pessoa da sua família.

Com essa guia, você irá ao banco (ou pela internet mesmo) fazer o pagamento da taxa do passaporte -aquela de R$257,25. Depois de paga, você junta a GRU e o comprovante do pagamento, a todos os outros documentos que você já separou no passo 1, para entregar à Polícia Federal.

4. COMPARECIMENTO AO POSTO DA PF
Chegou a hora de levar todos os documentos, certidões e comprovantes ao posto de atendimento da PF na sua cidade. Em algumas cidades, é necessário o agendamento prévio para comparecer ao posto em dia e horário determinados. Não é mais necessário levar foto para esse dia, já que atualmente a foto do passaporte é tirada na hora (vale a dica aí pra dar uma penteada antes de sair de casa).

Menores de 18 anos devem estar presentes, juntamente com seus pais e representantes legais. De acordo com o site da Polícia Federal, na ausência de um dos pais, é necessário apresentar o formulário de autorização descrito no passo 1 com a firma do pai/mãe ausente reconhecida em cartório ou procuração específica, autorizando a emissão de passaporte ao menor, outorgada por um genitor ao outro, lavrada em cartório (procuração pública) ou com firma reconhecida (procuração particular). Maiores de 18 anos, devem estar presentes no momento da entrega dos documentos.

5. ENTREGA DO PASSAPORTE
Pra buscar o passaporte, basta retornar ao posto da PF na data estipulada. O documento deve ser retirado pela própria pessoa. Mesmo para os menores de 12 que não assinam, ou seja, têm em sua solicitação a marcação “menor não alfabetizado”, é preciso ele estar presente para a entrega do passaporte a um dos seus pais ou responsável legal. Não são os dois pais que precisam ir junto nessa etapa, apenas um já basta. Com passaporte em mãos, corra para casa e dê início a solicitação do visto.

DÚVIDAS SOBRE A EMISSÃO DO PASSAPORTE? Recomendo você ligar gratuitamente para o número 194, ou andar e-mail para a Polícia Federal no endereço faleconosco@dpf.gov.br. Mais uma vez, como a Renata e eu não somos especialistas em passaporte, as perguntas relacionadas ao tema que forem deixadas nos comentários dessa página, serão aprovadas, porém não respondidas. Melhor não falar nada do que falar qualquer achismo, certo?

Como tirar o Visto Americano

Há diversos tipos de vistos que servem para entrar nos EUA, mas aqui trataremos sobre o tipo que mais interessa a maior parte de nós, o chamado de visto de turista, ou ainda, visto B2. Esse visto, que ainda pode incluir viagens a negócio (B1/B2), é do tipo não-imigrante, ou seja, te permite ficar nos EUA por um tempo, mas não te autoriza a imigrar para o país: morar, trabalhar, etc.. O visto B2 ou B1/B2 deve ser emitido nos consulados ou na embaixada dos EUA, que estão em algumas cidades do Brasil. O processo é dividido em algumas etapas principais:

  1. Solicitação do visto
  2. Agendamento das entrevistas
  3. Comparecimento às entrevistas
  4. Recebimento do passaporte com o visto (caso aprovado na entrevista)
Exemplo de visto de turismo americano. Foto: Shujenchang

Exemplo de visto de turismo americano. Foto: Shujenchang

1. SOLICITAÇÃO DO VISTO PELA INTERNET
A primeira etapa da solicitação do visto americano, é preencher o formulário de requisição que está disponível online (clique aqui para acessar o site do governo americano), o famoso formulário DS-160. O formulário está em inglês e também deve ser preenchido em inglês, mas o site oferece tradução das perguntas do formulário quando você passa o cursor do mouse sobre as frases. Nesse formulário, você vai preencher dados pessoais, de contato e informações sobre seu histórico de viagens, como por exemplo se já teve vistos negados ou se já foi deportado de algum país. No vídeo abaixo, eu explico passo a passo todos os campos do DS-160.


Quando terminar de preencher o formulário, é importante fazer duas coisas: imprimir o DS-160 preenchido e anotar o número do Application ID. Isso é super importante para que você não perca o formulário inteiro caso precise alterar alguma coisa.

2. AGENDAMENTO DAS ENTREVISTAS
Com o DS-160 preenchido em mãos e o Application ID anotado, é hora de acessar o site de vistos dos EUA para agendas as entrevistas (clique aqui para acessar o site). Dependendo do seu caso, pode ser necessário agendar uma pré-entrevista, no CASV (Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto) e uma outra entrevista subsequente no consulado ou embaixada. Em alguns casos de renovações, você pode ser dispensado da entrevista e só precisar comparecer à pré-entrevista do CASV. Cada caso é um caso, e somente o sistema de vistos ou a central de agendamento, poderá te informar como você deverá proceder.

Em fevereiro/2017 as regras de dispensa de entrevista mudaram um pouco, e só estão dispensados quem tiver menos de 14 anos ou mais que 79 anos, ou quem tiver um visto americano expirado há até 12 meses. Vale sempre checar o site do consulado para obter a informação oficial mais atual.

Se você estiver solicitando um visto pela primeira vez, irá precisar fazer o agendamento das duas entrevistas no sistema. Aqui é importante observar que o sistema irá pedir para agendar a entrevista ao consulado/embaixada primeiro e depois irá pedir para agendar a pré-entrevista no CASV, então, preste atenção para marcar a pré em uma data anterior a entrevista no consulado. Não será possível marcar a pré-entrevista e a entrevista no mesmo dia.

No meio do processo de agendamento, você terá que fazer o pagamento da taxa de emissão de visto, que para o caso do visto de turista é de US$160. Você poderá pagar a taxa por boleto bancário ou cartão de crédito. Aqui, é muito importante que você guarde ou imprima o comprovante de pagamento da taxa para levar a pré-entrevista no CASV.

3. A PRÉ-ENTREVISTA NO CASV
Para a pré-entrevista no CASV, você deverá levar um passaporte válido, o formulário DS-160 impresso e o comprovante de pagamento da taxa do visto. Você também pode levar documentos adicionais que comprovem vínculos com o Brasil, como por exemplo, contra-cheques e extratos bancários recentes (no máximo 3), declaração de imposto de renda com a informações de bens que você possui, etc. A embaixada não obriga a apresentação desses documentos, mas recomenda. Pode ser também que eles não queiram recolher esse documentos nessa etapa, mas eu levaria por desencargo de consciência.

Hoje há CASV em Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Recife e Porto Alegre. Ao chegar no CASV, você não poderá entrar no local com bolsas e mochilas, então recomendo nem mesmo levar, pois o valor dos guarda-volumes privados que ficam próximos chega a ser exorbitante. Já celulares, podem entrar desde que estejam desligados.

No CASV você irá tirar impressões digitais, tirar foto e entregar os documentos. Como disse anteriormente, leve tudo impresso pois a impressão nos locais próximos são caríssimas. E chegue no horário agendado, pois não será permitido a entrada fora dele.

4. A ENTREVISTA NO CONSULADO OU EMBAIXADA
Já a entrevista consular, pode ser feita em São Paulo, Rio, Brasília ou Recife. O processo aqui é mais demorado e o cônsul irá determinar se você poderá ou não ter o visto dos EUA. Vale de novo a recomendação de levar documentos que comprovem os seus vínculos com o Brasil e que você tem intenção de retornar ao país depois de uma viagem aos EUA. Na grande maioria dos casos, a gente gasta um tempão arrumando tudo e eles não pedem nada, mas é melhor prevenir do que remediar né? Vale também lembrar que existem alguns casos de pessoas que são isentas de entrevista consular, como mencionei acima. Clique aqui para ver os requisitos oficiais desde fevereiro/2017.

Diferentemente do CASV, aqui as bolsas das mulheres podem entrar, mas eletrônicos não. Dica: deixe o celular em casa ou no carro. Os guarda-volumes podem sair bem caros. É importante levar também o comprovante de agendamento impresso, do contrário eles não deixarão você nem mesmo entrar no consulado.

5. A ENTREGA DO PASSAPORTE COM VISTO
Caso concedido, o consulado/embaixada irá ficar com o seu passaporte para imprimir o visto. O tempo de processamento demora cerca de 10 dias. Dependendo da sua cidade ou endereço, o sistema de agendamento irá te oferecer diferentes opções de entrega, que pode ser via Correios (Sedex), Transportadora (DHL), ou retirada no local. No último caso, você deverá voltar ao consulado alguns dias depois de sua entrevista, com o protocolo em mãos em um horário reservado para a entrega dos passaportes – aí não existe mais agendamento e a fila é formada por horário de chegada.

Os vistos americanos de turismo, têm validade de 10 anos na maior parte dos casos, mas esse tempo é definido pelo consul que te entrevistar.

Dúvidas sobre o processo de agendamento, pagamento e entrevistas para tirar o visto americano? Ligue para um CASV mais próximo, de segunda a sexta, as 7 as 19 horas:
Belo Horizonte – (31) 3956-0800
Brasília – (61) 3717-5600
Campinas – (19) 3119-2254
Curitiba – (41) 3941-6359
Porto Alegre – (51) 3251-0321
Recife – (81) 4042-0050
Rio de Janeiro – (21) 3956-9617 ou (21) 3956-0580
Salvador – (71) 3717-5644
Santos – (13) 3113-5137
São Paulo – (11) 3958-0957 ou (11) 3958-7007

Dúvidas gerais sobre preenchimento, entrevistas e documentos

Assim como já falei na área de passaportes, não somos especialistas em vistos e políticas internacionais, por isso, use os canais oficiais disponibilizados pelo consulado para tirar as suas dúvidas. Perguntas pessoais sobre classificação de vistos, serão aprovadas, mas não respondidas por nós. Por isso, recomendamos outros recursos para leitura:
– Dúvidas mais frequentes sobre o preenchimento do DS-160: clique aqui.
– Dúvidas mais frequentes sobre a obtenção de vistos americanos: clique aqui.
– Dúvidas gerais para solicitação de visto, no site do CASV: clique aqui.



O Vai Pra Disney é um blog independente e não é um canal mantido pela The Walt Disney Company. As informações contidas nesses sites representam a opinião de seus autores, colaboradores e usuários. Walt Disney World Resort, nomes e logos são marcas registradas da The Walt Disney Company.