Além dos Parques

Blue Spring State Park: reserva natural perto de Orlando

Vira e mexe vocês nos pedem dicas de passeios além dos parques, baratos e diferentes, então é exatamente essa dica que vim dar hoje. A Florida é super famosa pelos seus “springs”, nascentes de águas lindas que pipocam em diferentes áreas do estado. O próprio Disney Springs recebe esse nome como uma homenagem à este tipo de paisagem tão característica da Flórida. Muitas destas nascentes se tornaram reservas naturais e podem ser visitadas, como o Blue Spring State Park.

Passeio barato e com muito contato com a natureza, do lado de Orlando.

Passeio barato e com muito contato com a natureza, do lado de Orlando.

Como é Blue Spring State Park

O Blue Spring State Park fica relativamente perto de Orlando, cerca de 1h30 de carro. Ou seja, é um passeio mais indicado para quem já pretende alugar carro e tem mais flexibilidade para sair da rota mais tradicional dos turistas. É uma programação super barata e diferente, que te leva para pertinho da natureza, te permite nadar em nascentes de águas lindas e o preço é mais simbólico do que qualquer coisa: 

  • US$6 por carro com 2 a 8 pessoas.
  • US$4 por carro com uma pessoa só
  • US$2 por pedestre ou ciclista.

Veja que os preços não são por pessoa e sim para todos os integrantes do carro. Muito barato né?

Chegando no Blue Spring, você vai encontrar uma reserva natural mesmo, com estrutura bem simples e muitas árvores, muito mato, além das nascentes de águas lindas que são o principal atrativo desse lugar. 

Placa com os preços atuais para entrar no Blue Spring.

Placa com os preços atuais para entrar no Blue Spring.

O que fazer no Blue Spring State Park

Talvez eu não seja exatamente o modelo de visitante do Blue Spring já que eu sou mais urbana, mas para mim a principal motivação de visitar um parque natural como este é nadar nas nascentes de água – ou melhor ainda, ficar numa bóia fazendo nada por ali um tempão, só relaxando. Eu acho a água bem gelada (eles dizem que é 22ºC), então prefira visitar nos meses de bastante calor.

Você pode levar suas coisas se preferir, mas quem quiser, dá pra alugar snorkel e bóias na lojinha do Blue Spring mesmo. Também tem algumas opções simples de comida para vender nessa mesma lojinha, mas se você preferir, pode trazer sua comida. Tem várias mesas de piquenique para o pessoal comer.

O Blue Spring é famoso também pelos manatees (peixes-bois) que vivem ali. A Bia jura que um dia estava na bóia, escorregou e afundou até bater num manatee e voltar, mas o resto de nós sempre viu os manatees em uma área mais separada mesmo, então vou deixar você decidir qual lado dessa história você vai acreditar. 😂  

Além disso, pra galera mais da natureza mesmo, eles oferecem outras atividades como passeios de barco, mergulho, pescaria, trilhas e até acampamento para os mais aventureiros (definitivamente não é meu caso). Independente do que você planejar fazer, vale dar uma olhada nesse site para entender suas opções, dar uma olhada no mapa da reserva e suas regras de antemão.

Lojinha simples, mas prática do Blue Spring State Park.

Lojinha simples, mas prática do Blue Spring State Park.

Isso dito, quando a gente vai falar de qualquer reserva natural da Flórida, sempre vale já esclarecer uma coisa para evitar polêmica: este é um lugar natural, em um estado conhecido como selvagem porque tem muitos animais mesmo. Ou seja, não é nada construído pelo homem como a Disney, aqui é natureza mesmo.

Isso significa uma paisagem linda e tudo o mais, mas também significa que junto com a natureza vem também os animais que moram lá, que incluem jacarés, cobras entre outros. Eles estão lá no ambiente deles, então se a gente escolheu entrar numa reserva natural, precisa ir sabendo que não é o Animal Kingdom da Disney, né?

Não acho nem que é suuuper comum acontecer qualquer coisa, mas existe essa possibilidade pequena. Eu mesma nunca vi nenhum jacaré nem nada perigoso, mas sei de casos pontuais que acontecem de vez em quando em locais como este e vão parar no jornal. É igual quando a gente vai na praia, né? A gente sabe que pode ter um tubarão na água, que a chance é pequena de encontrar mas ué, aquela é a casa dele. É mais ou menos por aí. 

Se a gente se enfia no meio do mato, não dá pra ficar surpreso de verdade se encontrar animais, né?

Se a gente se enfia no meio do mato, não dá pra ficar surpreso de verdade se encontrar animais, né?

Gosto de fazer esse aviso para cada um poder avaliar se é um passeio que vale para você ou não. Eu mesma sou mais urbana, gosto de lugares com mais estrutura, e prefiro nadar na praia (como em Clearwater) ou na piscina do que nas nascentes, mas mesmo assim já tive meus momentos legais visitando o Blue Spring.

Não é um passeio pra todo mundo, mas pode ser pra você dependendo do seu perfil. Quem vai decidir isso é você mesmo, né?  Eu só quero mesmo contar todos os lados da experiência para você tomar uma decisão informada. 😉 

Um pouco de água, um pouco de mato, tudo sempre misturado nos springs da Flórida.

Um pouco de água, um pouco de mato, tudo sempre misturado nos springs da Flórida.

Dicas práticas

Se você decidir visitar este ou qualquer parque natural da Flórida, duas dicas rápidas pra você aproveitar mais:

  • Estas reservas são super populares e frequentadas tanto por turistas como por famílias locais nos meses de calor, então tente marcar sua visita para um dia de semana e bem longe de feriado. A gente já teve que chegar lá e dar meia volta de tão lotado que estava quando inventamos de ir em um feriado, acho que há uns 2 anos. Desde então, aprendemos a lição e só fazemos este tipo de atividade em dias de semana mesmo. 
  • Chegue cedo para aproveitar mais se você quiser um contato mais próximo ainda com a natureza, ou fazer mergulho para ver os peixinhos. Contei isso no vídeo aí em cima, mas esta dica foi de um grupo de americanos de uns 12 anos que encontramos no Blue Spring. Eles chegaram às 8h da manhã (horário de abertura) quando as águas ainda estavam calmas e sem tanta gente nadando, e por isso conseguiram ver vários peixinhos.

E se você visitar mesmo, depois conte pra gente como foi, tá? 🙂



O Vai Pra Disney é um blog independente e não é um canal mantido pela The Walt Disney Company. As informações contidas nesses sites representam a opinião de seus autores, colaboradores e usuários. Walt Disney World Resort, nomes e logos são marcas registradas da The Walt Disney Company.