Cruzeiros

Como escolher seu cruzeiro da Disney?

Quando a gente começa a escutar sobre a maravilha que é fazer os cruzeiros da Disney, duas coisas acontecem:

  1. Dá uma vontade louca de fazer um!
  2. A gente fica confuso com tantas opções de cruzeiros. É até difícil entender qual a diferença entre eles ou qual a melhor opção para escolher.

A boa notícia é que não existe um cruzeiro ruim ou errado, mas o post de hoje tem como objetivo te ajudar a escolher o melhor cruzeiro para você, pensando em todos os critérios que afetam essa decisão!

Se você só quiser ver uma lista completa com todos os cruzeiros disponíveis, é só clicar aqui que você encontrará toda as opções para as diferentes épocas, itinerários, durações, portos de saída e tudo o mais!

Agora, se você quiser algumas dicas de como escolher o seu cruzeiro, é só continuar lendo esse post. 😉 E se você ainda não sabe como é essa experiência incrível dentro dos navios da Disney, pode descobrir mais clicando aqui ou dando play nos vídeos aí embaixo.

Para quem os cruzeiros da Disney são indicados?

Para todo mundo! Um dos maiores MITOS sobre cruzeiros Disney é que eles são indicados só para famílias com crianças pequenas, ou ainda só para famílias com crianças acima de 3 anos. Tudo isso é bobagem!

Grupos só de adultos aproveitam muito os cruzeiros (inclusive com direito a espaços e atividades exclusivas para maiores de 18 anos), assim como idosos, famílias com bebês, adolescentes ou crianças. Acho que o único limitante que você deve levar em consideração mesmo é: você precisa gostar pelo menos um pouquinho de Disney e do Mickey para gostar desse cruzeiro, já que ele é envolto na mesma magia dos parques, 24 horas por dia. Se você está lendo este blog, acredito que isso não seja um problema, não é mesmo? 😉

Como escolher qual cruzeiro da Disney fazer?

A sua experiência de cruzeiro pode ser muito diferente de acordo com o itinerário, duração, época da viagem, entre outros fatores. Não tem escolha errada, mas cada decisão vai combinar melhor com um tipo de férias diferente, então resta saber qual decisão combina mais com as férias que você tem em mente.

A minha idéia hoje é listar os fatores que eu acho importante você levar em consideração na hora de escolher o seu cruzeiro e como cada um deles impacta a sua decisão. Juntando essas informações com o conhecimento que só você tem do seu grupo de viagem, com certeza você estará munido de tudo que precisa para escolher um cruzeiro super legal para as suas férias.

Vou começar o post com uma boa notícia: todo cruzeiro da Disney é legal. Então na prática, não existe um cruzeiro ruim ou errado pra você. A idéia aqui é te ajudar a escolher a opção que te atende melhor dentre todas as opções ótimas existentes.

Vou começar o post com uma boa notícia: todo cruzeiro da Disney é legal. Então na prática, não existe um cruzeiro ruim ou errado pra você. A idéia aqui é te ajudar a escolher a opção que te atende melhor dentre todas as opções ótimas existentes.

Estilo do cruzeiro

Algumas pessoas preferem cruzeiros de praia, outras gostam de cruzeiros mais diferentes, para lugares frios. Outras ainda não tem tanta preferência e só querem curtir o navio. Eu sou da turma que acha que você aproveita de todos os jeitos, mas se você tiver alguma preferência, isso pode afetar sua escolha. As principais implicações que você precisa ter em mente são:

  • Cruzeiros para praias são mais comuns, acontecem o ano todo e costumam ser mais baratos.
  • Já cruzeiros na Europa, Alaska e outros destinos são mais escassos, acontecem só em períodos determinados do ano e pela menor oferta, costumam ser mais caros.
  • A maioria (não todos) os cruzeiros de praia passam pela maravilhosa ilha da Disney em Bahamas, enquanto os demais cruzeiros não visitam esse pedacinho de paraíso que a gente tanto ama.
  • Alguns lugares que a Disney visita nos seus cruzeiros que não são de praia, são locais que dificilmente você visitaria de outro jeito. Islândia e Alaska são excelentes exemplos disso! São viagens memoráveis para talvez você fazer uma vez na vida e guardar na lembrança pra sempre. Enquanto isso, os cruzeiros de praia te levam para locais fáceis da gente visitar mais vezes, seja com a Disney Cruise ou por outros meios. 

Na prática, a principal mudança de acordo com o estilo do cruzeiro é que você provavelmente precisará de um planejamento muito maior e com mais antecedência para destinos que não são de praia.

Ver essa geleira no Alaska pode ter sido uma experiência única na vida, mas com certeza eu vou me lembrar dela pra sempre! Foi DEMAIS!

Ver essa geleira no Alaska pode ter sido uma experiência única na vida, mas com certeza eu vou me lembrar dela pra sempre! Foi DEMAIS!

Motivação da Viagem

Qual é o papel do cruzeiro na sua viagem? Ele é a estrela das suas férias ou só uma partinha da viagem que será combinada com outro destino (como Orlando, por exemplo)?

Se o cruzeiro for a estrela da viagem, você pode planejar as suas férias inteiras em torno dele: definir a época da viagem pensando no seu destino/estilo de cruzeiro preferido, considerar cruzeiros mais longos, saindo de portos menos conhecidos.

Se você quiser um cruzeiro de praia para ser a estrela da sua viagem, pode pensar em um cruzeiro a partir de 7 noites pelo Leste ou Oeste do Caribe; ou de até mais tempo, no Sul do Caribe, que tem opções bem legais de até 11 noites.

Se quiser um cruzeiro não obrigatoriamente vinculado à praia, eu já disse aqui no blog que fiquei apaixonada pelo cruzeiro do Alaska. Outras opções interessantes são os diferentes cruzeiros da Europa ou o Transatlântico.

Se a sua idéia é unir o cruzeiro com outras programações de férias, faz sentido você fazer o cruzeiro mais próximo do seu outro destino.

  • Se você for passar as férias em Orlando, os cruzeiros para Bahamas e Caribe, saindo de Port Canaveral ou Miami provavelmente farão mais sentido para você.
  • Se você for passar as férias na Europa, os cruzeiros pelo Mediterrâneo, Fiordes Noruegueses, Ilhas Britânicas, Norte da Europa e outras opções oferecidas por lá serão sua melhor aposta para incluir mais Disney na sua viagem.
  • Se você for para a California, vale ficar de olho se a Disney vai oferecer cruzeiros pela Baja California ou Riviera Mexicana, saindo de San Diego, na época da sua viagem.
  • Se você for para Nova York, além de me dar um oi por aqui, você pode conciliar sua viagem com um cruzeiro para Bermuda, Bahamas (com direito a parada em Orlando também) ou até Canadá!

Deu para pegar a idéia, né? Em casos de cruzeiros combinados com férias em outros destinos, acho sempre mais legal deixar o cruzeiro para o final da viagem. Dependendo da quantidade de dias de férias que você tem disponível, pode fazer sentido também optar por cruzeiros mais curtos para equilibrar bem o aproveitamento de todas as suas etapas da viagem.

Se você for unir o seu cruzeiro com uma ida a Orlando, provavelmente vai sair de Port Canaveral, onde a Disney tem até um terminal próprio no porto!

Época da viagem

A Disney oferece cruzeiros para Bahamas e Caribe durante o ano inteiro. Enquanto o navio Disney Dream só faz cruzeiros para Bahamas o ano todo (praticamente sempre de 3 ou 4 noites), o Disney Fantasy faz cruzeiros para o Leste e Oeste do Caribe, quase sempre de 7 noites. De vez quem quanto ele faz um Bahamas ou um cruzeiro maior para o Caribe Sul, mas é bem pontual. Estes dois navios passam o ano todo em Port Canaveral oferecendo sempre estes mesmos itinerários.

Enquanto isso, os outros dois navios da Disney (o Disney Magic e o Disney Wonder) rodam pelo mundo oferecendo cruzeiros diferentes (de novo: Alaska, Europa, Riviera Mexicana, Canadá, para citar alguns), saindo cada hora de um porto diferente (Vancouver no Canadá, Nova York, San Diego, San Juan em Porto Rico, Barcelona na Espanha entre outras opções).

Ou seja, tem cruzeiro da Disney saindo de Nova York? Tem sim, mas não o ano inteiro! Tem cruzeiro para o Alaska? Tem sim, mas só durante 3-4 meses do ano. Resumindo: se você quiser fazer algum cruzeiro da Disney específico, que não seja para Bahamas ou Caribe, você vai precisar ficar de olho na época que este destino é oferecido.

Usando os filtros da nossa lista de cruzeiros, você pode selecionar os destinos de seu interesse e ver exatamente quando a Disney oferece cruzeiros para este local.

Cruzeirinho pro Caribe sempre cai bem, né? Durante o ano todo!

Cruzeirinho pro Caribe sempre cai bem, né? Durante o ano todo!

Quantidade de Dias

Sim, se a gente pudesse passar 1 ano no navio da Disney, passaria com a maior alegria do mundo. Ainda assim, não dá para se apegar unicamente à verdade de que quanto mais dias no navio, melhor. Todo mundo tem um limite de tempo e dinheiro disponível, então é necessário chegar a um equilíbrio entre:

  1. Melhor destino para o seu grupo,
  2. Com máximo de tempo para aproveitarem
  3. Dentro do seu orçamento

Acho que o melhor caminho aqui é você pensar inicialmente qual seria a quantidade de dias ideal e destino ideal para a sua viagem. Depois, comece a cotar e a pesquisar para ver qual cenário mais próximo do seu mundo ideal, que de fato cabe no seu orçamento real – e se você estiver disposto a ser flexível, com certeza vai encontrar uma opção interessante.

Orçamento para o cruzeiro

Essa é a parte chata mas também é normalmente o primeiro fator que limita as nossas escolhas de cruzeiro. É verdade que já tem MUITA coisa incluída no preço dos cruzeiros da Disney, como a gente já detalhou aquimas ainda assim, não é uma viagem exatamente barata. Ainda vou escrever um post só sobre quanto custa o cruzeiro, mas por hora, o mais importante é você saber que o preço varia MUITO de um cruzeiro para outro.

Fico muito triste quando alguém me diz que chegou à conclusão de cruzeiro Disney não era pra ela porque tem como base um o preço de destino caro, numa época cara. Calma! Não é porque o cruzeiro de 5 dias em Bahamas no 4 de julho é um absurdo de caro, que todo cruzeiro para Bahamas é caro igual. Há opções pela metade do preço ou até menos, e de repente você nem ficou sabendo. 

Como eu mando muita cotação no VPD Travel, acabei aprendendo bem os principais influenciadores do preço que causam aumentos bizarros no valor de um cruzeiro quando comparado com outro cruzeiro muito parecido.

Até porque morro de vergonha de mandar esses orçamentos absurdos, então já mando falando “olha, mas tá muito caro! Se você tiver flexibilidade dá para pagar bem menos.”, mas a minha vontade mesmo é adicionar “Olha você me desculpe por esse desaforo de orçamento da Disney viu. Não repara não!”. Enfim, enquanto o post sobre quanto custa o cruzeiro não sai, o importante mesmo é você se atentar a estes fatores que afetam drasticamente o preço da viagem.

Os destinos mais diferentes e escassos, costumam ser bem mais caros.

Os destinos mais diferentes e escassos, costumam ser bem mais caros.

Fatores mais importantes

  • Época da viagem: tente ao máximo fugir do recesso escolar americano (férias de verão junho a agosto) e dos principais feriados americanos, que você poderá economizar muito dinheiro com isso. Muita gente orça um cruzeiro para Europa ou até para Bahamas mesmo bem em julho e depois fica com a impressão de que todos os cruzeiros são caros. Os preços variam muito então se você tiver flexibilidade, cote para diferentes datas que você vai poder acompanhar essa variação de preço e escolher o período mais interessante.
  • Antecedência: salvo raros casos em que a Disney reduz o preço e oferece algumas promoções (que nunca são garantidas) perto da data do cruzeiro, a melhor estratégia para economizar é fazer sua reserva com bastante antecedência. Você só precisa pagar 20% do valor no momento da reserva e se o preço cair no futuro, ainda há uma janela bem grande para você cancelar sem multa e fechar com o preço mais baixo. Apesar disso, normalmente a maioria dos cruzeiros ficam mais caros com o passar do tempo, então fechar com antecedência costuma ser a alternativa mais segura para quem quer economizar.
  • Destino: até mesmo pela quantidade de viagens para cada destino, os cruzeiros para Caribe e Bahamas costumam ser bem mais baratos do que outros destinos mais limitados, como Mediterrâneo, Alaska, Fiordes Noruegueses, entre outros.
  • Passeios: nessa conta, lembre-se que em alguns destinos, para você aproveitar mesmo, terá que pagar à parte por passeios e excursões, que também vão pesar no seu bolso. No Alaska, gastamos um bom dinheiro com isso. Já em Bahamas e na maioria das cidades do Caribe, dá para curtir uma praia sem gastar nada.
Enquanto nos cruzeiros tipo Alaska, você precisa lembrar dos custos adicionais que terá com passeios extras; em locais como Bahamas e outras praias, dá para aproveitar sem gastar um centavo. Essa praia gratuita em Nassau por exemplo é ótima!

Enquanto nos cruzeiros tipo Alaska, você precisa lembrar dos custos adicionais que terá com passeios extras; em locais como Bahamas e outras praias, dá para aproveitar sem gastar um centavo. Essa praia gratuita em Nassau por exemplo é ótima!

Outros fatores que também afetam o preço

  • Portos: fazer um cruzeiro que sai de um porto menos conhecido (como Galveston, no Texas ou San Juan, em Porto Rico) pode ser mais barato, assim como fazer um cruzeiro de redirecionamento (em que o porto de partida e de retorno são diferentes). Nos dois casos, leve em conta os gastos que você terá com passagem aérea para estes locais em comparação com os outros portos, para ver se a economia realmente vai valer a pena.
  • Quantidade de Dias: nenhum segredo aqui, né? Quanto maior seu cruzeiro, mais caro ele deve ser. E muitas vezes abrir mão de alguns dias é uma escolha super aceitável. Por exemplo: o cruzeiro de 7 noites do Alaska é bem mais barato do que o de 9 noites e já dá para aproveitar super bem os principais portos! Eu optei por abrir mão dessas 2 noites a mais, fiz o cruzeiro de 7 noites que cabia no meu orçamento e com o dinheiro extra, fiz todos os passeios que eu queria e me diverti horrores, como já contei aqui.  
  • Cabine: também segue uma lógica simples: quanto mais bem localizada e maior for sua cabine, mais cara ela será. Há adicionais no preço de uma cabine que eu acho que valem a pena, outros nem tanto, mas esse acaba sendo um assunto para um próximo post. 
  • 2 dias em Castaway Cay: muita gente vibra quando vê algum cruzeiro com 2 dias em Castaway Cay mas eles são sempre bem mais caros do que outros cruzeiros. Honestamente, por mais que eu ame a ilha da Disney, se o seu orçamento for limitado, o adicional de preço por esse dia a mais na ilha dificilmente será justificado.
Amo Castaway Cay, mas os cruzeiros que passam 2 dias na ilha costumam ser bem mais caros.

Amo Castaway Cay, mas os cruzeiros que passam 2 dias na ilha costumam ser bem mais caros.

Navio de preferência

Se você tem um navio de preferência, isso com certeza vai afetar sua escolha e os destinos disponíveis para a sua viagem. Algumas pessoas preferem os navios mais novos, o Disney Dream e o Disney Fantasy, àqueles que fazem os cruzeiros de Bahamas e Caribe o ano inteiro, sempre saindo de Port Canaveral perto de Orlando, como contei antes. Por serem mais novos, estes navios trazem um detalhe ou outro que os navios mais clássicos não oferecem, como por exemplo o Aquaduck (um toboágua super gostosinho, com uma vista linda para o mar) ou o Midship Detective Agency, uma espécie de caça ao tesouro interativo por todo o navio.

Outras pessoas gostam do charme dos navios clássicos, o Disney Wonder e o Disney Magic, que além de oferecerem os itinerários mais diferentes, também trazem outra vantagem interessante: como são um pouco menor, as piscinas, ilha da Disney (quando parte do itinerário) e todas as áreas comuns trazem menos gente do que nos navios mais novos. Apesar de serem navios mais antigos, eles passaram por diversas renovações e não deixam nada a desejar quando comparado com os navios mais novos.

Cada navio tem suas características próprias, a começar pela estátua do átrio. Esse Donald fica no Disney Dream.

Cada navio tem suas características próprias, a começar pela estátua do átrio. Esse Donald fica no Disney Dream.

Cada navio da Disney tem algumas características únicas que o tornam especial. Esse assunto renderia facilmente um novo post mas o que importa saber agora é que todos são bem legais. Se você for muito detalhista, pode querer dar uma pesquisada no navio que estiver pensando em reservar, mas se este não foi um ponto de dúvida até agora, provavelmente qualquer um dos 4 navios te atenderá bem. Melhor ainda: conheça todos e depois me conte qual gostou mais! 😉

Falando sério, conheço os 4 navios da Disney e nunca deixei de escolher um cruzeiro por causa do navio, simplesmente porque todos são bons. Dentre todos os fatores que você vai ter que equilibrar na hora de escolher seu cruzeiro, eu não daria uma atenção exagerada à este aqui.

Lembrando que a Disney tem mais 3 navios em construção, que muito em breve trarão novos destinos e mais dúvida na hora da gente escolher a viagem! 🙂

Extra: experiência com cruzeiros/medo de enjoar

Se você já conhece como funciona um cruzeiro e está confortável com isso, pode  pular essa parte do texto, pois este não é um fator que vai afetar a sua decisão. Mas, se você está entre as pessoas que nunca fizeram um cruzeiro e ficam preocupados em se adaptar com o balanço do mar ou tem medo de achar chato ficar o dia inteiro no navio, acho que este é um tópico que também pode ter peso na sua decisão.

Sim, os navios também tem um centro de saúde que você pode visitar caso precise. Os remédios de enjôo inclusive já ficam disponíveis numa cestinha do lado de fora.

Sim, os navios também tem um centro de saúde que você pode visitar caso precise. Os remédios de enjôo inclusive já ficam disponíveis numa cestinha do lado de fora.

Bom, primeiro a parte mais fácil: se o seu medo é de ficar entediado no navio, esqueça! Ficar no navio é tão maravilhoso que vira e mexe eu morro de preguiça de descer nos portos. Tem muita coisa para fazer por lá.  

Já para as pessoas que se preocupam com o balanço do mar, antes de mais nada, uma boa notícia: quase sempre esta é só uma preocupação prévia e lá no navio mesmo, se torna bem menor do que parecia inicialmente. A grande maioria se adapta super bem e se apaixona pelos cruzeiros da Disney.

Não se engane: dá sim para sentir o balanço do mar e às vezes eu mesma fico até um pouco zonza, mas nunca tivemos enjôo e olha que nosso grupo é bem especial: o Felipe fica enjoado até de andar de uber ou taxi e meu pai fica enjoado até em carrossel. Os dois amam cruzeiros e nunca tiveram nenhum problema no navio.

Se mesmo assim você ficar enjoado, é só passar no ambulatório ou no Guest Service do navio que você conseguirá um remédio para enjôo. Eu cuido do planejamento da viagem de muita gente através do VPD Travel e nunca vi ninguém falando que não aproveitou o cruzeiro por causa de enjôo. Há diversas formas de contornar este problema.

De qualquer forma, se o balanço do mar ou a rotina de um cruzeiro for um ponto de dúvida para você, a minha sugestão é começar com um cruzeiro menor, provavelmente de 4 ou 5 noites. Sim, eu sei que a Disney oferece cruzeiros ainda menores (de 2 ou 3 noites) mas acho que 4 ou 5 noites seria a melhor opção por ser um tempo pequeno o suficiente para não te comprometer demais caso não ame a experiência de cruzeiro (duvido!) mas é grande o suficiente para você realmente conhecer de verdade o que a Disney oferece em seus navios.

Minhas recomendações

Eu não acho que exista uma verdade absoluta sobre qual o melhor cruzeiro para a sua primeira viagem, ou qual o melhor destino. Leve em conta todos estes fatores que eu listei junto com as suas preferências pessoais e defina o que faz mais sentido para você!

Sim, é claro que os destinos de praia fazem mais sentido para a maioria das pessoas que estão experimentando um cruzeiro pela primeira vez, mas se você preferir algo diferente, aposto que vai adorar também. O primeiro cruzeiro da minha irmã foi para o Alaska e o resultado? Temos mais uma viciada em cruzeiros na família!

Ah gente, tem como não aproveitar isso?

Ah gente, tem como não aproveitar isso?

Então a principal recomendação é: escolha o cruzeiro que fizer sentido para você e não se apegue à recomendações generalistas. Você já tem em mãos todos os fatores e como eles impactam a sua viagem. Agora resta levar em conta as características do seu grupo e você saberá colocar este fator na balança melhor do que ninguém para tomar uma decisão.

Este é o meu melhor conselho, mas se mesmo assim você quiser saber o que costuma ser a melhor alternativa para a maioria das pessoas, eu vou dar minha opinião.

Em geral, a melhor alternativa para quem vai fazer um cruzeiro pela primeira vez, é optar por uma alternativa de 4 ou 5 dias, junto com as férias em outro lugar próximo ao porto de onde o cruzeiro vai sair (Miami, Orlando, San Diego, Nova York, entre tantos outros).

Se você só puder fazer um cruzeiro menor ainda por outros motivos, tudo bem! Você vai aproveitar também e vai valer a pena, mas se o seu tempo de férias e seu orçamento permitirem, prefira cruzeiros com 4 ou 5 dias – este é o tempo ideal para conseguir viver a experiência do cruzeiro de forma mais completa!

Para um primeiro cruzeiro, acho ainda mais legal se você tiver a oportunidade de fazer um itinerário que passe por Castaway Cay, a ilha da Disney. Depois, se você curtir o cruzeiro de 4 ou 5 noites (e eu realmente acho que você vai AMAR), aí sim, vale planejar um maior, de 7 noites ou mais, tendo o cruzeiro como foco da sua viagem!

Espero que você aproveite muito o cruzeiro escolhido – e depois conte para a gente o que achou! E se quiser fazer a reserva do seu cruzeiro com através do nosso site de vendas, é só clicar aqui. Vou adorar participar do planejamento da sua viagem! 🙂 



O Vai Pra Disney é um blog independente e não é um canal mantido pela The Walt Disney Company. As informações contidas nesses sites representam a opinião de seus autores, colaboradores e usuários. Walt Disney World Resort, nomes e logos são marcas registradas da The Walt Disney Company.