Parques

Como trabalhar na Disney

Desde a criação do Vai pra Disney, muita gente nos pergunta “Como vocês conseguiram trabalhar na Disney?” e sempre postergamos esta matéria por achar que tratar todos os pormenores de um intercâmbio da Disney rende assunto pra caramba. Esta é uma experiência incrível e dá facilmente para escrever um outro site só para falar desse assunto.

Além disso, desde que a gente trabalhou na Disney a oferta de trabalhos para brasileiros mudou bastante. Por isso, hoje resolvemos colocar aqui as informações mais atualizadas para quem se interessa em estar do outro lado, criando a magia Disney para os visitantes.

TRABALHAR-DISNEY-06

Como trabalhar na Disney?

A Disney recebe visitantes do mundo inteiro e por isso, também contrata representantes culturais do mundo todo. Assim, todos os visitantes se sentem mais bem vindos e cuidados por lá. A oferta de programas varia muito de um país para o outro, mas aqui no Brasil, a porta de entrada para todos que querem trabalhar nos parques da Disney é o ICP, sigla para International College Program, conhecido também como Cultural Exchange Program nas agências responsáveis aqui no Brasil.

Para fazer qualquer outro programa de intercâmbio de trabalho além deste, você precisa já ter feito o International College Program primeiro. Aqui, vale a gente destacar duas importantes restrições que geram muitas dúvidas:

  1. A Disney não oferece visto permanente de trabalho para quem está interessado em trabalhar nos parques, apenas visto temporário de intercâmbio de trabalho como representante cultural.

  2. Para sua primeira experiência de trabalho na Disney, você precisa fazer o ICP que como o nome indica, é apenas para universitários. Ou seja, você precisa estar na faculdade para começar a pensar em trabalhar na Disney e tem que estar pelo menos no segundo semestre no momento do embarque.

Tempo bom em que meu trabalho podia acabar assim! haha

Tempo bom em que meu trabalho podia acabar assim! haha

Então como você pode imaginar, eu e o Felipe fizemos o ICP ou Disney International College Program, apesar de termos escolhido trabalhos bem distintos. Vou começar explicando este programa e depois falo dos outros, oferecidos apenas para veteranos.

DISNEY INTERNATIONAL COLLEGE PROGRAM

Este programa é inicialmente oferecido para universitários que estejam a partir do segundo semestre da faculdade. Não é necessário estudar nada relacionado a turismo para se candidatar, mas é necessário se comunicar bem em inglês (ainda que não super fluente) para passar nas entrevistas. Todo o processo seletivo será em inglês.

Para se candidatar, é preciso ficar de olho no site da STB, que cuida desse programa no Brasil. Eles fazem palestras para explicar o ICP e fazem uma entrevista inicial com os candidatos. Quem passar nessa primeira entrevista, será convidado para uma nova palestra e uma nova leva de entrevistas com funcionários do recrutamento da Disney. Essa segunda entrevista também é eliminatória.

Minha casa enquanto trabalhei na Disney, lá no Chatham Square! Aliás, este era o meu prédio né? Minha casa mesmo era onde estão essas janelas do canto superior esquerdo! <3 <3

Minha casa enquanto trabalhei na Disney, lá no Chatham Square!
Aliás, este era o meu prédio né? Minha casa mesmo era onde estão essas janelas do canto superior esquerdo!

Nas duas entrevistas você vai ter que informar quais opções de trabalho você tem interesse em realizar. Aqui é sempre importante ser flexível e selecionar várias opções, na ordem de prioridade que você preferir. A oferta de ano a ano pode mudar, mas as principais opções são:

  • Operations: trabalha nas atrações.

  • Merchandise: trabalha nas lojas e quiosques que vendem produtos pelos parques e hotéis.

  • Custodial: cuida da limpeza dos parques e restante do complexo.

  • Quick Service: trabalha nos restaurantes fast-foods.

  • Full Service: trabalha nos restaurantes buffets ou com serviço de mesa.

  • Character: digamos que você fique bem amigo dos personagens aqui. 🙂

  • Character Attendent: acompanha os personagens enquanto eles tiram foto com os visitantes.

  • PAC: controla as multidões, fica na catraca dos parques e essas coisas.

  • Front Desk: fica na recepção dos hotéis. Muito raramente oferecido no ICP.

Veja que você pode trabalhar nos parques, hotéis ou Disney Springs. Você pode até dar uma dica do que gosta mais, mas quem decide mesmo o seu destino são os recrutadores.

Meu parque amado!

Meu parque amado!

Vale sentir a sua entrevista para não parecer inflexível mas tentar mostrar o que você gosta. Por exemplo, minha irmã tinha trabalhado na Disney um ano antes de mim. Senti o maior interesse do meu recrutador nisso e vi ele anotando várias coisas na minha ficha. Na dúvida, eu falei pra ele “Engraçado, que a minha irmã sempre diz que acha que eu seria custodial”. Eu disse isso porque era verdade e eu queria ser custodial, mas eu podia ter dito qualquer outra função se eu quisesse alguma outra. Resultado: dito e feito! Fui custodial no mesmo parque que minha irmã já havia trabalhado (Hollywood Studios). 😉

O ICP acontece sempre no máximo de meados de novembro até meados de março. Ele pode começar um pouco depois, terminar um pouco antes, tudo depende. Na verdade, cada faculdade tem uma data de embarque e conclusão do programa determinada. O importante aqui é você saber que você pode precisar adiantar suas provas finais da faculdade para embarcar no ICP. Dependendo da sua faculdade, isso pode se tornar a maior novela dramática mexicana! Boa sorte!

O dia que eu descobri que a Bia nasceu em Marilia e não Assis!

O dia que eu descobri que a Bia nasceu em Marilia e não Assis!

No ICP, você vai trabalhar em algum lugar do complexo Disney e morar com outros funcionários que participam de algum programa da Disney, geralmente são universitários americanos ou representantes culturais de outros países. Os quartos são sempre para 2 ou 3 pessoas e os apartamentos são para 2, 4,6 ou 8 pessoas.

Eu morei no Chatham Square, o condomínio mais lindo. O Felipe morou no Vista Way, o condomínio mais….antigo, vai. 😛 Ele não troca por nada! Verdade seja dita, a casa dele era bem localizada pra caramba, do lado do ponto de onibus. Já eu, morei no último andar do último prédio do Chatham e nada na vida me fez correr mais até hoje do que o medo de perder o onibus pro trabalho! hehehe

Prédio do Felipe lá no Vista Way.

Prédio do Felipe lá no Vista Way.

Ah! Um fator importante: você é responsável por pagar sua passagem e os gastos com a viagem, viu? A Disney não dá a passagem nem nada. E quanto ao salário, é o mínimo da Flórida! Pois é…agora você vê de onde a gente tirou toda a nossa experiência em Disney com pouco dinheiro! hehehe

SUPER/PARK GREETER

Este é um programa sazonal, oferecido aos “veteranos” ( que eles chamam de alumni, mas eu odeio essa palavra) que já participaram do ICP. Aqui você pode ser selecionado para trabalhar em um parque, hotel ou Disney Springs, durante a temporada de verão americano.

Os Super Greeters chegam normalmente em maio e ficam até o início de agosto em Orlando, auxiliando os visitantes de diferentes formas. A seleção para este programa é realizada diretamente com a Disney.

Foi durante o Super Greeter que a Bia trabalhou nos hotéis Disney’s All Star por exemplo (durante o ICP ela trabalhava nas lojas da Tomorrowland, no Magic Kingdom). É uma experiência bem diferente do ICP, com um escopo de trabalho mais dinâmico, talvez até mais legal.

Hike e Bia, enquanto os dois trabalhavam no Super Greeter! Bia de folga e Hike dando duro!

Hike e Bia, enquanto os dois trabalhavam no Super Greeter! Bia de folga e Hike dando duro!

HOSPITALITY

A Disney já criou um zilhão de programas dedicados aos resorts do complexo Disney e nenhum durou muito tempo. Vamos ver se o hospitality dura. Este é um programa um pouquinho maior do que o Super Greeter e nele você pode trabalhar (até rotacionar) entre diversos hotéis da Disney.

O trabalho é principalmente no Front Desk e Concierge do hotel, e eu pessoalmente acho mais indicado para quem quer trabalhar mesmo com turismo e hotelaria.

GUEST RELATIONS

O programa mais “chique”, disputado e rico da Disney. Sabe aquela galera que resolve todo o tipo de problema nos parques? São os Guest Relations. Se você quer comprar um ingresso, reclamar de alguma coisa, mudar uma reserva, tirar uma dúvida, esses são os caras.

Eles ganham um pouco mais do que os outros representantes culturais, mas merecem cada centavo.

Trabalhar ouvindo problema e reclamação o dia todo para garantir que tudo se mantenha bem nos parques não é nada fácil e eu tenho muito respeito pelos coleguinhas GRs. Em datas como Ano Novo, Natal e Ação de Graças, tenho vontade de passar lá, dar um abraço em cada um e lembrar que vai ficar tudo bem! Não é fácil!

TRABALHAR-DINSEY-08

Quem deve trabalhar na Disney?

Os pré requisitos você pode ver no site da Disney Jobs ou da STB (depende do programa de seu interesse), mas na minha opinião este é um programa indicado para todo mundo que gosta da Disney, gosta de lidar com gente de diferentes culturas e não tem medo de trabalhar com a mão na massa.

A idéia é ir para criar a magia para os outros e não aproveita-la para si (ainda que você aproveite em alguns aspectos). Por isso, eu não recomendo muito este tipo de intercâmbio para quem quer conhecer a Disney. Acho MUITO mais mágico ter a sua primeira experiência na Disney como visitante. A segunda e a terceira também, se tiver a chance.

O Hike ajudando os visitantes e os amigos orgulhosos fotografando! hehe Aqui no VPD a gente sempre fala de mim, do Fe, da Bia, mas o Hike é a quarta parte que fica faltando aqui no site. <3

O Hike ajudando os visitantes e os amigos orgulhosos fotografando! hehe
Aqui no VPD a gente sempre fala de mim, do Fe, da Bia, mas o Hike é a quarta parte que fica faltando aqui no site. <3

Eu já vinha de uma família apaixonada pela Disney e por isso, já tinha tido muito contato com a magia Disney como deve ser, antes de olhar o outro lado da moeda nos bastidores. Como sua primeira experiência, você pode até gostar de trabalhar na Disney mas vai perder muito do que é a magia Disney para seus visitantes e isso não tem mais volta. E honestamente, tendo vivido o lado do visitante, acho que você fica ainda mais preparado e valoriza ainda mais cada ação de um funcionário da Disney (chamados de Cast Members)  para fazer a magia acontecer. 🙂

Vale a pena trabalhar na Disney?

Como sempre, valer a pena é relativo. Para mim, valeu a pena demais!! Eu não enxergo esse intercâmbio como uma experiência profissional para falar a verdade, mas foi uma experiência de vida incrível em todos os sentidos.

Aprendi a ser mais mão na massa, aprendi a ser mais humilde quando tive que trabalhar pesado e não tinha muito dinheiro, fiz alguns dos melhores amigos que tenho hoje. Fora que conheci meu marido né? Não “fisguei” nenhum gringo mas não poderia ser mais feliz do que sou com o meu campineiro mesmo! hehehehe

A realidade do freezer de quem faz o ICP: apenas congelados de um dólar para nos sustentar! hehe Essa foto era da casa do Fe e do Hike!

A realidade do freezer de quem faz o ICP: apenas congelados de um dólar para nos sustentar! hehe Essa foto era da casa do Fe e do Hike!

Fora isso, trabalhar na Disney é algo sempre interessante. Em todas as minhas entrevistas de trabalho me perguntaram muito sobre este intercâmbio, mesmo que ele não tivesse nada a ver com o escopo de nenhuma vaga que apliquei ou que trabalhei depois do ICP.

Eu não acho que essa é a melhor maneira de conhecer a Disney pela primeira vez honestamente, mas é uma maneira diferente e muito especial para quem se identifica com tudo que o Walt Disney criou em Orlando. Se tiver a chance de participar, depois nos conte como foi!

O Vai Pra Disney é um blog independente e não é um canal mantido pela The Walt Disney Company. As informações contidas nesses sites representam a opinião de seus autores, colaboradores e usuários. Walt Disney World Resort, nomes e logos são marcas registradas da The Walt Disney Company.