Cruzeiros

Diário de Viagem: Cruzeiro Disney de 7 noites pelo Alaska – dia 6

Hoje vou contar como foi o sexto dia do nosso cruzeiro de 7 noites pelo Alaska, à bordo do navio Disney Wonder. Se você quiser ver o começo dessa série de posts, clique aqui para acessar o primeiro dia desse diário de viagem. Se quiser saber mais sobre cruzeiros para o Alaska, é só clicar aqui. E para saber mais dicas de cruzeiros da Disney em geral (para qualquer destino) clique aqui.

O sexto dia do cruzeiro foi em Ketchikan!

O sexto dia do cruzeiro foi em Ketchikan!

Cruzeiro Disney de 7 noites no Alaska

Dia 6

Acordamos com um dia super chuvoso e a Juju estava bem sonolenta. Peguei ela no colo e tinha certeza que ela estava com febre. Felipe mediu a febre dela mas deu alguma coisa errada naquele termômetro pois dizia que ela estava com menos de 37 graus. Eu tinha certeza que estava com mais. 

Nós deixamos a Julia descansar o tempo que ela quis, e na hora que ela decidiu levantar mesmo, estava bem na hora que a gente tinha agendado encontro com os personagens de Frozen (que ela chama de “sôzen”). A gente nem estava pensando mais em ir, mas como ela tinha acordado e ela ama a Anna e a Elsa, decidimos trocá-la, demos a mamadeira e fomos  direto pra lá.

Minha família estava na fila e queriam que a gente entrasse com eles lá no meio da fila, afinal, seria só uma foto pra família toda, na prática não mudaria o tempo de espera de ninguém. Ainda assim, fiquei meio envergonhada e falei pra eles encontrarem a gente no fim da fila. Eles vieram meio a contra gosto, mas logo esqueceram disso quando viram o motivo da gente ter demorado tanto. Juju ainda estava muito murchinha deitada no meu colo.

Muuuita chuva em Ketchikan! Essa foto já é de quando o tempo estava bem melhor. Antes não tinha nem como tirar fotos!

Muuuita chuva em Ketchikan! Essa foto já é de quando o tempo estava bem melhor. Antes não tinha nem como tirar fotos!

Ela se animou um pouco quando chegou a nossa vez na fila mas quando ficou a um metro de distância das personagens, ficou com medo e correu para o meu colo. Na segurança do colo, ficou toda curiosa com a Anna e a Elsa e protestou na hora de ir embora.

Voltamos para o quarto para medir a temperatura dela de novo, e agora sim, deu a febre que eu tinha imaginando. Nesse dia, o plano inicial era que eu fizesse um passeio durante a tarde com meus pais e a Mon, e o Fe ficaria no navio com a Juju. Meu passeio começava as 12h30 e desde a hora que acordamos já tinha ficado com vontade de desistir por causa da febrinha da Julia. Para ser sincera as excursões mais tradicionais de Ketchikan não chamavam muito nossa atenção: show de lenhadores e trilhas em sua maioria, então a gente tinha optado por ver baleias de novo em um passeio ainda mais longo. Ou seja, apesar de muito legal, eu sabia que não seria tão diferente do que fivemos em Juneau e estava realmente querendo desistir, mas o Felipe teimava muito para que eu fosse.

Eram 12h15 e eu ainda não tinha decidido 100% o que eu iria fazer quando recebi um aviso de que o passeio tinha sido cancelado por conta da chuva forte. Estava realmente uma tempestade. Apesar da chuva ser muito comum quase todo dia aqui nessa região, são chuvas esparsas, fininhas, e não uma chuva tão forte como a pegamos o dia todo em Ketchikan. No fim, a chuva veio a calhar para mim, porque consegui ficar com a Julia e não precisei pagar pelo passeio.

Disney Wonder no porto de Ketchikan.

Disney Wonder no porto de Ketchikan.

Logo no começo da tarde a Julia dormiu de novo e eu decidi que a levaria para o centro de saúde do navio assim que ela acordasse. Ela estava estão tão caidinha que dormiu por 4 horas seguidas!

Fomos ao centro médico e fomos super bem atendidos por uma equipe sensacional, com muito jeito para tratar criança. A Julia foi examinada, medicada e depois de uma hora já era outra criança, correndo pra lá e pra cá. Então, Felipe desceu para dar uma volta pela cidade e eu decidi ficar com a Julia no navio mesmo. Levei ela pra ver diversos personagens e ela ficou feliz da vida. Ela ama igualmente a parte de ver e interagir com os personagens e a parte de entregar o nosso cartão/chave do quarto para o fotógrafo. Ela se sente muito adulta entregando a chave e fica super satisfeita consigo mesmo (apesar de ter derrubado minha chave no outro andar um dia desses, né? Mas tudo bem).

O centro de saúde do navio é todo decorado, ótimo para manter as crianças distraídas.

O centro de saúde do navio é todo decorado, ótimo para manter as crianças distraídas.

Passei o resto da tarde vendo personagens e passeando com ela pelo navio, porque tanto eu como a Julia não conseguimos nos cansar desse lugar. Foi só quando o Felipe voltou que fomos todos para o quarto nos arrumar para o jantar.

Nessa noite, jantamos no Animator’s Palate, um restaurante que eu adoro pela decoração e pelos showzinhos super legais. Não é igual em todos os navios e eu não vou contar mais detalhes para não estragar a surpresa de quem vai viajar no Wonder, mas nos divertimos muito.

Depois do jantar, saímos correndo de lá para tirar foto com o Mickey, porque eu tinha prometido para a Julia que faria isso. Na verdade, eu ainda não tinha tirado foto com o Mickey com sua roupinha tradicional do Alaska então estava tão animada quanto a Julia para este encontro.

Como não morrer de amores por esse Mickey todo fofo ?

Como não morrer de amores por esse Mickey todo fofo ?

Após uma longa fila, tiramos a nossa foto tanto com os fotógrafos da Disney como com a nossa própria câmera (porque é um roubo o preço dessas fotos do navio, né?). Quando o Felipe estava tirando um zilhão de fotos da Julia com o Mickey, a fotógrafa do navio notou uma coisa no gorro do capuz do Felipe – e nós todos morremos de rir um tempão com isso.

Vou explicar: era um cartão de um jogo. Ele trazia uma mensagem pedindo que você colocasse o cartão em alguém, sem que essa pessoa percebesse. Até agora não temos idéia quem colocou isso no Felipe, provavelmente foi em algum momento na fila do Mickey ou até no jantar. Adorei esse jogo e vou até procurar começá-lo nos próximos cruzeiros. Fiquei pegando no pé para o Fe dar continuidade na brincadeira e colocar o cartão em alguém. Depois que o cartão foi finalmente passado para frente, voltamos para o quarto, demos banho na Julia e fomos dormir.

O cartão que encontramos no capuz do casaco do Felipe! Morri de rir!

O cartão que encontramos no capuz do casaco do Felipe! Morri de rir!

Foi um dia de preguiça, que começou turbulento e diferente do que a gente imaginava, mas a essa altura eu só estava muito feliz de ver que a Julia já estava se recuperando, e que mesmo fugindo dos nossos planos, conseguimos ter um dia muito gostoso e feliz no navio.

Ah, como eu amo esse navio! Por mim esse cruzeiro podia ter durado um mês! Infelizmente não durou, mas o finzinho dessa viagem, conto no próximo post. 🙂



O Vai Pra Disney é um blog independente e não é um canal mantido pela The Walt Disney Company. As informações contidas nesses sites representam a opinião de seus autores, colaboradores e usuários. Walt Disney World Resort, nomes e logos são marcas registradas da The Walt Disney Company.