Dúvidas frequentes

Dúvidas frequentes

Todos os dias nós recebemos muitas perguntas dos visitantes do Vai Pra Disney. E adoramos respondê-las!
Como algumas delas são mais comuns, resolvemos criar essa página com as dúvidas mais frequentes por quem está viajando para Orlando. Então fica a dica: antes de nos mandar sua pergunta, dê uma olhada na lista abaixo para ver se ela já foi respondida.

Como vai estar o clima em Orlando no período da minha viagem?
Apesar de estar localizado no centro da Florida, as temperaturas de Orlando variam muito, indo do calor escaldante no verão até aos graus negativos no inverno. Nós já escrevemos aqui uma matéria sobre o clima da cidade, que recomendamos a leitura. Além disso, nunca é demais recorrer aos sites de metereologia como o Weather Channel.

Que parques eu devo ir com os meus filhos pequenos? E com um grupo de adultos? E com um grupo misto?
Essa é uma das perguntas difíceis de responder, porque como diz o ditado: gosto não se discute. Ainda assim vale dizer: todos os parques de Orlando agradam a família toda, ou seja, em cada um deles você vai encontrar atrações e shows que agradem adultos e crianças. Por isso, se você está com dúvida sobre quais parques deve escolher para ir na sua viagem a Orlando, nossa dica é a seguinte: leia os roteiros que preparamos para vocês aqui no Vai Pra Disney e com base nas atrações, veja quais os parques que mais combinam com o seu grupo.

Vou viajar em alta temporada? Vou pegar muitas filas?
É bem provável que sim, mas isso não significa que sua viagem acabou, pelo contrário, dá pra curtir a Disney sim mesmo com as longas filas que aparecem nos parques em alta temporada. Aqui vão algumas dicas:
– Nos parques da Disney, use e abuse dos Fastpass+ que podem ser reservados na entrada do parque ou com antecedência pela internet, caso você esteja hospedado em um hotel da Disney. Clique aqui para ler mais sobre o Fastpass+.
– Estude a fundo cada roteiro que criamos para vocês aqui no site e também os mapas dos parques. Com isso, você pode escolher as atrações que não quer deixar de ir, perdendo menos tempo em filas desnecessárias.
– Chegue cedo no parque: as primeiras 2 horas depois que o parque abre, têm filas menores.
– Relaxe e aproveite. Não há nada o que fazer para diminuir a fila, então aproveite que está de férias e descanse com a família. Nada de stress na terra da magia hein!

Por que vocês dizem que na semana X os parques estarão lotados?
Na matéria “melhor época para ir a Disney” criamos um calendário que mostra os índices de lotação dos parques para cada dia do nao. Muita gente nos contesta sobre o a razão que leva um dia específico a estar mais lotado, mas aqui, copio o que escrevemos na matéria: a previsão de lotação dos parques foi montada com base em diversos estudos (alguns gratuitos e outros que pagamos para ter acesso) e junta o nosso conhecimento com diversas análises estatísticas de estudiosos especializados. A cada atualização, tentamos aperfeiçoá-la, trazendo novas fontes de dados para conseguir uma estimativa mais precisa para ajudar no planejamento de vocês, mas também não temos nenhuma bola de cristal aqui. Por isso, cabe a cada um a decisão de confiar ou desconfiar nas estimativas acima mas não forneceremos mais qualquer tipo de justificativa a respeito da lotação em datas específicas.

Qual hotel barato vocês me recomendam? Só quero dormir e tomar banho!
Parafraseando minha cunhada e blogueira (do imperdível Desfazendo as Malas) Monica Costivelle, “dormir e tomar banho é o que todo mundo quer!”, ou pelo menos eu gosto de pensar que sim :). A diferença é dormir em uma cama confortável e tomar banho quente. Por isso, a regra para escolha do hotel é sempre a mesma quando a Renata e eu viajamos: recomendação. Pode ser dos amigos, da tia, da avó, dos vários sites espalhados pela internet, dos guias e revistas de viagens encontrados por aí. Os hotéis que já ficamos, estão recomendados aqui no site (clique aqui para ver). Conforme formos ficando em outro hotéis, vamos sempre colocando aqui no site.

Reservei o hotel X, vocês sabem se é bom?
Infelizmente (ou felizmente), nós não conhecemos todos os hotéis da cidade, então como falamos na matéria sobre a escolha de um hotel (clique aqui para ler), recomendo sempre consultar o nome dele no TripAdvisor, site que eu confio e uso quando preciso. Nele, você pode ler o que as pessoas que já ficaram nesse hotel acharam dele e ai identificar se ele é bom ou não.

Onde encontro o produto X em Orlando?
O melhor lugar para você descobrir onde vende algo em Orlando é no Google. Basta procurar o nome do produto e a palavra Orlando logo depois. Exemplo “PS4 Orlando” e você vai ver uma longa lista de opções de onde encontrar o videogame na cidade. O mesmo vale para cosméticos, eletrônicos, e itens mais específicos como calculadoras (esse eu já usei!).

Não vou alugar carro, como posso me locomover pela cidade?
Se você quer a minha opinião, Orlando não é uma cidade feita para pedestres. Quando morei lá, a vida sem carro era muito difícil pois, diferente de outras cidades grandes como Nova York e Chicago, Orlando não tem um sistema de transporte público muito estruturado. Suas opção são:
– Lynx, o ônibus circular da cidade que apesar de ser bem barato, acaba deixando desejar no tempo da viagem. Uma ida ao Florida Mall saindo da Disney (Magic Kingdom – TTC), demorava cerca de 2 horas. Todas as linhas do Lynx podem ser encontradas aqui.
– Taxi, que pode ser encontrado nos locais mais movimentados como na saída dos parques, hotéis e shoppings. O valor não costuma ser tão caro e em Orlando os taxistas são bem flexíveis para negociar a tarifa antes de ligar o taxímetro. Uma corrida entre Lake Buena Vista (bairro que ficam muitos hotéis e a Disney) e o Florida Mall deve custar entre $20 e $25 dólares. Lembre-se que nos EUA, é comum dar uma gorjeta de $1 ou $2 para o motorista.
A vida da viagem sem carro fica mais fácil para quem está hospedado em hotel da Disney, já que tem transporte gratuito para todos os parques do complexo. Só vai sobrar a ida aos shoppings e aos parques da Universal que deve ser feita de ônibus ou taxi.

Vocês conhecem o site X que vende ingressos?
Infelizmente nunca compramos ingressos através de outros sites além do site oficial da Disney ou da Universal. Por não conhecer nenhum outro site, preferimos não dar recomendações.

Qual agência vocês recomendam para eu fechar a minha viagem?
Não indicamos nenhuma agência entre outras razões, pela seguinte: como não trabalhamos em parceria com agências, não podemos cobrar um nível serviço bom de nenhuma delas. E se a gente não pode por a mão no fogo pela agência, preferimos não indicá-la. Consideramos que qualquer indicação seria assumir uma responsabilidade muito grande por algo que foge do nosso controle e por isso optamos em não fazê-lo.

Posso levar comida para os parques?
Sim, desde que não seja um piquenique. O que isso significa? Levar uma ou duas garrafinhas de água, suco ou refrigerante, um saquinho de batatas, um pacote de bolachas e um tablete de chocolate é aceitável. Se você levar um engradado de refrigerante ou latinhas de cerveja, alem de uma caixa de sanduíches, provavelmente não vão deixar você entrar no parque com eles.

Se eu trouxer um PS4 vou ser taxado pela alfândega? E um tablet? E um notebook?
Tudo o que você trouxer que tenha valor superior a $500 dólares (ao todo, ou seja, tudo somado), pode ser taxado pela receita federal ao cruzar a alfândega. Cada viajante pode trazer 1 relógio, 1 celular, 1 maquina fotográfica e 1 leitor de livro digital além de $500 dólares em compras. Qualquer coisa além disso deve ser declarada.

Vou levar meu celular para a viagem e pretendo trazer um iPhone novo. O iPhone vai entrar na cota de uso pessoal?
A regra da receita federal é de 1 aparelho celular por viajante, ou seja se você levar o seu celular brasileiro e voltar com dois, provavelmente o segundo aparelho (o mais novo) irá ser taxado. É 1 aparelho por pessoa e não 1 aparelho brasileiro e 1 importado.

Ouvi casos de pessoas que tiverem que pagar imposto na alfândega por trazer roupas. Vou ter que pagar também?
Moramos no Brasil e não são raros os casos de abuso de autoridade, mas tirando as contravenções de lado, se você trouxer roupas que não sejam para você ou em quantidades que façam o agente da receita federal pensar que elas não são para o seu uso, você pode ser taxado sim. Roupas são isentas de imposto desde que sejam para o seu próprio uso.

Se eu trouxer duas câmeras fotográficas para o Brasil, qual das duas vai entrar na cota e qual terei que pagar imposto?
Isso não está claro na lei, mas se 1 câmera é isenta de acordo com a regra do “uso pessoal”, provavelmente a mais cara será a utilizada pelo fiscal para calcular o valor do imposto. Leia mais sobre alfândega aqui.

Onde encontro os horários dos parques? Das paradas? Dos shows?
O melhor lugar é no site dos próprios parques, já que as programações podem sofrer alterações. Clique aqui para ver como procurar pelos horários.

O que fazer além dos parques e compras em Orlando?
Orlando é uma das grandes cidades dos EUA e além dos parques e outlets pelos quais ela é conhecida, existem várias outras coisas para se fazer na viagem. Aqui vão algumas sugestões:
– Um jogo do Orlando Magic, time de basquete da cidade que faz parte da NBA
– Passeio pelas cidades vizinhas como Winter Garden, Winter Park, Altamonte Springs ou ainda, até as cidades que ficam no golfo do méxico, como Sarasota e Clearwater.
– Museu de ciência da cidade, que é interativo e agrada a todos! Chama-se Orlando Science Center
– Um espetáculo do Cirque du Soleil
– Apresentação do Blue Man Group
– Passeios nos centros como Downtown Disney, Disney’s Boardwalk e o CityWalk da Universal
– Shows e apresentações que ocorrem o ano todo de gente famosa e não. Veja a agenda aqui.

O Vai Pra Disney é um blog independente e não é um canal mantido pela The Walt Disney Company. As informações contidas nesses sites representam a opinião de seus autores, colaboradores e usuários. Walt Disney World Resort, nomes e logos são marcas registradas da The Walt Disney Company.