VPD Orlando - Vai Pra Disney
Preparativos da viagem

Estados Unidos confirma que aceitará a Coronavac e outras vacinas aprovadas pela a OMS na abertura das fronteiras

Atualizado em 15 de outubro

Boa notícia sobre a abertura da fronteira para os turistas vindo do Brasil! Um representante do CDC, órgão da saúde dos Estados Unidos, declarou hoje à Reuters que o país aceitará para a abertura das fronteiras para viajantes internacionais, todas as seis vacinas aprovadas para uso emergencial pela OMS. A lista completa está aí embaixo, mas o mais importante é que ela inclui todas as vacinas oferecidas no Brasil. 🙂

  • Pfizer-BioNTech
  • Moderna
  • Johnson and Johnson’s Janssen
  • AstraZeneca/Oxford
  • Sinopharm BIBP
  • Sinovac-CoronaVac

A notícia reforça a declaração feita para o NY Times no mês passado, quando anunciaram o fim das restrições de viagem previsto para novembro. Além disso, no próprio site do CDC e no seu serviço de atendimentos, o órgão já vinha afirmando que consideraria completamente vacinados todos que tivessem tomados as duas doses das vacinas aprovadas pela OMS (ou dose única da Janssen) e esperado o período de 14 dias após a dose final.

Trecho do email que recebemos de resposta do CDC. Lembrando que qualquer um pode entrar em contato com o seu serviço de atendimento

Atualizado em 15 de outubro:

Uma observação importante: o CDC revisou sua recomendação e declarou que vai aceitar também como completamente imunizado quem tiver tomado duas doses de vacinas distintas (por exemplo primeira dose de Pfizer e segunda Astrazeneca). Veja a notícia completa aqui.

Apesar de ter declarado que deve seguir as recomendações do CDC, vale ressaltar que a Casa Branca ainda não fez nenhuma declaração formalizando todas as regras e outros detalhes sobre o fim das restrições de viagem aos Estados Unidos para turistas internacionais. A abertura está marcada para o início de novembro, mas ainda faltam esclarecimentos importantes para determinar uma possível viagem, como as regras para menores de 18 anos e a data para a abertura das fronteiras.

A essa altura eu só penso: que que custa dar os detalhes logo, gente! Se já definiu que vai ser começo de novembro, que diferença faz abrir dia 3, 5 ou 10? Conta logo que a gente quer saber, né?! 😛