VPD Orlando - Vai Pra Disney
Além dos parques

EUA devem retirar restrições de viagem para brasileiros a partir de novembro

Foi reportado hoje que os Estados Unidos irão retirar as restrições de viagem para estrangeiros vacinados a partir do início de novembro, inclusive os brasileiros.

Passageiros que estiveram no Brasil, China, Índia, Reino Unido, África do Sul, Irã e a maioria dos países da União Européia nos últimos 14 dias não podem entrar diretamente nos Estados Unidos desde maio de 2020, com algumas exceções dependendo do tipo de visto.

Poucos detalhes foram divulgados até agora: não há ainda uma data específica para o fim das restrições, e a lista de vacinas aceitas também ainda não foi confirmada, e será definida pelo CDC, o Centro de Controle de Doenças dos EUA.

Foto de bandeira dos EUA. As restrições de viagem para brasileiros devem ser retiradas em breve.
As restrições de viagem serão removidas no início de novembro, sem data definida ainda

Nos Estados Unidos são aplicadas as vacinas da Pfizer, Moderna e Janssen. Por lá, as pessoas são consideradas completamente vacinadas 2 semanas após receberem a segunda dose da Pfizer e Moderna e 2 semanas depois da dose única da Janssen.

De acordo com uma declaração do CDC ao New York Times, quem recebeu vacinas que não são aplicadas nos EUA mas que foram aprovadas para uso emergencial pela OMS também seriam consideradas completamente vacinadas. Isso incluiria vacinas amplamente administradas aqui no Brasil, como a AstraZeneca e a CoronaVac. Vale relembrar que as orientações oficiais do governo ainda não foram divulgadas.

Outra informação que ainda não foi confirmada é sobre a viagem de crianças com menos de 12 anos, que não foram vacinadas. A gente atualiza por aqui assim que essas informações forem esclarecidas.

Será necessário apresentar comprovante de vacinação e teste PCR negativo

Quando as restrições forem retiradas, quem for viajar para os EUA deverá apresentar um comprovante de vacinação antes do embarque, além de um teste negativo (RT-PCR ou de antígeno) feito até 3 dias antes da data da viagem, como já acontece hoje em dia. As companhias aéreas deverão coletar dados dos passageiros para realizar o rastreamento.

Além disso, para retornar ao Brasil também é necessário apresentar um teste PCR com resultado negativo, feito até 72 horas antes do embarque. Já fizemos um post por aqui com mais informações sobre como realizar esse teste em Orlando, clique aqui para ler.

Mais detalhes sobre a reabertura das fronteiras devem ser divulgados em breve, e a gente traz todas as atualizações por aqui!