Preparativos

Dicas para grupos grandes em Orlando

Viajar pra Disney em grupos grandes é mais comum do que a gente imagina de cara, principalmente no período de férias escolares. Não estou falando de excursões não, estou falando de grandes grupos de amigos e familiares mesmo.

A verdade é que todo mundo ama Orlando, né? Então a viagem de uma pessoa acaba animando um amigo a ir para Orlando também, que por sua vez, convida o irmão e assim facilmente se juntam 3, 4 ou 5 famílias em uma mesma viagem.

Para as crianças é só maravilha! Uma das viagens que eu mais gostei na minha infância foi em um grupo de quase 20 pessoas, porque a metade dele era de criança como eu, então era bagunça o tempo todo. Já para os adultos, os responsáveis pela viagem, planejar férias para um grupo grande pode ser bem mais complicado. Hoje, nossa idéia é descomplicar isso de vez! 😉

Última viagem em grupo grande que o Fe fez com a família dele (só uma parte está na foto). Ele foi o líder do grupo, mas só porque eu não consegui tirar férias para ir também. rs :P

Última viagem em grupo grande que o Fe fez com a família dele (só uma parte está na foto). Ele foi o líder do grupo, mas só porque eu não consegui tirar férias para ir também. rs 😛

Dicas para ir a Orlando com grupos grandes

Eu já viajei muito em grupos grandes então tenho meus macetes que me fazem curtir muito esse tipo de viagem, mas enquanto trabalhava nos parques, conversei com muitos grupos e vi muita gente reclamar que não conseguiu fazer tudo que se planejava por causa do grupo. Isso acontece muito, mas é um problema fácil de contornar. Pensando nisso, reuni aqui algumas dicas práticas para ajudar quem vai viajar com grupos grandes a aproveitar ainda mais as férias em Orlando. 😉

Vá preparado e defina um líder

Montar antecipadamente o roteiro dia a dia da viagem é um passo essencial para qualquer um que vá a Orlando (veja nossas dicas sobre esse assunto clicando aqui). Para grupos grandes, isso é ainda mais essencial. Deixar para decidir a programação lá é a certeza de perder muito tempo (das suas sonhadas férias) em discussão e pouco tempo de fato aproveitando.

Em grupos grandes, sempre haverá pessoas com interesses diferentes e cada um vai tentar puxar a sardinha pro seu lado na programação. Por isso, é altamente recomendável definir o roteiro dia a dia antes de viajar, assim você já ouve todas as opiniões e faz possíveis ajustes antes de estar de férias.

Escolha um representante de cada família que viajará junto e deixe que eles se reúnam (levando em conta o interesse dos demais) e definam a programação. Nesses casos, acho muito bom definir um líder que vai bater o martelo caso entrem em discussões sem fim sobre alguma parte da programação.

Além disso, mesmo o melhor roteiro do mundo não está livre de re-planejamentos em caso de algum imprevisto. Por isso, a figura do líder dá uma bela eficiência ao grupo na hora de redefinir os planos e tomar decisões rapidamente caso seja necessário.

A mesma lógica vale para a sua programação nos parques: vá sabendo o que desejam ver ou não (e conte com a ajuda dos nossos roteiros de todos os parques para isso) e quais atrações desejam agendar Fastpass+. Nos shoppings, você pode não ser responsável pelas lojas que todos do grupo vão visitar, mas também vai aproveitar bem mais as compras se já estiver preparado e sabendo onde focar (veja dicas de compras clicando aqui).

Deixar a programação da viagem pronta antecipadamente não só garante uma bela economia de tempo mas evita qualquer tipo de atrito durante as suas férias: todo mundo já fica sabendo de cara o que esperar da viagem e ninguém sofre com expectativas erradas. Nada de “Ahhh, mas se eu soubesse que esta era a programação, eu teria feito outra coisa…” . É impressionante como este planejamento prévio pode tornar a sua viagem bem mais proveitosa e menos desgastante.

Seja conservador nos planos

Agora que eu já te convenci a fazer um roteiro, tenho algumas dicas sobre ele. Primeiro de tudo, seja conservador. Tudo que você acha que vai demorar só um pouquinho, demora muito mais quando você está em um grupo grande de pessoas. Na hora de montar o seu roteiro, leve isso em conta e não tente fazer coisas demais no mesmo dia. Assim você evita se frustrar caso não dê tempo de fazer as coisas e principalmente, evita re-planejamentos desnecessários.

Comprinhas são sempre uma delícia mas evite combinar compras e parques quando viajar com grupos grandes. Escolha menos atividades para seu dia render mais.

Comprinhas são sempre uma delícia mas evite combinar compras e parques quando viajar com grupos grandes. Escolha menos atividades para seu dia render mais.

Partindo do ponto de que os grupos grandes demoram mais para fazer qualquer coisa, recomendo fortemente que se programem para chegar sempre antes dos parques/shoppings abrirem. É uma dica que dou para todos mas é ainda mais importante nas viagens em grupos.

Considere intervalos espaçados ao longo do dia

Sendo bem direta ao ponto: se você parar toda hora que alguém do grupo quiser ir ao banheiro, você não sai do lugar o dia todo. Defina horários de paradas para comer, horários de ir ao banheiro, horários de parar pra comprar mais água ou tirar foto e assim por diante. Recomendo que todo mundo leve um pequeno lanchinho (bolacha, salgadinho, chocolate…) e uma garrafa d’agua na mochila, assim se bater aquela fome ou sede fora de hora, cada um tem como enganar o estômago e esperar até a próxima parada do grupo.

É claro que isso só funciona se o grupo todo comprar a idéia, por isso vale a pena perder uns 5 minutos no primeiro dia explicando que é mais benéfico para todo mundo se houver colaboração para tentar ao máximo seguir essas pausas planejadas, em vez de pararem toda vez que alguém precisar.

Passar no Walmart logo no começo da viagem e garantir um estoque de garrafas de água e lanchinhos pode significar uma bela economia nos parques, tanto em tempo como em dinheiro.

Passar no Walmart logo no começo da viagem e garantir um estoque de garrafas de água e lanchinhos pode significar uma bela economia nos parques, tanto em tempo como em dinheiro.

Se possível, evite parques lotados

Nem sempre é possível evitar a alta temporada mas caso o grupo tenha flexibilidade, busque viajar em períodos estimados para uma lotação menor dos parques, evitando assim maiores filas. Se quiser alguma orientação nesse sentido, clique aqui para ver nosso calendário de lotação estimada dos parques.

Como a dinâmica de grupos grandes as vezes já reduz um pouco a agilidade para andar nos parques, conseguir diminuir o tempo gastos em filas pode ser uma boa compensação. Caso não seja possível evitar os períodos mais cheios, pense pelo lado positivo: as filas mais divertidas que eu já peguei na Disney foram as em que eu estava acompanhada de um grupo grande. Com mais gente pra conversar e dar risada, com certeza grupos grandes sofrem bem menos de tédio nas filas.

Em parques mais vazios é mais fácil de caminhar com o grupo sem ninguém se perder e você gasta bem menos tempo em filas.

Em parques mais vazios é mais fácil de caminhar com o grupo sem ninguém se perder e você gasta bem menos tempo em filas.

Separem-se por interesses em comum

Você pode amar muito todas as pessoas do grupo grande que vai viajar com você, mas isso não significa que vocês terão sempre os mesmos interesses em mente. Até hoje, todo grupo grande que eu fiz parte ou encontrei sempre tinha pessoas mais interessadas em curtir os parques e pessoas que estavam mais afim das compras. Muitos grupos ainda tinham pessoas que não se interessavam por nenhuma das duas coisas e buscavam programações alternativas.

É claro que eventualmente todo mundo vai querer visitar um determinado parque e todo mundo vai querer passar um dia no Premium Outlet para umas comprinhas, mas algumas pessoas vão se interessar em repetir muito mais a primeira atividade do que a segunda ou vice versa.

Nem todo mundo gosta de ir em elevadores que despencam ou em outros brinquedos radicais. Tem a turma que prefere compras ou focar nas atividades mais infantis. Todo mundo tem que ter espaço para aproveitar as férias de acordo com as próprias preferências.

Nem todo mundo gosta de ir em elevadores que despencam ou em outros brinquedos radicais. Tem a turma que prefere compras ou focar nas atividades mais infantis. Todo mundo tem que ter espaço para aproveitar as férias de acordo com as próprias preferências.

Para a viagem ser legal, o ideal é que todo mundo tenha espaço para fazer o que quer e o que gosta, mesmo que não seja o tempo todo unido aos demais.  Em minhas viagens, ainda na fase da programação já consideramos em boa parte do dia duas ou três programações alternativas, uma para cada perfil do grupo. Por exemplo:

  • Dia 1: Magic Kingdom (todos) – considerando que este é um parque que todos do grupo querem visitar.
  • Dia 2: Animal Kingdom/Premium Outlet 
  • Dia 3: Mall at Millenia (todos)

Assim você leva em conta os interesses em comum do grupo grande e os interesses dos pequenos grupos. De vez em quando, dependendo da quantidade de dias que vocês terão em Orlando, algumas pessoas que gostam de tudo vão ter que escolher entre mais um dia de compras e mais um dia de parques mas tudo bem, porque ela terá flexibilidade para decidir isso sozinha.

Se vocês tiverem mais de um carro, fica melhor ainda. Na última viagem em grupo grande que fizemos, dividíamos a programação sempre por carros. Carro 1 e 2 pros parques e Carro 3 pros shoppings por exemplo. Eu acho esse tipo de divisão essencial para todo mundo curtir. Até quando eu viajo só com a minha família, sempre partimos da certeza de que ninguém ali nasceu grudado e não precisamos necessariamente fazer tudo junto o tempo todo. Vai de cada um, mas para a gente funciona super bem.

Escolha pontos de encontro facilmente identificáveis e específicos o suficiente para vocês realmente se encontrarem lá. Por exemplo "perto da bola do Epcot" é uma localização muito genérica que pode abranger uma boa parte do parque. Uma boa determinação de ponto de encontro seria "embaixo da bola do Epcot, bem na entrada na atração Spaceship Earth".

Escolha pontos de encontro facilmente identificáveis e específicos o suficiente para vocês realmente se encontrarem lá. Por exemplo “perto da bola do Epcot” é uma localização muito genérica que pode abranger uma boa parte do parque. Uma boa determinação de ponto de encontro seria “embaixo da bola do Epcot, bem na entrada na atração Spaceship Earth”.

Defina pontos e horários de encontro

Seja nos parques, nos shoppings ou em qualquer outro lugar que você vá com o grupo, determine sempre um ponto de encontro e um horário de encontro para o caso de se perderem ou de quererem se dividir por algum tempo. Simples combinações do tipo “se alguém se perder, vem para essa loja” ou “a gente se encontra daqui uma hora e meia em frente ao Starbucks “ te fazem poupar tempo procurando o resto do grupo quando não se tem internet e ainda são uma tranquilidade quando alguém efetivamente se perde.

Para que esta dica funcione na sua viagem, escolha locais de fácil acesso e bem específicos. Por exemplo, marcar de se encontrar “em frente ao castelo” é muito genérico que abrange uma área muito grande. Melhor seria marcar “em frente ao castelo, na estátua do Mickey com o Walt Disney” que já fica bem mais específico e fácil para todos se encontrarem.

Crie um grupo no Whatsapp

Atualmente é bem mais fácil se comunicar dentro dos parques, agora que todos possuem wi-fi. Já nos shoppings, sempre tem um Starbucks amigo em algum lugar onde todo mundo pode usar a internet de graça. Para os mais ligados ainda, tem sempre a possibilidade de comprar um plano de dados para usar durante a sua viagem (como falamos no guia de comunicação no exterior que você encontra aqui).

Vivemos num mundo conectado o que facilita bastante a comunicação também durante viagens para o exterior. Por isso, crie um grupo no Whatsapp como todos os viajantes do grupo e usem e abusem desse chat quando precisarem se comunicar. Talvez com isso você nem vá precisar usar o ponto/horário de encontro marcado previamente caso estejam todos conectados o tempo todo. Ainda assim, eu particularmente sempre gosto de determinar locais e horários de encontro principalmente com grupos grandes, não só pra ninguém se perder, mas também para todo mundo se planejar e respeitar os horários programados.

Dica: use o whatsapp e a internet a favor da viagem de vocês, mas cuidado com os abusos. Sempre fico triste quando vejo uma família só no celular nos parques, em vez de aproveitar aquela chance tão rara e gostosa de criar momentos juntos. Eu tenho tantas lembranças especiais com a minha família nos parques, e não trocaria essas recordações nem pela conversa mais interessante que tive no whatsapp na minha vida. De novo: cada um sabe de si, mas cuidado para o celular não te isolar em vez de te integrar. 😉

O Garden Grill é uma das muitas excelentes opções de refeição com preço fixo que a Disney oferece. Ainda por cima, traz vários personagens legais para você interagir. Ideal para uma refeição em grupos grandes sem preocupação de como dividir a conta depois.

O Garden Grill é uma das muitas excelentes opções de refeição com preço fixo que a Disney oferece. Ainda por cima, traz vários personagens legais para você interagir. Ideal para uma refeição em grupos grandes sem preocupação de como dividir a conta depois.

Busque restaurantes com preço fixo

Sabe aquela situação de todo mundo sair pra jantar e uma pessoa comer um macarrão a bolonhesa com coca-cola e outra pessoa comer uma lagosta com vinho? Como fazer na hora da conta? Vão dividir igualmente ou separar por consumo individual? A primeira opção é chata pra quem vai pagar o dobro do que de fato consumiu, enquanto a segunda opção pode demorar um tempão para dividir o valor consumido por cada família. Acho que é por conta dessas complicações que tantos grupos grandes evitam restaurantes que não sejam fast-food.

Para fugir do fast-food e evitar este problema, considere restaurantes com preço fixo, seja no esquema buffet, que possui ilhas de comida onde você se serve à vontade, ou no esquema family style, em que o garçom traz travessas de comida na sua mesa e vão repondo de acordo com a sua vontade.

A Disney mesmo é repleta de restaurantes dos dois estilos que são ótimos e são super populares, inclusive restaurantes com interação com personagem. É o caso do Garden Grill, Cape May, 1900 Park Fare ou do Chef Mickey’s, só para citar alguns dos muitos exemplos existentes lá dentro. Para quem não está pensando necessariamente em personagens, o Trail’s End e o Boma estão entre os meus preferidos.

Cape May, um super buffet com preço fixo que também traz personagens bem legais. Ótima opção para café da manhã ou jantar.

Cape May, um super buffet com preço fixo que também traz personagens bem legais. Ótima opção para café da manhã ou jantar.

Outro ponto que eu acho muito bom esses restaurantes é que em geral eles possuem um menu variado e bem pensado para agradar todo mundo.

Sei que boa parte das refeições vão ser planejadas em fast-foods (que não significa hambúrguer ou pizza, como já falamos aqui) até para poupar tempo, mas não deixe que a complicação da conta ou do menu seja um impeditivo para planejar alguma refeição mais especial. Há muitas opções BEM legais com menu fixo, algumas das quais já até recomendamos aqui no blog (veja aqui).

A última dica importante, é na hora de reservar os restaurantes na Disney. Encontrar mesas para grupos grandes, pode ser muito difícil, então se não estiver conseguindo uma, considere dividir os grupos em mesas menores e depois, na hora de chegar no restaurante, pergunte sobre a possibilidade de juntá-las.

O Chef Mickey's também é um restaurante com personagens com buffet e preço fixo. Como ele é super popular, dependendo do tamanho do grupo você precisará dividir em algumas mesas para conseguir uma reserva por lá.

O Chef Mickey’s também é um restaurante com personagens com buffet e preço fixo. Como ele é super popular, dependendo do tamanho do grupo você precisará dividir em algumas mesas para conseguir uma reserva por lá.

Defina algumas programações especiais

Como eu disse anteriormente, acho que não necessariamente o grupo precisa fazer tudo junto o tempo todo. Isso não significa que a interação entre os integrantes deve ser completamente esquecida, afinal, vocês decidiram viajar juntos por um motivo, certo?

Para garantir momentos especiais com o grupo inteiro, considere incluir no seu roteiro de viagem algumas atividades diferentes, fora do básico compras-parques, para agradar o grupo todo e criar recordações marcantes. Algumas sugestões:

Você saberá dizer o que vai agradar mais o seu grande grupo bem mais do que eu, mas com certeza não faltam opções legais em Orlando para atividades especiais para todos os gostos.

Jogo da NBA é uma das atrações que mais gosto para grupos e até quem não curte esporte acaba aproveitando. Dependendo do tamanho do seu, pode até valer a pena fechar um camarote só pra vocês.

Jogo da NBA é uma das atrações que mais gosto para grupos e até quem não curte esporte acaba aproveitando. Dependendo do tamanho do seu, pode até valer a pena fechar um camarote só pra vocês.

Considere o Memory Maker

Se você não sabe o que é isso, clique aqui e aprenda tudo sobre o Disney Memory Maker. Esse cartão que te permite ter acesso à todas as suas fotos tiradas pela Disney e seus fotógrafos pode ser considerado meio caro para um grupo pequeno mas quando você vai dividir em um grupo maior, vale bem a pena. Para ter acesso à foto de todos do grupo,  basta seguir estas dicas:

  • Garantir que todas as pessoas estejam vinculadas na conta do My Disney Experience do dono do Memory Maker.
  • Todos os cartões do Photopass estarem linkados a mesma conta do My Disney Experience.

disney-dicas-grupo-grande-08

Escolha bem a opção de hospedagem

Você pode optar pela comodidade de um quarto de hotel padrão, e até conseguir preços mais interessantes se fechar vários quartos. A gente por exemplo conseguiu negociar um valor bem legal para a rede Rosen Inn para os leitores do VPD justamente porque representamos um número grande de interessados em se hospedar lá. Dependendo do tamanho do seu grupo, você também pode ter algum poder de barganha na hora de fechar o hotel.

Além disso, há outras opções que devem ser consideradas na hora de selecionar onde você vai querer ficar. Para grupos maiores condos, apartamentos de 1 a 3 quartos que funcionam como hotel (como alguns que já indicamos aqui) são alternativas que eu gosto muito. Outra possibilidade é alugar casa (nesse caso, garanta que vá escolher uma casa bem segura). Esteja ciente de todos os tipos de hospedagem existentes para medir qual traz mais benefícios dentro de um custo que faça sentido para você.

Não repara a bagunça (porque em grupo grande é sempre assim mesmo), mas um condo com apartamento com várias suítes, sala, varanda e cozinha é uma ótima opção para qualquer viagem.

Não repara a bagunça (porque em grupo grande é sempre assim mesmo), mas um condo com apartamento com várias suítes, sala, varanda e cozinha é uma ótima opção para qualquer viagem.

Crie alguma identificação para o seu grupo.

Esta dica não vai facilitar ou dificultar em nada o seu plano de viagem, mas é algo que muitos grupos gostam então resolvi colocar aqui. Criar alguma camiseta, boné ou qualquer item que identifique o seu grupo nos parques pode ser uma ideia para criar a identidade do grupo. Além disso, fica uma recordação da viagem.

Quando eu fui trabalhar na Disney, fizemos uma camiseta de todos os funcionários brasileiros que estavam indo comigo e outra de todos de São Paulo (com o Mickey no MASP, muito linda). São recordações que eu guardo como lembrança daquele tempo, então acaba tendo um valor sentimental. Se você não gostar de nada muito grande, pode considerar um broche (até mesmo o broche que a Disney dá de graça) ou qualquer outro acessório menor. Ou desconsiderar completamente este ponto, visto que é uma decisão super pessoal e realmente vai de gosto.

Se quiser algum acessório para todo o seu grupo, vocês podem pedir algum pin (broche) no Guest Relations de qualquer parque ou de Disney Springs. Eles não cobram nada por isso e te recebem com a maior simpatia!

Tá vendo? Viajar com grupos é sempre muito divertido e com apenas algumas dicas, o planejamento também deixa de ser complicado. Espero que aproveite as dicas e guarde recordações muito especiais dessa viagem em grupo! 🙂



O Vai Pra Disney é um blog independente e não é um canal mantido pela The Walt Disney Company. As informações contidas nesses sites representam a opinião de seus autores, colaboradores e usuários. Walt Disney World Resort, nomes e logos são marcas registradas da The Walt Disney Company.