Parques

Ingressos para os parques de Orlando

Um dos tópicos mais populares do VPD são os ingressos para os parques. Sem dúvida, este é um dos itens mais caros de uma viagem para Orlando e causa muita confusão na cabeça de quem está fazendo o roteiro.

Nessa matéria, vou reunir todas as informações que você precisa saber sobre os ingressos dos parques e que normalmente você encontra espalhadas pela internet. Ele está dividido em três partes diferentes:

  1. Conceitos importantes,
  2. Informações de cada parque
  3. E no final, onde comprar os ingressos.

Espero que você chegue no final desse texto sabendo quais ingressos deve comprar para a sua viagem. Se você já sabe quais ingressos deseja comprar, clique aqui para ver os valores com desconto do VPD Travel que negociamos para os leitores.

Um dos parques que todo mundo quer visitar: Magic Kingdom, da Disney! 🙂

Entendendo os ingressos

Primeiramente vamos explorar alguns conceitos importantes para que você consiga entender como funciona a venda de ingressos em Orlando:

  • Dias e não parques: em Orlando os ingressos são vendidos em dias e não por entradas no parque. Esse é um conceito difícil para entendermos pois os poucos parques que temos no Brasil, vendem um ingresso para você entrar e boa. Lá em Orlando, como a maior parte das pessoas vai para viagens mais longas e não só passar um dia, os ingressos são vendidos em dias de parque. Isso significa que ao comprar um ingresso de 4 dias, você poderá ir a um parque por dia, durante quatro dias. Parece confuso, mas depois você acostuma.
  • Cartões e MagicBands: também diferentes dos parques brasileiros, os ingressos nos parques de Orlando são cartões (na Disney podem ser pulseiras também – as MagicBands, que contamos mais aqui) e valem para todos os dias da viagem. Se você comprar um ingresso de 7 dias ou um de 3 dias, terá o mesmo cartão. Assim como em um celular pré-pago, você adiciona “créditos/dias” no seu ingresso e usa durante a sua viagem. Nos parques da Disney, há possibilidade de ir “colocando mais créditos” ao longo da viagem.

Você não precisa da MagicBand para entrar no parque, o ingresso padrão é um cartão (gratuito).

  • Cada complexo com o seu ingresso: como já explicamos nessa outra matéria, existem 3 grandes grupos de parques em Orlando: a Disney, a Universal e a Sea World. Cada um deles vende seus ingressos separadamente e você deve comprar os ingressos para cada grupo de parques individualmente.
  • Individual e não transferível: com tanta ameaça de pirataria, venda de ingressos usados e troca de tickets dentro de uma mesma família, os parques de Orlando são preparados para garantir que cada ingresso seja usado por uma única pessoa. Em geral, os parques registram a impressão digital de cada pessoa e a vincula com o ingresso para ele não seja usado por mais ninguém. Com isso, não é possível usar um ingresso de 2 dias dividindo o mesmo entre 2 pessoas diferentes (uma em cada dia).
  • Validade: cada grupo de parques tem a sua política de validade que vamos falar mais a frente, mas em geral os ingressos comprados hoje podem ser usados a qualquer momento até o fim de sua validade, exceto os da Disney. Desde outubro de 2018 é preciso definir em qual dia ele começará a ser usado já no momento da compra, como vou explicar melhor abaixo. No entanto, fica o aviso: sempre, sempre pergunte para quem está vendendo o seu ingresso se ele tem validade e qual é ela. Alguns pacotes promocionais podem estabelecer um prazo de validade para o uso.
  • Regra dos dias corridos: além da data de validade, quase todos os ingressos comuns têm um período de uso limitado, que é de 7 dias na Universal, e depende do tipo de ingresso na Disney. Ou seja, após o primeiro dia de parque, os demais dias adquiridos devem ser usados dentro do intervalo estabelecido pelo grupo de parques (seja Disney, Universal, Sea World e etc). Isso significa que você PODE SIM, intercalar os dias de parque com outras programações, desde que respeite essa regra dos dias de validade. Não é necessário fazer todos os parques em dias seguidos. Atenção especial aos ingressos da Disney comprados depois de outubro/2018, já que o prazo de utilização agora ficou mais curto e varia de acordo com o tipo de ingresso que você comprou. Explico melhor abaixo.
Voucher recebido por e-mail para retirada dos ingressos da Disney

Voucher recebido por e-mail para retirada dos ingressos da Disney

  • Voucher: são poucas as agências e operadoras no Brasil que trabalham com os ingressos “físicos”, que são os cartões usados nas catracas dos parques. A maior parte dos ingressos vendidos por aqui são na realidade um voucher que deve ser impresso e trocado pelo cartão físico na entrada do parque. O processo de troca é bem rápido e pode ser feito em máquinas/totens automatizados ou em guichês dedicados a troca de vouchers, identificados por uma placa escrita “Will Call”. Em geral, para confirmar a autenticidade do voucher, o funcionário do parque pode pedir um documento com foto e o cartão de crédito que foi usado para a compra do ingresso (caso tenha usado um). Então fique atento a isso e faça a compra com o seu cartão ou de alguém que viajará com você. Se for realmente necessário usar o cartão de alguém que não irá viajar com você, garanta que ela te deixará levar o cartão na viagem para a retirada dos ingressos. Sobre o documento de identidade necessário, passaporte ou carteira de habilitação internacionais.
  • Ingressos físicos antes de viajar: não gosto nem recomendo a compra dos tais “ingressos físicos” aqui no Brasil. Isso porque a chance de desmagnetizar é grande. Além disso, se você perder o ingresso físico até chegar em Orlando, vai ser bem mais difícil e demorado conseguir um ingresso novo, do que o processo por voucher.
  • Quais parques ir e quais ingressos comprar?: essa é uma das perguntais mais pessoais que nos fazem e não existe o “melhor” parque e sim, o que é mais indicado para você e seu grupo. Preparamos um guia completo de como escolher os parques para a sua viagem, que você lê clicando aqui. Com isso resolvido, você saberá identificar os melhores ingressos que explicamos abaixo.

Ingressos para Walt Disney World

Ingressos para a Walt Disney Word em Orlando, FloridaParques temáticos: Magic Kingdom, Epcot, Hollywood Studios e Animal Kingdom.
Parques aquáticos: Typhoon Lagoon e Blizzard Beach.
Outros parques: Não
Ingresso físico: cartão ou Magic Band.
Troca de voucher/Will call: guichês próximos as bilheterias e os Guest Relations na entrada de todos os parques e Disney Springs.
Opção com mais de um parque por dia: sim, chamada de “Park Hopper”.
Opção com parques temáticos, aquáticos e outros: sim, chamado do “Park Hopper Plus”.
Validade: os ingressos tem data específica de uso determinada no momento da compra, e podem ser comprados com a opção Flex para serem usados em qualquer dia do ano.

Os ingressos básicos da Disney somente dão direito a visitar 1 parque por dia. Isso significa que se você usar o dia 1 no Magic Kingdom, poderá entrar e sair desse parque quantas vezes quiser no mesmo dia, mas não poderá entrar no Epcot até a abertura do parque no dia seguinte mesmo que você tenha 2 dias de ingressos no seu cartão. Você não pode usar dois dias de ingresso em um único dia (lembre-se que são vendidos dias e não entradas) e por isso, no caso exemplificado você só poderia entrar no Epcot em um outro dia, o que claro, custaria um novo dia de ingresso.

Atenção! Desde outubro de 2018, os preços de ingressos da Disney variam de acordo com a data da visita, e tem uma validade que depende do tipo do ingresso. Ou seja, agora todos eles possuem preços diferentes de acordo com a época que você vai visitar, e você tem que escolher o dia que vai começar a usar os ingressos já no momento da compra.

Isso não significa que você não pode mudar o dia planejado para ir a um parque. Aliás, até pode, mas terá que pagar a diferença do valor na bilheteria do parque se for mudar para um dia cujo preço é mais alto do que o que você comprou. Se o valor for o mesmo, não tem que pagar nada.

Outra opção para quem quer ter flexibilidade é adicionar o opcional Flex, que tem permite usar o ingresso em qualquer data do ano. Mas claro que isso tem um custo, e acaba saindo mais caro do que comprar direto para a data que for usar, então o planejamento é essencial para a economia.

Outro adicional disponível é para poder entrar em mais de um parque gastando só um dia. Para isso você terá que incluir no seu ingresso uma opção chamada Park Hopper, que tem um custo adicional. O mesmo vale para os interessados em ir aos parques aquáticos do complexo, que devem buscar pelo ingresso tipo Park Hopper Plus. Vou explicar em mais detalhes sobre eles mais abaixo.

Para os parques aquáticos é necessário o Hopper Plus.

Para os parques aquáticos é necessário o Hopper Plus.

A Disney também permite o upgrade dos ingressos, ou seja, se você comprou um ingresso de 4 dias e quiser repetir mais um parque em um dia extra, poderá adicionar o quinto dia ao ingresso, pagando a diferença. O mesmo pode ser feito para adicionar as outras opções de ingresso, como adicionar o Hopper Plus a um outro tipo de ingresso.

Mas atenção, os upgrades só podem ser feitos antes do o uso do último dia de parque. Isso significa que depois que você entrou no parque no último dia do seu ingresso, os upgrades não podem mais ser feitos. Então se tiver considerando essa opção, a faça no dia anterior ao último dia de ingresso, nas bilheterias dos parques ou nos balcões do Guest Relations.

Informações importantes:

  • Na compra de ingresso de 3 dias ou mais, os preços na bilheteria são $20 mais caros do que se comprar antecipadamente pela internet
  • A validade de utilização do ingresso depende de alguns fatores, como a quantidade de dias de parque, se tem algum adicional  Hopper Plus e se é hóspede da Disney. Explico a seguir.
disney ingresso antigo

Quando abriu, a Disney vendia ingressos diferentes, que davam acesso a um conjunto limitado de atrações. Se quisesse ir em outra, tinha que comprar outro ingresso. No maior estilo quermesse

Park Hopper
A opção que te permite visitar mais de um parque por dia, chamada Park Hopper, vale a pena dependendo do tipo de viagem que você vai querer fazer. Se for sua primeira vez na Disney, eu não recomendo comprar o Hopper pois como cada parque tem muita coisa para fazer, vale mais a pena você ficar pelo menos um dia inteiro em cada.

Para outras pessoas que já foram algumas vezes para Orlando e preferem ir somente em algumas atrações em cada parque, o Hopper vale a pena pois permite que esta pessoa divida seu dia entre mais de um parque e flexibilize a programação.
O Hopper vale a pena também se você for ficar muito tempo e acabar comprando um monte de dias nos parques. Nos últimos dias é possível que você queira apenas dar uma passadinha no Soarin’ (no Epcot) e terminar o dia assistindo os fogos do Magic Kingdom.

Ele pode ser útil também para aquelas pessoas que vão ter poucos dias na cidade e querem conhecer mais de um parque por dia. O Park Hopper pode ser uma boa opção para incluir mais parques em menos dias de programação em Orlando, mas lembre-se que quanto mais parques você inclui em um dia (em uma primeira viagem) menos você vai conhecer cada um.
Ah! Vale a pena citar que mesmo eu que já fui muitas vezes para a Disney, quase sempre acabo não comprando o Hopper, afinal, acho que aproveitar um parque a fundo é sempre mais legal. Como você confere na tabela abaixo, o valor do Hopper varia de acordo com o número de dias que você tem no seu ingresso básico. Ah, e ele só vale para os parques temáticos e não para os aquáticos.

Os monorails ajudam no transporte entre o Magic Kingdom e o Epcot. Para os outros parques, a Disney disponibiliza ônibus gratuitos.

Os monorails ajudam no transporte entre o Magic Kingdom e o Epcot. Para os outros parques, a Disney disponibiliza ônibus gratuitos.

Park Hopper Plus
O Park Hopper Plus adiciona ao seu ingresso básico o acesso aos parques aquáticos da Disney, o Typhoon Lagoon e o Blizzard Beach. Ele também te dá direito a entrar no ESPN Wide World of Sports e nos campos de mini golf (dentro de certas limitações especificadas nos detalhes do ingresso).  Ele funciona da seguinte maneira: se você adicionar ao seu ingresso básico a opção Park Hopper Plus, você terá o mesmo número de dias do seu ingresso de parques temáticos, transformados em visitas aos outros itens que citei aí em cima. Ficou confuso? Eu explico!

Exemplo: Vamos supor que eu comprei um ingresso básico de 4 dias para visitar os parques temáticos da Disney (Magic Kingdom, Epcot, Hollywood Studios e Animal Kingdom). Se eu adicionar a opção Park Hopper Plus, terei mais outras 4 visitas aos outros locais (Typhoon Lagoon, Blizzard Beach, ESPN Wide World of Sports e os campos de mini golf). Lembrando que ele é também um ingresso Hopper, ou seja, você pode ir em mais de um parque por dia.

Ou seja, no final terei 4 dias parques temáticos e mais 4 visitas nas outras opções, que podem ser realizadas em dias diferentes dos 4 dias de temáticos, totalizando 8 dias de visitas.

Atenção: vale prestar atenção à validade, já que existe um prazo máximo para utilização de todos os dias de visita. Porém, o lado bom aqui é que o ingresso Hopper Plus te dá um dia a mais de validade no prazo de utilização dos dias de ingresso, como conto a seguir.

Validade
Os dias de entradas comprados tem um prazo máximo para serem utilizados, contados a partir do primeiro dia de uso. Esse prazo agora varia justamente de acordo com a quantidade de dias que parque que você comprar, e quanto mais dias, mais tempo pra utilizar você tem.

Antigamente, os ingressos tinham padrão de até 14 dias corridos para serem utilizados, o que dava mais flexibilidade na hora de montar a programação e intercalar dias de parque Disney com outros de descanso, de compras, outros parques e por aí vai. Agora, a validade é mais curta e é preciso prestar mais atenção na hora de montar a programação da viagem.

Veja abaixo:

  • Ingresso de 2 dias: usar em até 4 dias corridos
  • Ingresso de 3 dias: usar em até 5 dias corridos
  • Ingresso de 4 dias: usar em até 7 dias corridos
  • Ingresso de 5 dias: usar em até 8 dias corridos
  • Ingresso de 6 dias: usar em até 9 dias corridos
  • Ingresso de 7 dias: usar em até 10 dias corridos
  • Ingresso de 8 dias: usar em até 12 dias corridos
  • Ingresso de 9 dias: usar em até 13 dias corridos
  • Ingresso de 10 dias: usar em até 14 dias corridos

Os ingressos do tipo Hopper Plus (que permitem visitar mais de um parque por dia e visitar os parques aquáticos) ganham um dia a mais de validade dos mencionados acima.

Além disso, quem tiver uma reserva de hospedagem nos hotéis da Disney terá a validade dos ingressos com a mesma duração da estadia, SE ela for maior do que a validade padrão da lista aqui de cima. Se for menor, daí continua valendo a normal mesmo.

Por exemplo: se você começar a usar um ingresso de 4 dias no dia 1 de Fevereiro, terá que usar seus 4 dias de visita aos parques até o dia 7 de Fevereiro. Mas se o ingresso for do tipo Hopper Plus, ganha um dia a mais e pode usar até 8 de fevereiro.

No exemplo acima, se for hóspede do hotel da Disney de 1 de Fevereiro até 10 de Fevereiro, daí a validade é igual à estadia, com os ingressos expirando em 10 de Fevereiro.

Os preços variam de dia para dia e a gente vai trazer em breve aqui um comparativo de todas as opções 

Ingressos para Universal Orlando

Ingressos para os parques do complexo Universal Orlando, na Flórida

Parques temáticos: Islands of Adventure e Universal Studios.
Parques aquáticos: sim, o Volcano Bay
Outros parques: não.
Ingresso físico: cartão ou ingresso impresso no site com código de barras.
Troca de voucher/Will call: guichês ou totens automatizados próximos as bilheterias.
Opção com mais de um parque por dia: sim, chamada de “Park-to-Park”.
Opção com parques temáticos e aquáticos: sim, com o Volcano Bay
Validade: um ano após a emissão

Assim como nos ingressos da Disney, a Universal vende ingressos por dias, a diferença é que nesse complexo você encontra ingressos de 1 parque por dia (chamado de single park admission) e ingressos de 2 parques por dia (park-to-park admission).

Como comentei nos roteiros do Universal Studios e do Islands of Adventure, dependendo da época e das atrações visitadas, era possível fazer os dois parques em um dia só, mas desde o lançamento das áreas do Harry Potter, essa dinâmica passou a ficar mais difícil.

O castelo da Cinderella está longe de ser o único importante em Orlando. Hogwarts, na Universal, também já é um clássico!

A O castelo da Cinderella está longe de ser o único importante em Orlando. Hogwarts, na Universal, também já é um clássico!

Comprando os ingressos pelo site a Universal em inglês, o desconto pode chegar a $20 dólares em relação ao preço da bilheteria, para as opções com 2 dias ou mais. Já o site em português, não oferece a opção de ingresso para 1 dia e também para 1 parque por dia, por outro lado, oferece uma opção que dá acesso ilimitado, park-to-park, por 14 dias consecutivos, o chamado “park explorer ticket”. Ou seja, se você planeja visitar os parques da Universal em 2 dias com a opção “park-to-park”, compensa mais comprar pelo site em Português, se quiser passar somente 1 dia ou em vários dias, mas visitando 1 parque por dia, o melhor é o site em inglês.

Os ingressos de múltiplos dias da Universal (acima de 2 dias) tem que ser usados em até 7 dias corridos, após isso eles perdem a validade. A exceção aqui são os ingressos promocionais “park explorer”, que valem por 14 dias consecutivos. Além disso, os ingressos tem validade de um ano após sua emissão,e se não forem usados até lá eles expiram.

São nos parques do complexo Universal que ficam as duas áreas dedicadas aos livros/filmes do Harry Potter. No Islands of Adventure, essa área incluí a escola de bruxaria Hogwarts e a vila Hogsmeade. Já na Universal Studios, a área representa o Beco Diagonal, onde ficam as lojas em que os personagens do livro fazem compras e o banco Gringotes.

O famoso Expresso de Hogwarts!

O famoso Expresso de Hogwarts!

Existe um trem, o Expresso Hogwarts, que liga as duas áreas dos parques (como nos livros). Como pegar o trem implica na passagem de um parque para o outro, só os portadores do ingresso do tipo “park-to-park”, ou “park explorer” podem fazer isso. Os ingressos disponíveis no site em português da Universal são também do tipo “park-to-park”, assim como todos os ingressos vendidos no VPD Travel.

IMPORTANTE:

  • Quem tem o “park-to-park” pode ir e voltar no trem do Harry Potter quantas vezes quiser durante o dia. Mesmo que seja só pra ir conhecer o trem e voltar pro parque de origem no outro lado.
  • Na compra de ingresso de 2 dias ou mais, os preços na bilheteria são $20 mais caros do que se comprar antecipadamente pela internet (exceto no ingresso de 14 dias, porque ele não é vendido na bilheteria).

Os preços praticados nas bilheterias da Universal para 2018 são:

Ingressos para SeaWorld Parks

Ingressos para os parques do complexo SeaWorld Parks, na Flórida

Parques temáticos: Sea World (Orlando) e Busch Gardens (Tampa).
Parques aquáticos: Discovery Cove (Orlando), Aquatica (Orlando) e Adventure Island (Tampa).
Outros parques: não.
Ingresso físico: cartão ou ingresso impresso no site com código de barras.
Troca de voucher/Will call: guichês ou totens automatizados próximos as bilheterias.
Opção com mais de um parque por dia: apenas o ingresso de 14 dias de visitas ilimitadas aos parques.
Opção com parques temáticos e aquáticos: sim.

Apesar de ficarem em cidades separadas (o Sea World fica em Orlando, e o Busch Gardens em Tampa) ambos fazem parte do mesmo complexo, juntamente com os parques aquáticos Discovery Cove, Aquatica e Adventure Island. Os ingressos para todos estes parques podem ser comprados em conjunto e a diferença é que por pertencerem a um complexo menor, é bem mais fácil achar promoções e descontos para esses parques. Nos períodos de baixa temporada, se paga um valor menor para comprar ingressos online e para ir a estes parques em dias de semana.

Maquininhas de retirada de ingressos na Sea World. Se você comprou online, basta retirar o ingresso ai

Maquininhas de retirada de ingressos na Sea World. Se você comprou online, basta retirar o ingresso ai

Vale dizer que o Discovery Cove tem um esquema diferente de ingressos: para ir a este parque você deve fazer uma reserva no estilo hotel. Isso acontece visto que o número de pessoas que o parque comporta por dia é limitado – por conta da segurança dos animais.

Além disso, comprando um ingresso para o Discovery Cove, você pode comprar visitas ao Sea World, ao Aquatica e ao Busch Gardens junto e pagar apenas US$20 por dia adicional de parque. Vale lembrar que para ter a opção de nadar com os golfinhos, o valor da entrada é diferente do valor padrão cobrado pra quem não quer nadar com eles.  Clique aqui para saber tudo sobre uma visita ao Discovery Cove.

Ingressos Legoland

Ingressos para o parque LegoLand

Parques temáticos: Legoland.
Parques aquáticos: Legoland Water Park.
Outros parques: não.
Ingresso físico: cartão ou ingresso impresso no site com código de barras.
Troca de voucher/Will call: guichês ou totens automatizados próximos as bilheterias.
Opção com mais de um parque por dia: sim.
Opção com parques temáticos e aquáticos: sim.
Opção com parques de outros grupos: não.

legoland orlando entrada

O Legoland é um parque muito voltado para as crianças e fica no caminho de Tampa, a 45 minutos de Orlando. Anexo ao parque temático, existe um pequeno parque aquático que pode ser bem interessante para incluir no roteiro caso você vá no verão e tenha muitos dias de viagem. A dica para a compra de ingressos para este parque é reservar o dia que pretende visitá-lo pela internet, pois com isso eles te dão $15 de desconto (se precisar remarcar, terá que pegar uma multa de $20). Outro detalhe interessante é que a faixa etária do ingresso de crianças na Legoland é maior: vai dos 3 até os 12 anos. Além disso, é o único parque em Orlando que oferece desconto para idosos, acima de 60 anos.

Ingressos Kennedy Space Center

Parques temáticos: Kennedy Space Center.
Parques aquáticos: não.
Outros parques: não.
Ingresso físico: Ingresso impresso no site com código de barras.
Troca de voucher/Will call: guichês ou totens automatizados próximos as bilheterias.
Opção com mais de um parque por dia: sim.
Opção com parques temáticos e aquáticos: sim.
Opção com parques de outros grupos: não.

O Kennedy Space Center é muitas vezes conhecido como ‘parque da NASA’ ou ainda como Cabo Canaveral, que é a cidade onde está baseado, a aproximadamente 1 hora de Orlando. O parque oferece algumas opções de experiências adicionais, como o Almoço com um Astronauta (Lunch with an Astronaut), visitas guiadas com o Explorer Tour e o Launch Control Tour.

O Cosmic Quest é a central de games interativos que ficam espalhados pelo parque e são cobrados à parte. Comprando o ticket em conjunto com a entrada do parque, se tem direito à visitar o complexo durante 1 ano e utilizar os jogos em todas as visitas.

Onde comprar os ingressos?

Bilheteria

Apesar da praticidade de chegar no parque e comprar os ingressos que você irá usar, os preços praticados pelas bilheterias são os menos em conta. Além disso, se você for usar o cartão de crédito para comprar, tem que pensar que terá o acréscimo do IOF (6,38%) cobrado pelo governo brasileiro.

Outro ponto negativo de comprar lá na hora é não poder marcar os Fastpass+ (o corta-filas oficial e gratuito da Disney) com antecedência, o que pode te fazer perder um bom tempo de aproveitamento do parque, especialmente nas atrações mais concorridas. Contamos mais sobre isso aqui.

Resumo da história: só recomendo a compra do ingresso na bilheteria em três casos:

  1. Você tem um roteiro flexível e ainda não tem certeza de todos os parques que irá visitar.
  2. Você vai decidir se irá em um parque ou não dependendo do clima que estiver na cidade (recomendado para os aquáticos).
  3. Você vai pagar em espécie.

Site dos parques

A compra também se dá por cartão de crédito, o que vai acarretar na cobrança de IOF (6,38% a mais). Apesar disso, esta opção ainda pode valer a pena, pois através dos sites dos parques você poderá encontrar boas ofertas e descontos, principalmente nos parques do complexo Universal, Sea World e Legoland, como comentei acima.

VPD Travel

Já há alguns anos, temos em parceria com uma operadora de turismo para oferecer ingressos mais baratos para os brasileiros. Muitos dos valores dos nossos ingressos acabam sendo mais baratos do que os praticados pelos sites dos parques e por outras agências de turismo. Comprando com a gente, você poderá:

  • pagar no Brasil, em reais
  • sem a cobrança de IOF no cartão (aquele de 6,38%).
  • pagamento no boleto ou no cartão de crédito
  • parcelamento em até 10x

Trabalhamos com ingressos físicos, que são entregues pessoalmente para você lá em Orlando, o que evita o risco de desmagnetização e de extravio durante a viagem. Também oferecemos a opção de e-Ticket em que os ingressos podem ser impressos na sua casa e usados diretamente na catraca do parque, permitindo também o agendamento de Fastpass+ antecipado no caso dos ingressos da Disney. Se quiser saber mais informações sobre a compra com a gente e preços, clique aqui.

Agências de turismo

A vantagem de comprar com uma agência de turismo no Brasil é a opção de pagar em reais e também parcelar, o que pode ser uma ótima opção considerando o alto preço dos ingressos. No entanto, os preços quase sempre são mais caros do que os encontrados nas bilheterias em Orlando e nos sites dos parques, ainda mais depois da nova alíquota de imposto que as agências brasileiras estão tendo que pagar desde o 2016.

Nosso site de vendas é o VPD Travel.

Nosso site de vendas é o VPD Travel.

Sites de representantes e empresas em Orlando

Ao descer do avião em Orlando, você já vai ser bombardeado por propagandas de locais que vendem ingressos para os parques. Em qualquer canto da cidade, você vai conseguir comprar ingressos. Eu tive boas experiências, comprando nos balcões de concierge dos hotéis que já fiquei: bons preços e a facilidade de ir pro parque com o ingresso em mãos. Agora o mais importante é tomar cuidado com métodos de compra não oficiais, pois você nunca vai ter certeza de que a empresa é idônea e está te vendendo ingressos oficiais.

Comprando com empresas terceiras ou sites, você corre sim um risco de fraude, recebendo ingressos falsificados ou ainda, ingressos usados por outras pessoas, que podem te causar problema na hora de entrar nos parques. No entanto, a grande vantagem dessas empresas, é que muitas vezes elas oferecem preços bem mais em conta e pois isso que devemos prestar atenção: quando o esmola é demais, o santo desconfia e pode ser um golpe.

disney ingresso revendedor autorizado

Não compre em qualquer lugar. Sempre procure esse selo de autenticidade se estiver comprando fora da Disney

 

O Vai Pra Disney é um blog independente e não é um canal mantido pela The Walt Disney Company. As informações contidas nesses sites representam a opinião de seus autores, colaboradores e usuários. Walt Disney World Resort, nomes e logos são marcas registradas da The Walt Disney Company.