Preparativos

Pacote para Orlando: como montar e economizar

Planejar uma viagem ao exterior sozinho pode parecer complicado, principalmente (mas não exclusivamente) para os marinheiros de primeira viagem. Nessas horas, muitas pessoas acabam recorrendo aos pacotes fechados, agências e excursões que apesar de práticas, acabam te limitando e encarecendo sua viagem.

Apesar de parecer trabalhoso, planejar sua viagem e montar o seu pacote sozinho (mesmo nunca tendo ido ao exterior) não é nenhum bicho de sete cabeças! Montando o seu pacote de viagem para a Disney, além de economizar, você terá uma viagem muito mais personalizada e feita sob medida para você.

Hoje, o Vai Pra Disney vai ensinar como montar o seu pacote de viagem para Orlando em 15 passos, sem tem que pagar nenhuma empresa e provavelmente economizando muito na conta final. Ao longo do guia, vá clicando nos links marcados na cor rosa para ir abrindo as matérias correspondentes ao passo que está lendo.

Montando seu pacote para Orlando em 15 passos

Passo 1: Defina a época da viagem

O primeiro passo é definir qual período você deseja viajar. Algumas pessoas têm bastante flexibilidade enquanto outras só podem viajar em períodos de férias escolares. De um jeito ou de outro, é importante considerar a lotação dos parques para que você tire o melhor proveito da viagem.

lotacao-parques-disney-orlando-2015-abril

Confira aqui o nosso calendário de lotação estimada para os parques dia a dia e busque planejar a viagem para um período mais tranquilo. Outro fator que você pode querer considerar é a temperatura, se você fizer questão de parques aquáticos ou quiser fugir de temperaturas extremas. Clique aqui e veja todas as informações sobre clima e tempera em Orlando ao longo do ano e garanta que não vai ter nenhuma surpresa.

Passo 2: Tire o Passaporte e o Visto americano

Para viajar a outro país, todos os brasileiros precisam de um passaporte. Além disso, para entrar nos EUA, é preciso também de um visto válido. Então, antes de mais nada, corra a um posto da Polícia Federal para emitir um passaporte. Veja aqui todas as informações que precisa saber sobre como tirar o passaporte e o visto.

Exemplo de visto de turismo americano. Foto: Shujenchang

Com o passaporte pronto, você terá que solicitar um visto de turista americano, também conhecido como visto B2 (não imigrante). Muita gente nos pergunta se é necessário contratar um despachante para fazer esse serviço e minha resposta é quase sempre não. O processo pode ser um pouquinho demorado e você vai ter que preencher diversas informações, mas não é nada difícil e a gente te ensina passo a passo como preencher a papelada do visto no vídeo abaixo.

Passaporte e visto nas mãos, é hora da melhor parte, começar a planejar a viagem em si.

Passo 3: Compre Passagem aérea barata

Essa é a facada número 1 (das 3 que você vai ter na sua viagem: passagem, hotel e ingressos).

Em geral, as passagens podem custar até metade de toda a viagem já que voar para o exterior não é nada barato. Apesar disso, dá sim pra economizar (e muito!) procurando passagens na baixa temporada e aproveitando as promoções que hora ou outra pipocam pela internet. Qual melhor jeito de comprar passagem aérea? Pesquisando e ficando de olho nas promoções. Para garantir que não vai pagar preços abusivos, confira aqui todas as nossas dicas para conseguir comprar uma passagem área barata para Orlando.

Cartão de embarque do voo TAM de Orlando a São Paulo

Com as passagens compradas, é hora de partir para a escolha de onde você irá dormir quando viajar.

Passo 4: Escolha onde irá se Hospedar

Escolher um hotel é uma tarefa importante. Muita gente quer “só um lugar pra dormir”, mas esquecem de que sem segurança e um mínimo de conforto, a viagem pode se tornar em um pesadelo. Para garantir a escolha de um hotel seguro e com um preços dentro do orçamento, veja aqui todas as nossas dicas sobre a escolha de hotel.Nessa escolha, vale levar em conta todos os tipos de hospedagem existentes em Orlando (clique aqui para ler sobre todas elas).

Quarto da realeza no Port Orleans Riverside

Outro ponto importante é considerar se desejam ou não ficar em hotéis dentro dos complexos da Disney ou Universal, visto que esses resorts trazem seus benefícios mas costumam ser um pouco mais caros. Clique aqui para saber sobre os hotéis da Disney, e aqui sobre os hotéis da Universal.

Depois que tiver tomado todas estas decisões, se quiser uma dica extra, não deixe de ver aqui as nossas recomendações de hotéis, todos testados e aprovados pela gente.

Passo 5: Defina quais Parques irá visitar

Essa é uma das perguntas que eu mais escuto aqui no site, mas para cada pessoa acredito que a resposta seja bem diferente. A escolha dos parques que valem a pena incluir na viagem vai depender de uma série de fatores, sendo os principais a sua preferência pessoal e o tempo de viagem.

Busch Gardens

Algumas pessoas podem amar atrações radicais enquanto outras detestam, por isso levar em conta o perfil do seu grupo é essencial na seleção de parques. Além disso, você pode ter vontade de conhecer todos os parques de Orlando, mas ter uma quantidade muito pequena de dias para ficar na cidade. Nesse caso, terá que fazer algumas escolhas. Um dos grandes benefícios de poder montar sua viagem sem agências é poder definir os parques mais legais para o seu grupo especificamente!

Para ajuda-los na decisão, a gente criou um breve resuminho de cada um dos parques, que você encontra aqui . Com base nessas informações, você poderá entender melhor a proposta de cada um e selecionar o melhor para o seu grupo.

Passo 6: Compre os Ingressos para os Parques

Agora que você já definiu quais parques visitar, é hora de comprar os ingressos. Este é outro assunto amplamente tratado aqui no site, pois existem diversas opções de pacotes e de canais de vendas para você considerar (e os preços variam bastante!). As compras são feitas por dias para cada complexo de parques (Dias de Disney, Dias de Universal e assim por diante).

Eu sei que de cara pode parecer complicado, mas eu prometo que não é. Basta você ler esta matéria aqui onde explico tudo sobre os ingressos e já respondo as perguntas mais comuns sobre este tema.

Passo 7: Monte o roteiro da sua viagem dia a dia

Esta é uma das etapas que eu mais gosto e mais defendo a importância de cada um dar o seu toque pessoal: montar o seu roteiro de viagem dia a dia. Eu garanto que mesmo que você gaste muito dinheiro para alguém fazer um roteiro personalizado pra você, nunca será tão bom quanto o roteiro feito gratuitamente por alguém do seu grupo que realmente conhece todos vocês.

Alguns dos roteiros que criamos nos últimos anos para as nossas viagens a Orlando

Nós já ensinamos como fazer o seu roteiro dia a dia aqui no blog. Basta seguir todas as dicas que você encontra aqui (com inclusive um modelinho que é só você preencher) e pronto! A programação ficará pronta rapidinho.

Nessa etapa, não deixe de considerar os seguintes fatores importantes:

  • Compras: é importante já ter idéia do que você quer comprar e quais centros de compras deseja visitar para encaixar nos dias da viagem. Para recomendações de lojas e dicas sobre compras, clique aqui .
  • Como é Orlando no mês da sua viagem? Para saber de tudo que rola na cidade durante a sua viagem, fizemos um Guia de Orlando Mês a Mês onde você pode encontrar as principais promoções nas compras, dicas de programações especiais pela cidade, informações sobre o clima e muito mais.
  • Refeições: mesmo que exista espaço para mudar os planos durante a viagem, é sempre bom já traçar na programação os restaurantes que desejam visitar, principalmente para quem quer fazer alguma refeição com personagens da Disney. Além disso, não caia no mesmo erro de tantos brasileiros de achar que só se vive de hambúrguer nos parques. É possível comer bem e barato em qualquer parque da Disney, como já ensinamos aqui. E para mais idéias para rechear sua programação, veja os restaurantes que recomendamos clicando aqui .

Passo 8: Agende os seus Fastpass+ na Disney

Agora que você já sabe qual parque vai visitar em cada dia, é hora de agendar os Fastpass+, os “fura-filas” da Disney. Não importa se você vai viajar em uma época de parques cheios ou vazios, agendar os Fastpass+ é sempre um passo importante na viagem.

MyMagic+ Takes the Guest Experience to a New Level with MagicBands

Esté é um benefício gratuito que todo visitante deve aproveitar, afinal, mesmo em épocas vazias é possível encontrar filas nas atrações mais populares. Então não deixe de aproveitar os Fastpass+ da Disney e veja como tirar o melhor proveito deles clicando aqui.

Passo 9: Alugue um carro

Apesar de alguns discordarem de mim, a melhor maneira de se locomover em Orlando é alugando carro. A cidade não é provida de um sistema de transporte público eficiente e pegar ônibus circular, chamado de Lynx, é bem demorado apesar de barato. Orlando também não é uma cidade para pedestres, já que todos os lugares são muito distantes entre si. Sobra então a opção de aluguel de carro.

Placa para o estacionamento das locadoras de carro no aeroporto de Orlandoa

Existem algumas locadoras, mas as mais conhecidas são a Alamo, Hertz, Budget, National, Avis, Sixt e por ai vai. Quase todas elas tem loja no aeroporto, o que significa que você vai poder sair de lá dirigindo. Não deixe de ler a matéria que fizemos sobre como alugar carro sem pagar muito, clicando aqui.

E se você não pode ou não quer dirigir mesmo, aqui damos as dicas com todas as opções de transporte pra se virar pela cidade. Pode também valer a pena se hospedar dentro da Disney para aproveitar o máximo do transporte interno do complexo.

Passo 10: Compre Dólares

Sendo Orlando o paraíso das compras, agora é hora de definir como e quanto de dinheiro você vai levar para comer, comprar e passear pela cidade. O quanto levar, vai depender muito do que você planeja comprar, do seu perfil de hospedagem e muito mais. Nessa matéria, você encontra diversas dicas para ajudar a fazer este cálculo para o seu caso especificamente. Aqui você encontra dicas para aproveitar melhor as compras em Orlando, e aqui dicas de segurança nas compras.

dolares01_19450111-893088

Sobre como levar o seus dólares para Orlando, são muitas as opções disponíveis: cartão de crédito, cartão pré-pago e dinheiro em espécie, entre outras. Veja aqui todas as opções disponíveis e as vantagens e desvantagens de cada uma delas.

Passo 11: Contrate um Seguro Viagem

“O seguro morreu de velho” é a frase que o meu pai repete e que me faz contratar um seguro toda a vez que eu vou viajar. Você provavelmente já ouviu dizer que o sistema de saúde pública dos EUA é um dos mais limitados do mundo. Sendo assim se você torcer o pé na viagem e não tiver um bom seguro, se prepare para gastar muitos dólares.

Seguro viagem: carteirinha impressa do assist card

Para evitar dores de cabeça, contrate um seguro de viagem confiável aqui no Brasil e decole rumo a Orlando. Os preços são bem em conta e eles podem te salvar até de mala extraviada. Clique aqui para ler o nosso guia de contratação de seguro de viagem.

Passo 12: Arrume as suas malas

Finalmente chegou a hora! E arrumar as malas da viagem também não precisa ser nenhum pouco complicado. Veja as nossas dicas sobre o assunto aqui e siga a nossa listinha do que não pode ficar de fora da sua bagagem. Agora é deixar tudo pronto e partir para o aeroporto! Boa viagem!

arrumar-a-mala-viagem-eua-orlando-02

Passo 13: Chegue e dirija em Orlando

A chegada nos EUA, principalmente para quem está saindo do país pela primeira vez, causa uma porção de dúvidas e inseguranças: é imigração, alfândega, conexão, troca de malas, aluguel de carro ou ainda, encontrar o seu traslado. É tanta dúvida, que preparamos um guia de como funciona a chegada nos EUA e no aeroporto de Orlando, para desvendar todas as dúvidas em relação a isso. Clique aqui, para ler o guia completo.

Aqui você encontra também nossas dicas sobre como dirigir em Orlando e aqui dúvidas comuns sobre os pedágios na região.

Passo 14: Aproveite os parques com os roteiros

Agora que chegou a hora de aproveitar os parques que você escolheu visitar, veja nos nossos roteiros as nossas dicas para tirar o melhor proveito do seu dia em cada um deles. É claro que é a nossa opinião pessoal de quem já visitou os parques muitas vezes, mas nos roteiros, buscamos te indicar o caminho das pedras e garantir que você não vai perder tempo em nenhuma furada! Espero que aproveite!

O grande vulcão, que é o marco central do parque aquático Volcano Bay

Passo 15: Arrume a mala para o retorno

Quando a viagem estiver chegando ao fim, chega aquela hora sempre complicada de arrumar as malas da volta. Para garantir que você não tenha tenha problema com roubos e furtos das bagagens que começaram a ficar cada vez mais comuns nos aeroportos do mundo todo, clique aqui para ler as dicas na hora de preparar a mala de forma a evitar cair em golpes.

Abrindo uma mala com uma caneta. Veja que o zíper está trancando a bagagem com cadeado.

Além disso, na hora de preparar as malas é bom sempre lembrar da alfândega.Sendo Orlando um importante centro de compras para os milhões de brasileiros que visitam a cidade todos os anos, a alfândega está de olho em todo mundo que volta de lá. Por isso, antes de se jogar nos shoppings e outlets dos EUA, clique aqui para ler e entender todas as regras da alfândega no Brasil. Assim, na hora da volta, você já fica sabendo se será taxado e qual o valor das taxas.

Extra: dicas para quem não fala inglês

Uma insegurança comum de quem não fala muito inglês é de não conseguir se comunicar bem Orlando. Se este é o seu caso, te garanto que você pode ficar tranquilo. Orlando é uma cidade super preparada para receber os turistas e estão bem acostumados com os brasileiros. De qualquer forma, para te ajudar a fazer bonito chegando lá, veja aqui algumas dicas de frases chaves em inglês para decorar e usar na sua viagem para Orlando.

Agora que está tudo pronto, faça como eu e leve tudo anotado e organizado. Preparamos o Guia do Viajante Preparado para você não esquecer de nada do seu pacote. É um check list com todas as informações importantes para você levar na viagem junto com o seu passaporte. Faça o download do guia clicando no ícone abaixo:

Viu só? Seguindo estas dicas você conseguirá planejar a sua viagem do começo ao fim, montando o seu próprio pacote sem precisar gastar tanto e com certeza vai aproveitar muito mais. Depois não deixe de voltar aqui pra contar pra gente como foi, hein?



O Vai Pra Disney é um blog independente e não é um canal mantido pela The Walt Disney Company. As informações contidas nesses sites representam a opinião de seus autores, colaboradores e usuários. Walt Disney World Resort, nomes e logos são marcas registradas da The Walt Disney Company.