VPD Orlando - Vai Pra Disney
Preparativos da viagem

Plano de reabertura da economia dos EUA: impacto nos parques temáticos

Ontem, o presidente Donald Trump divulgou o plano federal para reabertura da economia dos EUA diante da pandemia do COVID-19.

O plano chamado “Opening Up America Again” é gradual, e consiste em 3 fases com diferentes diretrizes em cada uma delas. O governo federal repassou para os governadores de cada estado avaliarem e decidirem a situação caso a caso. Os governadores irão também determinar se a medida vale para o todo o estado ou se alguns condados (distritos) terão fases diferentes.

O plano de reabertura econômica dos EUA
Plano divulgado pelo governo federal dos EUA

O Plano de Reabertura

Elaborado juntamente com especialistas em saúde pública, ele tem como objetivo principal começar a relaxar medidas restritivas em áreas com queda na incidência do novo coronavírus, e manter a rigidez nas mais afetadas.

Para definir a fase em que se estado se encontra é preciso seguir alguns protocolos e responsabilidades:

  • Testagem e rastreio de contato dos cidadãos infectados
  • Manutenção da capacidade do sistema de saúde e leitos de UTI
  • Proteção de profissionais da saúde, e de transportes em massa
  • Educação da população sobre distanciamento físico e proteção do rosto
  • Monitoramento para identificar um eventual ressurgimento do vírus

Independente das fases, as medidas de distanciamento físico devem continuar sendo aplicadas até o final do ano, segundo Trump. Ele sugeriu também que alguns estados podem começar o plano de reabertura já em 1 de Maio, alguns até antes dependendo da situação. Os governadores que irão bater o martelo na decisão final.

Em todas as 3 fases, as empresas devem implementar medidas de checagem de temperatura e testagem rápida dos funcionários para isolar potenciais portadores do vírus. Não seria uma surpresa se a Disney e outros parques implementassem o mesmo para os visitantes dos parques também, como o Bob Iger já sugeriu.

Para passar de uma fase para outra, é preciso cumprir 3 requisitos:

  1. 14 dias de trajetória de queda na curva de casos de Covid-19 e de outros vírus influenza
  2. 14 dias de queda do número de casos documentados ou na curva de porcentagem de testes positivos
  3. Hospitais tratando todos os casos sem sobrecarregamento e programa de teste robusto para profissionais da saúde (incluindo teste de anticorpos)
Critérios do plano de reabertura econômica dos EUA
Critérios a serem cumpridos para passar para a próxima fase

Passando por todos os requisitos acima, os estados/regiões podem seguir para a próxima fase. Caso a situação piore, o estado poderá voltar para o começo da fase ou para fases anteriores.

Isso significa que, no melhor cenário, serão pelo menos 42 dias de ciclos de sucesso para poder passar pelas 3 fases. Abaixo explico quais são as permissões e restrições de cada fase.

Fase 1

A primeira fase do plano de reabertura permite que alguns estabelecimentos reabram, desde que ainda sigam medidas rígidas de limpeza e distanciamento físico. Os que podem reabrir são:

  • Restaurantes
  • Cinemas
  • Academias
  • Estabelecimentos religiosos

Continuam fechados: escolas, bares. Não são permitidas reuniões públicas de 10 ou mais pessoas, nem viagens não-essenciais.

Disney Springs pode ser o primeiro a reabrir dentro do plano de reabertura dos EUA
Na Fase 1 podemos começar a ver lojas e restaurantes reabrindo, talvez em Disney Springs e Citywalk também

Fase 2

Cumprindo os requisitos dos 14 dias para seguir à fase 2, os bares e escolas também podem reabrir, desde que com distanciamento entre as pessoas e limpeza rígida.

Agora, as reuniões públicas de até 50 pessoas são permitidas, e todas as viagens são liberadas, incluindo as não-essenciais.

Fase 3

Avançando para a última fase do plano de reabertura, bares e academias podem reabrir com maior capacidade de clientes, desde que seguindo os protocolos rígidos de limpeza. Grandes eventos também devem acontecer com medidas de limpeza e distanciamento físico.

Até então, os indivíduos dos grupos de risco da COVID-19 não poderiam sair de casa, mas na fase 3 já podem desde que mantendo distanciamento físico.

Os parques temáticos e o plano de reabertura econômica dos EUA
Mesmo nos parques será preciso manter medidas de distanciamento físico

Situação na Flórida e na Califórnia

O governador da Flórida, DeSantis, tem sofrido duras críticas pela falta de liderança na crise do COVID-19. A relutância em estabelecer quarentena no estado e em levar a pandemia a sério colocaram em cheque seu preparo para lidar com tudo isso.

As praias da Flórida
O governador demorou a impor restrições, e as praias continuaram abertas e lotadas durante o Spring Break com grandes multidões

Recentemente, ele divulgou que está montando uma força-tarefa para avaliar quando e como a Florida poderá reabrir estabelecimentos comerciais e escolas.

O prefeito do condado Orange County (onde fica a Disney) teve respostas mais rápidas ao impor a quarentena aos residentes antes do governador, e também já anunciou medidas para traçar o plano de reabertura da região. Está sendo montado um grupo de “exploração econômica” com cerca de 45 pessoas representando diferentes setores da economia, incluindo a Disney. Ainda hoje devem divulgar mais informações sobre esses planos.

Já o governador da Califórnia declarou recentemente que não acredita que grandes aglomerações possam acontecer no estado até pelo menos agosto, como contamos aqui.

  • Para ver a evolução de casos de COVID-19 na Flórida, clique aqui.
  • Para ver a evolução de casos de COVID-19 na Califórnia, clique aqui.
Como o plano poderá afetar a Disneyland Califórnia
Os parques da Califórnia só devem reabrir depois de Agosto

O que o Plano de Reabertura significa para viagem a Orlando?

Embora o plano de reabertura preveja o início do processo a partir de 1 de maio, várias questões ainda precisam ser resolvidas para de fato ser implementado. Coisas como:

  • Suprir a demanda de equipamentos de proteção
  • Capacidade de equipamentos hospitalares
  • Aumentar a capacidade de testes

O documento não abordou outras questões importantes, como o suporte federal para financiar e distribuir os testes entre os estados. Isso é algo que o governador de NY tem pressionado nas últimas semana.

A decisão final continua cabendo aos governadores, e o estado de NY confirmou ontem que lá a quarentena foi estendida até 15 de Maio.

Pensando nos complexos dos parques, é possível que a Fase 1 seja similar ao que está acontecendo na Disneyland Shanghai, e possamos ver Disney Springs (Orlando), Downtown Disney (Califórnia), e Citywalk reabrindo alguns restaurantes, lojas e experiências. Porém, ainda com as medidas de distanciamento físico e limitação de quantidade de clientes dentro dos espaços fechados.

Só devem começar a pensar em abrir os parques em si na Fase 2, com a liberação das viagens a turismo. Porém, com tantas restrições de distanciamento e capacidade de pessoas, pode ser que fique só pra Fase 3 mesmo.

Mesmo quando abrirem, dificilmente vai ser algo parecido com a forma que visitávamos os parques antes da pandemia, e deve trazer restrições e novos protocolos de verificação para os visitantes.

Ainda é cedo pra dizer com certeza quando as fases vão começar em cada estado, mas é interessante ver um plano concreto de mensuração e controle sendo estabelecido. Conforme forem sendo divulgadas mais informações, a gente vai contando aqui.

Para nós, vai depender também de como a situação evolui no Brasil. Até o momento, não há nenhuma restrição na imigração dos EUA para viajantes vindos do Brasil.

E para saber mais sobre o que podemos esperar sobre a reabertura dos parques, clique aqui.