Viagem do Leitor

Roteiro do casal em Orlando por Pedro

Em Novembro do ano passado o Pedro nos escreveu contando como havia sido sua viagem para Orlando com sua namorada Thaís e como as dicas que escrevemos aqui no blog haviam sido úteis. A mensagem do Pedro era tão completa e detalhada, que o convidei para compartilhar os aprendizados e as dicas que ele colocou em prática durante a viagem. É muito legal saber outras pessoas curtem em Orlando, especialmente quando os gostos são diferentes dos meus e dos da Re, então espero que você curta o relato do Pedro assim como eu.

Viagem do casal jovem

por Pedro Sampaio

Fala pessoal, tudo bem?
Bom, primeiramente vou me apresentar, me chamo Pedro Sampaio e moro no Rio de Janeiro. Com muita honra fui convidado pelo Felipe a ajudar vocês que visitam esse blog espetacular, que foi meu guia em toda a minha viagem para Orlando, e vou tentar passar tudo de bom que conheci e aprendi (também com a ajuda do blog) nessa cidade maravilhosa. E sim posso dizer que Orlando é um Rio melhorado e sem o Cristo (rs), e que com certeza voltarei muitas vezes, pois garanto a vocês, quem conhece Orlando vai querer ir de novo, de novo e de novo…rs!

Chegamos!

Foi a minha primeira visita a Orlando, e comecei a planejar a viagem um pouco tarde, confesso. Viajamos eu e minha namorada Thaís, em Outubro do ano passado e só em Julho/Agosto comecei a planejar tudo. Ficamos 15 dias, então minha primeira dica é, tentem organizar a viagem o mais cedo possível, desta forma vocês terão mais calma para se organizarem (e isso em Orlando pela quantidade de coisas pra se fazer, é fundamental) e também com relação a grana, a chance de conseguir uma promoção de passagens é maior, assim como o tempo pra se juntar dinheiro também.

A chegada no aeroporto de Orlando. Inesquecível!

A chegada no aeroporto de Orlando. Inesquecível!

Como era minha primeira vez, obviamente comecei a pesquisar, fuçar, tudo sobre Orlando, Disney, etc. na internet e eis que descubro o blog Vai pra Disney?, rapidamente percebi que todas as minhas dúvidas, inseguranças, questionamentos estavam no blog e ainda por cima o Felipe e a Renata sempre respondiam com muita educação, paciência e clareza…pronto, a partir dali coloquei o blog nos meus favoritos e todo santo dia entrava buscando informações, tirando dúvidas, e assim fui montando o meu roteiro de acordo com nosso gosto e tempo que ficaríamos na cidade.

Dito isto, pra facilitar a leitura de vocês vou fazer um passo a passo do que foi minha viagem, com dicas, orientações, enfim, tudo o que eu passei por lá, vamos nessa

Hotel

Essa é uma escolha importante durante a viagem, no hotel é onde vamos descansar, dormir (e acredite, isso em Orlando também é importante), eu particularmente penso em 3 quesitos fundamentais nesse momento: localização, segurança e o custo benefício.

Nós ficamos na International Drive, pra quem não sabe essa é uma das principais avenidas se não a principal de Orlando, mas cuidado, por ser imensa, ela apresenta as mais variadas opções de hotéis, procure pesquisar bastante seu hotel, o Felipe e a Renata sempre dizem pra pesquisarmos e o TripAdvisor nessas horas é uma mão na roda, eu fui numa época que se falava bastante de furtos em hotéis, por isso bastante atenção na sua escolha.

Rosen Inn na International Drive

Rosen Inn na International Drive

Depois de tanto pesquisar escolhi ficar no Rosen Inn na própria International Drive e minhas considerações são as melhores possíveis, o hotel fica numa ótima localização, pertíssimo do Sea World, dos parques da Universal, dos Outlets e a 15 minutos dos parques da Disney de carro, o atendimento é ótimo, e pra quem tem pânico de falar inglês na recepção tem uma brasileira muito simpática. De qualquer forma todos lá se esforçam pra te entender e ajudar.

Com relação a estrutura, o hotel é grande, tem uma piscina bacana (que eu não usei) as toalhas e lençóis eram trocados todos os dias, o wifi era ótimo, estacionamento de graça e ainda tinha uma guarita com uma cancela e um segurança o que dava uma impressão de segurança. Nenhuma das malas foi tocada e olha que fizemos muitas compras, os quartos possuem cofre, um frigobar vazio que você pode abastecer com o que você quiser, um micro-ondas e uma cafeteira.

O mais bacana de tudo isso é que o hotel não tem aquela tarifa (Tax Resort) que muitos hotéis em Orlando cobram quando você vai fazer o check out, eles alegam que essa taxa é referente ao valor do wifi e estacionamento. No Rosen Inn não pagamos essa taxa. Ficamos 16 noites hospedados lá e paguei U$ 60,00 a diária, achei um custo benefício ótimo!
Fica a dica do hotel, abaixo algumas fotos, mas lembre-se sempre de pesquisar bastante o hotel onde vão se hospedar, não é nada bom ter surpresas desagradáveis em nossas férias.

Carro

Outro item fundamental em Orlando é o carro, segui as dicas do Felipe e é verdade, o transporte público não é o forte deles, não tem metrô, não vi tantos taxis assim nas ruas e ônibus só vi os da Disney e pouquíssimos pelas ruas, então na minha opinião carro em Orlando é obrigação. Como o próprio blog orienta, a dica aqui e já viajar com o carro alugado, hoje em dia é bem fácil fechar o aluguel por aqui, eu já saí do Brasil com o carro alugado. Como iríamos fazer muitas compras alugamos uma SUV Ford Escape, chegando no aeroporto a dificuldade foi zero, só apresentei o voucher com a reserva no meu nome e eles me levaram pro estacionamento pra escolher o carro da categoria alugada, aluguei o carro na Alamo e eles foram ótimos, inclusive muitos falam português, então fiquem tranquilos nesse ponto.

Não é nada difícil dirigir em Orlando, eu comprei um GPS por lá logo que cheguei e foi moleza, tem gente que prefere alugar o carro já com GPS, eu acho que fica mais caro que comprar um novo pra você, mas isso é de cada um, além disso as placas ajudam bastante. O transito é bem tranquilo. Você só precisa ficar atento com 2 coisas que eu reparei e vivi na pele e já explico o motivo:

  1. 8 a cada 10 motoristas em Orlando dirigem falando ou mexendo no celular, isso os torna muito distraídos e muitas vezes imprudentes, eles não andam rápido, respeitam a sinalização, mas são muito desligados, então aqui vale o ditado “dirija por você e pelos outros”, os motoqueiros por exemplo são muito mais prudentes e diferentemente do Brasil não andam pelo corredor.
  2. Os sinais (faróis ou semáforos) em Orlando demoram muito, eu cronometrei e em vários momentos ficamos parados mais de 5 minutos, acho até que pela demora é por isso que eles ficam tanto no celular…rs.

Outro ponto muito, mas muito importante é a questão do seguro do carro, na maioria das empresas de aluguéis os carros já vêm com o seguro básico (roubo, furto, colisão, etc) mas vejam se o mesmo foi realmente contratado, o blog das dicas importantíssimas sobre isso e vale a leitura, digo isso pois no segundo dia de Orlando, adivinhem? Uma senhora falando no celular bateu na lateral do meu carro alugado, que lindo…rs!

Foi uma batida relativamente forte, ninguém se feriu, mas nosso carro ficou bem danificado na lateral do passageiro, a porta nem abria. Depois de um bate boca rápido, a senhora viu que estava errada e cada um ficou com seu prejuízo. Entrei em contato com a Alamo e eles foram ótimos, me tranquilizaram, disseram que o mais importante é que eu e minha namorada estávamos bem e disseram que como eu tinha seguro era só ir ao aeroporto e trocar de carro.

Realmente, eu fiquei bastante impressionado com isso, cheguei no aeroporto, deixei o carro batido, expliquei o problema e em 5 minutos eles me liberaram outro carro, sem burocracia, sem nada, portanto galera, alugou o carro veja o seguro. Imagine se eu não tivesse o seguro que transtorno gigante seria. O aluguel do carro por 15 dias foi U$ 650,00, mas pesquisem sempre!

Com o Pateta no Cape May Cafe, que falo mais abaixo

Com o Pateta no Cape May Cafe, que falo mais abaixo

Parques

Um dos grandes motivos, senão o maior, de visitarmos Orlando, a dica aqui é, sigam o roteiro do Felipe e da Renata, é perfeito, cansei de ver inúmeras famílias com o papel do roteiro deles nas mãos. Como eu fui em Outubro depois do dia das crianças os parques estavam bem tranquilos, acho que o máximo de espera que eu fiquei para uma atração foi 1 hora. De qualquer forma vou tentar rapidamente resumir como eu planejei minha visita aos parques:

  • Se você tiver tempo, intercalar dias de parque com dias de outras atividades você fatalmente vai se cansar menos;
  • Eu troquei meu ingresso de cartão pela MagicBand (a pulseira da Disney que serve como ingresso e outras vantagens) em qualquer parque vende e você ainda pode customizar com pins e outros acessórios, apesar de não estar hospedado em nenhum hotel da Disney achei bem mais prático você ter uma pulseira, além de ser quase impossível de perder e você ainda fica com uma lembrança mais legal que um cartão magnético, né;
MagicBands customizadas com pins que foram comprados na mesma loja

MagicBands customizadas com pins que foram comprados na mesma loja

  • Não esqueça de levar o dinheiro do estacionamento (eu esqueci, 2 vezes…ahahhahaha);
  • Chegar cedo é importante sempre, menos filas e tempo pra aproveitar cada momento do parque;
  • Sempre pegar o mapa do parque na entrada (tem em diversas línguas e claro em português);
  • Nunca, jamais, em tempo algum, vá embora antes dos fogos do Hollywood Studios, Epcot e Magic Kingdom;
  • Reserve seu FastPass+, nos parques da Disney ele é fundamental, já o Express Pass nos da Universal não vi necessidade principalmente por você ter que pagar por eles;
  • Sempre verifiquem os horários dos parques e as “magic hours”, o blog ensina passo a passo como fazer isso, assim você aproveita mais o parque e não perde os fogos;
  • Se puderem, reservem os restaurantes com os personagens da Disney, tiramos fotos com os mais importantes e não ficamos em nenhuma fila pra tirar foto com eles nos parques;
  • Verifiquem também se o parque tem algum evento especial no período de sua viagem, como fomos em Outubro, fomos na festa de Halloween do Magic Kingdom, o blog também ensina como comprar ingresso, é bem fácil fazer e vale muito a pena curtir a festa;
  • Roupas leves e tênis confortáveis, você vai andar muito…rs;

Como eu consegui ir em todos os parques, vou tentar ser direto:

Epcot: eu me amarrei muuuito nesse parque, não sei se porque foi o primeiro que fomos, se foi pelo tamanho dele, sei lá, mas quando eu lembro dos parques que eu fui em Orlando o Epcot é o primeiro que vem na minha cabeça, é espetacular a grandeza, os detalhes de cada país… leiam com muita calma o roteiro do blog e aproveite.

Não deixe de tomar o sorvete de formato do Mickey, beber os refrigerantes exóticos (e sim o Italiano é podre, não existe outra palavra pra definir…rs) não deixe de ir ao Soarin’ (fantástico), Test Track e se tiver estômago e não foi claustrofóbico (Thaís quase me matou…rs) o Mission Space vale a pena! Agora me faz um favor, assista ao Illuminations, não pense em ir embora antes!
Almoçamos no Sunshine Season’s, gostoso e barato e jantamos no Garden Grill, não tão barato, mas a comida é excelente e farta. Tiramos várias fotos legais com os personagens, pro Garden precisa de reserva.

Mickey fazendeiro no Garden Grill

Mickey fazendeiro no Garden Grill

Animal Kingdom: eu gosto muito de bicho, portanto curti o Animal Kingdom, aqui o “chegar cedo” vale ainda mais, já que o parque fecha cedo. Gostei muito do Safari, ver os animais em seu “habitat” natural e “soltos” é bem bacana. Não deixem de ir ao Dinosaur e na montanha russa do everest (é tranquila).
Aqui comemos um fast food, nada demais e não me lembro o nome…rs!

Hollywood Studios: parque “pequeno”, mas com muitas atrações e shows iraaaados! Adorei o show do Indiana Jones e o show de carros, acho muito válido assistir! As tradicionais Torre do Terror e montanha russa do Aerosmith são ótimas, mas pra mim o melhor brinquedo desse parque é o Toy Story Mania, é espetacular, garanto que você vai se divertir muito!
Por fim, se você for embora antes do Fantasmic, não seremos amigos…rs!

Tomamos café da manhã no ótimo Cape May, que eu particularmente gostei mais do que o Chef Mickey’s e claro também tiramos fotos com os personagens! Almoçamos no Sci Fi Dine-In, a comida é boa, nada excelente, mas o clima de comer nos carros e a temática do restaurante valem a visita! Também precisa reservar, mas aqui não tem personagens.

De sobremesa comemos o Carrot Cake Cookie sugerido pela Renata, realmente sensacional!

Thaís na Streets of Americas, com o chapéu que não existe mais como o símbolo do parque

Thaís na Streets of Americas, com o chapéu que não existe mais como o símbolo do parque

Restaurante Sci Fi Dine-In no Hollywood Studios

Restaurante Sci Fi Dine-In no Hollywood Studios

Magic Kingdom: eu não sei explicar, mas só de pisar nesse parque a atmosfera já fica diferente, é o parque mais emblemático da Disney, as crianças ficam malucas de alegria e é realmente muito legal! Curti muito as 2 montanhas russas (a Big Thunder Moutain e a dos 7 anões), embora sejam bem leves são bem divertidas, adorei a Splash Moutain (prepare-se para se molhar), o Mickey’s PhilharMagic é simplesmente sensacional, gostei também do Piratas do Caribe, o brinquedo do Buzz Lightyear é legal também, mas adianto que o do Hollywood Studios é beeeem melhor. Já a atração do Peter Pan e da casa mal assombrada achei sem graça, mas vale a ida!

Aqui, mais do que nunca se você perder o Wishes, além de nunca sermos amigos eu vou considerar que você não foi a Disney, beleza…ahahahahaha!

Nesse dia tomamos café da manhã no Chef Mickey’s e realmente é sensacional de gostoso, além claro das fotos que tiramos com os personagens. Também tomamos o Pineapple Float que pro calor que estava fazendo caiu muito bem e o espetacular Funnel Cake, que realmente vale cada caloria ingerida!

Foto dentro da montanha russa dos 7 anões

Foto dentro da montanha russa dos 7 anões

Universal Studios: pra mim pensou em Orlando, logo vem os parques da Disney na cabeça, mas a verdade é que em termos de atrações para adultos os parques da Universal são melhores, me diverti muito nos brinquedos e achei a variedade maior que na Disney.

Disaster é épico, simulador dos Transformers sensacional, RockIt animal, montanha russa da múmia também, ET, Man in Black, até o showzinho do Exterminador do Futuro é bacana! Eu curti muito esse parque, embora nem seja fã do Harry Potter, não vi um filme sequer, mas a parte dedicada ao bruxo é muito legal, os detalhes são realmente impressionantes, vale muito a visita mesmo se você não é fã!

Islands of Adventure: mesmo estilo do Universal, muitas atrações legais. A Dragon Challenge e a montanha russa do Hulk são iradas, o simulador do Homem Aranha é melhor que o do Transformers, me amarrei muuuuito no Jurassic Park River, mas nada, absolutamente nada é melhor que a Harry Potter and the Forbidden Journey, é disparado pra mim a melhor atração de Orlando!
Tanto no Island como no Universal almoçamos no hotel mesmo com as compras que fizemos no maravilhoso Walmart…rs!

Sea World: como falei acima, eu curto muito os animais, mas tenho uma implicância com o Sea World, não curto a forma como eles tratam os animais lá, mas enfim, isso é muito pessoal e outro assunto, o parque em si é bem legal, o show das baleias é divertido, mas pra mim o show dos golfinhos é infinitamente melhor, veja e tire suas conclusões.

As 2 montanhas russas são demais, principalmente a Manta! O aquário de lá é de cair o queixo, mas o que eu mais gostei foi um pequeno “lago” onde ficam várias arraias filhotes e você pode passar a mão nelas, elas são mansinhas e vem na sua direção pra você fazer um carinho, é muito impressionante!

Se você enjoa fácil em simuladores não recomendo mesmo o de helicóptero que eles têm lá, eles simulam uma expedição na Antarctica, eu achei horrível e com 2 minutos já queria sair. Neste dia comemos no Perkins, no blog tem mais detalhes sobre o restaurante, posso dizer que pra mim está entre os melhores de Orlando e o preço é excelente, vale muito!

Bush Gardens: além das famosas montanhas russas também é um parque ligado aos animais, aqui eles também ficam “soltos” no estilo do Animal Kingdom, mas nesse aspecto eu gostei mais do Busch Gardens, como ele é imenso você tem a nítida impressão que está num safari na África é bem legal! Com relação as montanhas russas, vá em todas, mas o destaque aqui vai pra Chetah Hunt, simplesmente sensacional!

Safari do Busch Gardens. Gostei mais do que o do Animal Kingdom

Safari do Busch Gardens. Gostei mais do que o do Animal Kingdom

Com relação aos parques acho que é isso, lembrem-se sempre que essa é só minha opinião, monte seu roteiro considerando os seu gostos e se possível leve os roteiros do blog, eles são bem detalhados e ajudam demais nos parques, você ganha muito tempo com eles e obviamente com os mapas de cada parque! Divirtam-se!

Obs: WonderWorks e Disney Quest pra mim não valem a pena, o primeiro é bem sem gracinha, o segundo eu achei muito caro e não gostei de quase nenhum jogo de lá!

Compras

Todo mundo sabe que os EUA são o paraíso para se fazer compras, Orlando não é diferente, aqui a oferta é gigante e a procura exige muita paciência, minha maior dica é: se você gosta de comprar, deixe pra ir nos outlets ou shoppings no final da sua viagem, é sério, se você for no início é grande a chance de se descontrolar e gastar mais do que o previsto, ainda mais se for sua primeira vez em Orlando ou aos EUA, eu tive que me controlar muito, fui numa loja de perfumes que se eu ficasse mais 10 minutos podia ficar sem tomar banho 10 anos que ainda sim seria cheiroso, mas aprendi a lição…rs!

Na loja da Harley Davidson

Na loja da Harley Davidson

Outras dicas legais eu listo abaixo:

  • O blog ensina a como se cadastrar e pegar os cupons, leia atentamente essa parte e não esqueça de levar os cupons, eles realmente funcionam e tem descontos bacanas em quase todas as lojas;
  • Se tiver tempo, reserve um dia para os outlets Premium, eles são grandes e acho que se você se propõe a comprar, deve experimentar tudo com calma, pesquisar preços, etc;
  • Se tiver que escolher um outlet apenas, minha opinião é que você priorize o da International Drive e não o de Vineland. Apesar de ficar um pouco mais cheio, achei a variedade de lojas e do estoque das lojas do International melhor;
  • Fui nos dois shoppings e gostei mais do Florida Mall, o Mall at Millenia é bonito e mais chique, vale muito a visita, mas na questão compras gostei mais do Florida Mall. De qualquer forma a dica aqui é tentar ir nos dois, principalmente porque no Mall at Millenia tem o fantástico Cheesecake Factory (não deixem de comer lá);
Entrada do Mall at Milenia

Entrada do Mall at Milenia

  • Não deixe de visitar também a Ross, tudo bem que você vai se sentir numa C&A de tantos brasileiros que compram por lá, mas tem produtos muuuito baratos, e aqui a paciência tem que ser maior, as roupas estão sempre desarrumadas e achar seu tamanho / número nem sempre é fácil, de qualquer forma o preço compensa qualquer esforço;
  • Sobre eletrônicos não achei lugar melhor que a Best Buy, é realmente impressionante a variedades de produtos e os preços convidativos te fazem pensar em levar TV, geladeira, fogão…rs. A que fica perto do Florida Mall é gigante e tem um atendente brasileiro, não é muito simpático não, mas pra quem tem vergonha de falar inglês acho que fica mais fácil né;
  • Brinquedos, a Toys R Us é o paraíso da criançada;
  • Pra quem gosta de bebidas a Total Wine é muito boa e tem ótimos preços (fica perto do Mall at Milienia), o blog detalha mais sobre a loja, vale muito. Comprei 2 vinhos lá pro sogrão e ele se amarrou;
  • Walmart, simplesmente sensacional, ia quase todo dia, preços excelentes, variedades, enfim, não tem como não ir, economizei um dinheiro comprando comida e levando pro hotel, mas lá tem de tudo, acreditem;
  • Visitar a Downtown Disney também é uma boa, além de ótimas opções de restaurantes / fast foods, lá fica a World Of Disney, fantástica loja e excelente pra comprar aquelas lembranças pra família e amigos do Brasil além disso, tem várias outras lojas muito legais. Como fã de futebol (do soccer mesmo…rs) jamais imaginaria que teria uma loja imensa só com artigos sobre o esporte, tem camisas de times de todos os cantos do mundo! Também tem uma loja da Harley Davidson pra quem também gosta de motos (prazer…rs!). Vale a pena a leitura do post sobre a Downtown Disney no blog e mais ainda a visita!

É isso pessoal, sobre as compras considero essas dicas super importantes e me ajudaram muito por lá, eu só queria ter mais dinheiro pra comprar mais coisa, mas quem sabe na próxima…rs!

Restaurantes

Outro item fundamental em qualquer viagem, afinal, comer bem também deve estar em qualquer roteiro de qualquer viagem né, em Orlando isso tem um peso maior por conta dos restaurantes da Disney com personagens. Acreditem, é muito legal até para os adultos, se você estiver com criança então é uma mão na roda, você não perde tempo ficando na fila dos parques e pode aproveitar melhor as outras atrações, lembrando que esses e alguns outros restaurantes vocês podem reservar diretamente no site da Disney, o blog ensina muito bem isso (eu mesmo aprendi seguindo o passo a passo e é muito fácil).

Também fui aos restaurantes indicados pelo Felipe e Renata e realmente todos são muito bons, não vou entrar no detalhe de cada um não, isso nosso querido casal já fez e muito bem, vou apenas listar os que eu fui e tentar indicar um melhor…rs!

  • ESPN Club: estilo fast food, achei um dos melhores, o ambiente é muito bacana e eu que amo esporte me senti em casa, sem contar que fica na Boardwalk, um belo lugar, onde também fica a deliciosa Boardwalk Bakery.
  • Sunshine Seasons: restaurante bem simples, comida mais “caseira” e variada, boa pedida dentro do Epcot.
  • Five Guys: fomos lá no dia de compras no outlet, é fast food também e tem a melhor batata frita que eu já comi, sem mais comentários.
Apaixonado pela batata frita do Five Guys

Apaixonado pela batata frita do Five Guys

  • Rainforest Café: achei caro pro que é servido, mas a comida é gostosa, de qualquer forma o clima do restaurante é bem legal, fica em Downtown Disney.
  • Sci Fi Dine-In: comida simples e gostosa, assim como o Rainforest a temática do restaurante é bem diferente, fica dentro do Hollywood Studios.
  • Planet Hollywood: bem famoso e conhecido também pelos brasileiros, tomei o melhor milk shake lá, também é todo tematizado e os detalhes impressionam, tiramos uma foto na entrada e não reparem na cara de destruídos após um dia de parque…rs! Fica em Downtown Disney.
Entrada do Planet Hollywood

Entrada do Planet Hollywood

  • Hard Rock Café: para os fãs de Rock’n Roll (presente!), é quase um museu, vou ser sincero a comida foi o que menos importou pra mim, embora a cebola frita tenha me marcado, quem gosta de música e principalmente de Rock vai ficar olhando mais em volta do que qualquer outra coisa. Fica na divertida Citywalk.
  • Perkins: uma rede que existe em vários pontos dos EUA, eu tive a sorte de ter uma em frente ao meu hotel, o cardápio é bem variado, mas o café da manhã deles é impecável e pra mim o melhor custo benefício de Orlando.
  • Garden Grill: nunca vi tanta comida sendo servida ao mesmo tempo, vem muita coisa e os pratos são bem grandes, não é dos mais baratos, mas é um dos melhores. Fica dentro do Epcot e também tem personagens da Disney.
  • Chef Mickey’s: maravilhoso, tomamos café da manhã lá e além da comida estar deliciosa, ele fica dentro de um hotel espetacular (Contemporary Resort), dá pra andar de monorail depois, e claro tirar muitas fotos com o Mickey de cozinheiro!
  • Cape May: em se tratando de café da manhã é o campeão da Disney na minha opinião, também fica dentro de um belíssimo hotel (Disney Beach Club) e também tem personagens.
  • Oliver Garden: minha medalha de prata, comi um macarrão sensacional, eu não sei o que tinha de diferente, também não sei se estava morto de fome, mas estava muito bom…rs! Assim como o Perkins está espalhado por Orlando, eu fui num bem próximo ao Mall At Millenia.
  • Cheesecake Factory: pra mim o melhor restaurante que eu fui em Orlando, o cardápio parece uma bíblia e se você não gostar de nada lá, provavelmente não vai comer em nenhum outro lugar…rs! Peça qualquer coisa e seja feliz, só guarde espaço para o cheesecake de sobremesa. Eu fui no que fica dentro do Mall At Milenia.
Rainforest Café

Rainforest Café

Prato de massa muito bom no Olive Garden

Prato de massa muito bom no Olive Garden

Bom, de restaurantes foram esses, confesso que até coloquei outros no meu roteiro, mas não deu tempo de ir em todos mas quando eu voltar o Buca di Peppo, Coral Reef, Earl of Sandwich, T-Rex e Medieval Times que me aguardem…rs!

Outras dicas

Escrevendo minha experiência sobre a Disney, lembrei de algumas dúvidas e inseguranças que eu tinha antes de ir, o blog me ajudou muito em vários questionamentos e gostaria que todos ficassem realmente tranquilos:

  • Língua: pessoal, lá é quase uma extensão do Brasil, não tem como vocês não esbarrarem com algum brasileiro quase que sempre…rs! Nos parques, todos são muito educados e se não falarem espanhol, vão se esforçar muito pra tentar entender e te ajudar, a língua não foi nenhum problema pra gente, até a Thaís que é super tímida arriscou no inglês, podem viajar despreocupados com relação a isso.
  • Imigração: outro receio dos brasileiros, a dica aqui é: não mentir e só responder o que lhe é perguntado, a língua aqui também não é um problema (quase todos falam espanhol) e tivemos sorte, pegamos um policial super simpático.
  • Clima e lotação dos parques: como falei acima, viajamos em Outubro (depois do dia das crianças), o clima estava ótimo, todos os dias de sol, calor (nada como o Rio), e céu aberto. Não pegamos um dia sequer com chuva. A lotação dos parques também estava bem tranquila, nada de filas gigantescas, achei um ótimo período pra ir, o blog também tem um ótimo artigo e é mais detalhado sobre o assunto.
  • Alfândega: outro tema delicado e polêmico, não comprei nada acima da minha cota e o único eletrônico adquirido foi uma GoPro, eu até fui parado pela Receita Federal, mas como realmente não estava errado com nada, fui liberado rapidamente. Acho que aqui vale ser honesto, imagina seu eu tivesse cheio de coisas e não tivesse declarado nada? Estaria na porta do aeroporto até hoje pedindo esmolas pra pagar as taxas…rs!

Menção Honrosa
NBA: eu sou suspeito pra falar, amo esporte e poder ter a chance de ver um jogo da NBA sempre foi um grande sonho, é de outro mundo. O ginásio, a organização, beleza, tranquilidade, modernidade, enfim…mesmo se você não gosta de basquete se tiver a oportunidade vá, o ingresso não é nada caro se compararmos por exemplo com o que pagamos pra assistir um jogo de futebol, onde o torcedor é muito mal tratado. Vá a um jogo do Orlando e me diga, infelizmente eu fui pé frio e o Orlando Magic perdeu por um pontinho…rs! Mas isso foi o de menos, o espetáculo é sensacional!

NBA, imperdível para quem vai na época do campeonato

NBA, imperdível para quem vai na época do campeonato

Bom galera, tentei colocar aqui tudo bem detalhado e tudo que eu vivi em Orlando, espero que tenha conseguido ajudar vocês, assim como o blog me ajudou. Se hoje eu conheço um pouquinho de Orlando e da Disney foi graças ao Vai pra Disney?, eles são os feras no assunto e é de verdade uma honra poder contribuir com eles.

O único problema vai ser quando vocês voltarem de viagem e forem organizar as próximas para algum outro destino, vocês vão sentir falta de um blog Vai pra Las Vegas? Vai pra Paris? Vai pra Cancun? (hahahahaha). Sim, porque eu duvido que exista outro blog que além de informar tudo detalhadinho, tenha tanta vontade de ajudar como o Felipe e a Renata tem!

Desculpem se a matéria ficou muito grande, é inevitável não se empolgar falando de Orlando e da Disney…rs! Termino minha contribuição por aqui e quem sabe a gente se esbarra na terra do Mickey!

Um grande abraço!
Pedro

Se você assim como o Pedro tiver histórias para contar sobre sua viagem para Orlando, ou quiser registrar como foi a refeição em algum restaurante da cidade, compartilhar o seu roteiro, ou ainda relatar como foi a estadia no hotel escolhido, nos escreva mandando o seu texto, fotos e vídeos e eles poderão ser publicados aqui no Vai Pra Disney. O endereço é viagemdoleitor@vaipradisney.com (lembrem-se que dúvidas não serão respondidas por esse e-mail, por favor use as caixas de comentários do site).



O Vai Pra Disney é um blog independente e não é um canal mantido pela The Walt Disney Company. As informações contidas nesses sites representam a opinião de seus autores, colaboradores e usuários. Walt Disney World Resort, nomes e logos são marcas registradas da The Walt Disney Company.