Comida

Storybook Dining: o novo jantar da Branca de Neve

Não é novidade pra ninguém que a gente acha as refeições com personagem o tipo de programação que tem a cara da Disney. É lógico que quando foi anunciado um novo jantar trazendo uma princesa (Branca de Neve), uma vilã (rainha má) e 2 outros personagens queridos da mesma história (Dunga e Zangado), a gente ficou hiper animado para conhecer logo.

É lógico que na primeira oportunidade, fomos todos correndo conhecer essa experiência super divertida para poder contar mais detalhes para vocês aqui.

A Branca de Neve ganhou um jantar só dela!

A Branca de Neve ganhou um jantar só dela!

Ouvimos muitas avaliações incríveis sobre esse novo jantar nos primeiros dias de lançamento e confesso que nossa impressão foi bem diferente e já tenho opiniões bem fortes a respeito disso, que vou dividindo ao longo do post. Se quiser uma visão mais rapidinha, é só dar play no vídeo aí embaixo.

Como é o jantar com a Branca de Neve?

Esse jantar acontece em um dos hotéis da Disney mais lindos, o Wilderness Lodge. Ele já impressiona pela sua grandiosidade ao entrar e vale o passeio. O legal do jantar ser neste hotel é que você não precisa nem estar hospedado ali nem de ingresso dos parques para poder participar da refeição  com a Branca de Neve.

A única coisa que você deve precisar mesmo é uma reserva, porque essa é uma refeição super concorrida e dificilmente eles vão aceitar alguém sem horário marcado. Veja aqui como fazer uma reserva nos restaurantes da Disney e se estiver achando difícil conseguir uma vaguinha, clique aqui para ver nossas dicas de como conseguir reservas concorridas.

Chegando no Wilderness Lodge, você só precisa cruzar o lobby e do seu lado esquerdo (de quem olha para o fundo do hotel) estará o Artist Point, restaurante que era chiquérrimo antes e que hoje recebe este jantar da Branca de Neve, mudança que causou certa polêmica mas que no fundo eu acho positiva.

O jantar acontece no antes super refinado Artist Point.

O jantar acontece no antes super refinado Artist Point.

Aqui o processo vai ser o basicão de sempre: fale com o funcionário na recepção (e não deixe de reparar que até o crachá deles são tematizadas para o jantar), espere ser chamado quando sua mesa estiver pronta e então, siga para o seu lugar.

O crachá dos funcionários tem a moldura igual à do espelho da Rainha Má

Enquanto você come, a Branca de Neve, Dunga e Zangado passarão pela sua mesa para tirar fotos. Já a rainha má, você precisará ir até ela, o que eu acho bem legal por três motivos:

  1. Até parece que a rainha má teria essa boa vontade de ir de mesa em mesa, né? Ela é a rainha má! A gente que tem que ir até ela.
  2. O cenário dela ali fica bem mais bonitinho pras fotos e tem inclusive um fotográfo da Disney especificamente para essa foto (com os outros personagens não tem).
  3. Se por acaso alguém do seu grupo tiver medo da rainha má, não é obrigado a interagir com ela.
O jantar é da princesa, mas quem brilhou mesmo foi a rainha!

O jantar é da princesa, mas quem brilhou mesmo foi a rainha!

A Julia ama a história da Branca de Neve e pede pra eu contar quase toda noite. Ela ficou SUPER desconfiada com a presença da rainha má e não só não quis ir tirar foto, mas não queria de jeito nenhum que eu e o Fe fossemos falar com ela. Aliás, a Julia não foi a única com muitas opiniões sobre a nossa vontade de tirar foto com a rainha má: a nossa garçonete também e já explico melhor!

Antes, quero só destacar que a interação com todos os personagens é sem dúvidas o ponto alto desse jantar. Todos eles foram muito legais, a interação é super especial e os personagens são muito queridos! Foi demais! Não deixe de ficar olhando para as interações entre eles quando se cruzam pelo restaurante, que também é um show! Foi a parte que mais amei do jantar.

Os personagens são demais!

Agora voltando para a garçonete, talvez a  gente tenha dado azar (vou esperar a opinião de vocês aqui nos comentários para tirar a teima sobre isso), mas a nossa era mega mandona e nos fez nos sentir muito pouco bem vindos ali. Era cheia das regras, já se apresentou dizendo que o jantar duraria uma hora, e não queria que a gente fosse ver a rainha má antes dela dizer que a gente podia ir.

Pequenos detalhes fofos!

Pequenos detalhes fofos!

Por diversas vezes a rainha estava sozinha com o fotógrafo, fazendo várias caras para a nossa mesa e mesmo assim a gente não podia levantar. Não PODIA. Estranho isso de não poder, né? Achei deselegante de alguma forma e nos fez incomodados. Ninguém queria nem levantar para ir ao banheiro com medo de tomar bronca. Era tão absurdo que a gente morria de ir porque chegava a ser cômico. Fora que ela estava claramente com pressa e quase tirou a comida do Henrique umas 3 vezes enquanto ele estava filmando para o vídeo aí de cima.

No fim das contas a nossa garçonete nunca nos deu permissão para ir falar com a rainha má então uma hora eu e o Felipe fomos mesmo assim. Se não bastasse a gente estar fazendo algo “contra as regras”, Felipe decidiu que queria fazer a rainha má rir. Ficou ali a encarando e falando um monte de piada enquanto enquanto ela encarava séria pra ele.

Felipe inventou de provocar a rainha. Eu estrava tentando me enturmar, mas não consegui. hahaha

Felipe inventou de provocar a rainha. Eu estrava tentando me enturmar, mas não consegui. hahaha

A fila atrás da gente foi crescendo, crescendo enquanto os dois brincavam do jogo do sério, sabe? E eu ali, parada, tentando me enturmar ou entender o que ele estava fazendo.

Aquela cara de "que que eu faço agora?" enquanto o Felipe continuava firme e forte no jogo do sério com a rainha.

Aquela cara de “que que eu faço agora?” enquanto o Felipe continuava firme e forte no jogo do sério com a rainha.

Foi muito divertido! Lá da mesa, só vi a garçonete nos fuzilando com o olhar o que fez a situação toda mais engraçada ainda.

Ele perdeu, mas valeu a pena.

Ele perdeu, mas valeu a pena.

A comida do jantar da Branca de Neve

Como este é um jantar caro e sediado no Artist Point, havia uma expectativa muito grande com relação às comidas, que além de tudo, são super bonitas, como a gente já tinha visto pelas fotos oficiais da Disney. Ah! E este jantar custa US$59 por adulto, fora taxas e gorjetas, então o preço final mesmo fica em uns US$70 por pessoa. Por isso, a gente também teve que considerar este preço alto na hora de avaliar cada prato pra poder dizer se vale a pena ou não gastar tudo isso. 

O jantar funciona assim: por um preço fixo você recebe 3 entradas e 3 sobremesas que são sempre iguais pra todo mundo. Além disso, pode escolher um prato principal do menu.

A sopa de abóbora foi a única entrada que eu gostei.

A sopa de abóbora foi a única entrada que eu gostei.

Mas o camarão fez mais sucesso com o resto da mesa.

Mas o camarão fez mais sucesso com o resto da mesa.

A gente gosta de comer bem, mas até para os nossos padrões, achamos 3 sobremesas e 3 entradas comida demais. Além do que, nem todo mundo gostava de todas as opções. Chega a ser um pouco de desperdício, sabe?

A quantidade não conversa sempre tão bem com a qualidade, né? Fazer comida em grande volume é sempre mais difícil e eu senti que as comidas tinham gosto de buffet pré pronto e não estava no padrão que deveriam estar considerando o preço do jantar. Seria MUITO melhor ter uma entrada e uma sobremesa por pessoa e ter uma comida bem feita, do que ter esse monte de comida mais ou menos sobrando por ali.

Essa entrada poderia ser uma empadinha de frango, mas era uma versão bem piorada.

Essa entrada poderia ser uma empadinha de frango, mas era uma versão bem piorada.

Falando do prato principal, eu gostei muito do Gnocchi com pedaços de abóbora que eu pedi e o pessoal que escolheu o peixe também curtiu bastante. Não era nada de outro mundo, mas estava muito gostoso. Já a Prime Rib, um prato que teoricamente seria bem democrático e o preferido de muita gente, não estava muito bom não. Eu bem que avisei o Felipe antes dele pedir, que esta não seria uma Prime Rib preparada da maneira que deveria para ficar boa. A cozinha ali era em volume e não em qualidade e fazer Prime Rib em volume é bem diferente de fazer uma boa Prime Rib. O resultado era uma carne nervosa e com pouco tempero. Talvez esse seja o prato para você fugir na sua visita a este jantar.

o peixe fez sucesso!

o peixe fez sucesso!

O gnocchi estava bem gostosinho também.

O gnocchi estava bem gostosinho também.

Do lado das sobremesas, havia grande expectativa pela beleza das fotos que a gente tinha visto e realmente a mini maçã era tão fofa que mal dava vontade de comer. Ainda assim, se a gente for olhar pelo lado do paladar, nada ali era muito gostoso (e tudo era doce demais), mas tudo bem. Para mim, a sobremesa mais gostosa foi a pipoca caramelada que trouxeram em uma caixinha no final da refeição. Deliciosa!

As sobremesas eram lindas, mas o gosto não era tudo isso.

As sobremesas eram lindas, mas o gosto não era tudo isso.

A pipoca era mais gostosa que as outras sobremesas.

A pipoca era mais gostosa que as outras sobremesas.

Conclusão sobre o jantar da Branca de Neve

Esse jantar é cheio de altos e baixos, e detesto ser a pessoa chata evidenciando os pontos baixos também, mas acho importante dar uma visão realista caso você decida investir tantos dólares nesse jantar. A interação com personagens é sensacional e para mim, o ponto alto que faz esse jantar valer a pena. Me diverti demais com as interações!

A melhor parte do jantar foi encontrar os personagens!

A melhor parte do jantar foi encontrar os personagens!

Do outro lado, a comida é feita em exagero e sem tanta qualidade, o que eu não implicaria se o jantar custasse US$30 em vez de US$59, mas como não é o caso, acho que a gente tem o direito de ser mais exigente quando paga tão caro, então acho que a Disney tem muito a melhorar nesse quesito.

O serviço esquisito da nossa garçonete, por hora vou considerar só azar, então não dei tanto peso a isso na minha avaliação. Acho que no fim você tem um lado muito bom (interação com personagem), um lado mais ou menos (a comida) e um lado ruim (o preço), então no fim você vai ter que pesar tudo isso na balança para ver se acha que vale a pena ou não. Se você amar muito a Branca de Neve, a rainha má ou os anões, provavelmente vai valer a pena sim. Se você não tiver uma paixão especial por eles, talvez uma das outras tantas refeições com personagens, te atenda melhor.

Nome: Storybook Dining at Artist Point
Endereço: 901 Timberline Dr, Orlando, FL 32830(Veja no Google Maps)
Telefone: +1 407-824-3200
Referência: Dentro do Disney’s Wilderness Lodge, perto do Magic Kingdom.
Preço: aproximadamente US$59 por adulto ou US$35 para crianças de 3 a 9 anos (sem taxas e gorjetas)
Horário de Funcionamento: 16h às 21h
Cardápio: clique aqui 
Disney Dining Plan: Sim – um crédito de table service
Avaliação do VPD: Nota 3 de 5



O Vai Pra Disney é um blog independente e não é um canal mantido pela The Walt Disney Company. As informações contidas nesses sites representam a opinião de seus autores, colaboradores e usuários. Walt Disney World Resort, nomes e logos são marcas registradas da The Walt Disney Company.