Parques

Roteiro – Wet’n Wild Orlando

O WET’N WILD DE ORLANDO FECHOU NO FINAL DE 2016, PARA DAR LUGAR AO NOVO PARQUE AQUÁTICO DA UNIVERSAL, O VOLCANO BAY EM 2017

O Wet’n Wild é o último parque de Orlando que faltava a gente falar aqui no VPD – é claro que aqui estou me referindo ao grupo de parques minimamente decentes que existe na cidade. Demorou tanto pois nossas visitas anteriores tinham sido muito curtas e para fazer um roteiro é preciso conhecer o parque no detalhe.

WETnWILD_ORLANDO_1

O que eu descobri dessa vez é que a unidade de Orlando foi a primeira da cadeia Wet’n Wild, inaugurada em 1977 pelo mesmo criador do Sea World. Depois de abrir a unidade de Orlando, novos parques foram inaugurados nos EUA todo, no Mexico e no Brasil, mas como o negócio não vingou com o passar dos anos, hoje cada parque Wet’n Wild é de um dono diferente. O Wet’n Wild de Orlando é de propriedade da NBCUniversal, também dona do Universal Studios e do Islands of Adventure, mas opera relativamente separado dos outros parques.

Deixando a história de lado, o Wet’n Wild Orlando é também um dos parques mais discutíveis da cidade. Há quem ame e quem odeie, e esse que vos escreve, fica no meio termo mais pendente para o grupo dos que não curtem muito. Explico o porque:

WETnWILD_ORLANDO_17

Uma das coisas mais legais do Wet n’ Wild de Orlando é que lá praticamente tudo é mais barato do que nos outros parques.

Pontos que eu gosto do Wet’n Wild Orlando

  • É sem dúvida o parque com as atrações mais radicais entre os parques aquáticos de Orlando.
  • O preço também é camarada, pois comprando o ingresso de 1 dia de parque, você consegue voltar nele durante o ano inteiro.
  • Considero o Wet’n Wild Orlando um parque acessível, pois além do ingresso ser mais barato, todos os outros extras ficam abaixo da concorrência: estacionamento, armários, toalhas e até o preço do “fura filas” deles é bacana.
  • As opções de comida também são bem variadas, quando comparo com os outros parques aquáticos.
WETnWILD_ORLANDO_7

Por outro lado, esse parque é mais cheio e a manutenção (pelo menos da limpeza) não é tão legal quando à dos outros parques aquáticos.

Pontos que eu não gosto do Wet’n Wild Orlando

  • Acho o parque mal cuidado. Algumas piscinas chegam a ser sujas, com papel de salgadinho boiando e aquela camada de óleo bronzeador na água. Francamente, sendo parque aquático um tipo de atração em que você anda descalço, fica de roupa de banho, enfim, se expõe mais, acho limpeza um fator imprescindível. É claro que esse tipo de avaliação é subjetiva e pessoal, mas aqui vocês sabem que vão poder sempre contar com a minha mais honesta e transparente opinião.
  • Por ser mais barato, o parque tende a ficar mais lotado, isso significa que as filas são gigantescas nos meses mais quentes do ano (de Maio a Setembro). Durante o verão americano (entre Junho e Agosto), nem mesmo o Express Pass vendido pelo parque salva o tempo de espera. Facilmente você fica 40, 50 minutos em uma fila.

Enfim, como sempre, isso é a minha opinião em relação ao Wet’n Wild Orlando, mas respeito a preferência de cada pessoa. Só nunca vou deixar de contar aqui o que eu realmente acho das coisas. A pergunta que não quer calar é: vale a pena ir no Wet’n Wild Orlando? Acho que sim, principalmente para aqueles que vão ficar muitos dias na cidade e compram ingressos combo, como o Orlando Flex Ticket e o 3-park bonus ticket vendido pela Universal.

Para quem tem tempo e já visitou os outros parques aquáticos durante a viagem, vale a pena conhecer o Wet n Wild sim.

Para quem tem tempo e já visitou os outros parques aquáticos durante a viagem, vale a pena conhecer o Wet n Wild sim.

Se você vai ficar menos tempo na cidade e vai ter que escolher qual parque aquático visitar, a minha ordem de preferência é: Typhoon Lagoon > Blizzard Beach > Aquatica > Wet’n Wild Orlando.

Atmosfera do Wet’n Wild Orlando

Mesmo hoje, pertencendo a donos diferentes, eu acho a atmosfera do Wet’n Wild Orlando bem parecida com os outros Wet’n Wild que já visitei, incluindo o que fica perto de São Paulo, em Louveira. Quem visitou outros parques consegue até mesmo reconhecer atrações similares, com nomes diferentes. São 14 toboáguas no Wet’n Wild Orlando.

O parque não tem um tema definido, como é comum nos da Disney, porém os toboáguas cumprem o que prometem e é com isso que muita gente acaba se importando no final. Digo isso para aqueles que esperam encontrar personagens e refeições temáticas dentro do Wet’n Wild Orlando: lá é pra pular na piscina e pronto, sem magia, sem historinha.

O parque tem opções mais variadas para alimentação do que a maioria dos parques aquáticos.

O parque tem opções mais variadas para alimentação do que a maioria dos parques aquáticos.

Alimentação

Um dos pontos que destaquei no balanço acima é a alimentação do Wet’n Wild Orlando. Achei a variedade bem ampla, e você encontra desde as opções mais básicas, como sanduíches, cachorro quente e sorvete, até as mais elaboradas, como um churrasco na beira do rio de correnteza do parque – opção que pode ser adquirida separadamente.

Para aqueles que querem economizar e levar comida ao parque, vale mencionar que as regras do Wet’n Wild Orlando são bem rígidas. São permitidos bebidas em garrafas de plástico e latas somente. Garrafas de vidro devem ficar fora. Já em relação a comida, somente “snacks” (salgadinhos, bolachas e sanduíches pequenos) são permitidos, desde que tenham até 85 gramas cada – ou seja, saquinhos muito pequenos. A única exceção é em relação a alimentos de bebê (leite, papinha e frutas) e de pessoas com necessidades médicas.

 

Ingressos para o Wet’n Wild Orlando

Apesar de fazer parte do grupo NBCUniversal, os ingressos do Wet’n Wild Orlando são vendidos separadamente dos parques irmãos na cidade. Somente dois pacotes de ingressos da Universal incluem também o Wet’n Wild Orlando: o chamado “3-park bonus” e o Orlando Flex Tickets, que são vendidos por muitas agências, incluindo a operadora parceira do VPD.

De resto, os ingressos podem ser adquiridos diretamente no site do Wet’n Wild Orlando ou direto na bilheteria, onde a fila nunca é muito grande. Veja o preço e os tipos de ingresso clicando aqui.

Além dos ingressos, alguns itens extras podem ser comprados direto na bilheteria, como o churrasco na beira do lago, as cabanas privativas e o item mais procurado, o Express Pass. Com o mesmo nome do fura filas da Universal, o Express Pass é no Wet’n Wild Orlando um item não tão caro e vendido em duas modalidades:

  • One Time Express Pass: entre $20 e $25 dólares + imposto, dependendo do dia da visita. Com ele, você consegue entrar em na fila especial, mais curta, 1 vez em cada atração do parque.
  • Unlimited Express Pass: entre $40 e $55 dólares + imposto, dependendo do dia da visita. Com ele, você consegue entrar em na fila especial, quantas vezes em cada atração do parque.
O express pass aqui não é tão caro e pode ser um ótimo quebra galho para reduzir seu tempo nas longas filas.

O express pass aqui não é tão caro e pode ser um ótimo quebra galho para reduzir seu tempo nas longas filas.

Eu recomendo sim o Express Pass no Wet’n Wild Orlando, especialmente se você estiver viajando durante os meses do verão americano. Como eu disse acima, as filas do parque não são bem organizadas e na fila normal, é comum esperar 2 horas para escorregar por 30 segundos no togoábua.

Aluguel: armários, toalhas e cabanas

Assim como os outros parques aquáticos da cidade, itens como armário, toalhas e cabanas privativas são oferecidos como extras no Wet’n Wild Orlando. Para as toalhas, a minha dica é sempre levar uma toalha do seu hotel e depois, obviamente, levar de volta no fim do dia. Então não acho necessário gastar dinheiro nisso. Já o armário é importante para guardar seus pertences, principalmente se você planeja nadar com todos do seu grupo, sem que ninguém fique ao lado vigiando as coisas. Os preços são:

  • Armário grande: $13 + $3 de depósito que é retornado na devolução da chave. Ideal para famílias grandes, com muitas bolsas e mochilas.
  • Armário médio: $10 + $3 de depósito que é retornado na devolução da chave. Ideal para uma ou duas pessoas, com uma mochila mais alguns itens pequenos.
  • Armário mini: $6 + $3 de depósito que é retornado na devolução da chave. Ideal para guardar itens pequenos, como carteira, chave do carro, protetor solar e chave do hotel.

Além disso, no Wet’n Wild Orlando você encontra cabanas privadas, onde pode ficar com até outras 5 pessoas (total de 6) durante o dia todo. Alugando a cabana, você e seu grupo têm direito a toalhas, armário e uma geladeira com 12 garrafinhas de água. O valor também varia de acordo com o dia da visita, mas fica entre $275 e $330 dólares por dia + imposto.

Armários do Wet n' Wild de Orlando.

Armários do Wet n’ Wild de Orlando.

Localização, estacionamento e horários

Outra coisa boa do Wet’n Wild Orlando é a localização. O parque fica no meio da International Drive, avenida onde muitos brasileiros ficam hospedados quando vão a Orlando, ou seja, o acesso é bem fácil e rápido. Para quem vai de carro, o estacionamento fica ao lado do parque e custa $13 dólares para o dia todo, já quem opta a usar o transporte público (como explicamos aqui) o Wet’n Wild é o parque mais bem servido de pontos de ônibus de Orlando.

Assim como os outros parque, o horário do Wet’n Wild muda de acordo com o dia e com a época do ano, mas ele nunca abre antes das 9:30 da manhã e nunca fecha depois das 21h. Na maior parte do ano, o Wet’n Wild Orlando funciona entre 10 da manhã e 5 da tarde, mas para confirmar o horário durante a sua visita, acesse o site oficial do parque.

Mapa do Wet’n Wild Orlando

Como todo o parque aquático, o Wet’n Wild não tem uma ordem específica a ser seguida. O jeito aqui é encontrar uma cadeira bem localizada, deixar sua toalha ali e ir curtindo as atrações ao longo do dia. A seguir, conto minha experiência e opinião sobre cada uma das 14 atrações do Wet’n Wild, em ordem alfabética.

  • Aqua Drag Racer: essa é a atração mais nova do Wet’n Wild em Orlando e foi inaugurada em 2014. Nela, 4 pessoas, cada uma em seu toboágua e deitadas em um tapetinho, apostam uma corrida para ver quem chega primeiro no fim do escorregador. De acordo com o parque, é o maior e maior e mais rápido toboágua desse tipo no Flórida, mas a verdade é que ninguém participa muito da corrida, já que não tem muito o que fazer além de escorregar em direção ao fim. Quando eu fui, nem mesmo os funcionários do parque estavam dando “a largada” então cada um descia em um momento diferente.
  • Black Hole: pra mim o Black Hole é aquela atração para as crianças acharem que estão indo em um brinquedo radical haha Ela é divertida e cheia de efeitos, mas na realidade, nem chega perto de dar frio na barriga. Em um túnel escuro e cheio de luzes, você escorrega em uma bóia com 2 pessoas até cair na piscina.
    WETnWILD_ORLANDO_36
  • Blastaway Beach: esse é o playground aquático direcionado para as crianças pequenas. Daqules parquinhos que se eu entrar sem uma criança, todo mundo vai olhar feio!
  • Brain Wash: o Brain Wash foi a minha segunda atração favorita do Wet’n Wild. Em uma bóia com quatro pessoas, você passa por uma espécie de descarga no escuro. O frio na barriga é intenso e eu curti muito!
    WETnWILD_ORLANDO_23
  • Der Stuka Bomb Bay: esses dois toboáguas são idênticos e ficam lado a lado, a diferença é que no primeiro você desce direto no escorregador, enquanto no segundo, você entra em uma cápsula, que abre um fundo falso e você é lançado para baixo. Sem dúvida mais radical do que o primeiro. Dica para as moças de biquinis e para os moços de sunga: dê uma ajeitada na roupa antes de levantar do escorregador pois ela pode ter se movimentado durante o vôo haha.
  • Disco H2O: essa foi a minha atração favorita do parque. Tudo bem que eu peguei 1:30h de fila para ficar 40 segundos dentro do brinquedo, mas foi bom demais. Em uma bóia também de 4 pessoas, você escorrega em um caminho fechado com muita luz e música de discoteca. Depois fica rodando em uma esfera também fechada e com um globo de espelhos no meio. É bem divertido e também emocionante, já que a primeira queda é bem forte.
    WETnWILD_ORLANDO_35
  • Lazy River: famoso e tradicional rio de correnteza. É só deitar nas boias que ficam rodando e sair pro passeio.
  • Mach 5: esse é bem parecido com o Aqua Drag Racer, porém os 3 toboáguas são cheios de curvas e eles não têm esse efeito de corrida que a outra atração quer passar. Por conta do tapete que você deita em cima, o atrito com o escorregador é menor e por isso você desce bem rápido antes de cair na piscina.
    WETnWILD_ORLANDO_32
  • The BlastThe Flyer: ao lado da Mach 5, o The Blast e o The Flyer são parecidos, a diferença é que no primeiro, você desce o toboágua em uma bóia com duas pessoas e no segundo, em uma bóia comprida, com 4 pessoas uma atrás da outra. Vale a pena se você estiver com grupo grande, já eu que estava sozinho nessa última visita, tive que dividir as bóias com desconhecidos – o que foi chato.
  • The Storm: outra descarga humana haha nessa atração, você roda muito em uma espécie de funil e depois cai na piscina. Um cuidado: quase todo mundo fica meio perdido na hora que cai na água, então, tape o nariz e recobra a consciência com calma.
  • The Surge: essa atração fica junto com a Disco H2O e segue o mesmo estilo, porém em um toboágua aberto e sem música. As quedas são leves, mas as curvas bem acentuadas o que garante a emoção nos 4 integrantes de cada bóia.
  • Wave Pool Surf Lagoon: tradicional e relativamente pequena, piscina de ondas.

O Vai Pra Disney é um blog independente e não é um canal mantido pela The Walt Disney Company. As informações contidas nesses sites representam a opinião de seus autores, colaboradores e usuários. Walt Disney World Resort, nomes e logos são marcas registradas da The Walt Disney Company.